16
abril

Estado ou município? – Falta de medicamentos em Santa Cruz gera embate entre vereadores


Jéssyca Cavalcanti e Joab Gomes. Fotos: Janielson Santos.

O vereador de oposição Joab Gomes (PSD) afirmou na tribuna da Câmara de Santa Cruz do Capibaribe, que falta medicamentos e até mesmo lençóis em PSF do município. A situação teria sido observada por ele, em visitas ao posto do bairro São Miguel.

Fazendo contraponto, pouco tempo depois, a líder de governo Jéssyca Cavalcanti (PTC) rebateu em tom de crítica ao governo do estado.

Segundo Jéssyca, existe um débito do estado com o município na área de saúde, em aproximadamente R$ 4 milhões. Os valores, ainda de acordo com a parlamentar, seriam para farmácia básica e SAMU.

Conveniência – Ao informar que os débitos seriam desde 2014, Jéssyca foi confrontada em outro momento pelo vereador Capilé.

“Enquanto é situação não reclama. Enquanto ela era aliada não teve coragem de cobrar. Por que não cobrou antes?”, questionou ele, ao relembrar que a vereadora era da base governista à época dos primeiros atrasos.

O líder da oposição, Ernesto Maia, também aproveitou o tema para criticar a gestão municipal. Citando medicação para diabetes, o petista afirmou que o produto não está sendo cedido pela prefeitura e que era disponibilizado nas gestões dos ex-prefeitos José Augusto Maia e Toinho do Pará.

Os embates aconteceram durante a 10ª Sessão Ordinária que aconteceu na tarde desta quinta-feira (17).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores