07
fevereiro

Nem azul nem vermelho – Capilé critica grupos políticos tradicionais e garante formação de novo bloco


Fotos: Janielson Santos

O vereador Capilé não esperou mais que a primeira sessão ordinária de 2019, para confirmar que não militará mais no grupo ‘taboquinha’. O vereador também assegura que não fará parte do grupo ‘boca-preta’.

Chateado com as decisões do grupo de oposição, em Santa Cruz do Capibaribe, desde o fim do ano passado, o vereador subiu à tribuna na tarde desta quinta-feira (07), para anunciar seu desligamento e que seguirá com um ‘novo grupo’ nos próximos anos.

Com críticas às duas alas, Capilé afirmou que, ao longo dos anos, ‘os grupos olharam apenas para seus líderes, esquecendo o povo’.

“Santa Cruz merece ser tratada com respeito, com transparecia”, disse e prosseguiu afirmando que vai ‘abraçar um novo projeto, formado por pessoas que queiram o bem não apenas de grupo político, mas do município’.

O vereador citou o racha, após o apoio ao deputado Diogo Moraes (PSB), na aliança formada para conquista da presidência da Casa. Em dezembro, nas articulações internas, tanto ele quanto o  colega Helinho Aragão (PTB) desaprovaram a junção.

“Sei que vou pagar. O preço quem vai dizer é vocês em 2020”, falou, sob aplausos de alguns dos presentes na Câmara.

Capilé & Helinho/Helinho &Capilé – Alinhados, os dois vereadores têm tratado com empresários e ex-vereadores no intuito de viabilizar uma composição politicamente forte de ‘terceira via’ para 2020.

Na tribuna, Helinho Aragão também mostrou sua insatisfação com a bancada. Ele reafirmou que segue na oposição ao prefeito Edson Vieira (PSDB) e ao governo do estado.

“A política nos traz aprendizados. Refleti muito nesse recesso. Se valia a pena tudo isso pela política”, disse Helinho.

Citando o empresário Allan Carneiro (ex-síndico do Moda Center) e os ex-vereador Luciano Bezerra e Afrânio Marques, o parlamentar disse que está no projeto para esse novo bloco.

Em seu discurso, ele também citou que para o município ‘caminhar nos trilhos’, precisa largar os ‘velhos vícios’.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores