13
abril

Grande apreensão de motos na Capital da Sulanca


Motos irregulares seriam possivelmente vendidas aqui e na cidade de Campina Grande-PB

Fotos: Elivaldo Araújo.

 

Hoje, por volta de meio dia, ocorreu uma grande apreensão de motos na entrada da cidade, próximo ao Posto Badu. Segundo informações da polícia, foram apreendidas 39 motos, com chassi adulterado. Os veículos estavam dentro de um ônibus, adaptado para o transporte desses veículos, sem as cadeiras.

 

 

Para a polícia, o motorista (cujo nome ainda não foi revelado, mas o mesmo é do estado de Goiás) afirmou ter comprado as motos em um leilão, no estado de Minas Gerais e que o destino final dos veículos seria a Cidade de Campina Grande, na Paraíba.

 

Segundo o Tenente Ivo Santana, as motos que são adquiridas em leilão não podem ser vendidas de maneira completa e sim como sucata, onde seriam reaproveitadas apenas as peças. Ainda segundo o Tenente “Provavelmente ele estaria vendendo essas motos. Ele teria oferecido, inclusive, a algumas pessoas aqui da cidade a moto completa”.

 

O que chamou a atenção da polícia era o fato de o motorista do ônibus, onde estavam as motos, estar parado em um trecho bastante movimentado e com as motos enfileiradas. Segundo o Tenente Ivo Santana “Ele estava lá como se estivesse mesmo oferecendo as motos e isso era uma atitude muito suspeita. Temos duas testemunhas que confirmaram foram oferecidas a eles essas motos” e o motorista não apresentou documentos provando a procedência dos veículos apreendidos.

 

 

Para o Major João Bosco, comandante da 3ª CIPM e que batizou a operação de “Moto Fantasma”, motos vindas de leilão não podem ser vendidas com chassi adulterado, onde ele é enfático afirmando que todas as motos que foram apreendidas nesta operação são roubadas: “Prisões foram efetuadas e a operação está em andamento. Isso é um duro golpe na marginalidade”, afirmou o Major.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores