29
julho

Cobertura do Ypiranga na Série D


Máquina vence de virada em partida cheia de emoções

Com a vitória, o time está mais perto de passar para a segunda fase. Fotos: Elivaldo Araújo.

 

Na tarde deste domingo (28), no Limeirão o Ypiranga venceu de virada o “Clássico da Sulanca” contra o Central de Caruaru.

 

A partida foi bastante disputada dentro e fora de campo e o árbitro Gilberto Freire distribuiu 11 cartões amarelos.

 

Antes do inicio da partida, do lado de fora do campo, houveram confusões entre as torcidas e um dos policiais chegou a ser ferido com uma pedrada.

 

Já no campo, a Patativa abriu o placar no inicio da partida, mas a Máquina empatou com o atacante Danúbio ainda no primeiro tempo.

 

O gol da vitória alviazulina, ocorreu no inicio da segunda etapa, através do volante e capitão Dácio.

 

Com a vitória o Ypiranga alcançou a segunda colocação com sete pontos e voltará a campo no próximo sábado contra o Potiguar de Mossoró (RN).

 

Principais lances:

 

1º TEMPO:

 

O Central iniciou a partida partindo para o ataque e foi logo marcando aos seis minutos.

 

Em boa jogada do lateral esquerdo Jean, foi feito o cruzamento na área e bola sobrou para o lateral direito Felipe Almeida, que tocou no contra pé do goleiro Adson, fazendo Central 1 a 0.

 

Com falha da defesa, Central abre a contagem no início da partida.

 

O Ypiranga chegou com perigo aos 19. O atacante Danúbio recebeu na ponta esquerda invadiu a área e chutou cruzado, mas o goleiro Juninho mandou para escanteio.

 

O empate alviazulino aconteceu aos 28 minutos. O atacante Danúbio invadiu a área e tocou para Julinho, que chutou forte ao gol. Na sequencia, a bola bateu na trave e na volta, Danúbio mandou para gol empatando a partida.

 

Destaque da partida, Danúbio empata o jogo para o Ypiranga.

 

2º TEMPO

 

Logo aos dois minutos, o Ypiranga mostrou o porque não perde para a Patativa em casa. O volante Dácio recebeu de fora da área e chutou, mas o goleiro Juninho defendeu. No rebote, o Dácio chutou novamente de esquerda, fazendo 2 a 1.

 

Dácio faz o gol da virada da Máquina.

 

Após a virada, o técnico Gaúcho resolveu colocar o atacante Bibi e a alteração foi fundamental para segurar a bola no ataque.

 

A Máquina ainda teve uma chance em uma cobrança de falta com Alex Sandro, mas o arqueiro Juninho (do Central) mandou para escanteio.

 

Restava a Patativa partir nos contra ataques, mas encontrava o goleiro do Hudson (do Ypiranga) bem colocado, principalmente nas bolas alçadas na área até o apito final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores