12
setembro

IV Conferência Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência é realizada em Santa Cruz


Na manhã desta quarta-feira (11), foi realizado na AADESCC (Associação de Assistência ao Deficiente de Santa Cruz do Capibaribe), a IV Conferência Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência, que teve como tema principal: Não há controle sem participação social.

No evento, estiveram presentes, além do prefeito Edson Vieira e da deputada estadual Alessandra Vieira, representantes da Secretaria de Educação, Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social, Conselhos Municipal e Estadual da Garantia de Direitos da Pessoa com Deficiência, além de membros da AADESCC, e pais de frequentadores da unidade.

O prefeito Edson Vieira pontuou o compromisso da gestão na busca pela garantia de direitos das pessoas com deficiência. “Temos buscado soluções efetivas na garantia desses direitos através das atividades desempenhadas pelas secretarias que compõem nosso quadro municipal. Recentemente inauguramos o Centro de Reabilitação em Fisioterapia, com objetivo de ajudar ainda mais as pessoas que necessitam de trabalhos como esse”, afirmou o gestor.

O secretário de educação, Joselito Pedro, ressaltou a importância da educação inclusiva no município. “Uma das bandeiras da nossa gestão foi transformar todas as escolas em unidades especiais, acessíveis e inclusivas. Hoje em toda a rede temos 255 estudantes com alguma necessidade especial, 15 salas totalmente adaptadas, 55 cuidadores, além de cursos de Libras, formação continuada de intérpretes, e isso se deve ao fato de entendermos que toda a sociedade precisa ser inclusiva e isso começa no ambiente da escola”, afirmou.

O secretário de Desenvolvimento Social, Ivanilson Feitosa citou a importância de eventos neste sentido para discussão de políticas públicas. “No nosso município hoje vemos a verdadeira inclusão de todos e a discussão propositiva do tema, educação e desenvolvimento das pessoas com necessidades especiais. Poder acompanhar sobretudo a evolução dos tratamentos de pacientes, como acontece no AME Infantil, no departamento de educação inclusiva da secretaria e projetos como o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos são vitórias para toda a cidade”, afirmou.

Carminha Oliveira, representante do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência destacou a importância de Santa Cruz do Capibaribe nessas discussões. “Este município é diferenciado pelo seu protagonismo em discussões nesse âmbito, Santa Cruz sempre garantiu espaços para a inclusão, a educação e a melhoria das condições de vida da pessoa com deficiência, Pernambuco precisa ressaltar sempre como os santa-cruzenses estão à frente na busca por melhores políticas públicas para os deficientes”, salientou.

A conferência foi encerrada às 12h, após a formação de grupos de trabalho que puderam elaborar propostas de Políticas Públicas que deverão ser levados aos eventos estaduais e nacionais. Ao todo foram separados em quatro eixos, Assistência Social e Desenvolvimento Econômico; Planejamento e Acessibilidade; Educação, Esportes, Cultura e Lazer; Saúde, Habitação e Reabilitação.

;

Informações da assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores