10
junho

Nova denúncia, divergência entre aliados e suposta pesquisa movimentam tarde do legislativo santa-cruzense


Fotos: Thonny HillFotos: Arquivo

Na tarde de quinta-feira (09) foi realizada mais uma sessão ordinária da Câmara de Vereadores. Em pauta, diversos como saúde, segurança pública, o não reajuste salarial do prefeito, vice, secretários de governo e vereadores, assim como a economia local

Na tribuna, dois pontos de maior polêmica. O primeiro foi a denúncia dos vereadores Ernesto Maia e Deomedes Brito, que alegaram ter sido quase barrados durante uma visita de fiscalização a uma UBS, no bairro Bela Vista. Já o segundo foi o discurso de Fernando Aragão onde, ao citar que a situação de bens bloqueados do prefeito Edson Vieira seriam um passo dado para um suposto pedido de prisão do gestor.

Já nos bastidores, repercutiu o mal-estar gerado entre os vereadores Junior Gomes (PSB) e Afrânio Marques (PDT). Durante as falas de Afrânio, quando este citava um projeto de lei da sua autoria para a realização de um concurso público na casa, onde afirmou que a ideia também criaria novos empregos em tempos de crise, em aparte, Junior Gomes contestou a forma como Afrânio usou o tema.

De acordo com Junior, Afrânio estaria tentando passar a imagem de que novos empregos seriam gerados e que ele estaria querendo agradar pessoas com isso. Para o socialista, não haveria aumento de vagas e que aliar, segundo ele, o concurso público a situação de crise e ao desemprego  seria errado.

Já Afrânio rebateu, citou que não fazia discurso populista e que as medidas por ele tomadas não seriam, de forma administrativa, diferente de outros vereadores que passaram pela presidência da Casa, inclusive o próprio Junior.

O pedetista afirmou que o concurso público daria mais transparência a população. Confira também os outros temas abordados.

Ronaldo Pacas destaca discussões sobre ações recentes de fiscalização da Sefaz em Santa Cruz do Capibaribe

RONALDO PACAS PSDC 2016

O vereador destacou as discussões pós-ações de fiscalização feitas, por parte da Secretaria da Fazenda Estadual (Sefaz) em Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com o vereador, muitas pessoas que participaram das discussões nem seriam, de fato confeccionistas do município e que queriam se intitular como “donos” do Moda Center, mas destacou a importância das mesmas.

“O que a gente ouvia de uma das importantes chefes de excursões era que eles queriam as notas fiscais, que não estava havendo aquela perseguição toda, mas apenas que também em outros estados, eles estavam sofrendo” – disse.

O vereador destacou que, segundo ele, é importante adiantar a formalização, pediu para que os comerciantes se adequem as leis e fez críticas a pessoas que, segundo ele, se intitulam como “Salvadores da Pátria” e que não teriam feito nada para mudar a situação.

Ronaldo aproveitou para destacar sobre o não funcionamento há mais de 30 dias, segundo ele, dos telefones públicos no distrito da Vila do Pará.

Luciano Bezerra destaca sanção do prefeito a projeto que isenta pagamento de renovação de alvará a empresários do MEI

LUCIANO BEZERRA PR 2016

No seu discurso, o vereador Luciano bezerra (REDE) destacou um projeto de lei de sua autoria, que isenta microempresários que se enquadrem na modalidade de microempreendedor individual (MEI) de pagar ao ter que renovar o alvará de seus negócios.

“O prefeito sancionou essa Lei e percebeu a importância que tem esses microempreendedores individuais para essas cidades” – disse.

Luciano destacou que essa medida seria um estímulo a formalização em Santa Cruz do Capibaribe já que, segundo ele, eliminaria um custo considerável para seus negócios.

“Precisamos criar as condições necessárias para que o confeccionista possa desenvolver suas atividades, mesmo com a situação atual do país” – destacou.

Narah Leandro destaca projetos com sua participação sobre segurança pública no Governo Vieira

NARAH LEANDRO PSB 2016

No seu discurso, a vereadora Narah Leandro (PSB) focou o tema da segurança pública. A vereadora destacou, segundo ela, ações que foram desempenhadas pela atual gestão e que teriam sua participação.

A vereadora destacou sua presidência e ações no Conselho Municipal da Paz (Compaz) e a implantação do Projeto Transformar, na área conhecida como Cracolândia.

“O Compaz, na época, conseguiu reduzir o número de homicídios, que eram alarmantes na cidade e tivemos a ousadia, sem medo de errar, de inscrever aqui na Câmara um Projeto de Lei que buscava a integração das secretarias de Inclusão Social, de Saúde e de Segurança Pública para, de fato, transformarmos a situação do Centro dessa cidade” – e completou: Sinto-me feliz em ver que reduzimos os índices de tráfico que ali existia e a retirada da favela beira rio que, servia, em seus becos, de escape para traficantes quando a polícia chegava” – disse.

A vereadora destacou a implantação, segundo ela no Santo Agostinho e no Jaçanã, o programa Polícia Amiga que, ainda segundo a mesma, obteve sucesso em suas ações.

Galego de Mourinha volta a destacar crescimento do desemprego em Santa Cruz do Capibaribe

GALEGO DE MOURINHA PTB 2016

O vereador petebista destacou o crescimento, segundo ele, do desemprego em Santa Cruz do Capibaribe diante do cenário de crise econômica.

Galego de Mourinha (PTB) destacou a dependência local de uma única atividade comercial (que é a confecção) e falou que mais ações ainda devem ser feitas em prol dos pequenos empresários locais.

“Temos que ter essa preocupação com esse povo e com nosso comércio. As informações que temos é que se fechou uma loja na Rua Silvio Monteiro, outra na Cabo Otávio, que vai fechar supermercado… Antes se via o contrário. Antes se ouvia que “tal” empresa grande iria abrir aqui e hoje é que elas saiam daqui” – disse.

O vereador citou que se faz necessário que o município mude sua postura e passe a adotar a formalização em suas empresas.

Afrânio Marques destaca não reajuste de salários de prefeito, secretários e vereadores

AFRÂNIO MARQUES PDT 2016

O vereador e presidente da Casa, Afrânio Marques (PDT), destacou o não reajuste de salários do prefeito Edson Vieira (PSDB), de secretários e também dos 17 vereadores.

De acordo com o vereador, o projeto de Lei apresentado nesta quinta-feira em plenário (e levado a Comissão de Finanças e Orçamento) seria uma forma de dar uma resposta a sociedade perante o cenário de crise.

“O projeto é para que o salário dos vereadores continue o mesmo, do prefeito, vice-prefeito, secretários… Discutimos isso com ele que, na sua sensibilidade, reconheceu esse momento” – disse e completou: “É um gesto que estamos fazendo também para a população”.

Afrânio aproveitou para destacar um projeto de lei de sua autoria, que fala sobre a realização de concurso público para contratação de servidores da Câmara.

“Fazendo isso, estamos dando mais transparência e gerando novos empregos frente a essa crise que está. Estamos criando funcionários concursados, efetivos, que vão poder acompanhar a previdência municipal” – disse.

Helinho Aragão fala sobre a não inclusão de Afrânio Marques como vice em suposta pesquisa

helinho aragão

No seu discurso, Helinho falou sobre as informações de bastidores de uma suposta pesquisa encomendada pelo grupo de situação que, em uma das perguntas, não teria o nome de Afrânio como um dos cotados a ser vice na chapa do prefeito Edson Vieira (PSDB), que disputa a reeleição.

O petebista destacou que ações feitas por Afrânio o colocariam como um candidato com chances a vice.

“O senhor falou em parcerias dessa Casa com o Poder Público, em ações que o senhor desenvolveu aqui nessa casa e eu acho que essas ações o qualificariam, bastante, para estar concorrendo ao cargo de vice-prefeito, mas vossa excelência não estava em uma suposta pesquisa feita” – disse.

Em seguida, o vereador destacou o tema da insegurança pública e também sobre o crescente desemprego que, segundo o mesmo, são temas que devem ser vistos com maior atenção e aproveitou para pedir que problemas com iluminação pública no loteamento Neco Aragão sejam solucionados e que viaturas policiais passem com mais frequência.

Dida de Nan defende gestão Vieira e faz novo discurso de críticas a Oposição

DIDA DE NAN PSDB 2016

O vereador Dida de Nan (PSDB) fez mais um discurso em defesa das ações, segundo ele, conquistadas pela atual gestão.

Ele sequenciou a retirada das barracas das ruas, mudanças no trânsito, realização de competições esportivas, calçamento de ruas, do Calçadão Miguel Arraes e também fez um desafio ao grupo de Oposição, direcionando as palavras ao pré-candidato a prefeito Fernando Aragão (PTB).

“Fernando Aragão teve todo o tempo do mundo em seu grupo e já declarou que seria melhor fechar o hospital do que trabalhar de alguma forma. Eu pergunto: a saúde está da forma que no tempo de vocês?” e completou: “Como vocês tem a coragem de falar que Santa Cruz não avançou?! Vocês querem voltar ao poder apenas pelo poder, mas quando se fala de trabalhar… Deixam a desejar” – pontuou.

O vereador aproveitou para destacar que, segundo ele, hoje funcionam 18 PSFs na rede municipal e com médicos a disposição.

Zé Minhoca destaca revitalização de praça e homenagem aos “Negros do Alto”

Zé Minhoca 2015

No seu discurso, o vereador Zé Minhoca (PSDB) destacou a revitalização de uma praça situada na Rua Jatobá, em Santa Cruz do Capibaribe.

O vereador falou um pouco sobre a história dos “Negros do Alto”, população de remanescentes de escravos que auxiliou no crescimento do município e destacou um projeto de lei de sua autoria, que rebatiza a praça revitalizada em homenagem.

“Com o reconhecimento da importância dessa rua para Santa Cruz do Capibaribe, apresentei o projeto para que aquela praça se intitule “Praça dos Negros do Alto”. Eles eram artistas, músicos excelentes, jogadores de futebol… Pessoas que dignificaram a minha cidade” – disse.

Deomedes Brito denuncia que tentaram barrar fiscalização a UBS no bairro Bela Vista  

Deomedes Brito

No principal ponto de seu discurso, o vereador Deomedes Brito (PT), que é presidente da Comissão de Saúde da Câmara, trouxe uma denúncia.

Ao usar da tribuna, o vereador citou que esteve em visita a Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Bela Vista e denunciou que a fiscalização que o mesmo iria fazer, junto ao vereador Ernesto Maia (PT), foi quase que barrada pela responsável do local.

“Não queriam nem deixar a gente filmar ou tirar fotos. Não tem quase nada de remédios lá, material de curativo não tem, nem antibiótico, anti-inflamatórios” e completou “Uma mulher ficou constrangida e dissemos que ela estava fazendo sua função, mas uma pessoa chegou e nos disse que nem anestesia tem” – disse.

O vereador aproveitou também para falar de que, desde o governo Toinho, vem cobrando para que um Parque Florestal seja implantado no açude da manhosa, mas que na atual gestão também não foi atendido.

Zé Elias parabeniza Diogo Moraes por avanços, segundo ele, em obras de duplicação na PE-160

Zé Elias 2015

O vereador Zé Elias (PSDB) parabenizou o deputado estadual Diogo Moraes (PSB). Segundo o vereador, o político seria o principal responsável pelo atual andamento das obras de duplicação da PE-160.

“O deputado Diogo foi muito criticado, mas graças ao trabalho dele, isso já está bem encaminhado” – disse.

Zé Elias aproveitou para reforçar seu pedido para que a operação tapa-buracos seja feita na via, até o distrito de Poço Fundo.

Já sobre um problema antigo de saneamento que existe no loteamento Jaçanã, de acordo com ele, o secretário de Serviços Públicos, Gilson Julião, informou que bombas responsáveis pela drenagem dos dejetos no local já foram consertadas e que o problema possa ser solucionado já na próxima semana.

Pipoca destaca implantação do Bolsa Família Municipal

Pipoca

No principal ponto de seu discurso, o vereador Klemerson Pipoca (PSDB) destacou a implantação do programa Bolsa Família Municipal.

O programa é uma das promessas de campanha feitas pelo prefeito Edson Vieira (PSDB) e terá uma solenidade de entrega nesta sexta-feira (09). O vereador falou sobre a notícia.

“Muitos não acreditaram, muitos duvidaram, mas o prefeito Edson Vieira, como eu tenho visto várias dificuldades com familiares carentes, uma ideia extraordinária. Vai ser lançado, na Praça do Céu, o Bolsa Família Municipal. É um projeto interessante e que vem abraçar essas pessoas que necessitam. Vai começar com 100 famílias, mas elas vão ajudar muita gente” – disse.

“Quem tem os bens bloqueados, isso é o primeiro passo para uma prisão” – diz Fernando Aragão

Fernando Aragão

O vereador Fernando Aragão (PTB) fez um discurso de críticas e contestou os avanços alegados pela gestão, em especial na área da saúde. O político citou o surto de viroses, a falta de remédios em PSFs e contestou a quantidade de médicos que, segundo ele, a gestão alega manter no Hospital Municipal.

Ele chegou também a afirmar que a prefeitura continua a negar informações, destacando o convênio firmado com a cooperativa de médicos que atuam nas unidades locais de saúde, das locações e reformas.

“Não se tem um pingo de respeito com o trabalho do vereador” – disse.

Já quando se referiu ao prefeito Edson Vieira, fez fortes críticas, citando o bloqueio de seus bens no caso da KMC, conhecido como a “Farra das Locações” de veículos, ainda em 2013.

“Estão aí os bens bloqueados dele, do prefeito santinho… Pense em um santo! Não está preso porque, infelizmente, ainda não foram buscá-lo, mas já tem pessoas maiores do que ele sendo presos, isso já tem. O negócio é sério. Bens bloqueados são um passo para prisão. Isso não é diferente da Lava Jato, isso é igual e não querem enxergar” – disse.

“Fernando Aragão só vem com raiva, com ódio” – diz Junior Gomes em resposta às críticas ao prefeito

Junior Gomes 2015

No seu discurso, o vereador Junior Gomes (PSB) rebateu críticas de oposicionistas. O primeiro alvo foi Fernando Aragão, ao ter se referido ao ex-prefeito Toinho do Pará.

“Fernando Aragão só vem com raiva, com ódio. Ele diz: ‘Aquele condenado do prefeito…’; isso é postura de candidato a dizer isso em tribuna. Sinceramente, ele vem dizendo que faz um desafio a dizer aquilo e tal, falou na rejeição de Toinho e todo mundo sabe que o político mais rejeitado é José Augusto Maia. Vereador Fernando, escute aí da cozinha: Desafio o senhor a dizer que José Augusto Maia não pode ser candidato a prefeito por ser o mais rejeitado de Santa Cruz” – disse.

Em seguida, rebateu Deomedes Brito (PT), falando sobre a solenidade de entrega do Bolsa Família Municipal para esta sexta-feira.

“Essa bolsa família vai ajudar muita gente e o senhor terá a oportunidade de ver pessoas satisfeitas. 100 famílias serão beneficiadas e o senhor está convidado. Lembro-me muito bem que o senhor disse, quando aprovamos esse projeto, o senhor dizia que era uma esmola. Amanhã o senhor está convidado e é uma oportunidade de o senhor presenciar aquele momento e pedir desculpas as pessoas” – frisou.

Zezin Buxin também destaca cenário de crise no comércio, mas rebate acusações da Oposição

Zezin Buxin 2015

No seu discurso, o vereador Zezin Buxin (PSDB) falou sobre a situação preocupante da economia local, mas rebateu críticas ao prefeito de que, por suposta culpa do mesmo, muitos estariam deixando o município para retornar as suas cidades de origem.

“Muitas pessoas estão deixando de pagar aluguel porque estão adquirindo suas casas, mas quando se trata a questão do comércio, isso é preocupante, mas muitos vereadores de oposição tentam jogar isso para o prefeito, mas não dizem que isso não acontece só aqui, mas no país inteiro” – disse.

Ernesto Maia denuncia tentativa de barrar fiscalização em UBS no bairro Bela Vista

Ernesto maia

No principal ponto de seu discurso, o vereador Ernesto Maia (PT) destacou uma visita realizada, junto ao vereador Deomedes Brito, a uma UBS no bairro Bela Vista.

O vereador citou que foi ao local após receber denúncias que a unidade de saúde estaria faltando remédios e material de curativos e, ao chegar ao local, teria sido avisado que não poderiam fiscalizar o local, a não ser com aviso antecipado a Secretaria de Saúde.

Ernesto chegou a afirmar que a funcionária do local se negou a dar informações por escrito e também a falar com um blogueiro sobre o porquê de não se poder fazer a fiscalização, mas que conseguiu depois de muita insistência, mas sob, segundo ele, algumas condições.

“De muito insistir, nos deixaram fiscalizar, mas recolheu os celulares, disse que não podíamos tirar fotos, mas a situação e de calamidade. Essa é a infeliz situação e vamos continuar fiscalizando. Eles queriam que a gente avisasse (a secretaria de saúde) para que eles colocassem o que estava faltando. Esse é o Governo Vieira, um governo que diz que está gastando 35% da saúde, mas que está faltando tudo, em todo o lugar” – pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 





 

error: Copiando nosso texto?