28
setembro

Eleições 2012


Terceira Rodada de Entrevistas recebe o candidato Edson Vieira

 

Fotos: Elivaldo Araújo.

 

No terceiro e último dia da Terceira Rodada de Entrevistas, a Rádio Comunidade FM recebeu o candidato pela coligação “Uma chance para Santa Cruz”, Edson Vieira (PSDB).

 

O candidato falou sobre diversos assuntos tais como a possibilidade da vinda do Governador Eduardo Campos (PSB), alvo de muitas dúvidas entre eleitores, as denúncias aribuidas ao seu vice Dimas Dantas, pela bancada de vereadores de situação como também de suas propostas para melhorias no calçadão do Moda Center, de auxílio aos universitários e a urbanização do município.

 

Confira agora os melhores momentos da entrevista, lembrando também aos nossos leitores que ainda hoje serão disponibilizados os audios, para que você leitor, possa escutar cada uma das entrevistas.

“Se o adversário não faz isso, é porque as pesquisas que ele tem não indicam que ele está na frente”, referindo-se a tentativa de seu adversário impugnar a divulgação de pesquisa eleitoral

 

Indagado sobre as propagandas feias em carros de som, desde a semana anterior, que afirmavam que ele estaria à frente das pesquisas e se seria essa a pesquisa anunciada nos carros de som, o candidato afirmou que não, onde pesquisas que foram mencionadas seriam as pesquisas internas, feita pelo seu grupo, como também a divulgada por magno Martins.

 

O candidato citou também que “se o adversário não faz isso, é porque as pesquisas que ele tem não indicam que ele está na frente. Então divulgamos pesquisas em que Edson está na frente. Essa pesquisa que saiu hoje, no jornal Folha de Pernambuco, que é inclusive da família do Senador Armando Monteiro (PTB), que estampa hoje na sua principal capa me dando uma vantagem de 11%, isso nos deixa feliz”.

 

O candidato citou também a seriedade do instituto que fez a pesquisa, afirmando que o mesmo “é parceiro do IBOPE”. Segundo o candidato, os números divulgados na pesquisa “refletem os números internos que nos temos” e “se o adversário estivesse com uma pesquisa na frente, ele estava dia e noite falando e vamos dar publicidade a aquilo que está acontecendo”, afirmou.

 

“Ele veio ao comício de Toinho do Pará faltando três dias da eleição. Se o governador diz que vem, eu acredito que ele venha e ele vindo para Santa Cruz, ele vem ao nosso palanque”

 

Indagado sobre um dos fatos que mais gera expectativas nos seus eleitores, à vinda do governador Eduardo Campos (PSB), que veio ao palanque de Toinho do Pará a poucos dias do pleito em 2008, o candidato afirmou que confia na palavra do governador e que “se o governador diz que vem, eu acredito que ele venha e ele vindo para Santa Cruz, ele vem ao nosso palanque em Santa Cruz”.

 

Indagado se, caso o governador não venha ao seu palanque poderia demonstrar uma possível falta de influência do seu grupo político, o candidato firmou que “isso não seria uma falta de influência nem de frustração. O governador tem mostrado que apoia a nossa candidatura”, referindo-se a presença de diversos secretários do governo do estado a sua campanha.

 

“Dimas foi aliado e passou quatro anos dentro do grupo lá. Era a melhor pessoa do mundo e agora, no período eleitoral querem difamar, querem jogar o nome de Dimas na lama. Não vão conseguir”

 

Indagado sobre como a sua campanha teria recebido as recentes denúncias feita pelos vereadores de situação, sobre o nome de seu vice, com também de Klinger Dantas, estarem envolvidos com a criação e propriedade de uma “empresa laranja”, o candidato afirmou que a campanha do seu adversário é “agressiva, difamatória e que não traz propostas”.

 

O candidato citou que confia na inocência do seu vice, afirmando que isso seria uma estratégia dos seus adversários, citando que, quando ele estava na situação, nenhuma denuncia teria sido levantada.

 

“Dimas foi aliado e passou quatro anos dentro do grupo lá. Era a melhor pessoa do mundo e agora, no período eleitoral querem difamar, querem jogar o nome de Dimas na lama. Não vão conseguir porque o povo de Santa Cruz conhece Dimas”, destacou o candidato, afirmando também que seu vice já teria se disponibilizado para a justiça, para a quebra de sigilo bancário e telefônico dele e de sua família.

 

Sobre colocar Klinger Dantas para fazer parte de seu governo, o candidato afirmou que Klinger faz parte de outro grupo politico, citando também que a situação das denúncias contra Dimas é uma tentativa de querer colocar dúvidas na cabeça de seus eleitores, mas que o povo já teria decidido a sua escolha.

.

 

.

 

“Todas as pessoas que não comungam com o pensamento do líder maior da bancada de situação (José Augusto Maia), começam a não prestar”, referindo-se a polêmica subida de Cássio Cunha Lima ao seu palanque, politico que já foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e inocentado pelo TSE

.

 

 

.

.

 

Indagado se a subida do político paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB), que já foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e teve que garantir sua vaga no senado mediante vários recursos apresentados na Justiça, não seria uma contradição perante o discurso pregado por seu palanque ao longo de sua campanha, Edson Vieira afirmou que isso não seria nenhuma contradição, afirmando que Cassio Cunha Lima está inocentado perante o STE, que “inocenta ele de todos os processos que ele tem”.

 

Edson também citou a força do politico, citando que Santa Cruz tem muitos paraibanos e que seria admirado, inclusive, pelo palanque adversário, mas que o fato de que “todas as pessoas que não comungam com o pensamento do líder maior da bancada de situação, começam a não prestar”, destacou.

 

Continuidade dos Eventos políticos, até o dia 04 de outubro e metas de 11 vagas na Câmara de Vereadores

 

Sobre esse assunto, o candidato afirmou que sua programação de eventos irá continuar. O candidato citou que, nesse sábado (29), haverá uma parada em respeito aos eventos religiosos, mas que domingo até quinta feira (04/10), continuará normalmente.

 

O candidato citou também que irá bater na porta de José Augusto Maia (PTB) em Brasília, de modo a buscar as emendas destinadas a Santa Cruz.

 

Indagado se a formação de 02 chapas de vereadores poderia prejudicar ou facilitar a eleição dos mesmos, o candidato afirmou que isso facilitou a mostra de trabalhos dos vereadores e que espera, no mínimo, 10 vagas e no máximo de 11, para a Câmara: “Não teremos dúvidas que, no mínimo, faremos dez vereadores com as duas coligações e a meta do grupo são 11 vereadores”, enfatizou.

 

Proposta para a vinda de um campus da UEPE, como também ajuda aos universitários que viajam para outras cidades

 

Indagado sobre as dificuldades enfrentadas pelos estudantes universitários que se deslocam para outras cidades e que tem dificuldades quanto ao pagamento do repasse para ajuda de custo com os transportes, o candidato firmou seu compromisso de que irá auxiliar na criação de uma cooperativa, para que os universitários possam financiar a compra de alguns ônibus.

 

O candidato afirmou também que pretende se sentar com a classe universitária e definir uma cota de repasses, que seria paga perante a contrapartida dos universitários, para ajudar dentro do poder público, por meio de estágios como Monitorias: “O aluno vai poder ter a certeza que está sendo ajudado e o poder público vai colaborar”.

 

Sobre a vinda de um campus da UEPE, o candidato afirmou que poderão vir, inicialmente, dois cursos, na área de Pedagogia, na Escola Técnica e que ela poderá servir também como uma extensão da UEPE: “O Secretário Anderson Gomes nos garantiu que, de inicio, já tem dois cursos garantidos na área de pedagogia e vamos tentar ampliar para outros cursos em Santa Cruz”.

 

Propostas para resolver o problema da falta de água no município

 

Indagado sobre que, caso eleito, o candidato iniciaria sua gestão com o município a beira do colapso no abastecimento de água, o candidato afirmou que espera resolver esse problema por meio de iniciativas.

 

O projeto do Açude das Porteiras, a Segunda Adutora de Tabocas e também a Adutora do Agreste, do governo estadual, serão as suas metas, além de promover melhorias para o abastecimento em Poço Fundo, em tabocas, machados e açude das porteiras, de modo a fazer “um grande plano de reestruturação”, enfatizou.

Uso do regime de Parcerias com a população, para a realização de Obras Públicas

 

Indagado se o candidato irá continuar com o regime de Parcerias, para realizar obras públicas, o candidato afirmou que essa ideia não seria descartada, mas que sua ideia principal seria que a prefeitura executasse, com recursos próprios, o calçamento de ruas.

 

O candidato citou que pretende conseguir verbas para executar “um grande projeto de pavimentação junto a Caixa Econômica” para que ele possa implantar seus projetos.

 

Candidato afirma que fará uma auditoria dentro do poder público, para reduzir gastos com a folha de pagamento do funcionalismo

 

Indagado se o candidato iria promover o enxugamento de funcionários contratados, de modo a diminuir os gastos com a folha salarial, o candidato afirmou que fará uma auditoria para que possa ser detectados funcionários que não estejam trabalhando no município, gerando assim a economia de recursos com a folha salarial, a fim de se adequar com a Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

“Se hoje tem o limite de folha de 54% na lei de Responsabilidade fiscal e hoje nos temos esse limite extrapolado para 62, 63 ou 65%, tem alguma coisa estranha e de errado. Não é a toa que o Tribunal de Contas do Estado já mandou um relatório para ser afastado do poder publico mais de 400 pessoas. Por que isso? São pessoas que estão ganhando em duplicidade e que não estão exercendo cargos públicos”.

 

O candidato afirmou também que, tanto funcionários concursados como contratados, desde que estejam fazendo um bom trabalho ao município, continuarão com seus cargos.

 

O candidato também fez críticas ao seu principal adversário, afirmando que José Augusto já teria colocado a força policial em moto-taxistas, dos proprietários de barracas e também nos professores.

 

Candidato reafirmou a construção de 04 Policlínicas como compromisso de campanha

 

O candidato afirmou que os recursos para a construção de policlínicas será garantido com as mudanças na sua gestão, como também do apoio vindo do governo do estado.

 

Edson afirmou também que fará melhores investimentos no serviço público de saúde, como também destinou duras críticas ao vice Dr. Nanau, especialmente na verba publica gasta pelo aluguel do Atual Hospital Materno Infantil: “Se tem 30 mil reais para pagar de um aluguel ao candidato a vice-prefeito, sobra dinheiro para a gente pagar médicos”.

 

Indagado se esses recursos já não seriam destinados para a construção das Policlínicas, Edson afirmou que isso é apenas um exemplo, de como esses recursos poderiam ser utilizados.

 

Mudanças para o Calçadão do Moda Center

 

Indagado sobre as mudanças que poderiam ser implementadas no Calçadão do Moda Center, caso eleito, o candidato afirmou que fez visitas ao local, constatando, segundo ele, o descaso com o local.

 

Para Edson, será feito uma cobertura e o piso para o local, afirmando que fará melhores investimentos com os recursos arrecadados desse calçadão, segundo ele, 60 mil reais por mês.

 

“Quero afirmar meu compromisso de que, no nosso governo, vamos fazer a coberta, o piso e dar uma infraestrutura ao povo do calçadão”.

 

Ao final da entrevista, o candidato revalidou seu pedido de uma chance para fazer, segundo ele, “um governo de todos” e que as pesquisas “que estão ai são nada mais é do que o reflexo de nossas propostas, do que estamos mostrando na rua”, destacou, pedindo também o apoio dos eleitores indecisos.

 

Publico que recepcionou o candidato após saida da emissora

8 Comentários

  1. sergio disse:

    As alegações de Edson Vieira são claramente contraditórias, pois o Instituto Exatta, que ele diz ser de alta credibilidade, sendo inclusive parceiro do Ibope, divulgou a poucos dias uma pesquisa em Caruaru que dava 7% de vantagem a Miriam, já 02 dias depois o Ibope divulgou outra que dava 7% a Queiroz, ou seja, as palavras de Edson não tem nexo.
    Quanto ao fato da pesquisa ser publicada na Folha de Pernambuco isto é porque trata-se de um jornal comercial como outro qualquer, houve o pagamento pela publicação e o jornal realizou o serviço.
    Dessa forma, eu só não entendo como é que o Ney Lima não se ateve a este fato e não questionou o candidato.

  2. CLEITON CLEMENTE disse:

    FAVOR ALGUÉM POSTAR UMA FOTO DA SAÍDA DE ZÉ NO DIA DE SUA ENTREVISTA OU SERIA MELHOR NÃO ? BOM ISSO FICA A CRITÉRIO DO SEU ( CIENTISTA POLÍTICO )

  3. mauro disse:

    gente, fiquem de olho no desespero dos tabocas rachadas. Vão inventar de tudo! Muito cuidado, pois a cidade precisa mudar! 45 para dá uma chance a nossa querida Santa Cruz. Faça como eu que desde a eleição de toinho, não voto mais no grupo de Zé, porque desde 2008, eu já entendo que a cidade tem que mudar!

  4. mirian disse:

    este menino nao estar preparado para assumir uma prefeitura de jeito nem um este cara não tem uma ideia tudo ele copia ele não tem noção do que é ser um prefeito ele simplesmente é um sem noção

    1. CLEITON CLEMENTE disse:

      ENTÃO SE CANDIDATE MIRIAN, VOCÊ DEVE SER MUITO PREPARADA…

  5. Marlon disse:

    NÃO EXISTE UEPE e SIM UPE, kkkkkkkkk e outra coisa caso o nobre deputado não saiba existe um raio de abrangência das universidades, onde as mesma não podem se instalar como já existe UPE e UFPE em Caruaru elas NÃO PODEM VIR PRA SCC, a ÚNICA UNIVERSIDADE PÚBLICA QUE PODERÁ VIR UM DIA PRA CÁ É A FEDERAL RURAL – UFRPE, pois os campus mais próximo dessa universidade fica em Garanhus.

  6. Bruno disse:

    MARLON, VC MOSTRA SER UMA PESSOA INTELIGENTE, SÓ NÃO ENTENDO COMO VC DEFENDE UM GRUPO QUE A 12 ANOS TEM COMO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, SOCORRO MAIA(AUTOURITÁRIA, PREPOTENTE, PERSEGUIDORA, ARROGANTE E DEIXOU A NOSSA EDUCAÇÃO 1 ZERO Á ESQUERDA) VAMOS SER MAIS COERENTE. O POVO QUER MUDANÇA, COMO EU, QUE JA VOTEI NESSE GRUPO, SE NÃO PRESTAR, MUDA PRA UMA TERCEIRA OPÇÃO, SÓ NÃO PODEMOS CONTINUAR NO QUEM VEM A VARIOS ANOS, MALTRATANDO, E QUERENDO FAZER NOSSO POVO DE MARIONETES. XÔ CORRUPÇÃO!

  7. AFONSO disse:

    EDSON PODERÁ ATÉ SER UM MAL PREFEITO, MAS SÓ O FATO DELE ANTES DE PISAR NA PREFEITURA COLOCAR UMA AUDITORIA LÁ DENTRO, JÁ ME DOU POR SATISFEITO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores