26
janeiro

Acordo que pode salvar vidas


Brasil e Estados Unidos podem unir forças em pesquisas de desenvolvimento de vacina contra o Zika Vírus

 

Imagem meramente ilustrativa.

Imagem meramente ilustrativa.

Os governos do Brasil e dos Estados Unidos estão costurando um acordo de pesquisa, focado no Zika Vírus.

 

O objetivo é o desenvolvimento e a produção de uma vacina contra o mesmo, que até o momento, já atinge 21 países na América, incluindo Brasil.

 

De acordo com matéria publicada no jornal O Estado de São Paulo, a ideia é que o acordo de cooperação entre os países, que já tem pesquisas relacionadas ao tema, não fique somente restrito a ambos, mas que outras nações também possam participar contribuindo com seus estudos.

 

Ainda de acordo com as informações, não se é possível prever uma data para que uma vacina esteja disponível no mercado, mas um acordo desse tipo pode auxiliar a acelerar essa disponibilidade de tratamento.

 

Um exemplo pode ser visto com a Gripe H1N1, que matou cerca de 18 mil pessoas em todo o planeta entre os anos de 2009 e 2010.

 

Graças a acordos semelhantes, medicamentos e formas de prevenção com grande eficácia foram desenvolvidos, eliminando o surto na maioria dos países atingidos.
O acordo entre os dois países pode ser fechado ainda essa semana.

 

Microcefalia e o Zika Vírus

 

Recentes estudos feitos aqui no país já apontaram a relação direta entre o Zika Vírus e o grande aumento de caso de microcefalia, sendo que o estado de Pernambuco ainda lidera o ranking nacional de casos.

 

Até o momento, foram notificados 1306 casos, sendo 132 deles já confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde.

 

Em Santa Cruz do Capibaribe…

 

Por falta de exames de sorologia (que detectam a presença do vírus no corpo humano) que deveriam ser realizados pelo Governo do Estado, não se foi possível quantificar, até o momento, o número de casos de Dengue, Zika ou Chikungunya no município.

 

No auge do surto de virose, o município chegou a registrar até 700 atendimentos diários no Hospital Municipal local, sendo 80% deles de pessoas com sintomas que podem ser associados as 03 doenças.

 

Até o momento mas se sabe no município há um caso de microcefalia confirmado. O caso foi noticiado pelo blog em 07 de dezembro de 2015, onde Thamires Silva (que reside no bairro da Cohab), mãe de Kauanne Victória, confirmou que teve sintomas associados a doença durante o sexto mês de gestação.

.

Capturar

.

No oitavo mês de gestação, um exame de ultrassonografia apresentou suspeitas de hidrocefalia, porém após encaminhamento para a cidade do Recife, onde a criança nasceu, médicos do IMIP em Recife diagnosticaram a microcefalia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?