15
Maio

Exclusivo – Justiça absolve Edson Vieira em processo eleitoral por abuso de poder econômico


Entre outros pontos, ação investigava suposta promoção política em evento de motocross

 

 

 

O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB) e o vice Dida de Nan (PSB) foram absolvidos na ação eleitoral que investigava denúncias de abuso de poder econômico durante a eleição de 2016.

O juiz eleitoral entendeu por improcedente o pedido do Ministério Público Eleitoral, autor das denúncias. A sentença foi publicada nesta terça-feira (15). O MPPE ainda pode recorrer da decisão.

 

Relembre a denúncia sobre abuso de poder econômico

 

O Ministério Público de Pernambuco acusa o prefeito Edson Vieira de abuso de poder político e econômico. Os fatos envolvem atos que teriam ocorrido durante o São João Moda 2016, na celebração de um convênio com a empresa Viana & Moura para eletrificação de vias públicas e durante a realização de uma corrida de motocross, realizada durante o período eleitoral.

De acordo com o MP, Edson Vieira teria se aproveitado dos eventos para enaltecer seu nome e até mesmo o número de campanha, especialmente durante a corrida, onde os dois principais competidores utilizaram o número “45”, sendo instantemente repetido pelos locutores a frase “o 45 está na frente”.

De acordo com o depoimento de testemunhas, entre elas o ex-vereador Aguinaldo Xavier (que é cunhado do prefeito), tanto Edson como Dida estavam presentes no evento.

Outros supostos fatos apontados pelo Ministério Público indicam que servidores municipais teriam sido “obrigados” a participarem movimentos eleitorais em favor do candidato Edson Vieira, inclusive dentro do horário de expediente, citando uma passeata ocorrida após uma das entrevistas realizadas pela rádio Polo FM.

A denúncia apresenta áudios de grupos de WhatsApp que tiveram a autenticidade confirmada pelos próprios autores durante os depoimentos, embora eles tenham negado a finalidade apontada na denúncia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Anteriores