31
maio

Exclusivo – Ações populares podem reduzir salários do prefeito, vice-prefeito e vereadores em Vertentes e Toritama


 

 

O advogado André Tadeu está ajuizando novas ações populares motivado pelas falhas das câmaras legislativas que editaram a lei de ajuste dos salários do Executivo e Legislativo fora do prazo permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

A questão já foi pacificada no entendimento dos desembargadores do Tribunal de Justiça de Pernambuco e vem causado a redução nos salários de políticos de várias cidades.

 

 

Vertentes

 

 

Na cidade de Vertentes uma ação popular pretende reduzir o salário do prefeito Romero Leal de R$ 15 mil para R$ 12 mil; do vice-prefeito José Helder de R$ 7.800,00 para R$ 6 mil; dos secretários municipais de R$ 5.200,00 para R$ 4 mil e dos Vereadores R$ 7.500,00 para R$ 6 mil. A ação poderá também suspender toda a verba, assim como a verba de representação do presidente da Câmara que, atualmente é de R$ 7.500,00.

 

 

Toritama

 

 

Em Toritama a ação popular pretende diminuir o salário do prefeito Edilson Tavares dos atuais R$ 18 mil para R$ 15 mil; do vice-prefeito Romero Filho de R$ 13 mil para R$ 10 mil e dos secretários municipais R$ 6 mil para R$ 4 mil. O pedido de redução nos salários dos vereadores de Toritama deverá ser feito em uma ação separada que ainda não foi apresentada.

As ações com pedido de liminar foram protocoladas nas justiças nesta sexta-feira (31) e serão analisadas pelos juízes das duas cidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores