30
novembro

Resumório – Por Professor Tenório


RESUMÓRIO

 

Professor Tenório OKPROTESTO BICOLOR – Terça-feira da semana passada, Taboquinhas protestaram contra a violência na Câmara de Vereadores, além de outros lugares. Na reunião de quinta, foi a vez dos Bocas Pretas realizarem um protesto na Câmara, inclusive fazendo uso da palavra na tribuna, assim como os manifestantes vermelhos. Existia a expectativa de que na reunião de ontem houvesse um protesto da terceira via, mas o projeto de uma terceira via, definitivamente, deixou a desejar em 2016 até na luta por mais segurança.

E AGORA JOSÉ? – Pouco tempo depois de ter seu nome excluído da lista dos “ficha sujas” pelo TCE-PE, José Augusto Maia é condenado à prisão, em primeira instância, no julgamento do escândalo da merenda. Nada que um bom jurista com mestrado em Lisboa não possa resolver. Um líder com bens bloqueados e outro condenado à prisão. De acordo com muita gente, juízes e ministério público estão equivocados.

EM CASA – Zé Augusto é o único envolvido no escândalo da merenda que cumpriria pena na unidade prisional da cidade. Com isso, o presídio de Santa Cruz pode ganhar o seu inquilino mais ilustre. Muita cantoria para animar o ambiente já é esperada. Questionamento sobre as roupas azuis dos prestadores de serviço não será admitido. Decoração vermelha para recepcioná-lo, pode. Brincadeiras à parte, esperamos que tudo seja esclarecido.

OUTROS TEMPOS – E agora um conselho para os nossos políticos e para quem pretende ingressar na carreira, não deixem de fazer um curso superior, nunca se sabe quando se precisará de uma cela especial. Os tempos são outros e hoje tem a facilidade de se fazer um curso EAD.

POLÍTICO BOM É POLÍTICO SOLTO – Adeptos da frase “Bandido bom é bandido morto” não gostam muito quando se aprofunda a discussão. Desejar a morte de ladrão de celular em rede social e ainda encontrar inúmeros simpatizantes da ideia é fácil, mas quando se colocam os políticos no meio, a frase perde força. Aos menores infratores, a morte é o caminho. Aos políticos infratores, a prisão é um equívoco dos magistrados. Cada cabeça é um mundo e, ao que parece, uma sentença.

DIRETO DA NET – Em clima de Black Friday, hospitais públicos oferecem apenas metade dos leitos; Áudio de Calero com Temer já é mais esperado do que a volta de Jesus; Namore alguém que fale de você como Noblat fala de Temer.

DA NET PARA SANTA CRUZ – Em clima de Black Friday, nem metade dos servidores receberam seus salários em dia; Prisão de Zé Augusto já é mais esperada que a volta de Jesus por muitos bocas pretas apaixonados; Namore alguém que fale de você como Ralph Lagos fala de Diogo Moraes e como Ildo Teixeira fala de Edson Vieira. 

AUSÊNCIAS – A última reunião da Câmara contou com a presença de apenas onze dos dezessete vereadores e apenas oito fizeram uso da tribuna. Por que será que tantos vereadores têm abdicado do uso da tribuna e deixado de ir às reuniões? Poderiam não se importar com os descontos nos salários, que por sinal nunca aconteceram e abrir mão de alguns benefícios também.

POLITICAMENTE INCORRETO – Após declarações do vereador do povão terem repercutido negativamente nas redes sociais, ele promete revelar no programa de rádio no sábado uma história de um político que bateu em uma namorada numa vaquejada. Se o vereador não esclarecer essas insinuações, tudo não passará de uma estratégia para aumentar a audiência do programa. A gente queria ver ações para combater a insegurança e a falta d´água, mas parece que vamos ter que acompanhar jogo de acusações e mais picuinhas políticas, atitudes politicamente bem incorretas.

MALA DE SEGUNDA – Na mala de segunda, uma das mais promissoras da cidade, muitos integrantes não acreditam que alguém tenha coragem de falar publicamente sobre essa história da vaquejada. Nessa mala, não se “elisa” ninguém. Batem pesado em todos. Bater, no sentido de combater ideias e posturas, pra que fique claro. Pancada mesmo só antes da mala, no racha.

DUVIDO – Pra finalizar, duvideodó que José Augusto Puro Sangue Maia seja preso e vá morar perto do Moda Center e duvideodó que Carlinhos da Cohab tenha coragem de detalhar uma história de suposta agressão de um político a uma namorada numa vaquejada.

 

“Não me queiram mal. Apenas pensem nisso, enquanto lhes digo que fica o dito para ser rido.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores