12
fevereiro

Resumório – A Coluna do Professor Tenório


RESUMÓRIO

 

SANTA CRUZ MELHOR DO QUE TORITAMA – Toritama vem conseguindo se destacar nos últimos tempos, arrancando muitos elogios do pessoal aqui de Santa Cruz, elogios e ciúmes também. Não se pode negar o desempenho de encher os olhos, mas é preciso reconhecer que por aqui também tem muito trabalho e dedicação. São realidades diferentes, contextos e estilos distintos, mas podemos dizer que Santa Cruz do Capibaribe é melhor do que Toritama, pelo menos no quesito futebol Master Society. No último sábado (8), a equipe Pinocão de Santa Cruz venceu na final a Vithara Jeans de Toritama  por 3 a 2 de virada. Parabéns aos campeões! Quanto à política, deixo a avaliação de quem é melhor por conta de vocês leitores. Lembrando que tanto na política como no futebol, nem sempre o favorito vence e as viradas volta e meia acontecem para alegria de eleitores e torcedores. 

CIDADE VIVA – E finalmente a Palestina será contemplada com o projeto Cidade Viva, que terá seu visual totalmente modificado com muitas cores. O projeto contará com a participação e total apoio de uma especialista que se destacou no passado com uma pintura… de meio fio.

REUNIÕES SECRETAS – Tão mentirosas quanto um saci com duas pernas são as reuniões ditas secretas para se tratar de política em Santa Cruz do Capibaribe. As informações chegam tão rápido, que corre o risco do povo ficar sabendo mais dos assuntos tratados do que algum participante da reunião que tenha se distraído.

O  PRAZO – Comenta-se que o assediadíssimo vereador Helinho Aragão teria participado de uma reunião com Fernando Aragão e decidiu se posicionar “outra vez” no final de março. O prazo pode ter sido inspirado no chá de cadeira que o deputado Diogo Moraes deu em Galego de Mourinha, fazendo-o esperar de 11h30min até 17h25min para uma conversa no Recife, conversa que acabou não acontecendo.

PESQUISAS – E tem mais pesquisa eleitoral na cidade do que açaiteria, farmácia e barbearia. Tem de todo tipo, a gosto do freguês. Registrada sem divulgação, interna de um grupo, interna de outro e interna de grupo nenhum. Daqui uns dias você vai num mercadinho e pede um quilo de feijão e o resultado da pesquisa da semana. A pesquisa eleitoral tem o poder de despertar os sentimentos mais diversos, como por exemplo, animação, alegria, tristeza, decepção raiva e incredulidade. E mesmo quem não acredita tem vontade de ver.

DANÇA DAS CADEIRAS – É tanta gente mudando de grupo político que vejo a hora algum projeto esvaziar. Uma coisa é certa, assim como na brincadeira da dança das cadeiras, alguém vai sobrar e ficar em pé. Já são em média seis pré-candidaturas para majoritária e incalculáveis para proporcional. Só não entendo por que com tanta gente querendo o bem de Santa Cruz a cidade ainda está como está, tão carente de tudo.

EM DOBRO – As coisas boas da vida deveriam ser sempre em dobro. Dois salários no fim do mês, duas férias, dois Carnavais, dois São Joões e dois Natais. Não sei por que as pessoas implicam tanto com quem entrega ambulâncias e tratores em dose dupla.

EMENDAS – Aquela historinha que os prefeitos vão a Brasília com um pires na mão está caindo por terra. Toda vez que vão lá voltam com não sei quantos milhões na bagagem. Emendas de aliados não se perde uma, de adversários, volta e meia uma se perde no caminho.

.

“Não me queiram mal. Apenas pensem nisso, enquanto lhes digo que fica o dito para ser rido.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 





 

error: Copiando nosso texto?