Moraes fala às rádios de Santa Cruz sobre Segurança Pública

 

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) concedeu entrevista nesta terça-feira (12) nas rádios Vale do Capibaribe, Comunidade FM e Santa Cruz FM.

 

O deputado falou da audiência, ocorrida no início da semana no  Recife, quando o secretario estadual de Defesa Social, Wilson Damásio recebeu uma comitiva de santa-cruzenses, dentre os quais, o prefeito Edson Vieira (PSDB) e vereadores do município.

 

Segundo Diogo, o principal objetivo do encontro foi à busca por soluções para o problema da violência urbana, que tem preocupado a sociedade da Capital das Confecções.

 

“O Governo do Estado não cruzou os braços e está pronto para ajudar nossa cidade, naquilo que for necessário. Ações especiais e integradas ganharão as ruas para garantir segurança ao povo de Santa Cruz, além disso, recebemos a garantia de que, em 60 dias, a 3ª CIPM será elevada à categoria de Batalhão de Polícia Militar, o que garantirá um reforço significativo na quantidade de policiais que atuam em nosso município”.

 

Área Integrada de Segurança Pública –    Diogo falou também da edificação de uma área, onde se concentrará os principais segmentos da segurança pública em Santa Cruz do Capibaribe. “Será edificada em breve a Área Integrada de Segurança Pública, um espaço que concentrará as ações da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, e que garantira agilidade em ações que possam garantir que a curto, médio e longo prazo, programas e ações de combate à violência possam ter sucesso”, disse ele.

 

Novidades – o socialista falou ainda da implantação de duas novidades por parte da secretaria estadual de Defesa Social. “Santa Cruz ganhará uma Delegacia de Homicídios e uma unidade de Polícia Científica, dentro de um amplo plano de ações voltadas ao combate a violência”, finalizou Moraes.

 

Assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores