08
outubro

TCE fiscaliza atraso na entrega de fardamentos na rede estadual


Há dois meses do fim do ano letivo, Governo entregou menos da metade das fardas escolares

.

O Tribunal de Contas, sob a relatoria da conselheira Teresa Duere, vai realizar uma auditoria especial para verificar a situação do atraso na entrega dos fardamentos aos alunos da rede estadual de ensino de Pernambuco.

A auditoria vai verificar algumas questões que, segundo a conselheira, precisam ser esclarecidas.

“Primeiro, por que não foi pago? Há um empenho, então, por que não foi pago. Se não foi pago, não tem o material. Se não tem o material, o que é que está chegando para as crianças agora? Que tipo de material é esse? Quantas foram distribuídas? Quem foi que forneceu?” afirmou a conselheira Teresa Duere sobre o assunto.

“Estamos em outubro, falando em alunos sem fardamento. Vamos ver se em 2020 não estaremos mais falando nisso, e dentro dessa auditoria também vamos verificar isso, as providências tomadas, para que as crianças possam chegar em março com as fardas e toda a dignidade de entrar na escola como elas merecem”, disse ela.

Secretário-executivo de Educação explica atraso na entrega de fardas em Pernambuco. Foto: Alyne Pinheiro

Segundo o secretário-executivo de Educação e Esportes, João Charamba, foram entregues 400 mil dos 989 mil uniformes comprados pelo estado. De acordo com ele, não há atraso no cronograma.

“A homologação se deu em 23 de maio. A partir disso, há várias fases do rito processual. Só tivemos a assinatura dos contratos no mês de julho. As ordens de fornecimento foram dadas entre 10 e 18 de agosto e o prazo de entrega é de 60 dias, então a gente não tem nenhuma empresa atrasada”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores