19
agosto

Artigo


Por que fazemos dívidas?

 

 

Devo não nego, pago quando puder…

 

Já faz tempo que esse ditado popular deixou de ter graça, pelo menos para mais da metade das famílias brasileiras que estão atoladas em faturas, carnês e empréstimos.

 

Cerca de 54,15%  dos brasileiros tem algum tipo de dívida e pelo menos 20% tem algum atraso (FONTE : IBGE).

 

Para podermos ficar longe das dívidas é importante sabermos o que leva as pessoas a caírem no crédito fácil. Para alguém assumir alguma dívida em sua vida é preciso que haja a junção de (desejo + oportunidade) na questão desejo estamos bem servidos, existem grandes profissionais do marketing no Brasil, nosso país também se tornou um ótimo lugar para investidores, por sua estabilidade e os altos juros cobrados, fazendo que o crédito se torne cada vez mais fácil.

 

Quer antecipar algum desejo é só pegar um carnê, cartão de crédito, cheque especial ou até empréstimos, mas será que podemos criticar os bancos ou instituições financeiras, de cobrarem pela antecipação de nossos desejos? Claro que não.

 

Mesmo sabendo que as taxas de juros são altíssimas e o dinheiro é como outro produto, também possui um preço, e como saber o preço? É fácil basta olhar a taxa de juros e você vai perceber que dinheiro no Brasil ainda é uma coisa muito cara.

 

Então para que fique claro desejo + oportunidade de contrair dívidas nunca irão faltar, o que muitas vezes falta é a reflexão de um desejo e uma real necessidade.

 

E nunca se iluda com aquelas frases “só posso comprar a prazo”, “quem não faz dívidas não tem nada” isso não é verdade, pois se você pode parcelar e pagar mais caro, pode sim poupar e pagar mais barato, basta ter EDUCAÇÃO FINANCEIRA.

 

Dúvidas e sugestões: institutovalorize@hotmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?