28
setembro

“Não tô aqui para defender Edson Vieira, mas eu acho que estou com saudade do tempo de Edson” – diz Nega ao criticar a saúde na gestão Fábio Aragão


A vereadora Nega da ONG (PSD) na manhã desta terça-feira (28) usou o seu espaço na tribuna da Câmara de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, para criticar a saúde no município, e revelou que teria encontrado cerca de dez mil comprimidos vencidos.

“Eu estive há alguns dias no CAF, onde me deparei com dez mil comprimidos de diazepam vencidos, e isso é culpa de Edson Vieira? Dez meses praticamente, mas aí não vem a competência da Secretaria, mas sim de Edson Vieira” – frisou.

A vereadora cobrou a abertura da AME Mulher e reforçou que a Secretaria de Saúde deveria iniciar com urgência no município, a inserção do DIU, que é um dispositivo Intrauterino para prevenir a gravidez, antes que o dispositivo venha a ter sua validade vencida.

“A AME Mulher está pronta, e o que necessita para funcionar? Uma mesa, um aparelho de ultrassom e uma ginecologista, para que esses DIU não sejam vencidos. Mas parece que estão esperando os DIU vencer, para dizer que era competência de Edson Vieira, eu não tô aqui para defender Edson Vieira, mas eu acho que estou com saudade do tempo de Edson” – completou.

Em sua fala, Carlinhos da Cohab (PP) rebateu as declarações da vereadora Nêga da ONG em relação a cobrança na agilidade da utilização do DIU para as mulheres, por parte da Secretaria Municipal de Saúde.

“Nêga fala que para colocar os DIU nas mulheres só precisa de uma mesa e de um ginecologista, mas a gente trata as mulheres de Santa Cruz com respeito, mas se você não tem respeito a elas.  A gente vai colocar de uma forma correta, descente e com toda estrutura que as mulheres precisam, até porque vossa excelência não é doutora para dizer que só precisa de uma mesa e de um ginecologista” – disse Carlinhos.

Um Comentário

  1. Elinaldo b Alves disse:

    Vão trabalhar vcs só sabem olhar o fundo um do outro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


Meses Anteriores

error: Copiando nosso texto?