31
agosto

As curtinhas do Romenyck Stiffen


Acostumando

Comum: Em um país onde existe uma pluralidade de partidos políticos, 35 no total, é comum observar grupos de oposições em diversas cidades do Brasil, não apenas um grupo de oposição por cidade.

Na caixinha: Contudo, em diversas cidades do interior de nosso país, a exemplo de Santa Cruz do Capibaribe-PE, é comum observarmos dois grandes grupos políticos que se revezam no poder. Sair desses dois grupos políticos é viver fora da “caixinha imaginária”.

Acostumando: É necessário ir se acostumando, pois presenciamos não mais um grande grupo de oposição, mas sim grupos fragmentados. O exemplo dessa situação citada na referida curtinha é a câmara de vereadores.

Oposições: Na Câmara de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe observamos dois grupos de oposição distinta: O grupo que faz oposição exclusivamente ao prefeito Edson Vieira (PSDB) e o grupo que faz oposição ao prefeito e ao deputado Estadual Diogo Moraes (PSB).

Tem mais: Ainda podemos destacar outro grupo de oposição que não se encaixa, até o momento, em nenhuma das oposições citadas acima, que é o PP de Santa Cruz onde estão filiados nomes como Cleiton Barbosa e o ex-vice prefeito Dimas Dantas.

Vantagens: Com uma oposição fragmentada, o grupo de situação leva vantagem na velha estratégia de tentar dividir para conquistar, pois mostraria um possível grupo coeso a sociedade.

Desvantagens: Contudo, a desvantagem para o grupo do prefeito Edson Vieira é que o surgimento de um desses grupos de oposição também fragilizou o grupo de situação, pois o mesmo é formado por ex-aliados do prefeito, entre eles, um deputado e quatro vereadores que engrossam um forte coro de oposição.

As opiniões e informações aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores