14
junho

Medida Cautelar proíbe aproximação, na câmara, por parte de manifestante que jogou ovos no presidente


Na manhã desta quinta-feira (14) nossa equipe teve acesso a medida cautelar, que determina a não aproximação do manifestante Clodoaldo Barros dos vereadores de Santa Cruz.

A medida foi expedida após o episódio envolvendo o manifestante na última quinta-feira (07) onde, em plena sessão, Clodoaldo atirou ovos no presidente da Casa, vereador Zé Minhoca (PSDB).

O Ministério Público, através do promotor Vinícius Costa chegou a pedir que a prisão em flagrante fosse convertida em prisão preventiva, mas o pedido não foi aceito pelo juiz. Na data, foi arbitrada uma fiança de R$ 500, após audiência de custódia.

Clodoaldo já havia se envolvido em outros atos na Câmara de vereadores. Em 2016, na época em que o Afrânio Marques era presidente, Clodoaldo ele recebeu voz de prisão do vereador Zé Minhoca após tomar papéis da mesa diretora e jogar no chão.

Em 2017 Clodoaldo fez greve de fome na frente da Câmara em protesto contra a aprovação de auxílio alimentação de vereadores e ausência de prestação de contas de uma CPI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Notícias Anteriores