31
outubro

As curtinhas do Romenyck Stiffen


APERTANDO O CINTO

PRAXE – Infelizmente virou tradição de parte de cidades do Polo de Confecções contratarem em massa no decorrer do ano e ter que demitir basicamente na mesma quantidade dois meses antes do final do ano.

PLANEJAMENTO – A reflexão é: se essa infeliz tradição não seria a falta de planejamento. São salários atrasados e centenas e mais centenas de pessoas sendo demitidas, com o intuito de fechar as contas do ano corrente.

OS SERVIÇOS (I) – Outra reflexão é: os serviços continuarão sendo ofertados com um número reduzido de pessoas? Caso continuem, não seria o momento de enxugar a máquina de forma definitiva, sem precisar transformar a mesma em cabide de emprego, principalmente em ano de eleição, onde o volume de contratos aumenta a olho nu?

OS SERVIÇOS (II) – Contudo, caso essa redução drástica no número de funcionários públicos prejudiquem os serviços ofertados a população como ocorreu em anos anteriores, o que fazer e até quando isso continuará ocorrendo?

JUSTIFICATIVA – A maioria dos prefeitos justifica a queda de receita, contudo, a referida argumentação é utilizada todos os anos, ou seja: é uma situação que também virou rotina e os prefeitos não se previnem para essa “baixa temporada”.

A CONTA – Uma coisa é certa: quem paga a conta é o povo com serviços públicos comprometidos, devido, em minha humilde opinião, a falta de planejamento de nossos prefeitos.

As opiniões e informações aqui expressas são de responsabilidade de seu autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?