30
novembro

Procurador Eleitoral pede anulação da sentença de cassação de vereadores brejenses


Nesta terça-feira (30), o Blog do Ney Lima teve acesso ao posicionamento do procurador regional eleitoral, Roberto Moreira de Almeida, em relação ao processo que pode culminar com a cassação e perca de mandatos de vereadores que fazem parte da chapa do Partido Liberal (PL) de Brejo da Madre de Deus.

A Procuradoria Regional Eleitoral considera que apesar das provas obtidas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) para que haja a cassação dos vereadores, não seria o caso de julgamento antecipado como atualmente está acontecendo.

O procurador defende que o processo seja anulado, e volte para a primeira instância para tramitação com realização de audiência para oitiva de testemunhas de defesa e apresentação de outras provas.

Entre os vereadores citados na denúncia, estão três eleitos em 2020, são eles: Roberto Abraham Abrahamian Asfora Filho (Robertinho Asfora); Jobson Willames Barros Silva (Jobson Barros) e Marcello de Araújo Santos (Marcello de Dondon).

O Tribunal de Justiça ainda irá analisar o posicionamento do procurador, para decidir se anula ou não a sentença

Entenda o caso:

O Ministério Público Eleitoral (MPE) entendeu em junho deste ano, que o Partido Liberal (PL) no município apresentou “candidaturas fictícias”, como forma de cobrir as cotas destinada para mulheres dentro da sigla, representando 30% das vagas.

O MPE apontou que uma das mulheres estava filiada ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e a outra filiada ao Partido Verde (PV), além de ter domicílio eleitoral em outro município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


Meses Anteriores

error: Copiando nosso texto?