02
maio

Pegou mal para os deputados

IV Bregaribe foi sucesso, mas políticos puxaram “Comício” fora de época


Do Blog Sulanca News

 

Apesar da bela festa realizada na noite de ontem e madrugada de hoje pela HB Produções, onde mais de 10 mil pessoas foram curtir uma noite de brega e seus ídolos como Fernando Mendes, José Ribeiro e Bartol Galeno, entre outros, a política comeu no centro.

 

A presença da “Senhora de Engenho” era nítida.

 

Tudo começou quando o presidente da câmara Francisco Ricardo que é parceiro do projeto foi falar. Ele chegou acompanhado do deputado estadual Diogo Moraes e do vereador Júnior Gomes. Mesmo diante do prefeito, o vereador o abraçou e disse em alto e bom som que a cidade precisava “avançar”, dando um clima político ao discurso diante do grande público e iniciando um comício fora de época.

 

Quando o presidente da Câmara falava, o deputado federal José Augusto Maia chegou ao palco e foi um verdadeiro levante do público presente. Ele foi ovacionado. A esta altura o clima era de política na festa, embora a organização do evento tivesse feito de tudo para que não houvesse política dentro da programação.

 

Ao final do discurso do deputado federal, o deputado estadual Diogo Moraes foi chamado para falar ao povo.

 

Mesmo diante do prefeito o deputado disse que a cidade precisava de “mudança”, e repetiu várias vezes, quando uma vaia começou a ser formada e gestos do povo de negação. A vaia foi crescendo ao ponto de interromper seu discurso duas vezes. Um clima que gerou muita confusão. Diretores do Moda Center que estavam no palco e que não tinham nada a ver com o acontecimento, se retiraram.

 

Último a discursar, o prefeito Toinho do Pará, desabafou dizendo que o Bregaribe não era um palanque político, e mandou um recado direto ao deputado Diogo Moraes: “Isto aqui não é um palanque, política a gente discute daqui a quatro meses, vamos ver Diogo… quem é bom, aí sim…”.

 

Em seguida o apresentador do evento, Hamilton França, lembrou ao público que os três deputados da cidade (Edson Vieira, Diogo Moraes e José Augusto Maia), deveriam ir atrás de recursos para o evento.

 

Depois o Bregaribe seguiu com muito brega para alegria do povão que lotou o pátio de eventos.

01
maio

José Augusto Maia participa de encontro com Eduardo Campos

 

O deputado federal José Augusto Maia (PTB-PE) participou na manhã da última sexta-feira (27), com um grupo de deputados federais, de um encontro com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

 

Os deputados são membros da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara Federal. Os deputados vieram ao Estado em missão oficial da Câmara. Eles foram a uma Reunião do Comitê Gestor do Pacto pela Vida, em Recife, onde temas relacionados a segurança pública foram debatidos.

 

Além de José Augusto Maia, participaram do encontro os deputados federais, Efraim Filho (DEM-PB), Presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e Pastor Eurico (PRB-PE).

01
maio

“Eu terei o maior prazer de enfrentar José Augusto”, afirma deputado

Foto: Arquivo do Blog

Em entrevista concedida ontem (30/04) à Rádio Comunidade FM, o deputado estadual Edson Vieira (PSDB) polemizou sobre o processo de indefinição do candidato taboquinha, a influência do senador Armando Monteiro (PTB) no Grupo Político rival e também sobre a possibilidade, caso aconteça, de uma eleição entre Edson e Zé nas próximas eleições:

 

“Eu não acredito que Zé Augusto seja candidato, pois está barrado pela lei do “Ficha Limpa”. Mas se o Senador Armando Monteiro quer impor a candidatura dele aqui em santa Cruz, tira ele como Deputado Federal. Quebram aquele discurso de dizer que a região precisava de um deputado federal. Eu terei o maior prazer de enfrentar José Augusto porque, se ele for candidato, que eu não acredito que ele será, porque ele tem problemas na justiça. Mas se ele conseguir, iremos fazer um debate de ideias sobre o crescimento de Santa Cruz, da questão educacional, da questão da merenda escolar, do Hospital Municipal enfim, de Santa Cruz do Capibaribe”.

01
maio

Do Blog de Inaldo Sampaio

José Augusto pode anunciar o candidato do PTB a prefeito de Santa Cruz do Capibaribe nesta quarta-feira

 

O deputado federal José Augusto Maia (PTB) admitiu no Recife, neste final de semana, que o candidato do seu partido à prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe pode ser anunciado nesta quarta-feira.

 

No entanto, quase ninguém em Santa Cruz acredita nesta hipótese porque faz cerca de cinco meses que o candidato a prefeito será anunciado “na próxima quarta-feira” sem que se saiba de qual mês.
Disputam a indicação o vice-prefeito José Elias, os vereadores Ernesto Maia e Fernando Aragão e o bioquímico Dr. Nanau.

 

Há um acordo entre eles para definir o candidato mediante duas pesquisas, que inclusive já foram feitas: uma qualitativa e outra quantitativa.

Como os resultados não foram muito animadores, o deputado José Augusto não se exclui da parada, já que o prefeito Toinho do Pará (PTB) não se candidatará à reeleição. E deve mesmo anunciar o fim desta novela “na próxima quarta-feira”. Aguardemos, pois!

27
abril

Deputado participa de audiência

Deputado participa de audiencia com Presidente da OAB. Foto: Assessoria de imprensa.

 

O deputado federal José Augusto Maia (PTB-PE), membro titular da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), destinada a investigar o tráfico de pessoas no Brasil, bem como suas causas, consequências e responsáveis, participou na manhã desta última quarta-feira (25/04) de audiência com o Dr. Ophir Cavalcante, Presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

 

Segundo José Augusto Maia, o tráfico de pessoas atingiu níveis alarmantes: “Precisamos, através dos trabalhos desta importante CPI garantir os direitos fundamentais dos cidadãos, pois o Brasil, além de ter se tornado exportador de pessoas, também já e importador, conforme vários casos constatados de trabalho escravo e prostituição de pessoas, principalmente vindas da América do Sul. O Congresso Nacional tem o dever e a obrigação de garantir esses direitos inerentes a cada pessoa, além de proteger o ser humano dessas práticas hediondas”, afirmou.

 

José Augusto Maia destacou também a importância do papel da Ordem dos Advogados do Brasil sobre esse assunto, afirmando que “A participação da OAB é muito importante, pois se trata da instituição defensora dos direitos do cidadão, e com sua ajuda podemos elaborar uma legislação mais rígida e severa para que possamos acabar de uma vez por todas com essas práticas delituosas. Se ao final do meu mandato como Deputado Federal, deixar um legado, uma legislação nacional sobre essa matéria, tenho certeza que contribui de forma positiva para com a Sociedade e honrei cada voto que me foi dado”.

 

De acordo com o presidente da OAB, a implantação desta CPI e o trabalho dos seus membros mostra que as instituições públicas estão funcionando e “A OAB se coloca à disposição da CPI, que através da equipe poderá elaborar estudos e apontamentos técnicos que servirão de arcabouço para criação de uma nova legislação no tocante à proteção das pessoas”.

27
abril

Políticos barrados

Condôminos do Moda Center barram fichas-sujas e ocupantes de cargos eletivos

 

 

Diretoria do Moda Center na Assembléia realizada ontem

Foi aprovada, por unanimidade, em assembleia realizada ontem (26), a inclusão de três incisos que tratam dos pré-requisitos para ocupação de cargos na diretoria do Moda Center Santa Cruz.

 

Dentre as alterações, ficam impedidas de concorrer, a qualquer cargo de diretor, pessoas que tiveram condenações por decisão de órgão colegiado (com mais de um juiz), mesmo que ainda exista a possibilidade de recursos.

 

As alterações também preveem que qualquer ocupante de cargo eletivo tenha que renunciar as suas funções com três

Dr. Jan Grunberg - Advogado do Moda Center

meses de antecedência das eleições para diretoria do parque.

 

Com a aprovação na assembleia, as mudanças já entram em vigor passando a valer para as eleições deste ano no Moda Center.

 

Confira o texto aprovado na íntegra:

 

Fica alterado o art. 8º , do título IV, da Convenção Condominial, para a inclusão dos §§ 10, 11 e 12, com a seguinte redação:

 

“ § 10 – ficam inelegíveis para exercer qualquer função ou cargo no corpo administrativo do condomínio, previsto no caput do presente artigo, aqueles que estiverem exercendo qualquer cargo eletivo, na condição de agente político, até 03 (três) meses antes da data da respectiva eleição; “

 

“ § 11 – ficam também inelegíveis para o exercício de qualquer função ou cargo, no corpo administrativo do condomínio:

 

I – os que tenham contra a sua pessoa representação julgada procedente pela Justiça Eleitoral, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado, em processo de apuração de abuso de poder econômico ou político, para as eleições na qual concorrem, bem como as que se realizarem nos oito anos seguintes;

 

II –  os que tenham sido condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso de oito anos após o cumprimento da pena, pelos crimes:

 

a)      Contra a economia popular, a fé pública, a administração pública e o patrimônio público;

b)      Contra o patrimônio privado, o sistema financeiro, o mercado de capitais e os previstos na lei que regula a falência e a recuperação judicial e extrajudicial;

c)       Contra o meio ambiente e a saúde pública;

d)      Eleitorais, para os quais a lei comine pena privativa de liberdade;

e)      De abuso de autoridade, nos casos em que houver condenação à perda do cargo ou à inabilitação para o exercício da função pública;

f)       De lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores;

g)      De tráfico de entorpecentes e drogas afins, racismo, tortura, terrorismo e hediondos;

h)      De redução à condição análoga de escravo;

i)        Contra a vida e a dignidade sexual;

j)        E todos os crimes praticados por organização criminosa, quadrilha ou bando.

 

III – os que forem declarados indignos do oficialato, ou com ele incompatíveis, pelo prazo de oito anos;

 

IV – os que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, salvo se esta houver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário, para as eleições condominiais que se realizarem nos oito anos seguintes, contados a partir da data da decisão;

 

V – os detentores de cargo na administração pública direta, indireta ou fundacional, que beneficiarem a si ou a terceiros, pelo abuso do poder econômico ou político, que forem condenados em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, para a eleição na qual concorrem ou tenham sido diplomados, bem como para as que se realizarem nos 8 (oito) anos seguintes;
VI – os que forem condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, por corrupção eleitoral, por captação ilícita de sufrágio, por doação, captação ou gastos ilícitos de recursos de campanha ou por conduta vedada aos agentes públicos em campanhas eleitorais que impliquem cassação do registro ou do diploma, pelo prazo de 8 (oito) anos a contar da eleição;

VII –  os que forem condenados à suspensão dos direitos políticos, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, por ato doloso de improbidade administrativa que importe lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito, desde a condenação ou o trânsito em julgado até o transcurso do prazo de 8 (oito) anos após o cumprimento da pena;

VIII –  os que forem excluídos do exercício da profissão, por decisão sancionatória do órgão profissional competente, em decorrência de infração ético-profissional, pelo prazo de 8 (oito) anos, salvo se o ato houver sido anulado ou suspenso pelo Poder Judiciário;

IX –  os que forem demitidos do serviço público em decorrência de processo administrativo ou judicial, pelo prazo de 8 (oito) anos, contado da decisão, salvo se o ato houver sido suspenso ou anulado pelo Poder Judiciário;

X –  a pessoa física e os dirigentes de pessoas jurídicas responsáveis por doações eleitorais tidas por ilegais por decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, pelo prazo de 8 (oito) anos após a decisão;

 

XI – os magistrados e os membros do Ministério Público que forem aposentados compulsoriamente por decisão sancionatória, que tenham perdido o cargo por sentença ou que tenham pedido exoneração ou aposentadoria voluntária na pendência de processo administrativo disciplinar, pelo prazo de 8 (oito) anos;

 

“§ 12 –  A inelegibilidade prevista nos parágrafos anteriores, deste artigo,  não se aplica aos crimes culposos e àqueles definidos em lei como de menor potencial ofensivo, nem aos crimes de ação penal privada.”

26
abril

Baderna do público faz presidente mudar horário

Presidente da Câmara Municipal de Vereadores muda horário da próxima reunião

 

 

O vereador e Presidente da Câmara, Francisco Ricardo (PSDC) promoveu mudanças no horário da próxima reunião da Câmara de Vereadores. Segundo algumas informações apuradas pelo Blog do Ney Lima, os motivos para tal mudança seriam as diversas manifestações do povo no local, o que estaria tumultuando as reuniões e atrapalhanndo os trabalhos realizados e que, para Francisco Ricardo, tais manifestações seriam desrespeitosas.

 

A próxima reunião será na próxima quinta-feira (26/04), ás 10h da manhã. Segundo algumas fontes consultadas, esse horário diferenciado é uma estratégia adotada pela Câmara, de modo a diminuir a concentração de pessoas que queiram atrapalhar as reuniões, graças as manifestações de paixão política em favor dos vereadores.

26
abril

Embate na Câmara

 Dimas Dantas questiona Secretário de Infraestrutura por possuir terrenos em áreas irregulares

 

 

 

Secretário de Infraestrutura Fabiano Glicério

Em reunião realizada terça-feira (24/04), na Câmara de Vereadores, foi convocado o Secretário de Infraestrutura Fabiano Glicério, no intuito de prestar diversos esclarecimentos aos vereadores.

 

Um dos pontos mais importantes na sabatina foi o questionamento feito pelo Vereador Dimas Dantas (PP) ao Secretário, afirmando que o mesmo possuía dois terrenos irregulares (sendo o próximo a Academia das Cidades, no bairro da COHAB o principal foco dos questionamentos), sendo que a procedência dessas áreas era duvidosa, sem saber se eram de origem pública ou privada.

 

Sobre essa questão, o secretário ironizou o vereador Dimas Dantas (PP), afirmando que “ela é pública da mesma maneira que é toda aquela área que pega a casa do vereador Francisquinho e toda aquela dimensão, do mesmo segmento que é uma casa ali no Lula Xique-Xique Bar, daquela mesma dimensão”.

 

 

Vereador Dimas Dantas

Francisco Ricardo (PSDC), sobre a obra no bairro da COHAB, afirmou que “aquilo é irregular, que aquilo deveria ser embargado, que aquela é uma área pública e que deveria ser embargado”. Foi também levantada a questão se Fabiano Glicério possuía ou não escrituras dessas áreas, especialmente a das proximidades da COHAB.

 

Sobre isso, o secretário afirmou: “Graças a Deus eu paguei, eu tenho documentos que provam isso e que não sou empossado de nada”. Dimas Dantas complementou Francisco Ricardo afirmando que “Como secretário, o senhor seria a última pessoa a comprar um terreno que, na verdade, é público. Você não tem escritura, o que você tem é um recibo”.

 

O Secretário de Infraestrutura afirmou que possui escrituras e que vai apresentar cópias dos documentos aos vereadores, de forma a provar que não há irregularidades nas áreas citadas, especialmente a que está no bairro da COHAB, foco principal das discussões.

 

 

 

Terreno (Frente) próximo a Academia das Cidades, no Bairro da COHAB. Foto: Thonny Hill

 

Construção (Verso) em cima de um córrego - Foto: Thonny Hill

 

 

25
abril

Resumo da Câmara Municipal

Aconteceu ontem (24/04) mais uma reunião ordinária, realizada na casa Doutor José de Araújo. Na pauta da reunião, estava a convocação do Secretário de Infraestrutura de nosso município, Fabiano Glicério da Silva.

O Secretário foi convocado para responder aos vereadores sobre algumas denúncias relativas a invasão de pessoas aos terrenos nas proximidades da futura escola técnica (ao lado do terreno onde está sendo construído o novo Fórum Municipal) para construção de currais, do lixo jogado indevidamente naquele local, irregularidades quanto ao não cumprimento de uma lei municipal que obriga a Secretaria de Infraestrutura a demarcar e cercar os terrenos públicos, entre outros assuntos.

 

Invasão dos terrenos nas proximidades do novo Fórum e lixo no local:

 

O Secretário afirmou que foi ao local pedir para que as pessoas retirassem as cercas que estavam demarcando terrenos públicos: “Com a minha ida, a gente conseguiu falar com alguns que estavam lá presentes, no qual eu justifiquei a eles que não poderiam demarcar ali, até porque era uma área pública e eles tinham que desocupar de imediato”. Segundo Fabiano, foi dado a eles um prazo de 15 dias (já vencidos) e já houve a retirada de algumas cercas do local por parte das pessoas e que outras que não foram retiradas, estavam sendo removidas pela própria secretaria. Sobre o lixo, ele afirmou que “muitas pessoas estão fazendo dali um depósito de lixo e, com certeza, não é a secretaria e nem a prefeitura que colocou o lixo ali” e que hoje estaria sendo feita a escavação e que só vai entrar material benéfico para a compactação daquela área.

 

Demarcação de Áreas Públicas e ocupações irregulares:

 

Sobre as áreas públicas que foram ocupadas de forma irregular, o vereador Junior Gomes indagou sobre a demarcação e cercagem dessas áreas, afirmando que “Nós aprovamos uma lei aqui, não foi ontem nem hoje. Falamos com o senhor faz tempo e essa lei (de autoria do vereador Afrânio Marques) diz que a prefeitura, junto com a Secretaria de Infraestrutura tem a obrigação de demarcar as áreas que ainda sobram do município e até hoje não conheço nenhuma área demarcada que atenda a essa lei”. Sobre essa questão, Fabiano chamou os vereadores para que fossem hoje (25) na Secretaria de Infraestrutura para que, juntamente com eles, fossem definidas quais áreas seriam demarcadas e que estas seriam iniciadas na sexta-feira (27/04). Junior Gomes afirmou que não iria a tal secretaria, afirmando que “a gente já fez a parte da gente”, citando que não seria função da Câmara definir essas áreas e sim, da Secretaria de Infraestrutura. Já o vereador Afrânio Marques falou que irá comparecer.

 

Omissão da Secretaria de Infraestrutura na fiscalização de obras:

 

Outra questão levantada seria a omissão, por parte da secretaria, de fiscalizar irregularidades presentes em obras feitas pelo povo, sejam por aumento de varandas nas calçadas (o que deixa as ruas mais estreitas), seja em terrenos públicos e também da falta de fiscalização de irregularidades feitas por proprietários de loteamentos. Fabiano Glicério afirmou que faz as notificações como manda a lei e que a burocracia dificulta o embargo de obras irregulares afirmando “Enviamos todos os processos para a procuradoria e para o Ministério Público. Quando vem sair um parecer, é com seis, oito meses, um ano e meio e o cara já tem construído um, dois, três prédios”.

 

Atestado de Recebimento de materiais não entregues à Secretaria de Infraestrutura:

 

Os ânimos começaram a se alterar quando o Secretário foi indagado, pelo vereador Junior Gomes, quanto ao fato do Secretário ter atestado, em documento assinado em 11 de novembro de 2011, que teria recebido 66 metros de grades para serem colocadas na Praça Enoque Cirilo, no valor de R$ 7.920,00. Segundo Junior Gomes, essas grades não estariam prontas e que o secretário atestou as ter recebido sem que “a mercadoria tenha sido entregue e que foi descumprido o procedimento legal”, procedimento que diz que só há o pagamento quando o produto é entregue. Fabiano Glicério afirmou que realmente atestou que recebeu as grades e que houve um incidente com quem ficou encarregado em montá-las e, por isso, elas não foram entregues e que estariam sendo fornecidas agora.

 

Considerações finais do Secretário:

 

Após as considerações finais, Fabiano Glicério agradeceu aos vereadores e à população e disse que estaria à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas que ainda ficassem pendentes. Em seguida, foram votados os projetos de requerimentos para mudanças e batismos de nomes de ruas, consertos de saneamentos e demais projetos.

24
abril

Enquete no Programa Opinião

Maioria dos ouvintes acha possível adesão de Ernando aos Taboquinhas

 

O Programa Opinião da Rádio Comunidade realizou, nesta terça-feira (24), uma enquete para aferir a opinião dos ouvintes sobre especulações que apontam para adesão do ex-prefeito Ernando Silvestre ao Grupo Taboquinha.

 

19 dos 30 ouvintes que participaram acham possível a entrada do ex-prefeito no grupo de situação para ser candidato a vice-prefeito.

24
abril

Tenente-coronel Conceição entra em contato com o Blog

O Blog do Ney Lima recebeu uma ligação da Tenente-coronel Conceição , que teve seu nome citado pelo Deputado Federal José Augusto Maia (PTB), em recente entrevista.

 

Na entrevista, José Augusto Maia questionou o fato da comandante da Polícia Militar ter participado de uma festa de aniversário do Deputado Estadual Diogo Moraes (PSB). O Deputado Federal afirmou também que tal proximidade entre a Tenente-coronel e Diogo seria a prova de que houve uma armação, combinada pelos dois, no episódio em que ele foi preso, sob acusação de compra de votos, em outubro de 2010.

 

Conceição afirmou ao Blog do Ney Lima que tem direito a ter amigos e não que dispensa amizade do quilate dos deputados Diogo Moraes (PSB) e Edson Vieira (PSDB), mas que não se envolve em questões políticas, pois seu único partido é a PM (Polícia Militar).

 

A tenente-coronel finalizou dizendo que não fará maiores declarações sobre o caso.

20
abril

Novela Taboquinha pode ter surpresa nos últimos capítulos

Toinho do Pará marcou viagem para Brasília e não foi, diz Zé Augusto

 

 

A indefinição no processo de escolha do candidato a prefeito do grupo de situação em Santa Cruz do Capibaribe deve se arrastar por mais alguns dias.

 

Durante entrevista concedida hoje pela manhã ao radialista Silvio José, o deputado federal José Augusto Maia (PTB) afirmou que a reunião com o senador Armando Monteiro (PTB) ainda não aconteceu, o fato é que prefeito Toinho do Pará marcou viagem para Brasília entre terça e quarta-feira, porém, não compareceu.

 

José Augusto disse que ainda aguarda o contato de Toinho para saber sobre a sua agenda, mas acha difícil que a reunião com o senador Armando aconteça hoje por conta dos compromissos do Senador.

 

Ouça o áudio: toinhomarcouviagemenaofoi

 

Poderá haver surpresa na composição da chapa

 

Durante a entrevista de hoje, o deputado José Augusto Maia deixou escapar que poderá haver surpresa na formação da chapa.

 

Maia afirmou que a demora pode ter servido para uma definição inteligente. Que surpresas podem acontecer. “Essa demora teve algo benéfico também. Tem também algumas coisas aí que o..  que poderão acontecer e eu não posso citar aqui. Talvez alguma liderança nova que apareça aí.” Afirmou o deputado.

 

Ouça o áudio: podetersurpresa 

 

19
abril

Sugestão do Leitor

 

Afim de aumentar a interatividade do Blog do Ney Lima com nosso leitor, estamos  abrindo, a partir de hoje, um espaço para você.

 

Além de comentar nossas notícias, você pode também participar daquilo que será publicado, enviando-nos suas sugestões para matérias, reportagens especiais, denúncias entre outros.

 

Basta enviar sua sugestão de pauta para o nosso e-mail: contato@blogdoneylima.com.br

 


18
abril

Opinião

 

 Matéria: Semáforo volta a apresentar defeito

 

Estão aí duas pessoas com muita falta de capacidade de administrar algo público. O prefeito, como maior índice de reprovação administrativo de nossa cidade e o outro incompetente e incapaz, que não tem conhecimento do que faz, do que fala e não sabe nada de trânsito.

 

E ainda vai à rádio comunidade falar que a população é que estar errada.

 

Yure Dias

 

 

 

Artigo: Conte notícias daqui

 

Infelizmente essa postagem é a mais pura realidade. Se brincar, o custo da festa foi até maior do que a própria obra.  

Mas vamos seguir adiante que vai começar tudo de novo (como se diz o bordão de campanha).

Até quando vamos sofrer com essa falta de senso de responsabilidade de cada um nós?

 

Pois os responsáveis pelos rumos da nossa querida cidade, não são os políticos que vivem aí sugando dela não, mas sim os responsáveis somos nós próprios que a cada dois anos vivemos e nos contaminamos com essa terrível praga chamada taboquinhas e bocas-pretas.

 

Até quando meu Deus?

 

Luiz Aragão Neto

 

 

 Matéria: Trânsito

 

Interessante que em lugar nenhum se vê um giradouro que não se pode girar.

 

Cléa Nobre

 

 

 

Matéria: Trânsito

 

Para cada situação nova é preciso um período de adaptação. Sem uma campanha de conscientização e uma devida orientação para o novo sistema de trânsito em SCC, possivelmente as coisas vão demorar mais do que deveria a funcionar como o esperado.

 

 

Não sei se a palavra correta a ser empregada seria ‘paciência’ para com a administração e população. Ambos estão deixando a desejar. Não sei se por falta de capacidade ou se é mais uma questão de adaptação à nova situação.

 

Lígia Dayana

17
abril

Comissão convoca reunião sobre cirurgias plásticas

 O Vereador Afrânio Marques, que preside a Comissão de Educação, Cultura e Saúde, comissão que tem também como integrantes os vereadores Zezim Buxin (PSDB) e Deomedes Brito (PT), convidou o Prefeito Toinho do Pará (PTB), representantes do Ministério Público e da Secretaria de Saúde, como também do povo em geral, para comparecer uma reunião na Câmara Municipal de Vereadores.

 

Os motivos principais para essa reunião, que será realizada nesta quarta (18) às 10h, será a cobrança de explicações por parte do  Conselho Municipal de Saúde sobre desvio da finalidade das cirurgias plásticas, realizadas no Hospital Municipal e também o fato de pessoas estarem furando a fila de espera para tais procedimentos usando de sua influência. Essas cirurgias realizaram desde implantes de silicone nos seios a lipoaspirações abdominais.

 

Segundo Afrânio, em entrevista concedida ao Blog do Ney Lima, os recursos destinados a essas cirurgias deveriam servir para a realização das mesmas em caráter corretivo, mas estariam feitas para fins estéticos. Outra denuncia feita pelo vereador é diversas pessoas estariam “furando a fila para realizar esses procedimentos, usando sua influência mediante cargos”, o que carece, segundo ele, de explicações por parte do Conselho Municipal de Saúde e do prefeito Toinho do Pará.

 

Afrânio convida a população para comparecer a essa reunião onde “serão esclarecidas para a população santacruzense as dúvidas sobre o destino da utilização do dinheiro público nesses procedimentos cirúrgicos”, afirmou o vereador.

17
abril

TCE

TCE rejeita contas da Prefeitura de Brejo da Madre de Deus

 

 

Situação do prefeito Dr. Edson pode ficar complicada

 

A Primeira Câmara do TCE emitiu Parecer Prévio recomendando ao Legislativo Municipal de Brejo da Madre de Deus a rejeição das contas do município referente ao exercício de 2010. Segundo voto do relator, conselheiro Marcos Loreto, as principais falhas cometidas pelo prefeito José Edson de Souza, no período, foram as seguintes:

 

:: Falhas na elaboração do PPA (Plano Plurianual) e  LOA (Lei Orçamentária Anual);

 

:: Em todos os quadrimestres do exercício de 2010, foi descumprido o percentual de gastos com pessoal (54%), conforme o estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal;

 

:: Não recolhimento ao Regime Geral de Previdência Social do valor de R$ 591.340,29, referente a valores descontados das remunerações dos servidores públicos a título de contribuição social;

 

:: Não pagamento do valor de R$ 1.773.193,13, referente  à contribuição patronal devida pela Prefeitura ao Regime Geral de Previdência Social.

 

Por essas razões, foi emitido parecer prévio recomendando à Câmara Municipal a rejeição das contas do exercício analisado.

 

 

16
abril

Deomedes Brito promete renovar o PT

Deomedes fala sobre seus projetos para o Partido dos Trabalhadores.

Deomedes Brito e Moisés Américo posam para foto antes da divulgação dos resultados. Foto: Thonny Hill.

 

Em entrevista ao Blog do Ney Lima, o vereador Deomedes Brito (PT), quando questionado acerca de quais projetos por ele seriam feitos para fortalecer o partido aqui na cidade, afirmou: “O projeto é fortalecer o PT. Lutaremos para que o Partido dos Trabalhadores tenham vereadores que o representem, para discutir sobre a situação do partido no cenário político. Lutaremos para que cada filiado tenha sua carteirinha e também para que o partido tenha uma nova sede. Vamos discutir também para ter coligações com os partidos que são nossos aliados para que, a cada dia, lutarmos pelo melhor do povo de Santa Cruz do Capibaribe”.

 

Quando questionado sobre a possibilidade dele concorrer a uma vaga na majoritária, o vereador afirmou que vai se reunir com a família, com os filiados e com os demais integrantes do novo Diretório Municipal. Sobre as possíveis coligações, ele foi enfático: “Vamos coligar com partidos que fazem parte do nosso campo: o PTB, o PCdoB, o PHS e outros aliados, tanto na base estadual como na federal”.

 

16
abril

Tendência petista derrotada continua a questionar eleição na justiça

A eleição realizada ontem (15/04), na Escola Padre Zuzinha, sagrou o vereador Deomedes Brito como novo presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores, em Santa Cruz do Capibaribe. Como divulgado aqui no Blog do Ney Lima, Deomedes conseguiu uma votação expressiva, alcançando 70% dos votos válidos em um total de 150 filiados que votaram.

 

Até aqui, nenhuma novidade, mas para Moisés Américo, que concorria a presidência e também é integrante da chapa provisória, ocorreram várias irregularidades. Em entrevista ao Blog do Ney Lima, José Américo afirmou:

 

“A gente entrou com uma ação no Diretório Estadual, primeiro para tentar barrar essa eleição por conta das situações de descalabro que foi. A falta de divulgação do local de votação com antecedência mínima de 15 dias; a lista de pessoas aptas a votar, que só tivemos conhecimento poucas horas antes do pleito; os sorteios das chapas aonde viemos a conhecer o nosso número ontem a noite (14/04). Houve uma série de irregularidades por parte da comissão, especialmente pelo seu presidente, Marcos Antônio, que presidia a comissão provisória”.

 

Moisés Américo afirmou também que vai recorrer do processo eleitoral “tanto nas instâncias do partido como também na justiça comum” e que isso pode ser feito em até 7 dias após a eleição, segundo o estatuto do partido.

 

Moisés também apresentou ao Blog do Ney Lima um documento mostrando a presença de uma filiação em massa. “Teve dezenas de filiados que entraram sem tomarmos conhecimento. É como se o partido estivesse a venda e ai o oferece a determinadas legendas e há influencia principalmente do PTB. Queremos construir um projeto com a cara do PT e não do PTB”, afirmou.

 

Os documentos, entregues ao Blog do Ney Lima, consistiam de uma lista contendo 62 nomes de filiados irregulares e também da infração acerca da falta de plenárias ou debates para discussão da pauta, conforme consta no artigo 37 do estatuto do partido.

 

Para Deomedes Brito, novo presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores, não houve irregularidades. “Eu acho que temos que lutar para ganhar no voto e não na justiça do tapetão. Se ele recorrer, nós vamos lutar, pois foi uma eleição legítima onde votaram uma grande parte dos filiados”, rebateu.

14
abril

Pichação da Prefeitura

Inaldo Sampaio entende que pichação pode ser “fogo amigo”

 

O jornalista Inaldo Sampaio destacou na Coluna Fogo Cruzado da Folha de Pernambuco de hoje as seguintes curtinhas:

Pichação 1 – A prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe amanheceu ontem pichada com a inscrição “Fora, traidor, Judas”. A pichação foi atribuída a pessoas ligadas ao próprio prefeito, Toinho do Pará (PTB), interessadas em atirá-lo no colo do deputado Édson Vieira (PSDB).

 

Pichação 2 – Toinho do Pará, que é a bondade em pessoa, não está sendo feliz como gestor público e por isso o PTB o descartou como candidato à reeleição. Recentemente ele foi vaiado em uma festa no bairro da COHAB e também se atribui as vaias a pessoas ligadas ao PTB.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?