26
fevereiro

Residencial Cruzeiro – “O que a empresa está fazendo é lamentável”, diz Capilé após paralisação de obras


Durante sessão ordinária nessa terça-feira (26), o vereador Capilé disse que foi procurado por trabalhadores que estão na construção de casas populares, em Santa Cruz do Capibaribe. As obras foram paralisadas na última sexta-feira (22), após falta de pagamento salarial.

O vereador acredita que está havendo perseguição com funcionários, após reclamação pública.

“O que a empresa está fazendo é lamentável. Além de não pagar em dia, tá massacrando em relação à alimentação”, disse, acrescentando que em um dos dias da semana, a refeição só foi providenciada às 3h da tarde.

As residências ficam no loteamento Cruzeiro (entre o bairro Palestina e o Sítio Maracajá) e fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida.

Na última sexta, dia da paralisação, nossa equipe entrou em contato com o secretário municipal de Habitação e Obras de Santa Cruz, Flávio Dunda. Ele afirmou que a responsabilidade da obra é do governo federal diretamente com a empresa contratada.

Segundo Flávio Dunda, a Superintendência da Caixa não liberou os repasses referente ao mês de janeiro e uma parte de dezembro, para nenhuma cidade do Brasil.

No mesmo dia da paralisação, também tentamos contato com a empresa J3 Construtora, mas não conseguimos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores