02
maio

Nas ondas do rádio


Rádio Debate Aborda conflitos da aliança PP-PROS no cenário político santacruzense

.

Em mais uma edição do programa, veiculado pela Polo FM, foram debatidos os assuntos políticos que estão em pauta no cenário local e nacional.

 

No âmbito local, os pontos conflitantes entre a aliança do PP, partido encabeçado pelo deputado federal Eduardo da Fonte e pelo PROS, que tem como principal representante o deputado federal José Augusto Maia.

 

Durante entrevista concedida no programa na última quarta-feira (30/04), o deputado progressista admitiu que a aliança entre os partidos, que vigora na Câmara dos Deputados, também pode ser estendida a nível estadual, fator que pode influenciar José Augusto Maia em suas pretensões eleitorais.

 

É de conhecimento público que Eduardo da Fonte (PP) tem interesse de levar adiante a proposta de uma candidatura própria ao governo do estado, com a vereadora do Recife Michele Collins (PP), fator que pode colocar José Augusto Maia (PROS) em uma situação de mais conforto, caso aceite ser cauda eleitoral de Da Fonte e de outros deputados progressistas, desde que saia da coligação do pré-candidato Armando Monteiro (PTB).

 

Outro fator seria a relação conflitante que isso abriria, podendo colocar lado a lado Dimas Dantas e José Augusto, desafetos políticos declarados e um conflito ético, já que José Augusto é fiel ao projeto de Armando.

 

Em participação por telefone, direto de seu gabinete em Brasília, o deputado José Augusto Maia falou sobre o assunto, citando que tentará convencer Da Fonte a formar uma chapinha, de modo a manter seu compromisso com o petebista e que, de acordo com o diretório nacional da sua legenda, os deputados teriam autonomia para decidir seu posicionamentos nos estados que melhor garantam suas reeleições.

 

Além disso, o programa debateu a volta a prisão do ex-deputado José Genoíno (PT), envolvido no escândalo do mensalão e também as críticas de setores da Oposição a presidenta Dilma Rousseff (PT).

 

Em seu pronunciamento no Dia do Trabalhador, a presidenta anunciou o reajuste da tabela do Imposto de Renda e o aumento, em 10%, do valor a ser pago pelo Bolsa Família, pronunciamento tido, segundo a Oposição, como discurso eleitoreiro.

 

Se você não ouviu o programa, clique no link e ouça agora mesmo: >>>RádioDebate-02-05-2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?