05
março

Fim de semana violento em Santa Cruz do Capibaribe


Desde a última sexta-feira, aconteceram casos de violências que chamaram a atenção da população de Santa Cruz do Capibaribe. A cidade, que há algum tempo deixou de ser tranquila, está assustando os moradores.

 

Há poucos dias, tem crescido os casos de assaltos e homicídios no município. Neste fim de semana, foram registradas várias brigas em bares, tiroteio, morte por bala perdida e o atropelamento de uma criança em que o culpado fugiu sem prestar socorro.

 

Na sexta-feira (2), à noite, houve uma briga em um bar que terminou com um homem com o rosto desfigurado por gargalo de garrafa. A polícia chegou na hora e o agressor foi preso. Na mesma noite, em outro bar, ocorreu uma briga generalizada.

 

Na madrugada do domingo (4), o bombeiro civil Marcelo José da Silva, 33 anos, foi assassinado quando ia para o trabalho, próximo ao Cabana Clube.

 

Marcelo foi atingido por uma bala perdida, chegando a ser socorrido, mas morreu no hospital. o crime aconteceu na avenida bela vista e estavam no veiculo com o bombeiro, a esposa, os dois filhos e um irmão.

 

Além do bombeiro, Michael Ferreira de França, 18 anos, que trocou tiro com dois rapazes em uma moto, também foi baleado, atingido nas pernas. Ele está internado no hospital regional de Campina Grande-PB. A polícia está investigando o caso e já tem suspeitos do crime.

 

Já no domingo à tarde, a pequena Agda Nunes da Silva, 7 anos, foi atropelada na PE-160, no bairro Palestina. De acordo com testemunhas, ela atravessava a estrada quando foi atropelada por uma caminhonete. O motorista fugiu sem prestar socorro.

 

Agda teve uma parada respiratória e foi socorrida pelos bombeiros civis que estavam no velório de Marcelo Silva.

 

O salvamento da criança gerou um desconforto entre bombeiros e responsáveis pelo Sistema de Atendimento Móvel Urgente. O SAMU alega que os bombeiros não podiam ter removido a vítima do local do acidente.

 

De acordo com médico que acompanhou o caso, em acidentes, quanto mais rápido o socorro, há mais chances de sobrevivência. A criança foi removida para o Hospital da Restauração, no Recife, em estado grave.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores