26
novembro

Jessyca Cavalcanti e Demir da Saúde comentam sobre o resultado das eleições municipais de Santa Cruz

A vereadora reeleita Jessyca Cavalcanti (PSDB) e o vereador eleito Demir da Saúde (PSDB), participaram do Programa Independente, veiculado diariamente pelo portal Santa Cruz Online, onde comentaram sobre o resultado das eleições municipais deste ano de Santa Cruz do Capibaribe.

A partir de janeiro do próximo ano, a vereadora Jessyca Cavalcanti irá fazer oposição ao governo municipal pela primeira vez na Câmara de Vereadores. Sobre essa questão, ela fez uma leitura de como deverá se comportar naquela Casa de Lei.

“Para mim esse perfil de oposição não é novidade, até porque tive uma experiência quando fazia parte do sindicato dos professores, mas na Câmara será um primeiro momento. Já participei de uma reunião com os vereadores eleitos, e percebi que será uma bancada coesa, junta e que teremos um alinhamento importante de ideias e direcionamentos, mas creio que será um desafio muito bom para se trabalhar” – completou.

Demir da Saúde afirmou que o objetivo do seu mandato, será fazer uma oposição com responsabilidade.

“Eu trabalhei muito para isso, e essa minha votação foi fruto de um bom trabalho que fiz na UPA. Vou fazer uma oposição com responsabilidade, e isso pode ter certeza, vou trabalhar bastante e o que for bom para o município irei aprovar” – afirmou.

Jessyca afirmou que a paralisação dos movimentos após a resulação publicada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), teria “impactado negativamente a campanha do grupo”. Já Demir da Saúde pontuou que os votos dos indecisos teriam sido determinantes para a vitória do então candidato Fábio Aragão (PP).

Os vereadores também comentaram sobre os nomes já informados pelo prefeito eleito, Fábio Aragão (PP), para compor o seu secretariado a partir de 2021.

Confira o Programa completo abaixo:

25
novembro

Augusto Maia e Carlinhos da Cohab detalham os bastidores do grupo Taboquinha que resultaram na vitória de Fábio Aragão

Fotos: Elivaldo Araújo.

Os vereadores reeleitos de Santa Cruz do Capibaribe, Augusto Maia (PSB) e Carlinhos da Cohab (PP), participaram na noite desta quarta-feira (25) do Programa Independente, veiculado diariamente pelo portal Santa Cruz Online.

Eles comentaram sobre os bastidores do grupo Taboquinha, em torno da definição para se chegar ao principal nome do grupo para disputar a eleição municipal deste ano, entre outros assuntos.

Durante a entrevista, Augusto Maia afirmou que a proibição de atos políticos com aglomerações por parte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), teria afetada a campanha do então candidato Fábio Aragão (PP).

“Aquela parada foi ruim para Fábio, bom para Allan e péssima para Dida” – disse Augusto.

Carlinhos da Cohab afirmou que a votação nas urnas da zona rural teria sido determinante na vitória de Fábio.

“Teve um momento em que Allan abriu uma frente de 300 votos, mas eu acreditava que quando abrisse as urnas de Poço Fundo, a gente iria passar. Aí veio as urnas do Pará, foi quando Fábio encostou, entraram as de Cacimba de Baixo, e quando veio as Poço Fundo aconteceu a virada, e que deu a vitória de quase 400 votos de Fábio para Allan” – avaliou Carlinhos.

Carlinhos e Augusto analisaram a votação entre os vereadores do grupo Taboquinha, além da situação de Ernesto Maia (PC do B), que no final da campanha política se aliou ao grupo liderado pelo prefeito Edson Vieira (PSDB) e apoiou o projeto eleitoral de Dida de Nan (PSDB).

“A imagem de Ernesto ficou marcada como uma pessoa que bateu, bateu, bateu, e de última hora se aliou a quem ele tanto criticava, e isso abalou a sua história política” – frisou Augusto.

“Ernesto foi um bom vereador na Câmara, mas cuspiu no prato que comeu. Fez várias denúncias contra Edson Vieira e depois foi pra lá” – afirmou Carlinhos.

Confira a entrevista completa abaixo:

 

19
novembro

MPPE ajuíza ação civil para que Prefeitura de Santa Cruz atualize informações do Portal de Transparência

Foto: Arquivo.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ajuizou uma ação civil pública em desfavor do município de Santa Cruz do Capibaribe por causa das irregularidades e omissões encontradas no Portal da Transparência do poder executivo municipal, requerendo a Prefeitura restaure as informações exigidas na Lei 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação) bem como dê publicidade aos seus atos administrativos, respeitando os direitos do cidadão e os deveres da administração pública.

“Um marco das políticas de transparência implementadas foi a criação do portal da transparência, que tem como objetivo apoiar a boa e correta aplicação dos recursos públicos, mediante seu acompanhamento e fiscalização pela sociedade”, alegou o promotor de Justiça Ariano Tércio Silva de Aguiar. 

O promotor de Justiça ajuizou a ação após investigações que constataram desobediência da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe à Constituição Federal, à Lei Complementar 101/200 (Lei de responsabilidade fiscal) e à Lei de Acesso à Informação (Lei nº. 12.527/2011).

Observa-se que o site permanece vazio em conteúdos significativos para o público, mesmo depois de a Prefeitura ter recebido a recomendação do Ministério Público alertando sobre suas obrigações e da violação do princípio constitucional da publicidade.

“Não se deve ocultar dos cidadãos os assuntos que a todos interessam, daí a necessidade de utilizar múltiplos instrumentos para garantir a transparência de gestão”, frisou o promotor de Justiça Ariano Tércio Silva de Aguiar. “O que se pretende é buscar o efetivo controle social através da transparência, que é uma das mais eficazes formas de prevenção à corrupção e aos ilícitos administrativos”, complementou ele. 

Segundo o promotor de Justiça, vultosos recursos têm sido direcionados aos entes políticos, dentre os quais o município de Santa Cruz do Capibaribe, que recebeu, pelo menos, até a presente data, a quantia de R$ R$ 5.150.741,86 para o combate à pandemia de Covid-19. “Apenas uma resposta jurisdicional rápida poderá estancar as lesões denunciadas e restaurar a ordem jurídica aviltada pelas condutas omissivas ora enfocadas”, destacou ele.

19
novembro

“Isso num vai passar daquela notinha não” – diz Edilson Tavares sobre orientação do PP aos vereadores eleitos da coligação em Toritama

Foto: Elivaldo Araújo.

Na noite desta quarta-feira (18), o prefeito reeleito de Toritama, Edilson Tavares (MDB) participou do Programa Independente, veiculado diariamente pelo portal Santa Cruz Online. Ele falou sobre os números obtidos nas urnas da eleição municipal deste ano, quando conseguiu se reeleger 14.451 votos (57,02%).

Edilson foi questionado sobre a nota do diretório do Partido Progressista (PP) que orientou a bancada eleita do partido no município de Toritama, formada por cinco vereadores para a próxima legislatura, que feche posicionamento de oposição ao prefeito.

“Tenho um bom relacionamento com o Eduardo (da Fonte) e com o PP, e temos o maior respeito pela sua liderança, Toritama fez cinco vereadores pelo PP e outros cinco pelo MDB. Eduardo é um amigo e ficou um pouco chateado por que a gente declarou apoio ao Allan, e não há nenhum cabresto nem em mim e nem nos próprios vereadores em relação a esse comportamento, mas isso num vai passar daquela notinha não” – completou Edilson.

Durante a entrevista, Edilson ainda comentou sobre a campanha eleitoral e citou que sofreu até ameaças de morte.

“Neste período sofrir ameaças de morte, um deles inclusive disse que iria tirar a minha vida dentro da igreja” – destacou.

O prefeito reeleito afirmou que o foco principal deste segundo mandato será a continuação no investimento na educação, como melhorar a nota do município no IDEB, reformar a estrutura educacional e trabalhar melhor a questão da evasão escolar. Outro ponto citado por ele, será investir na sustentabilidade com projetos de energia renováveis, ICMS verde, reflorestamento e plantios de árvores.

Confira o programa completo:

18
novembro

“Eu enfrentar dois grupos fortes e o prefeito com 65% de rejeição, como é que eu iria ganhar?”, dispara Dida de Nan

 

Imagem: Arquivo do Blog

O atual vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Dida de Nan (PSDB), concedeu entrevista na manhã desta quarta-feira (18) ao programa Panorama Político, transmitido pela rádio Interativa FM. O político comentou sobre a disputa no pleito eleitoral de 2020.

Dida afirmou que em alguns momentos ficou sozinho, apesar de agradecer ao apoio da população, do prefeito Edson Vieira (PSDB) pela ajuda dele e da deputada Alessandra Vieira (PSDB). Destacou também que não teve “dinheiro para bancar a campanha”.

“O prefeito Edson me ajudou, a deputada agradeço, mas estava com 65% de rejeição e toda cidade sabe disso. Eu enfrentar dois grupos fortes e o prefeito com 65% de rejeição, como é que eu iria ganhar?”, disparou.

Dida de Nan afirmou que acreditava nas pesquisas divulgadas durante a campanha e que as últimas 48 horas foram decisivas para o resultado da eleição.

“Não é possível que em 48 horas o cara tire 18% que eu tinha na frente e saia vitorioso. (…) Eu confiava muito nas pesquisas, eu tinha uma grande margem, porque me mostraram e eu sabia de tudo isso, só que a coisa mudou aqui em Santa Cruz do Capibaribe”, afirmou.

Ao ser questionado se ficou perceptível para o até então candidato a prefeito sobre o aumento no movimento de campanha de Fábio Aragão (PP) e Allan Carneiro (PSD), ele afirmou que os movimentos dos adversários não chegaram perto dos promovidos pela coligação dele com Joselito Pedro (PSDB).

“Campanha se resolve nos últimos três dias e foi mais uma vez comprovado aqui em Santa Cruz do Capibaribe, foi o que aconteceu. Eu sei de algumas coisas, mas eu prefiro ficar na minha porque não sou disso de acusar as pessoas, mas existiram muitas coisas aí”, completou.

17
novembro

Dida de Nan se pronuncia através de nota sobre resultado das eleições

O atual vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe e que disputou a eleição municipal deste ano em Santa Cruz do Capibaribe, Dida de Nan (PSDB), se pronunciou na noite desta terça-feira (17), sobre o resultado do pleito eleitoral deste ano. Confira a nota abaixo:

Nota

Santa Cruz do Capibaribe é a terra das oportunidades, uma cidade acolhedora, que amo de todo meu coração.

Gostaria de agradecer aos 14.840 amigos e amigas que me confiaram o seu voto, isso é motivo de muito orgulho para uma pessoa que nasceu no sítio, mas que com muita coragem, força de vontade e fé em Deus, venceu na vida.

A vontade do povo é soberana, a democracia mostra sua força e o resultado das urnas deve ser respeitado. Parabenizo o candidato Allan Carneiro pelo pleito, desejo sucesso em sua trajetória. Parabenizo também o prefeito eleito Fábio Aragão, que sua gestão possa ser conduzida para melhorar a vida das pessoas, principalmente as que mais precisam, que ele saiba honrar a confiança do povo de nossa cidade.

Ainda aproveito para referendar a eleição de nossa bancada na Câmara de Vereadores: Nailson Ramos, Demir da Saúde, Caetano Motos, Jessyca Cavalcanti, Zé Boi, Zezin Buxim, Gilson Julião e Nego Zé. Tenho certeza que farão uma oposição séria e responsável, buscando sempre o melhor para o povo.

Agradeço ao meu companheiro de chapa, Joselito, por ter dividido essa missão comigo, tivemos uma experiência única. Ressalto também todo apoio do prefeito Edson Vieira e da deputada Alessandra Vieira. Muito obrigado!

Aos militantes, vocês foram guerreiros, levaram nossa mensagem aos quatro cantos da cidade. A minha equipe minha grande gratidão, não tínhamos hora pra dormir, mas sempre com alegria e sorriso no rosto caminhamos pelas casas, ruas e bairros. Vocês são gente no coração.

Por fim, não tenho palavras para agradecer o apoio de minha família, minha esposa Jaine, meus filhos Rayane e Renan, meu genro Rafael, minha nora Yasmin, meu amado neto João Guilherme, meu pai Nan e os meus irmãos e irmãs, que foram e serão sempre minha fonte de inspiração.

Que Deus abençoe e ilumine a vida de todos, Ele sabe de todas as coisas. Continuarei trabalhando por minha cidade e estarei sempre perto do meu povo.

Um grande abraço,

Do amigo de sempre, Dida de Nan.

17
novembro

MPPE volta a atenção para os municípios que passarão por transição de Governo para que ocorra de forma responsável e transparente

Findo o processo de escolha dos novos gestores públicos, para o período de 2021 a 2024, na maioria dos municípios pernambucanos, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a partir de então estará atento ao processo de transição dos mandatos em várias cidades, que se enquadram nesta situação.

O procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, expediu recomendação, para que os promotores de Justiça com atuação na defesa do patrimônio público de todo o estado instaurem procedimentos administrativos que visem acompanhar e fiscalizar o cumprimento das disposições estabelecidas pela Lei Complementar Estadual nº260/14, que estabelece normas de responsabilidade e transparência da gestão fiscal nas transições de governo.

A iniciativa se fundamenta também, conforme ressaltado na recomendação, no dever do Ministério Público, ante a situação de transição, no estrito âmbito do controle externo de atuação preventiva e, sem ingressar na discricionariedade administrativa, instar os gestores a proceder corretamente no tocante à gestão dos recursos públicos municipais, bem como a transparência.

O procurador-geral destacou ainda que a Lei Complementar Estadual nº260/14, no art.2º, garante ao candidato eleito para o cargo de Prefeito Municipal o direito de instituir uma Comissão de Transição, com o objetivo de inteirá-lo do pleno funcionamento da prefeitura, bem como preparar os atos de iniciativa da nova gestão.

16
novembro

“As pessoas entenderam a minha mensagem” – diz Fábio Aragão sobre vitória nas urnas em Santa Cruz do Capibaribe

Fotos: Elivaldo Araújo.

O prefeito eleito de Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Aragão (PP), participou na noite desta segunda-feira (16) do Programa Independente, veiculado diariamente pelo portal Santa Cruz Online. Fábio comentou sobre a sua trajetória nas eleições deste ano, em Santa Cruz do Capibaribe, onde ao lado do vice Helinho Aragão (PSB) conquistaram 16.395 votos contra 16.082 de Allan Carneiro (PSD), e 14.840 de Dida de Nan.

“Não poderia como cristão deixar de tentar fazer a diferença na minha cidade, e sou muito feliz e muito grato, pois as pessoas entenderam a minha mensagem” – disse ao avaliar o resultado das urnas.

Fábio foi questionado sobre o que teria passado pela sua cabeça no momento em que recebeu a confirmação da vitória.

“A primeira coisa que veio na minha cabeça foi o meu pai (Fernando Aragão), que era um sonho que ele tinha, e o segundo momento que aconteceu foi que eu disse ‘poxa’ tenho que trabalhar muito e ter responsabilidade” – disse.

Durante a entrevista Fábio falou sobre a responsabilidade em ter assumido a candidatura majoritária no lugar do seu pai, Fernando Aragão, que faleceu vítima da Covid-19, também citou momentos de saudades e revelou onde esteve no hora da apuração.

“Estava no mesmo lugar, na mesma cadeira que eu estava há quatro anos atrás, na casa de Fernando Aragão” – detalhou.

Ainda durante o programa, Dona Ivone, mãe de Fábio Aragão, falou da saudade por Fernando Aragão e a alegria em presenciar a vitória do seu filho no pleito deste ano.

Confira abaixo a entrevista completa:

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?