13
junho

Joab Gomes se diz perseguido na Câmara


Durante a 19ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, realizada nesta quinta-feira (13), o vereador Joab Gomes disse estar sendo perseguido por seus pares.

Joab teve um Projeto de Lei arquivado e analisa que isso aconteceu em virtude de uma denúncia que fez contra o presidente da Câmara, Augusto Maia. O Ministério Público abriu inquérito para investigar possíveis irregularidades na contratação de publicidade da Casa.

O Projeto de Lei em questão pedia a criação do “Abril Marrom”, e seria dedicado ‘à prevenção, combate e reabilitação às diversas espécies de cegueira’.

O PL foi compreendido como inconstitucional na Comissão de Legislação e Justiça. No plenário, os vereadores seguiram a recomendação dos advogados e o projeto foi arquivado.

Augusto Maia negou qualquer tipo de perseguição e foi seguido por outros parlamentares que indicaram má elaboração no texto do PL e questões meramente técnicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores