31
outubro

“O vereador mentiu no que disse” – afirma Dr. Nanau após denúncia de Carlinhos da Cohab


Em entrevista concedida ao Blog, o secretário municipal de Saúde em Santa Cruz do Capibaribe, Dr. Nanau, falou sobre a denúncia feita pelo vereador de Oposição, Carlinhos da Cohab (PTB).

A denúncia foi apresentada na tribuna da Câmara, onde o vereador alegou ter encontrado, dentro do Hospital Municipal, medicamentos vencidos e também alegou que haveria um suposto esquema, dentro da prefeitura, para compra de tais medicamentos próximos do fim do prazo de validade.

.

“O vereador mentiu no que disse” – pontua secretário

Durante a entrevista, o secretário afirmou que o vereador tinha mentido em suas declarações. De acordo com Nanau, os remédios vencidos estavam em um quarto dentro da unidade, para serem descartados pela vigilância sanitária.

“Nunca me neguei que qualquer pessoa fosse olhar lá para ver o que é que tem. Ele foi com tanta ânsia… Vereador, o seu papel é esse de fiscalizar, mas faça com veracidade e não aquilo como você quis mostrar” – disse.

Questionado sobre os medicamentos, Dr. Nanau citou que a prefeitura teria recebido as caixas do Governo do Estado e do Ministério da Saúde.

“Quando recebemos essa medicação, uma estava com prazo de três meses para se vencer e outra com seis. Usamos o que foi necessário e, quando chegou o dia do vencimento, colocamos lá no setor de incineração e aguardamos a vigilância sanitária. Quero dizer que o senhor vai ter que provar o que disse” – pontuou.

.

Departamento jurídico já foi acionado, afirma

Dr. Nanau reiterou que o vereador Carlinhos da Cohab teria que provar as suas declarações, citando que já teria entrado em contato com a parte jurídica da prefeitura.

“Já acionei o departamento jurídico e ele (Carlinhos) vai ter que provar quem são os fornecedores que ele disse que trariam esses medicamentos para a prefeitura, já com prazo perto de vencer. Ele tem que provar. Fazemos todas as licitações quase toda semana e eu queria que ele e os demais vereadores se fizessem presentes para ver se tudo ocorre ou não com clareza. Que ele faça sua função, mas com verdades e não querer chamar a atenção do povo em não falar a verdade” – pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?