29
novembro

Circuito Rota do Mar Pro Surf 2015


Surfistas se enfrentam em busca de vagas nas semifinais do Rota do Mar Pro Surf

 

Alan Jones - foto de Rogério Vital

 

O segundo dia de competição no Circuito Rota do Mar Pro Surf 2015 foi bastante acirrado. Neste sábado (28), os atletas das categorias Open, Senior, Pro e Longboard enfrentaram muito sol e ondas fortes na Praia do Amor, na Pipa-RN, em busca da classificação para as semifinais. Com muitos participantes locais e de outros estados – vindos da Paraíba, Pernambuco, Ceará, Bahia e Alagoas –, a primeira fase teve início às 8h. Já no período da tarde, foi a vez da 2ª fase classificatória, que definiu os semifinalistas das categorias. O mar agitado no meio da tarde deixou a competição ainda mais emocionante.

 

A busca pelas vagas na semifinal teve início com os atletas da categoria Longboard. Com ondas um pouco maiores e vento mais forte que no início da tarde, os atletas encontraram boas condições para executar manobras como batidas e hang five. Os potiguares levaram a melhor: Jonas Santos, Leo Macedo, Raul Tavares, Alan Duarte e Gil da Pipa passarem para a semi. O pernambucano Reginaldo Nascimento também garantiu sua vaga.

 

Tom da Pipa - foto de Rogério Vital

 

Na disputa da segunda fase da Open, o destaque ficou por conta do potiguar Madson Costa, que cravou um 10 graças com uma manobra aérea perfeitamente executada. A única nota máxima até agora no campeonato o classificou para a semifinal da categoria, juntamente com o veterano Emanuel de Souza (RN). O cearense Isaías Silva e o potiguar Rafael Joaquim também passaram para a semi, assim como Paulo Henrique e John Max, também do RN.

 

Em seguida, os experientes surfistas da Senior caíram na água. Com ondas em série chegando a 1,20 metros, os atletas apostaram em manobras aéreas, batidas e rasgadas. Os potiguares Emanuel de Souza e Tom da Pipa mostraram porque são favoritos e arrancaram aplausos da torcida quando a classificação foi anunciada. Também passaram para a semifinal os atletas Phelipe Maia (CE), André Fagundes (RN), Junior Rocha (RN) e Diego Silva (RN).

 

Paulo Henrique - foto de Rogério Vital

 

A última e mais emocionante disputa do dia ficou por conta da segunda fase da Pro. O paraibano Elivelton Santos, que venceu a primeira etapa do circuito em abril, no Ceará, abriu a liderança logo nos primeiros minutos de bateria. Com manobras ousadas, o potiguar Israel Junior também conquistou espaço na semi. Os surfistas Rafael Joaquim e Alan Jones, ambos do RN, contaram com o apoio da torcida e seguem na competição. Rafael conseguiu cravar a segunda melhor nota do dia, um 8,75 com uma manobra aérea. A terceira bateria teve uma disputa ponto a ponto, mas a classificação ficou para os norte-riograndenses Paulo Henrique e Madson Costa. Os últimos dois classificados para a semi da Pro foram Marinho Lima (RN) e Deyvson Santos (RN).

 

Leo Macedo - foto de Rogério Vital

 

Da Pipa para o mundo

 

O atleta potiguar Danilo Costa, que faz parte da elite do surf brasileiro e correu o WCT por 13 anos, também participou do circuito na Pipa na categoria Pro. Ele, que atualmente ocupa o 2º lugar no ranking brasileiro da categoria Master, destacou a importância de eventos que incentivem os atletas locais. “A Pipa é um lugar especial para mim e é muito bom competir aqui. Temos muito potencial, tanto que somos um dos únicos estados brasileiros com atletas na elite do surf mundial. É preciso incentivar essa garotada. Para mim, mesmo com toda a experiência de circuitos mundiais, estar num campeonato como esse é incrível, pois podemos acompanhar a evolução dos nossos atletas”, explicou.

 

Grande final

 

A expectativa é grande para o último dia de provas. Neste domingo (29), a competição iniciará às 8h com a semifinal da Junior. Em seguida, haverá a 1ª fase da Grand Kahuna. Para as categorias Feminino, Longboard, Open, Senior e Pro haverá ainda a disputa das semifinais. A grande final acontecerá na seguinte ordem: Infantil, Iniciante, Mirim, Feminino, Senior, Junior, Longboard, Open, Grand Kahuna e Pro. Conhecidos os campeões, será a vez da cerimônia de premiação, na qual todos os finalistas ganham troféus e kits exclusivos da Rota do Mar. Os vencedores de cada categoria recebem ainda pranchas da Minnemann Surf.

 

Madson Costa - foto de Rogério Vital

 

Para a categoria Pro, o prêmio é de R$ 10 mil para os finalistas. E a pedido dos competidores, a premiação para o primeiro colocado geral do Circuito será em dinheiro: 3 mil reais, ao invés da passagem internacional para um trip de surf.

 

Confira os semifinalistas que se classificaram neste sábado:

 

Longboard

Romualdo Nascimento (PE)

Jonas Santos (RN)

Leo Macedo (RN)

Raul Tavares (RN)

Alan Duarte (RN)

Gil da Pipa (RN)

 

Open

Madson Costa (RN)

Emanuel de Souza (RN)

Isaías Silva (CE)

Rafael Joaquim (RN)

Paulo Henrique (RN)

John Max (RN)

 

Senior

Emanuel de Souza (RN)

Tom da Pipa (RN)

Phelipe Maia (CE) 

André Fagundes (RN)

Junior Rocha (RN) 

Diego Silva (RN) 

 

Pro 

Elivelton Santos (PB)

Israel Junior (RN)

Rafael Joaquim (RN)

Alan Jones (RN)

Paulo Henrique (RN)

Madson Costa (RN)

Marinho Lima (RN)

Deyvson Santos (RN)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores