24
abril

CDL Santa Cruz divulga recomendações para lojistas que estão autorizados a funcionar

Com base nos decretos em vigor e nos protocolos de saúde para segurança de clientes, colaboradores e população em geral, a CDL Santa Cruz do Capibaribe divulgou algumas recomendações que devem ser seguidas pelos estabelecimentos que estão autorizados a funcionar, confira abaixo:

  • As lojas devem orientar e preparar as equipes mostrando a importância de cumprir as regras de saúde para segurança de todos;
  • As lojas devem disponibilizar máscara e álcool em gel para todos os seus colaboradores;
  • As lojas devem permitir apenas a entrada e permanência no estabelecimento de pessoas usando máscara. Recomendamos que as lojas disponibilizem máscaras também para clientes que eventualmente cheguem ao estabelecimento sem essa peça fundamental para saúde pública;
  • As lojas devem disponibilizar álcool em gel para higienização dos clientes já na entrada do estabelecimento. Também deve ser disponibilizado álcool em gel em pontos estratégicos e de maior fluxo como balcões, mesas e caixas. As lojas devem ainda disponibilizar local com água corrente (pia com torneira) e sabão para higienização das mãos de todas as pessoas.
  • Após cada uso, as lojas devem higienizar todas as estruturas envolvidas no atendimento do cliente, tais como: balcões, cadeiras, mesas, caixas, máquinas de cartão de crédito e todo e qualquer equipamento utilizado no atendimento; inclusive produtos que forem tocados e que possam ser higienizados, como por exemplo peças de tecidos revestidas com saco plástico;
  • As lojas devem fazer valer o distanciamento de 1,5m no atendimento, bem como organizar o fluxo de pessoal nos espaços de atendimento para evitar aglomeração;
  • As loja devem liberar os colaboradores acima de 60 anos para ficar em casa;
  • As lojas devem liberar para ficar em casa os colaboradores com doenças como diabetes, hipertensão e outras que possam ser um fator agravante com a Covid-19;
  • Mesmos abertas e liberadas para funcionar, as lojas devem incentivar o atendimento via WhatsApp com entrega;
  • A cada duas horas de funcionamento, o piso da área de atendimento das lojas deverá ser higienizado com uma solução de água e água sanitária.

15
abril

MPPE recomenda que prefeitura de Santa Cruz divulgue ações realizadas com os recursos para o combate ao coronavírus

Para conter a proliferação do COVID-19 (novo coronavírus) que atualmente assola o país, o ministério da saúde estabeleceu recurso do bloco de custeio das ações e dos serviços públicos de saúde no montante de R$ 3.944.360.944,06 (três bilhões, novecentos e quarenta e quatro milhões, trezentos e sessenta mil, novecentos e quarenta e quatro reais e seis centavos), para ser disponibilizado aos estados, Distrito Federal e municípios.

Do montante, a cidade de Santa Cruz do Capibaribe receberá R$ 663.395,13 (seiscentos e sessenta e três mil trezentos e noventa e cinco reais e treze centavos), os quais se destinam obrigatoriamente ao custeio das ações e serviços relacionados à atenção primária à saúde e à assistência ambulatorial e hospitalar decorrente do Coronavírus.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a recomenda a prefeitura de Santa Cruz, que aperfeiçoe o portal da transparência no sentido de, ‘zelar pela correta e eficiente utilização dos recursos recebidos dos governos federal e estadual, bem como de outras receitas para o enfrentamento à pandemia do COVID-19 e suas decorrências’.

‘Inserir no portal da transparência, espaço específico para lançamento de informações, ações, documentos oficiais, valores recebidos e dispêndios no enfrentamento à pandemia do Coronavírus’.

A recomendação ainda solicita que a prefeitura publique no portal, ‘um espaço específico para receitas e despesas destinadas ao enfrentamento ao coronavírus e suas decorrências; e que as informações sejam divulgadas de maneira detalhada, clara e acessível’.

O MPPE destaca que o descumprimento da recomendação ‘implicará em ato de improbidade administrativa e infração penal’.

14
abril

Mudanças na rede municipal de saúde são apresentadas pela Prefeitura de Santa Cruz

Fotos: Alex Lima.

Em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (14), a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe apresentou o Plano Municipal de Contingência COVID-19, com a participação do Prefeito Edson Vieira (PSDB), a Secretária de Saúde do Município Pollyane Siqueira e a Diretora de Vigilância em Saúde Nara Saraiva.

De acordo com a Diretora de Vigilância em Saúde, o primeiro caso positivo de coronavírus em Santa Cruz que trata-se de um caso comunitário, em que a paciente não tem histórico de viagens. Após a confirmação do primeiro caso positivo de coronavírus em Santa Cruz, o comitê apresentou novas medidas que serão adotadas na cidade.

A partir desta quinta-feira (16), a UPA 24 horas de Santa Cruz será destinada exclusivamente para atendimentos de síndrome gripal e casos de COVID-19, os atendimentos de urgência e emergência passarão a ser realizados no Hospital Municipal Raimundo Francelino Aragão.

De acordo com o prefeito, o Hospital de Campanha será entregue na próxima semana e será destinada para pacientes que passarem pela UPA com a confirmação do novo coronavírus e necessitarem do internamento, além de pacientes direcionados da unidade hospitalar em Caruaru, que realizarão o final do tratamento no Hospital de Campanha.

Além das mudanças de atendimento, a Prefeitura anunciou a criação de um canal de teleatendimento para apoio psicológico para profissionais da saúde e população em geral, que estará disponível nos próximos dias.

Confira a coletiva completa no vídeo abaixo:

11
abril

Governo Federal libera R$ 114 mil para Toritama no combate ao coronavírus

 

 

O Ministério da Saúde anunciou na última quinta-feira (09) a liberação de recursos extras para municípios pernambucanos. Os valores são adicionais aos valores que o município já recebe para custeio de ações e serviços relacionados à saúde.

O suporte financeiro de recursos da União deverá ser destinado a compra de insumos, medicamentos, equipamentos e custeio de pessoal no combate ao Covid-19.

Toritama receberá R$ 114.826,71. A cidade já tem um caso do novo coronavírus confirmado e está com um hospital de campanha montado. O prefeito Edilson Tavares ainda não divulgou informações sobre a aplicação do recurso extra.

 

11
abril

Santa Cruz recebe R$ 663 mil do Governo Federal para combater o coronavírus

 

 

O Ministério da Saúde anunciou na última quinta-feira (09) a liberação de recursos extras para municípios pernambucanos. Os valores são adicionais aos valores que o município já recebe para custeio de ações e serviços relacionados à saúde.

 

O suporte financeiro de recursos da União deverá ser destinado a compra de insumos, medicamentos, equipamentos e custeio de pessoal no combate ao Covid-19.

 

Santa Cruz do Capibaribe receberá R$ 663.395,12. A Prefeitura ainda não anunciou de que forma investirá os recursos. A cidade já opera a montagem de um hospital de campanha e tem um caso do novo coronavírus confirmado.

11
abril

“Não é motivo para pânico, não temos relatos de transmissão comunitária do coronavírus em Toritama”, destacou Edilson Tavares

Em coletiva de imprensa na manhã deste sábado (11), o Prefeito de Toritama, Edilson Tavares (MDB), juntamente com representantes da Secretaria de Saúde do município, afirmou que a mulher que foi testada positivo para o COVID-19, provavelmente foi contaminada pela doença fora do município de Toritama, mas que a família e as pessoas que ela teve contato serão monitoradas.

Após a divulgação do caso confirmado do coronavírus da mulher residente em Toritama, circulou nas redes sociais um vídeo gravado pela mesma afirmando que está bem, o fato que chama atenção é que a mulher segura o seu filho no braço sem nenhuma proteção.

“Se a mãe precisa e deve continuar amamentando e é importante o contato pele a pele e tudo aquilo que já aprendemos em relação a amamentação, como fazer nesse caso? A questão de higiene ela permanece, então a mãe precisa ter todo cuidado com a questão respiratória, usar máscara, evitar beijar a criança, a questão de higienizar as mãos, na hora da amamentação também fazer a higienização dos seios.(…) Deveria ter sido dado as instruções a mãe para ela não ficar conversando com o bebê, por que no momento que a gente conversa a saliva vai estar ali no rosto do bebê, então é importante ter a máscara, não vai colocar a máscara no bebê obviamente, não é recomendado crianças menores de 2 anos usarem, com risco de sufocamento, quem tem que usar é o adulto, nós vamos dar essas instruções para que a criança fique em segurança,” destacou o Prefeito.

Edilson afirmou que a família da mulher está sendo acompanhada e que será  entregue materiais de proteção ao vírus para essas pessoas, como máscaras e álcool em gel, além de disponibilizar cestas básicas para que a família fique isolada, evitando uma possível proliferação do vírus. O prefeito destacou que não há motivo para pânico, já que não há relatos de transmissão comunitária em Toritama.

“A paciente está sendo monitorada, vai ser feito um rastreamento de todas as pessoas que ela teve contato. (…) A gente aproveita aqui a nossa oportunidade para fazer um apelo, pois hoje a única arma que nós temos, a arma realmente eficaz, para minimizar essa infestação desse vírus seria o isolamento comunitário,” completou o Secretário de Saúde do município.

09
abril

Criança santa-cruzense morre no Recife e laudo aponta causa da morte como insuficiência respiratória aguda

Família registrou B.O contra dois médicos da AME Infantil de Santa Cruz

Foto: Reprodução / Maria Eduarda Oliveira

Uma criança faleceu na capital pernambucana após ser transferida da AME de Santa Cruz para o Hospital da Restauração, no Recife. A criança foi identificada como Maria Eduarda Oliveira, 2 anos, e de acordo com o laudo do hospital da capital, a causa da morte seria insuficiência respiratória aguda.

De acordo com informações da família da criança, a menina teria dado entrada na AME infantil com uma dor no abdômen durante a madrugada da quarta-feira (08) e foi liberada durante a manhã e, segundo os próprios familiares, após tomar a medicação passada pelo médico da unidade, o coração da criança começou a acelerar e a mesma ficou cansada, sendo transferida para a capital após dar entrada novamente na AME. A menina faleceu horas após a entrada no hospital.

A família prestou um boletim de ocorrência na Delegacia de Santa Cruz contra dois médicos da AME do município, alegando que a criança passou mal após a medicação passada pelos mesmos.

Segundo familiares, o caixão foi transferido do Recife para Santa Cruz lacrado e espera a autorização da Secretaria de Saúde do município para enterrar o corpo. O procedimento e o laudo foram realizados pela Secretaria de Saúde do Recife e até o momento não foi repassado para a Secretaria de Santa Cruz, porém o setor de epidemiologia já tomou conhecimento sobre o caso.

O Blog entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Santa Cruz que afirmou que está averiguando o caso.

07
abril

MPPE faz recomendações para supermercados, padarias e estabelecimentos de produtos alimentícios

Para evitar a disseminação da COVID-19 (novo coronavírus), no estado de Pernambuco, o Ministério Público do Estado (MPPE) estabeleceu algumas recomendações para supermercados e padarias, para que cumpram rigorosamente todas as normas sanitárias de controle de qualidade e segurança dos alimentos.

Segundo o MPPE, os estabelecimentos terão que providenciar a colocação de um tapete sanitário na entrada do estabelecimento com sanitizantes (desinfetantes) e com a troca ou reposição dos produtos a cada 2 horas. Disponibilizar a presença de álcool gel 70% na porta de entrada dos estabelecimentos, assegurando que os consumidores ao adentrarem nas áreas internas estejam com as mãos devidamente higienizadas.

Que os balcões dos caixas sejam continuamente higienizados por profissionais devidamente capacitados e protegidos por equipamentos de proteção individual, dentre eles máscaras de proteção e luvas descartáveis; que funcionários se mantenham afastados no mínimo 2 metros do cliente na hora do atendimento; e que haja a higienização contínua das maquinetas de cartões de crédito, antes e depois de sua utilização..

Disponibilizar em cada corredor dos estabelecimentos e no local de seleção de produtos hortifrutigranjeiros recipientes de álcool gel 70%, permitindo que os consumidores higienizem as mãos a qualquer momento.

O MPPE ainda recomenda que a área de preparação dos alimentos deve ser higienizada quantas vezes forem necessárias e imediatamente após o término do trabalho; colocação de sabonete líquido, álcool gel e papel toalha nas áreas de fatiamento de frios.

O MPPE solicita ao PROCON-PE que fiscalizem de forma presencial o cumprimento da recomendação por parte dos supermercados, padarias e outros estabelecimentos de produtos alimentícios, e que encaminhe relatório no prazo de dez dias.

Confira no link abaixo todas as recomendações:

RECOMENDAÇÃO

03
abril

Segundo Nanau, hospital de campanha será montado a partir da próxima semana em Santa Cruz

Em participação ao Programa Independente na noite desta sexta-feira (03), Dr Nanau afirmou que hospital de campanha começará a ser montado a partir da próxima semana em Santa Cruz do Capibaribe. Esta sexta é o último dia de Dr Nanau a frente da Secretaria de Saúde do Município, por questões do calendário eleitoral deste ano.

“Eu já recebi um e-mail, que cidades acima de 100 mil habitantes, e ai pega Santa Cruz do Capibaribe por que nós já temos 107 mil habitantes, acima de 100 mil habitantes já tem que ir se organizando e montando um hospital de campanha. Já se preparando porque a gente já sabe que provavelmente chegará aqui e da maneira que vai chegar é que a gente não sabe”, afirmou.

Segundo Nanau, o hospital de campanha do município será montado na escola municipal Maria Socorro Florêncio Aragão, no bairro Polis Pacas.

“Nós já estamos com o plano de próxima semana, estou deixando hoje a secretaria, mas já ficou tudo planejado com a pessoa que vai me substituir, já sentou comigo e com o prefeito, próxima semana a gente já está começando a montar o Hospital de Campanha,” destacou.

Dr Nanau afirmou que a Prefeitura de Santa Cruz já está adquirindo equipamentos para a montagem do hospital de campanha.

“Já fizemos aquisições de equipamentos, estamos recebendo as camas, estamos recebendo monitores, todo o equipamento hospitalar. Hoje de manhã já teve reunião com a White Martins a respeito do oxigênio. Então estamos organizando tudo e a partir da próxima semana a gente já ta montando o hospital de campanha que será lá na escola”, completou.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?