09
outubro

Portões fechados


Hospital Municipal passa mais de três horas fechado por ausência de servidores

 

Portões fechados (Fotos: Elivaldo Araújo)

 

O Hospital Municipal Raimundo Francelino Aragão, em Santa Cruz do Capibaribe, passou mais de três horas fechado, na noite desta segunda-feira (08), por causa de servidores que não foram trabalhar, segundo informações da direção da unidade.

 

A equipe do Blog do Ney Lima esteve no local, e presenciou o momento em que uma mulher chegou ao hospital passando mal e não foi atendida.

 

Um médico, identificado por Dr. Silvano, que passava pelo local se prontificou a fazer o atendimento, mas a direção do Hospital não permitiu a entrada alegando que o médico não fazia parte do quadro de funcionários.

 

Multas pessoas se aglomeraram se entender o que estava acontecendo

 

A diretora do Hospital, Ana Ramos, informou ao Blog que a situação ocorreu porque maqueiros, porteiros e seguranças não foram trabalhar.

 

Os médicos então decidiram fechar o plantão por falta de condições de trabalho.

 

A situação foi controlada por volta das 22 horas quando foram destacados guardas municipais e bombeiros civis para preencher o lugar dos servidores faltosos.

 

Situação controlada por volta das 22 horas

 

3 Comentários

  1. Aline disse:

    Lamentável, a falta de compromisso e respeito por parte desses “profissionais”.

  2. veronica disse:

    inacreditável

  3. alessandra disse:

    inacreditavel como o hospitalde santa cruz e vergonhoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores