29
janeiro

Repercutiu nos bastidores


“Não usei a PE-160 como exemplo de obra, mas como exemplo de cobrança”

Afirma Narah Leandro após repercussão de declaração contra Armando Monteiro

 

Narah-entrevistaEm participação no programa Rádio Debate, a vereadora de situação em Santa Cruz do Capibaribe, Narah Leandro (PSB), falou sobre a repercussão com o episódio protagonizado entre a mesma e o ministro Armando Monteiro.

 

Na última sexta-feira (22), após o evento de lançamento do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), realizado no município, a vereadora mostrou sua insatisfação com a atitude tomada pelo ministro durante seu pronunciamento.

 

Em suas falas, abrindo a série de saudações, Armando não citou a presença dos vereadores situacionistas e, insatisfeita, a vereadora retrucou o ministro sobre o assunto e aproveitou também para cobrá-lo para que se posicione também quanto a duplicação da BR-104, colocando como exemplo os trabalhos que já foram realizados com a duplicação da PE-160.

 

Durante programas de debate político, as opiniões se divergiram com a atitude pela mesma, que aproveitou para dar sua versão da polêmica.

 

“O que fiz foi dizer a ele que a nossa bancada estava lá prestigiando o evento e se colocando a disposição para o que fosse necessário para colaborar e assim poder implementar esse plano que ele estava apresentando” – disse.

 

Quando questionada sobre o porquê de citar a duplicação da PE-160 em relação a BR-104, já que a mesma também está com suas obras paralisadas, ela foi enfática.

“Não usei a PE-160 como exemplo de obra pronta, mas como exemplo de cobrança. O Ministro Armando Monteiro concorreu as eleições como nosso governador Paulo Câmara e como Santa Cruz inteira sabe, eu militei junto a Paulo na disputa do Governo do Estado. Na hora que eu me referi a ele pedindo a BR-104, eu fiz questão de registrar para ele que essa mesma cobrança eu fazia a Paulo Câmara em relação a PE-160. Nós queremos as duas estradas, usamos essas estradas e uma é continuação da outra. Ambas são horríveis. Diferente das colocações que foram feitas, eu cobro a quem tem de direito” – disse.

 

Narah completou criticando a bancada de Oposição, afirmando que nenhum dos pares adversários foi até o Governador para cobrar, de forma séria, soluções para o município.

2 Comentários

  1. jean disse:

    UE eu não vi a nobre vereadora cobrar o governador Paulo Câmara a respeito da pe 160 ele que é o governador, infelizmente, agora se o governador fosse Armando Monteiro ai nos ja teríamos essa duplicação pronta digo isso sem medo de errar

  2. EDIBERTO disse:

    Continua exercendo o cargo de vereadora do abstrato! Será que com tudo que os políticos estão fazendo com a gente, vai haver alguém vai votar em políticos sem expressão e sem utilidade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores