26
março

RESUMÓRIO – A Coluna do Professor Tenório


​RESUMÓRIO

 

PRONUNCIAMENTO Alguém que não lembro quem já disse certo dia que sou a favor do contra, por discordar de muitas coisas, mas o troféu ‘a favor do contra’ do ano vai para o presidente Jair Messias Bolsonaro. Nunca imaginei que num pronunciamento de cinco minutos ele pudesse contrariar quase o mundo inteiro no que diz respeito ao enfrentamento do coronavírus.
O DONO DA BOLA QUE NÃO JOGA Se o vice-presidente da república, presidentes da Câmara e do Senado, maioria dos Governadores e o Ministro da Saúde não concordarem e não seguirem o pensamento do presidente Bolsonaro nas ações de enfrentamento ao coronavírus, teremos um caso de dono da bola que não joga.
CABEÇA DURA O presidente botou na cabeça que o coronavírus é uma gripezinha e não tem no mundo quem o convença do contrário. A Olimpíada de Tóquio foi adiada para 2021, todas as ligas esportivas paralisadas, mas Bolsonaro disse que se pegar o vírus, com seu histórico de atleta, não sentiria praticamente nada. Na lógica dele, é melhor ser ex-atleta do que atleta de alto rendimento.
DIVERGÊNCIAS Enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que o foco é salvar vidas, Bolsonaro e algumas pessoas focam na economia. É, cada cabeça é um mundo e o mundo está precisando de ajuda.
ENQUETE MENTAL Qual expressão ou palavra resume melhor o pronunciamento do presidente Bolsonaro na terça-feira, irresponsável, inconsequente, porra loca, sem noção ou mito?
QUARENTENA Mais de uma semana de quarentena, precisamos de mais distrações, pois o desafio de postar foto monocromática, o recurso ‘Em casa’ do Instagram e compartilhamento de memes não está dando conta do ócio. Digo isso porque tem muita gente que não consegue aproveitar o tempo livre para algo mais útil como aprender algo novo, colocar a leitura em dia, estudar e brincar com os filhos, afinal, nem só de Netflix e internet vive o homem.
SOFRIMENTO E DELEITE Em tempos de confinamento, reclusão, quarentena, temos alguns políticos que estão sofrendo mais do que outros, porque são políticos de rua, com característica de viver no meio do povo. Em compensação, temos outros que adoram a reclusão, quase nunca são vistos no meio do povão, nas periferias, a menos que seja em época de campanha. Uns estão agoniados e outros certamente estão se fartando nas séries de tv e videogame.
TEOCORONAVIRISMO O centro do universo é o coronavírus. Não se fala de mais nada há semanas. Já teve suspensão de contrato de publicidade na Câmara de Vereadores de Santa Cruz, vereador questionando polêmico projeto de lei que envolve terreno da Rádio Vale e sendo supostamente ameaçado, mas pouco ou quase nada se comenta. Articulações políticas acontecendo na surdina, mas vamos falar de coronavírus. Segundo algumas pessoas, não é momento para se falar ou se preocupar com essas coisas.
PANDEMIA E OUTROS ASSUNTOS Outro dia, um colega meu elogiou o prefeito de Toritama num grupo de whtsapp e quase apanhou. Não é momento pra se falar de nada que não seja o coronavírus, sem politicagem, baixando as bandeiras partidárias e deixando outras pautas para depois. Beleza, a parte da politicagem e baixar as bandeiras eu concordo plenamente, mas não falar de outras questões? Sinto pouco, pois se eu não estivesse bem atarefado com umas questões pessoais falaria nas redes sociais sobre tudo e todos e arrumaria mais uma legião de desafetos. Além de ficar trancado em casa, ouvindo todos os noticiários do mundo falando sobre a pandemia, seguindo as recomendações do poder público, não podemos falar sobre qualquer coisa? Restrição temática já é demais.
“Não me queiram mal. Apenas pensem nisso, enquanto lhes digo que fica o dito para ser rido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?