04
fevereiro

Nova dor de cabeça para usuários da Unimed Caruaru


Pronto atendimento em Santa Cruz do Capibaribe terá horário de atendimento reduzido à metade

Fotos: Thonny Hill

Fotos: Thonny Hill

Em entrevista concedida nesta quinta-feira (04) no programa Patrulha do Agreste (da rádio Polo FM), o vereador Helinho Aragão (PTB) trouxe ao ar uma polêmica que atinge milhares de usuários de planos da Unimed Caruaru, em Santa Cruz do Capibaribe e em outras cidades como Jataúba e Taquaritinga do Norte.

 

O problema é que o pronto-atendimento de Santa Cruz, localizado a Rua Maria Lira de Moraes (nº-45, bairro Nova Santa Cruz), terá, a partir de 01 de março, seu expediente de atendimento reduzido; de 24 horas para apenas 12 horas. Os usuários estão sendo comunicados das mudanças através de carta.

 

Também na mesma carta, é dito que a empresa está abrindo processo seletivo para que esta passe a contar com médicos especialistas de acordo com dados obtidos nos últimos meses, mas sem especificar que período seria esse.

.

Problema que não é de hoje…

 

Desde abril de 2013, o pronto atendimento da Unimed vem tendo cortes em seus serviços. As primeiras mudanças aconteceram com a retirada de uma UTI Móvel para transferência de pacientes graves e depois a dispensa de médicos pediatras em fins de semana, aliada também a mudança para o atual local de funcionamento, que diminuiu a oferta de leitos.

 

Na época, a assessoria de imprensa da empresa declarou que a ambulância estaria subutilizada e que os atendimentos de pediatria seriam feitos pelos mesmos médicos que atendem pacientes adultos.

 

De acordo com o vereador, que protocolou um ofício no Ministério Público relatando o problema, uma audiência pública para tratar da nova redução de serviços será realizada. O vereador também falou, segundo ele, o que a redução de expediente pode acarretar ao setor público.

.

.

“A Unimed Caruaru presta serviços à população aqui em Santa Cruz do Capibaribe, mas para se ter uma ideia, temos um raio de aproximadamente 9 mil usuários quando se junta com as cidades de Jataúba e Taquaritinga. Santa Cruz com quase 6.500… É um número grande! É um atendimento enorme nesse pronto atendimento. Uma coisa é tirar o atendimento daqui de Santa Cruz e outra é sobrecarregar o Hospital Municipal porque, automaticamente, essas 6.500 pessoas vão ter que procurar o hospital. Se já existe sobrecarga, vai sobrecarregar mais ainda” – disse.

 

Já em contato com a redação, o vereador citou que entregou o ofício no escritório da empresa em Caruaru e que, segundo ele, a Unimed se comprometeu em comparecer à audiência pública para tratar das mudanças.

.

Oficio protocolado e entregue no MPPE - Clique para ampliar

Oficio protocolado e entregue no MPPE – Clique para ampliar

“Pagamos um plano caro e eles tiram tudo o que temos. Tiraram a ambulância, os pediatras, diminuíram o espaço físico e agora querem tirar o atendimento noturno, mas a mensalidade sempre tem um reajuste” – disse.

 

A data da audiência pública

 

A audiência pública está marcada para o dia 17 deste mês, a partir das 15h, na Câmara de Vereadores.

Um Comentário

  1. Jéssica disse:

    Absurdo isso.
    O pronto atendimento já não é tão completo como deveria. Isso é um desrespeitos aos clientes de Santa Cruz que não são poucos.
    Já basta o constrangimento que nos usuários do plano passamos quando vamos ao uma consulta com um médico especifico (atendimento em 1 mês ou 2 meses depois de marcado), agora isso!
    O senhor Helinho está de parabéns. Alguém tem que fazer algo por nos. Afinal se é pronto atendimento o mesmo deve ser 24h.
    Unimed como sempre desrespeitando o consumidor!
    #Vergonha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?