10
janeiro

Prefeitura desconta empréstimo consignado de servidor e não repassa ao banco, afirma presidente de Sindicato


Funcionários públicos de Santa Cruz do Capibaribe estão responsabilizando a prefeitura do município, após serem notificados que os seus nomes seriam levados ao SPC. Eles afirmam que foram surpreendidos com ligações da Caixa Econômica Federal, cobrando o pagamento de empréstimos consignados.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Luís Carlos Almeida, disse não ter a quantidade exata de pessoas que já lhe queixaram o problema. Ele afirma ainda que já iniciou ações judiciais por danos morais, contra a gestão.

“O valor é descontado pela prefeitura, mas não está sendo repassado ao banco, prejudicando o servidor”, diz.

Protesto

Na manhã desta quinta-feira (10), um grupo de seis funcionários protestou em frente à prefeitura, cobrando o salário referente ao mês de dezembro/2018, em atraso. Um dos manifestantes relatou à nossa equipe de reportagem, que já recebeu a notificação também sobre o problema com o empréstimo do banco.

De forma pacífica, os funcionários carregavam cartazes cobrando seus direitos.

Entramos em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, sobre os problemas alegados pelos funcionários. Até o fechamento dessa matéria, não obtivemos resposta.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores