03
junho

Blog nas ruas – denúncia


Obras da Praça do PEC estão praticamente paradas e espaço se tornou ponto de usuários de drogas, denunciam moradores do Santa Filomena

Nenhum trabalhador foi avistado no local e cronograma de entrega pode ser atrasado. Fotos: Thonny Hill.

 

Moradores da Rua Bento Marques Junior e proximidades, no Bairro Santa Filomena, denunciaram ao blog que as obras de construção da Praça de Esporte e Cultura (Praça do PEC), que teve seus trabalhos iniciados no dia 21 de fevereiro, estão praticamente paradas.

 

De acordo com Eliane Souza, que mora em frente à futura praça, informou que no início da obra eram 20 trabalhadores, mas que há dias só estavam apenas três e que não estavam trabalhando.

 

Barraco onde são guardados materiais de construção está fechado a cadeados.

Além disso, segundo ela, o local está se tornando perigoso pela falta de iluminação e segurança, sendo usado à noite como motel e ponto de uso de drogas. Verificamos o local e encontramos, em vários pontos, fezes humanas e papel higiênico sujo.

 

Assaltos aumentaram afirma Eliane

“A obra é muito escura, não está fechada. À noite, vêm usuários de drogas e casais namorar lá dentro. A obra é na frente da minha casa e estou me sentindo prejudicada”, relatou.

 

Eliane disse ainda que, durante o dia, crianças brincam no local mesmo com o resto de equipamentos e andaimes, subindo nas escadas e tendo acesso a laje no local. O número de assaltos também aumentou depois da obra.

“Nenhum vereador veio aqui fiscalizar. Quando o prefeito veio começar a obra, todos vieram, com capacetes na cabeça, mas depois nenhum deles esteve aqui”, enfatizou a moradora que relatou ainda o caso de um jovem que estava na obra, durante o dia, mostrando as partes intimas para as crianças que passavam na rua.

 

.

Valdir Israel Rodrigues, que mora nas proximidades, disse que há cerca de dois meses a obra está praticamente parada.

 

“Eu quero que o prefeito tome providência. Eles colocam um anúncio em rádios dizendo que “a obra está a todo vapor”, mas eu acredito que não. Como é que esses dois, três ou até quatro trabalhadores no máximo vão terminar uma obra dessa?! ”, pediu o morador.

 

O morador também enfatizou que há um grande número de usuários de drogas e assaltos e pediu para que os vereadores das duas bancadas apareçam para fiscalizar o local.

 

Nossa equipe também esteve na parte da tarde e nenhum trabalhador foi avistado. Pelo cronograma, a obra deve ficar pronta até o fim de agosto de 2013, mas pode ter sua conclusão atrasada caso a falta de profissionais persista.

 

Fezes humanas são encontradas em vários pontos da obra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


Meses Anteriores

error: Copiando nosso texto?