13
abril

Morto com suspeita de H1N1 é de Santa Cruz do Capibaribe


10708708
Foto: Divulgação

O primeiro caso de morte suspeita de H1N1 é de um caminhoneiro que residia em Santa Cruz do Capibaribe. André Rari tinha 38 anos e residia no Bairro Novo, faleceu na última segunda-feira (11) e foi sepultado na tarde desta terça-feira (12).

De acordo com familiares, André estava internado há duas semanas no Hospital Santa Efigênia em Caruaru.

A unidade hospitalar confirmou a suspeita, mas disse que apenas a Secretaria Estadual de Saúde (SES) pode confirmar se a morte foi provocada pela gripe.

.

André Rari

Caso está sob investigação

Um parente da vítima participou por telefone do Programa Cidade Notícia, veiculado pela Rádio Polo FM, na manhã desta quarta-feira (13), e falou sobre as suspeitas dos médicos. Ele afirmou ainda que outras duas pessoas residentes em Santa Cruz estão internadas no mesmo hospital com sintomas semelhantes a doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Anteriores