30
outubro

Opinião – Por Afrânio Marques


O que vem no futuro

 

Escutamos desde novos que “o futuro a Deus pertence”, sem entrar no mérito religioso e sem poder utilizar a ciência histórica, a qual trata do tempo passado e não do futuro, vamos recorrer ao auxílio da ciência política para a construção de um simples cenário político local.

Temos vários fatores hoje que terão impactos direto na administração local no próximo ano, a exemplo da taxa de desemprego de 13,7 milhões de pessoas, uma retração no PIB de 5% e uma segunda onda da pandemia da covid-19, já acontecendo na Europa.

Como se não bastasse os problemas já existentes na saúde, educação, infraestrutura, segurança, o não pagamento do Santa Cruz PREV em torno de R$12,5 milhões, máquina pública inchada, falta de planejamento, funcionários públicos desmotivados, dentre outros.

 Logo, vemos que os desafios do futuro gestor serão enormes diante do cenário apresentado anteriormente. Os problemas já existentes que o gestor precisa ter um conhecimento mais profundo possível e se cercar de pessoas qualificadas. E quanto a nós eleitores? Somos os responsáveis por eleger os que nos representarão e não devemos mais cometer os mesmos erros que cometemos no passado, colocando pessoas para administrar a nossa cidade sem a devida capacidade para resolver os nossos problemas.

Ligeirinho

A Sabatina dos professores – vejo como positiva a realização por parte do Sindicato dos Professores (Sinduprom), pois diante dos professores e da população os candidatos se comprometeram com a educação pública municipal e tudo foi transmitido pela Rádio Polo e rede sociais, como também gravado, o que servirá a todos de registro histórico.

Os professores e a sabatina – vejo como positiva a participação de todos, em especial, os que entenderam ser aquele momento ímpar para nos esclarecermos e questionarmos as propostas dos candidatos para a educação. Entretanto, sem corporativismo, sem querer ferir ninguém e sem entrar no mérito do direito, lamentar a racionalidade útil de alguns colegas satisfeitos com respostas sem nexo ou perguntando para encurralar, deixando de exercer o sagrado direito à liberdade.

A Sabatina e os candidatos – estão de parabéns os candidatos a prefeito Allan Carneiro, Dida de Nam e Fábio Aragão por terem comparecido. No entanto, percebemos que os candidatos da oposição Allan e Fábio se preparam mais para serem sabatinados. Alan foi o mais cobrado por não ser das alas tradicionais e o vice-prefeito e candidato Dida, mesmo com todas as informações da educação disponíveis, não se preparou para a sabatina e teve um desempenho pífio com chavões e respostas repetitivas.

/

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?