21
outubro

via-motos-10-2016

 

 

moda-center-10-2016

img_1148
Foto: Arquivo

Passada a euforia das eleições municipais de 02 de outubro, os grupos políticos de Toritama trabalham para pleitear a presidência da Câmara de Vereadores.

Com a vitória de Edilson Tavares (PMDB), que assumirá a prefeitura em janeiro de 2017, a bancada de parlamentares na casa legislativa ficou dividida em três blocos. O peemedebista obteve quatro vereadores eleitos em seu palanque, enquanto o atual prefeito, Odon Ferreira (PSB), teve cinco vitoriosos e a vice-prefeita, Lucinha (PSDB) também conseguiu a eleição de quatro nomes.

O momento atual é de completa incerteza, tendo em vista o desejo múltiplo de quase todos os parlamentares eleitos e reeleitos em assumir a principal cadeira da casa. Ainda assim, alguns nomes aparecem com mais estrutura.

Na atual base aliada do prefeito Odon, o vereador Arimateia de Carvalho (PSD) desponta como nome mais forte do bloco. Já no grupo do prefeito eleito, os vereadores Ferreirinha, que foi o mais votado do pleito, e Edjan (PMDB), que retorna à câmara, são os mais cogitados para o cargo.

Terceira colocada nas eleições, Lucinha Pereira também deverá indicar um nome entre os quatro vereadores eleitos em seu palanque. Dentre eles, ao menos dois, já demonstraram interesse na vaga. Birino do São João (PSDB) e Dioclécio (PTC).

O presidente da câmara será eleito na reunião de posse que está marcada para 03 de janeiro. Dentre os 13 nomes que compõem o plenário da casa, o mais votado entre eles presidirá a câmara pelos próximos dois anos.

Com informações de Evandro Balla, correspondente em Toritama

21
outubro

podonails-10-2016

 

 

unipecas

whatsapp-image-2016-10-19-at-12-27-11

Foto: Fernando Lagosta.

Nossa equipe de reportagem presenciou na tarde desta quinta-feira (20), um esgoto que há tempos corre a céu aberto e que tem causado transtornos aos moradores das proximidades do canal, que fica localizado no bairro Cruz Alta, próximo à Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Segundo informações de moradores, algumas pessoas já chegaram a ficar doentes, em virtude da situação que persiste no local e que nenhuma providência foi tomada.

21
outubro

magda-10-2016-02

 

 

Luciano 08 2016

1
Fotos: Ascom/Escola Dinâmica

Com o objetivo de trabalhar a leitura, a oralidade, a interpretação e a escrita, os alunos do 1º Ano B da Escola Dinâmica, vivenciaram nessa quinta-feira (20), o projeto: “Trabalhando Receitas de Brigadeiro”.

A vivência das atividades desenvolvidas possibilitou que os alunos se dedicassem a leitura de receitas e de rótulos de embalagens, melhorando a capacidade de interpretação, aprimorando o vocabulário e trabalhando também a noção de unidades de medida.

Os alunos se envolveram com muita dedicação, empenhando-se na realização de pesquisas, elaboração de cartazes e contando com a ajuda dos familiares na produção dos doces que foram degustados com os colegas no dia da culminância do projeto.

O fato do envolvimento da família e a escola no processo de desenvolvimento foi aprovado pelos pais, como afirma Luciana Minerva, mãe da aluna Lara Gabriella:

“O projeto foi muito interessante pois uniu a família e a escola no aprendizado das crianças, isso é muito importante”, sintetizou a mãe.

A professora responsável pelo projeto, Sandra Maranhão, ao avaliar o resultado final ressalta a satisfação por perceber o empenho dos alunos e da família nas atividades propostas:

“Estou muito satisfeita por perceber o quanto os alunos foram incentivados a prática da leitura. Muitos chegaram a trazer de casa caixinhas de leite condensado para mostrar aos colegas a descrição da realização da receita. É muito satisfatório perceber que o resultado almejado foi alcançado”.

Encerrando as atividades os alunos puderam degustar o doce em um momento de muita interação e alegria.

Informações da Assessoria

21
outubro

makipecas-10-2016

 

 

Escola Primeiro Mundo 09 2016 01

plenario
Fotos: Thonny Hill

Na tarde de quinta-feira (20) foi realizada mais uma sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Santa Cruz. A sessão transcorreu de forma mais tranquila que a anterior e contou com a participação de 16 dos 17 vereadores.

O tema principal foi a insegurança pública, tendo como ênfase dois temas: os assaltos a estudantes da Escola de Referência Luiz Alves e também os assaltos praticados contra sacoleiros quem vem as cidades do Polo de Confecções.

plenario-03

O vereador ausente da sessão foi Galego de Mourinha (PTB), que justificou alegando compromissos particulares.

;

Ernesto Maia destaca insegurança e assalto a alunos do EREM Luiz Aves

ernesto.

No seu discurso, o vereador destacou a problemática da insegurança. Para Ernesto Maia (PT) a situação de criminalidade no município chegou a níveis insustentáveis e aproveitou para destacar dois episódios: os assaltos a ônibus de sacoleiros e também a alunos do EREM Luiz Alves.

Para o parlamentar, ambos fazem com que a cidade tenha uma imagem negativa perante o Estado.

“Santa Cruz está de um jeito que perdeu o controle quanto a violência. Quem sai de casa hoje, sai sem celular ou sai sem moto por causa dos assaltos. A violência precisa de uma resposta dos aliados do Governador” – disse.

 

Vânio Vieira afirma que não foi comunicado sobre reunião que aprovou aumento de salários dos vereadores

vanio.

No principal ponto de suas falas, o vereador petebista falou sobre a polêmica envolvendo o aumento salarial dos vereadores para a próxima legislatura.

Segundo Vânio (PTB), Ronaldo Pacas (PR) teria se equivocado ao dizer que o mesmo teria se abstido de votar contra ou a favor do aumento, citando que não estava na sessão polêmica e que não teria tomado conhecimento de que a mesma aconteceria dois dias antes das eleições.

“Não participei da reunião porque não fui convocado. Ela não chegou ao meu conhecimento. E se eu estivesse presentem, eu votaria contra. Não houve nenhuma convocação, mas eu votaria contrário quantas vezes fosse necessário” – disse.

 

Carlinhos da Cohab faz críticas a Narah Leandro quanto a insegurança e defesa em relação ao Governo do Estado

carlinhos.

Tendo a situacionista Narah Leandro (PSB) como principal alvo, o vereador Carlinhos da Cohab (PTB) fez diversas críticas a insegurança no município. De acordo com o vereador, a postura de defesa da vereadora frente ao Governo do Estado foi o causador de sua não reeleição e que a população teria, segundo ele, cansado do discurso da mesma.

Em seguida, o vereador fez um requerimento verbal, solicitando que a Secretaria de Turismo de Pernambuco também invista no marketing para divulgação de Santa Cruz do Capibaribe e o Moda Center.

Já novamente fazendo críticas a vereadora que, em um aparte, fez sua defesa ao Governo citando que as obras de duplicação da PE-160 seriam uma prova da presença estadual frente ao Polo de Confecções, ele foi enfático.

“Vereadora, a senhora falou de mim quanto as minhas vendas, mas vamos na segunda-feira comigo ao calçadão? Vamos aos boxes que a senhora e seu cunhado foram beneficiários, que usaram para pagar agiotas? O povo quer dignidade e você fala de uma obra que o povo espera há 12 anos… Você vangloria essa estrada, mas esses fiscais quando vem aqui, levam tudo. Santa Cruz não pode ter nada? É sulanqueiro tomando bala na cara por causa da insegurança” – disse.

 

Deomedes Brito destaca insegurança e polêmico aumento nos salários

deomedes.

No primeiro ponto de seu discurso, Deomedes Brito (PT) começou fazendo críticas a vereadora Narah Leandro (PSB).

Para ele, a vereadora tenta jogar a Oposição contra a população, ao citar que as cobranças quanto a insegurança não fosse somente feita a políticos aliados ao Governo do Estado.

“Estamos fazendo a nossa parte vereadora, cobrando, mas eu acho que só existe uma solução: a população ir as ruas e fazer protestos. Não tem condições de uma escola ser invadida como foi em nossa cidade. Quem tem que mandar nela são os homens e mulheres de bem e não a bandidagem” – disse.

Já quanto a polêmica do aumento salarial, ele rebateu as afirmações de Vânio Vieira (PTB). Deomedes citou que se o salário fosse, segundo o mesmo, usado apenas para benefício dos vereadores, seria um bom salário os R$ 8 mil, mas destacou que, segundo o mesmo, gasta boa parte em ações para ajudar a população.

Ele citou gastos com combustível, auxílio a transporte de doentes, distribuição de cestas básicas entre outros gastos.

“Quero desafiar alguém aqui que ficou rico por ser vereador” – disse.

 

Zezin Buxin destaca assalto a alunos no EREM Luiz Alves

zezin.

No seu discurso, Zezin Buxin (PSDB) fez um convite a reflexão quanto a criminalidade. Segundo ele, muitos dos assaltos que acontecem no município se dão por conta que muitas pessoas compram produtos roubados, aumentando a violência.

“Se cada um fizer parte usando seu raciocínio para o bem, o mundo pode mudar para melhor” – disse.

Em seguida, ele destacou o assalto a alunos da Escola de Referência Luiz Alves e também fez críticas a adversários que falam sobre a insegurança, onde disse:

“É um absurdo se ter um policial dentro das escolas, mas vai ter que ser, assim como nas igrejas, onde pessoas estão sendo assaltadas. Propagar que a cidade está em clima de terror torna a coisa ainda pior. Falar sobre a insegurança é fácil, mas difícil é ir lá e resolver” – pontuou.

 

Fernando Aragão critica gestão Vieira quanto a insegurança e diz que projetos que davam certo foram descontinuados

fernando.

Atacando o prefeito Edson Vieira (PSDB), o vereador Fernando Aragão (PTB) focou seu discurso no tema da insegurança.

Segundo ele, o prefeito também seria o culpado pela atual situação de criminalidade no município destacando que, segundo o mesmo, projetos que estavam dando certo no enfrentamento a violência, vindos de outras gestões e que estariam dando certo, foram descontinuados.

O político destacou o não uso dos trailers, de forma mais efetiva, pela Guarda Municipal; do não uso das câmeras de monitoramento compradas com dinheiro de emendas do ex-deputado federal José Augusto Maia (PTN) e também do encerramento, segundo o mesmo, de um convênio que consertava veículos da PM, sem esperar pelo governo estadual.

“Se tinha tudo isso, porque foi desativado? Porque isso acabou? Se essa insegurança está acontecendo, isso também é culpa da gestão municipal” – pontuou.

 

Pipoca destaca nova reunião da Comissão de Convivência com a Seca e cobrança pelo início das obras da Estação de Tratamento de esgoto

pipoca.

De acordo com Klemerson Pipoca (PSDB) a situação de desabastecimento enfrentada pelo município cabe uma cobrança ainda maior ao Governo do Estado e convocou, já para a próxima semana, uma reunião dos membros (das duas bancadas) que integram a Comissão de Convivência com a Seca.

“Essa reunião vai colocar em, pauta todas essas reivindicações, ideias e dificuldades de vocês” – disse.

O vereador citou que a mesma comissão deve visitar, mais uma vez, as obras do Sistema Pirangí e também fiscalizar a liberação de R$ 50 milhões para reestruturação da barragem de Jucazinho.

Já sobre a construção prometida da Estação de Tratamento de Esgoto, cujas obras ainda não saíram do papel, o vereador cobrou a criação de uma audiência pública para discussão do tema já que, de acordo com informações de Junior Gomes (PSB), a desapropriação da área para as obras acontece já no ano que vem.

“Poderíamos fazer uma audiência com todos os envolvidos, para vermos a situação em que isso está” – disse.

 

Zé Minhoca afirma que viagens a gabinetes em Brasília renderam resultados a Santa Cruz

ze-minhoca.

No seu discurso, Zé Minhoca (PSDB) destacou visitas que fez a gabinetes de deputados em Brasília. O vereador citou que, no gabinete de Tadeu Alencar, conseguiu que emendas fossem liberadas para 2017, sendo focadas para a pavimentação.

Já no gabinete de Fernando Monteiro, o vereador citou que o político lhe deu garantias de que olharia com carinho para o município, destacando a possibilidade de emendas para a área da saúde.

Já no gabinete de Gonzaga Patriota, o mesmo também destacou a possibilidade de destinação de emendas para a saúde, que seriam usados nos distritos do Pará e Poço Fundo. Já no gabinete de Pastor Eurico, o mesmo ouviu que já houve a destinação de emendas, que renderam a perfuração de quatro poços artesianos.

No fim, o mesmo destacou como positivo o resultado, enfatizando novas idas a Capital Federal.

“Prometemos que iríamos a Brasília e vamos quantas vezes forem necessárias” – pontuou. O mesmo não discriminou valores que poderiam ser revertidos.

 

Narah Leandro cobra da Mesa Diretora parceria com agentes de segurança pública

narah.

A vereadora socialista também focou, em seu discurso, o tema da insegurança pública. Narah Leandro (PSB) pontuou o assalto contra estudantes da EREM Luiz Alves e fez críticas a Carlinhos da Cohab (PTB), acusando-o de estar vibrando em meio a paralisação dos policiais civis.

“A luz do dia, nossas escolas estão sendo invadidas e o vereador vibra quando a Polícia Civil para. Essa atitude não deveria ser a de um vereador reeleito” – disse.

 Em seguida, ela pontuou que sempre vai ao Governo do Estado em busca de soluções para o enfrentamento a violência e aproveitou para apelar à Mesa Diretora da Câmara para que faça maiores parcerias com agentes de segurança pública.

“Estou cansada de dizer que eu represento o Governo do Estado e me dizem para que eu resolva essa questão da insegurança. Devemos resolver isso juntos” – pontuou.

 

Junior Gomes solicita reunião com comando do 24º BPM e defende mudanças em relação as cidades atendidas pelo mesmo

junior-gomes..

Também focando o tema da insegurança pública, o vereador Júnior Gomes (PSB) cobrou para que o presidente da Casa, Afrânio Marques (PDT), faça um ofício solicitando uma reunião de todos os vereadores com o comando do 24º BPM.

“Precisamos ouvir o comandante para saber as necessidades da polícia e assim saber o que cobrar na hora de procurarmos os governantes”- disse.

Em seguida, o vereador levantou a discussão para que cidades que são atendidas pelo 24º BPM possam ser realocadas para o 22º BPM, na cidade de Surubim.

Junior citou que distâncias de cidades como Santa Maria do Cambucá e Vertentes seriam menores em relação ao 22º BPM, propondo que esta última também passe a integrar tal batalhão.

De acordo com ele, a medida faria com que mais policiais estivesse a disposição das cidades restantes, incluindo-se Santa Cruz.

 

Luciano Bezerra cobra da população maior atenção quanto ao combate a focos do mosquito Aedes Aegypti

luciano.

A política de prevenção a doenças consideradas arboviroses; respectivamente Dengue, Zika e Chikungunya; foram pauta no discurso do vereador.

Luciano falou sobre um relatório divulgado pela Fiocruz que, segundo o mesmo, aponta para um crescente dessas doenças para os próximos meses, em especial nas cidades que possuem ciclos longos de estiagem como Santa Cruz.

“Temos que passar a população que esses mosquitos proliferam em tempos de chuvas e também que, no próximo verão, os casos dessas doenças tendem a aumentar. É preciso que a população elimine esses focos desde já para que possamos evitar o que passamos ano passado” – disse.

O vereador também aproveitou para falar de um projeto de lei de sua autoria, que estabelece multa para o proprietário ou responsável por imóvel onde forem localizados focos de larvas do mosquito Aegypti, assim como institui o “Dia D” de combate ao mosquito no município.

 

Dida de Nan volta a criticar campanha feita por Fernando Aragão nas eleições municipais

dida.

No seu discurso, o vereador Dida de Nan (PSDB) voltou a criticar a forma de como Fernando Aragão (PTB), segundo ele, teria conduzido sua campanha nas eleições.

De acordo com o vereador (atual vice-prefeito eleito), Fernando teria usado de uma campanha com baixarias, referindo-se a músicas que colocavam o prefeito Edson Vieira como “Ladrão” ou faziam referência ao escândalo da KMC Locadora. Após isso, ele não poupou críticas:

“Fernando se mostrou feliz da vida pela disputa da eleição, mas eu não entendo quando ele quis dizer que os eleitores dele estão felizes e os nossos estão tristes. Pensei que o senhor falaria algo pela diferença de votos, mas vocês perderam a eleição” – frisou.

 

Ronaldo Pacas destaca insegurança pública e critica Dimas Dantas por não reeleição de Vânio Vieira

ronaldo.

O tema da insegurança pública também foi pauta no discurso do vereador governista. Ronaldo Pacas (PR) relembrou os constantes assaltos praticados contra sacoleiros em estradas que cortam o estado, citando também que parte da culpa pelos crimes seriam motivado, segundo o mesmo, pelo sucateamento da estrutura da Polícia Rodoviária Federal.

Em seguida, o vereador enfatizou alguns projetos de sua autoria com pedidos para a segurança pública e, já direcionando suas palavras para o vice-prefeito Dimas Dantas (PP), relembrou a não reeleição do vereador Vânio Vieira (PTB).

“Lembro-me de quando Dimas dizia que Vânio seria o único que que representaria a honestidade na Câmara… Pena que a população não ouviu seu conselho” – ironizou.

 

Afrânio Marques mostra rejeição a PEC-241, que limita os gastos públicos pelo Governo Federal

afranio.

No seu discurso, o vereador mostrou a sua posição contrária ao Projeto de Emenda a Constituição (PEC) 241, que limita os gastos públicos pelo Governo Federal.

De acordo com o vereador, esse controle pode prejudicar áreas importantes como Educação, Saúde, aumento de impostos entre outros. Segundo ele, esse novo regime fiscal, para que s.e tenha importância, faz-se o limite de gastos, onde mostrou preocupação para que tal projeto possa ser revisto.

“Temos verbas destinadas a Educação, Assistência Social e Saúde definidos. Os gastos de 25% com a Educação, 25% com a Saúde, e 1% para Assistência Social. Quando vemos essa questão de se flexibilizar, mesmo tendo o direito constitucional a essas verbas, mas lá adiante, ele coloca que se tem que flexibilizar e colocar para que o Congresso veja de acordo com as leis orçamentárias. Me preocupa porque isso são duas atividades, talvez a população não entenda o significado dessa PEC, mas me preocupa porque educação e saúde são atividades fundamentais. Imagine a saúde que temos hoje, sem leitos suficientes, onde quem usufrui são os mais pobres. Fico indignado de quando se vem, com falácias de que o reajuste é necessário” – disse.

Afrânio citou que tais cortes não podem ser realizados sem que se veja o crescimento da população e a garantia das necessidades do povo.

 

Helinho Aragão destaca insegurança e assalto cometido contra estudantes da Erem Luiz Alves

helinho.

O tema da insegurança também foi pauta no discurso do petebista. Helinho Aragão (PTB) destacou o assalto praticado contra estudantes da EREM Luiz Alves e pontuou que, segundo o mesmo, esse é apenas o reflexo da situação de insegurança na cidade.

Helinho destacou que, além dos assaltos, o município enfrenta problemas como o tráfico de drogas, roubos a motos, invasão de residências entre outros, cobrando medidas mais enérgicas por parte do Governo do Estado e também do deputado estadual Diogo Moraes (PSB).

O vereador também destacou os constantes assaltos praticados a ônibus com sacoleiros que vem as cidades que integram o Polo de Confecções, fazendo novas críticas aos dois políticos citados.

“Onde está o Governador e onde está Diogo Moraes?! Ele (Diogo) tem uma música que fala sobre transformar sonho em realidade. Parabenizo as obras de duplicação da PE-160, pela ação realizada, mas o sonho do povo de Santa Cruz é por mais segurança” – disse.

 

Zé Elias agradece votos conquistados nas eleições

ze-elias.

Em seu discurso, o primeiro feito na tribuna após as eleições, o vereador Zé Elias (PSDB) aproveitou para agradecer os mais de 800 votos conquistados.

Ele falou de sua trajetória na vida pública ao longo de 30 anos, citando causas sociais realizadas, destacando ações de ordem funerária para os mais carentes.

O vereador finalizou que, mesmo não eleito, continuará com a cobrança por ações direcionadas para a população mais pobre.

“Não vou baixar a cabeça. Estou de cabeça erguida e continuarei a lutar peço povo. Agradeço os votos de confiança que tive, parabenizo os vereadores eleitos e espero deles um bom trabalho. Parabenizo também o prefeito e o novo vice-prefeito” – pontuou.

Confira também a pauta de Projetos de Lei apresentados, sendo que apenas o 113/2015 teve pedido de vistas por Carlinhos da Cohab.

.

indice

20
outubro

sport-company-171016

 

 

Makital 09 2016 01

Fotos: Thonny Hill.

Na suplência para Câmara de Vereadores na bancada de situação, Irmão Soares (PSD), candidato em Santa Cruz do Capibaribe, nas eleições 2016, compareceu ao Programa Rádio Debate, da Rádio Polo FM, na manhã desta quinta-feira (20), falando sobre o resultado das eleições e agradecendo aos 887 votos recebidos.

O suplente não escondeu mágoas e afirma que não recebeu apoio do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) para o pleito. Mais que isso, Soares não garante apoio ao parlamentar para futuras eleições.

Perfil do eleitor

Dentre os votos recebidos, ele destaca o seguimento evangélico, do qual é membro, mas afirma que conseguiu, através de trabalhos sociais no esporte, ingressar em outras áreas e conquistar diferentes perfis de eleitores.

“Meu objetivo, e do nosso grupo, era de estar lá, eleito. Mas, estou satisfeito. De acordo com a conjuntura que aconteceu na questão financeira”, diz acrescentando que ampliou sua votação em 65%, em relação ao pleito eleitoral de 2012, quando conquistou 536 votos.

Esforços dos líderes

Quanto aos apoios recebidos de líderes do grupo, Soares é enfático quanto ao deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e complementa sobre o prefeito reeleito, Edson Vieira (PSDB).

“Não tive apoio do deputado Diogo Moraes, de maneira alguma. Deputado Diogo nem lembro se vi durante esse período de campanha, mas ouvi a voz dele apoiando outros candidatos”, fala.

Quanto a Edson Vieira, resume afirmando que o apoio se deu “na medida do possível”.

Incógnita para 2018

img_7934A suposta falta de engajamento do deputado Diogo Moraes, em sua campanha, pode ser fator para um possível afastamento na eleição de 2018. Soares garante que permanece no grupo de situação, mas pondera quando o assunto é o apoio para a Casa de Joaquim Nabuco.

“Eu continuo no grupo denominado boca preta, à disposição do prefeito que acredito que terá uma reunião. Mas, na questão apoiar ‘fulano ou beltrano’, eu me ausento de falar, no momento, por que não me sinto preparado para apoiar alguém que não me apoiou, no caso o Diogo Moraes. Posso até está apoiando em 18, mas agora seria hipócrita e puxa saco do partido se disser que ia apoiar. Fiquei até um pouco chateado”, ratifica.

Afago

Após o pleito, revela que conversou, de forma breve, com o prefeito Edson Vieira, e recebeu o apoio de vários vereadores eleitos, além da atenção de adversários, mas não teve qualquer contato com o deputado do grupo.

“Eu liguei para Edson para resolver outras questões, mas de Diogo não. Até por que, também, vamos ser bem diretos; ‘Quem é o irmão Soares para Diogo Moraes?’, questiona e completa sobre atenção de outras lideranças. “Fernando Aragão. Meu querido Fernando Aragão, chegou, me abraçou e disse que eu era um herói, assim como Cleiton e tantos outros vereadores que foram eleitos, das duas bancadas”, diz.

Projeto social

O suplente lamentou ainda, nunca ter tido, de acordo com ele, apoios de prefeitos na cidade, para o seu projeto social, através de uma escolinha de futebol.

“No projeto, infelizmente, nenhum gestor tem me dado apoio. Já me sentei frente a frente com Zé Augusto, da mesma forma com Toinho e mais recentemente Edson. Nesse seguimento do trabalho social não tive apoio”, disse, acrescentando à frente, sustentação, por parte de governo, em outras iniciativas.

Ele finalizou agradecendo os eleitores e amigos e disse torcer pela nova composição da Casa José Vieira de Araújo, com início dos trabalhos em 2017. Para ele, a avaliação só poderá ser feita, após os quatro anos.

img_7944

esa-10-2016

.

.

zoom-10-2016

 

Fotos: Augusto Maia.

Vereador eleito em Santa Cruz do Capibaribe com 2.466 votos, Augusto Maia (PTN), falou sobre o pleito, futuro na Casa Legislativa a partir de 2017, além de articulações do grupo para próximas eleições.

Augusto afirmou que teve um cuidado maior, durante o pleito, de não atrapalhar votações de colegas de grupo, em determinadas áreas da cidade.

Para o futuro, já ratifica apoio para a eleição 2018 para deputados estadual e federal, e diz que só depende de Fernando Aragão (PTB) ser, novamente, o principal nome do grupo de oposição, em 2020.

Expectativas antes e durante eleição

Augusto Maia reconhece que, de início, esperava mais votos na eleição. No entanto, considera que ficou dentro do limite esperado, com as observações, durante o pleito.

“Não considerado que deu algo errado. No início, espera mais sim. Mas, durante a campanha, alguns fatores aconteceram, que contribuíram para não aumentar essa votação”, fala e acrescenta em seguida “Ser filho de Zé Augusto era uma fator muito bom, porém quando começou a campanha tivemos cuidado grande e presamos em não entrar em área de outros vereadores”.  Ele cita os bairros Santo Agostinho, Oscarzão, Palestina e a Zona Rural com Vila do Pará e Poço Fundo, onde, em tese, seriam redutos eleitorais direto de candidatos aliados.

Sem atrito

img_7990

Augusto nega que tenha tido qualquer impasse com o vereador Carlinhos da Cohab (PTB). Para ele, as disputas e análises de quem teria mais votos dos dois no grupo, não atrapalhou a amizade e ficou restrito às militâncias dos candidatos.

“Não existiu nada. Pedimos juntos votos para Fernando, se teve discussão foi entre os militantes, que é normal em qualquer partido ou grupo. Nada entre Augusto e Carlinhos”, fala.

Ele negou também que o seu principal objetivo fosse ser o mais bem votado da eleição, mas sim, ser eleito, como alcançou.

Trabalho legislativos e embates

Para o mandato, a partir de janeiro próximo, na Câmara de Vereadores, promete fazer ‘diferente’ e não entrar em debates que considerar sem relevância com adversários que tenha tal perfil.

“Eu tenho certeza que a política hoje precisa de mudança de postura. Não quero ficar de bate boca, discussão sem fundamento. Se for para elevar o nível do debate, vou entra na briga sim. Mas, se for para ficar sem acrescentar nada, não vou entrar”, fala.

Desejo de liderança

Quanto a discussão para liderança da bancada, na Casa legislativa, Augusto avalia que o grupo de vereadores eleitos deverá sentar, nos próximos dias, para entrar em consenso.

Vale salientar que Carlinhos da Cohab (PTB) já externou o desejo de ser o líder, e pontuou a maior votação no grupo como fator qualitativo. Augusto, no entanto, avalia que o caso deverá ser escolhido, primeiramente, de forma interna.

“Não existe um projeto de Carlinhos, existe um projeto de grupo. Temos primeiro que sentar e resolver. Carlinhos e outros pleiteiam essa liderança”, falou, sem citar o nome dos demais.

Futuro

img_7975Para finalizar, Augusto falou sobre as próximas eleições, em que ratifica o apoio para as pretensões de José Augusto Maia (PTN), para a ALEPE e a reeleição de Ricardo Teobaldo (PTN), para a Câmara Federal.

Quanto a Fernando Aragão, diz que só depende da atuação do petebista, pelos próximos 4 anos, para ser, novamente, o nome escolhido pelo grupo, em 2020, para prefeitura da cidade.

Para ele, o grupo não pode mais cometer erros de eleições anteriores de sair dividido,  com candidatos distintos.

“Todo mundo viu, e acredito que devemos aprender com os nossos erros. Passamos por períodos complicados, por conta dessa ‘não integração’ do grupo. Não podemos cometer, novamente, este tipo de risco. Devemos ir com um único candidato a deputado estadual, um candidato a federal, um a prefeito. O federal é Teobaldo, como foi falado por Fernando Aragão, por Zé e os candidatos. Se algum candidato ainda não tem essa integração com Teobaldo vamos chamar, sentar e conversar, por que o importante é sair unidos em torno de apenas um nome”, falou.

Durante sua participação, no mesmo programa,  esta semana, Carlinhos da Cohab disse não ter contato com Teobaldo.

Quanto a Fernando Aragão, Augusto arremata.

“Se tivesse uma eleição hoje, os nossos candidatos seriam Fernando Aragão e Cleiton Barbosa. Se será candidato, vai depender da sua postura, durante esses quatro anos. Não podemos afirmar, mas vai depender, justamente, dessa postura, nesse tempo”.

jucazinho1

A recuperação da estrutura da barragem de Jucazinho, que sofre com infiltrações e trincas no concreto e na laje, além de ferragens expostas, foi garantida pelo Ministério da Integração Nacional.

A novidade foi dada, na manhã desta quinta-feira (20), pelo deputado federal Danilo Cabral (PSB), em participação no Programa Rádio Debate, da Rádio Polo FM.

Ele participou da reunião com integrantes do governo, incluindo ministro da pasta, Hélder Barbalho. O encontro aconteceu na quarta-feira (19).

“Garantido a recuperação de uma parte da barragem de Jucazinho, que se encontra com problemas graves, de acordo com os relatórios”, disse o deputado, por telefone.

A reunião serviu também, segundo Danilo, para garantir verba para a Adutora do Agreste.

A intenção é reestruturar Jucazinho para o período em que as chuvas regularizarem a vazão do reservatório que, atualmente, encontra-se em colapso.

rota-do-mar-sergio-lopes

.

.

 

dinamica-novidades

img_2434
Fotos: Arquivo.

Está fora de perigo o jovem que foi alvo de mais uma tentativa de homicídio em Santa Cruz do Capibaribe. O crime foi registrado em 10 de outubro deste ano e aconteceu na conhecida Favela do Papelão, que fica nas proximidades do bairro Santo Agostinho.

De acordo com as informações divulgadas a época pela polícia, Janaelson Barbosa da Silva (20 anos, conhecido por “Orelha”) estava de bicicleta na Rua Tancredo Neves quando teria sido surpreendido pelo mesmo.

Testemunhas relataram que ouviram disparos de arma de fogo, porém ao largar a bicicleta e fugir, Janaelson foi alcançado por um adolescente de 17 anos, sendo agredido a pedradas. O mesmo ficou com vários ferimentos, inclusive um corte profundo na altura do pescoço.

ped-1
Pedra usada no crime. Cordão que estava no pescoço da vítima foi pego pelo criminoso como forma de troféu.

Achando que teria matado o jovem, o adolescente chegou a comemorar o crime em um bar, sendo capturado pela polícia e apresentado na delegacia no dia seguinte ao crime. Uma corrente usada no pescoço da vítima foi levada pelo autor da tentativa, como forma de troféu.

Ainda de acordo com as informações da polícia, o adolescente tinha o jovem como desafeto e ao saber que o mesmo não estaria morto, o jurou de morte mais uma vez. Janaelson tem várias passagens pela polícia, entre elas o tráfico de drogas. O mesmo já havia sido alvo de outra tentativa de homicídio cerca de um ano antes, quando estava bebendo em um bar, no bairro Santo Agostinho.

A informação de que o mesmo está fora de perigo foi repassada por familiares.

20
outubro

cj-tecidos-10-2016

 

 

boavistense-10-2016

Rádio Debate recebe Irmão Soares e Augusto Maia na edição desta quinta-feira

Rádio-Debate-Blog

O programa Rádio Debate desta quinta-feira (20) destacou em sua primeira parte, os bastidores da política em Brasília, envolvendo Sérgio Moro e Eduardo Cunha.

Os debatedores analisaram a entrevista da vereadora Narah Leandro, que concedeu ao programa no dia de ontem. Participaram do programa, Irmão Soares que disputou a eleição pelo grupo de Situação, porém não conseguiu se eleger e o vereador eleito, Augusto Maia.

Confira o programa na íntegra:

JL Construção GIF

 

 

 

san-marmore-06

whatsapp-image-2016-10-20-at-10-43-23.

Na manhã desta quinta-feira (20) ocorreu um principio de incêndio em uma residência localizada próxima a um parque de vaquejada no Loteamento Serrano, São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus.

Durante o incêndio, alguns vizinhos e populares retiraram alguns imóveis da casa, para que posam evitar a perca de objetos. O Corpo de Bombeiros foi acionado e controlou as chamas.

whatsapp-image-2016-10-20-at-10-43-39.

Na oportunidade, ninguém ficou ferido e as consequências que originaram as chamas, ainda não foram divulgadas.

03 otica cardeal 07 2016

 

 

 

Pharmapele 08 2016

diogo-moraes-em-jupi-29-09-foto_sergiofigueiredo-48O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) conseguiu ampliar suas bases eleitorais em Pernambuco. O saldo pode ser aferido após o resultado das eleições deste ano. O Blog do Ney Lima entrou em contato com o deputado que relacionou algumas cidades onde fortaleceu sua presença política.

Diogo conseguiu renovar e ampliar seu bloco de apoio com a eleição de prefeitos em cidades como Santa Cruz do Capibaribe, Sertânia, Brejo da Madre de Deus, Ingazeira, Iguaraci, Poção, São Joaquim do Monte e Taquaritinga do Norte.

No Recife, Diogo apoiou diretamente a vereadora eleita Natalia de Menudo, que obteve 10.277 votos. Mesmo não obtendo êxito nas urnas, o deputado teve presença no quadro majoritário nas cidades de Toritama, Jataúba e Jupi.

Nas cidades Pedra, Buíque, Alagoinha, Arcoverde, Betânia, Ibimirim, Quixaba, Tuparetama e São Bento do Una, o apoio de Diogo Moraes ajudou a eleger vereadores.

Com o saldo, Diogo que mantém uma consistente musculatura política, favorecendo uma possível tentativa de renovação de mandanto em 2018.

GIF-INSTITUCIONAL-MULTMALHAS

 

 

Quimilson-04 2016 GIF

gilvaneiro

Foto: Gilson Fernandes.

Na tarde desta quarta-feira (19), policiais do Malhas da Lei e da 21ª DPH (Delegacia de Polícia e Homicídio) cumpriram em Santa Cruz do Capibaribe, um mandando de  prisão por homicídio contra Gilvaneiro Jesus Amorim, mais conhecido por “Rato” (35 anos).

Por determinação do delegado Júlio Porto, os policiais iniciaram diligências no sentido de localizar e prender o acusado, que segundo o efetivo é de alta periculosidade, sendo que o mesmo responde por homicídio e tentativa de homicídio no município.

Os policiais fizeram uma campana e conseguiram localizar Gilvaneiro, que após os procedimentos, o acusado foi encaminhado para o presídio de Santa Cruz.

Seenor GIF 08 2015

 

 

 

ascap-10-2016

whatsapp-image-2016-10-19-at-16-15-04

Foto: Wellington Cristiano/Avant Imagem.

Na manhã desta quarta-feira (19) aconteceu um assalto na Escola de Referência Luiz Alves de Santa Cruz do Capibaribe, onde um grupo com cerca de 30 estudantes estava no pátio da escola e foi alvo de um elemento armado, que invadiu o pátio e acabou realizando o ato criminoso.

Segundo a diretora da unidade educacional, a entrada do criminoso acabou sendo facilitada devido ao muro estar com várias aberturas, devido a escola estar sendo alvo de obras para a instalação de uma quadra coberta.

Horas após o ato, a equipe que se encontra trabalhando na obra, reergueu o muro para evitar que o fato não se repita no local.

img_7909

Como se encontrava o muro antes. Foto: Thonny Hill.

porfirio-calcados-10-2016

 

 

GIF-INSTITUCIONAL-DR-TIAGO

01

Fotos: Turma do Bem.

No ultimo sábado (15), aconteceu a sexta edição da Festa das Crianças do Bairro da Palestina, em Santa Cruz do Capibaribe. O evento que é organizado anualmente pela Turma do Bem e do Amigo Capilé, tem como Tema: “Fazendo uma Criança Sorrir”.

No total cerca de 4 mil pessoas participaram do evento, sendo que quase 2 mil eram crianças. O evento teve início às 15h e o enceramento aconteceu por volta das 20h do mesmo dia. A Turma do Bem contou com um total de 60 colaboradores.

02.

Os participantes contaram com uma ótima estrutura, onde houve sorteios de duas bicicletas. A festa ainda contou com entregas de brinquedos, algodão doce, lanches (pipocas, cachorro quente e mungunzá), além de diversas brincadeiras (pula-pula, cama elástica, piscina de bolinhas), tudo grátis.

Um dos organizadores, o vereador eleito Capilé falou sobre a importância do evento para a comunidade da Palestina.

03

“Esse evento é importante que pode proporcionar uma tarde de lazer para toda a criançada, já que o bairro não dispõe de uma área exclusiva para as crianças carentes, com isso a comunidade se reuniu e tendo como exemplo um popular que fazia este mesmo evento no passado e, após procurá-lo, ele se dispôs a ajudar e com isso, já estamos concluindo esta sexta edição, já com a estimativa de que em 2017 vamos nos preparar para fazer um evento cada vez melhor para toda a criançada” – destacou Capilé.

Capilé completou que o custo total do evento foi equivalente a R$ 6 mil, custeados através de doações.

Confira mais fotos abaixo:

Dom Pedro 07 03

 

 

 

 

Acqualara 09 2016

enem 2

 

O Ministério da Educação liberou na tarde desta quarta-feira (19), a consulta dos locais de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Os candidatos já podem consultar, pelo site clicando AQUI, o seu cartão de confirmação, para saber qual é o endereço em que farão as provas. Neste ano, uma novidade é que o cartão do Enem também será possível checar o endereço da prova pelo aplicativo oficial do MEC, disponível gratuitamente para iOS, Android e Windows Phone.

Em alguns cartões espalhados pelo país, os alunos poderão encontrar a informação “Aguarde a confirmação do seu local de prova. Efetue nova consulta nos próximos dias”. Nestes casos, a organização do Enem afirma que o dado será atualizado nos próximos dias, com a realocação dos alunos.

Neste ano, as provas do Enem serão realizadas nos dias 5 e 6 de novembro. No sábado, o candidato terá 4 horas e 30 minutos para responder questões de ciências humanas e de ciências da natureza. No domingo, ele terá 5 horas e 30 minutos para as perguntas de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e redação.

Os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília. As provas começarão, nos dois dias, às 13h30. Os gabaritos oficiais das questões objetivas serão divulgados pelo Inep até o dia 9 de novembro. Já os resultados ainda não têm data marcada para serem apresentados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?