14
maio

4 contra 1 – Jéssyca Cavalcanti responde sobre KMC, Cláudio Soares, Diogo Moraes e diz sofrer ‘assédio moral’ na Câmara


 

Fotos: Janielson Santos.

Líder de governo na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, Jéssyca Cavalcanti (PTC), foi a participante do quadro ‘4 contra 1’ do programa Rádio Debate desta terça-feira (14). Citando manifestações em frente à residência do prefeito Edson Vieira (PSDB), assembleias de professores e embates na Câmara, afirma que ‘não foge de nenhum debate’.

Na ocasião, Jéssyca respondeu questões envolvendo a empresa KMC, o ex-gestor de eventos do município, Cláudio Soares, mudança drástica na relação com o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), além de fortes discussões na Casa de Lei, onde diz estar sofrendo ‘assédio moral’.

100% – Com a mesma convicção do início do primeiro mandato do prefeito Edson, a vereadora ratifica que permanece com a confiança inabalável no gestor municipal. Ao falar sobre a primeira denúncia envolvendo o prefeito (Caso KMC), acredita que, ao término do processo, o tucano será inocentado.

Só com Edson – A convicção não é a mesma quando se fala do ex-gestor de eventos do município, Cláudio Soares, afastado da prefeitura após denúncia do MPPE, por suposto esquema em eventos nas cidades, onde envolve uma babá. “Pegou todos de surpresa”, disse.

Assédio moral – Jéssyca tem realizado sucessivas críticas aos vereadores adversários, sobre o comportamento na Câmara e falas, consideradas por ela, agressivas e algumas, até mesmo, machistas. Listando o que considera ‘assédio moral’, ela assegura que, ao término do semestre, entrará na justiça.

Decepção – Hoje com constante troca de farpas, a líder de governo manteve um relacionamento muito próximo com o deputado estadual Diogo Moraes, entre 2012 e 2015. Além da questão política, garante que havia uma relação de intimidade, que foi quebrada pelo parlamentar.

Sem muro – “Joselito Pedro é o meu preferido”. De forma categórica, a líder responde sobre sua preferencia para disputar a prefeitura em 2020, na sucessão a Edson Vieira. Contudo, garante que vai estar engajada com ‘qualquer outro candidato’.

São João – Sobre as polêmicas envolvendo o São João da Moda 2019, a vereadora não respondeu de forma incisiva sobre a realização ou não da festa, mas que o prefeito ‘vai apresentar ao juiz as explicações necessárias’. Para ela, ‘é importante que seja realizada, pela questão cultural e a movimentação econômica, durante o período’.

Confira na integra:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores