16
fevereiro

As Curtinhas do Romenyck Stiffen


Fonte confiável

 

Fonte confiável: Mesmo quando o Deputado Estadual Diogo Moraes lançou sua pré-candidatura a prefeito no dia 29/12/2019, em um grupo de WhatsApp, afirmei que iria respeitar a pré-candidatura, assim como todas as outras, mas cravava naquele momento que a mesma não iria se concretizar. Isso graças a uma fonte que temos em Recife, uma pomba branca (símbolo do PSB), de grande influência, que nos deixou muito bem informada durante todo o tempo.

Confirmado: Na última sexta-feira, 14/02, o Deputado se reuniu com aliados e decidiram que iriam lançar o nome do vereador Helinho Aragão para fazer frente ao de Fernando Aragão (PP) nessa pré-campanha, decisão essa anunciada pelo deputado ao próprio Fernando no último sábado, 15/02. O curioso é que em ambas as reuniões citadas o vereador Helinho não esteve presente.

O coringa: Nas curtinhas da semana passada trouxemos dois tópicos com os seguintes títulos “O Coringa Taboquinha” e “Aceitação/exigências”, naquele momento estavamos falando justamente do vereador Helinho Aragão.

Reafirmação: Continuamos afirmando que Helinho será usado como uma espécie de coringa para ala liderado pelo deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e José Augusto Maia e como no jogo de baralho essa carta que não possui alguma numeração, poderá ser representativa do zero ou até mesmo de qualquer outra carta. As informações dão conta que Helinho fez suas exigências, como falamos semana passada, entre elas a de algumas fortes garantias do PSB, o que não teve até o momento, só assim irá se filiar ao PSB no final da janela em abril.

Nova previsão: Assim como afirmamos que a pré-candidatura de Diogo não se concretizaria, nossa fonte (a mesma acima citada) nos afirmou que existe uma grande possibilidade de o PSB não ter candidato a prefeito em Santa Cruz, não cravou como quando afirmou com a pré-candidatura de Diogo, mas nos apontou por vários motivos tal possibilidade.

Respeito: Assim como respeitamos a pré-candidatura meteórica do deputado Diogo Moraes, iremos respeitar quem se lançar pré-candidato a prefeito pelo PSB, contudo irei dá mais um voto de confiança, merecidamente, a referida fonte. Deixando claro que não havendo uma pré-candidatura do PSB, a mesma não significaria nem de longe ser sinônimas de uma “união do grupo Taboquinha”, as feridas foram muito expostas e o racha tá claro.

Longe: Muita água ainda vai rolar por baixo dessa ponte e se engana quem achar que a situação taboquinha será resolvida no dia 4 de abril.  Assim como nas últimas eleições, o trauma será maior do que muitos pensam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?