21
abril

Dívida da previdência: Ernesto Maia apresenta documentos e contesta diminuição do FPM


Ernesto MaiaO vereador Ernesto Maia (PT) está contestando o principal argumento usado pelo prefeito Edson Vieira (PSDB) para justificar a necessidade de parcelamento da dívida da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe com o Santa Cruz Prev.

Nesta quinta-feira (21), o vereador procurou o Blog e apresentou documentos que demonstram que os valores de repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) não diminuiu nos últimos anos.

Em 2012, último ano da gestão de Toinho do Pará, os repasses totalizaram R$ 23.626.986,72. Os anos seguintes tiveram aumentos gradativos, até chegar ao valor de R$ 31.140.723,60 repassados em 2015.

O Fundo de Participação dos Municípios é repassado mensalmente do tesouro nacional. Os documentos demonstram que outros recursos também tiveram alta, embora que em 2015 o aumento tenha sido menor que o índice da inflação.

“Vou utilizar esses dados para demonstrar aos demais vereadores que o governo não necessitava usar o dinheiro da previdência, que deveria servir de garantia para os servidores”, afirmou o parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?