20
novembro

Combate as arboviroses é intensificado em Santa Cruz do Capibaribe 

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, através do Departamento de Vigilância Sanitária e da Secretaria de Saúde promove em novembro e dezembro de 2017, diversas ações para reforçar e aprimorar estratégias de combate às arboviroses em todos os bairros da cidade.

Com o objetivo de sensibilizar e manter em alerta a população contra o mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika, a Secretaria de Saúde reunirá atividades que vão da limpeza de terrenos e coletas de lixo até a aplicação de larvicidas, tratamento focal, fumacê e visitas de casa em casa. Todas essas serão realizadas juntamente com a participação efetiva dos agentes de saúde e de endemias.

Nesse sentido, a Secretaria de Saúde trabalha lado a lado com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e a de Governo e Desenvolvimento Social no intuito de intensificar as ações em combate ao mosquito limpando os rios e os focos mais abertos da cidade, e na realização de palestras nas Unidades Básicas de Saúde. Porém, é importante frisar que, de acordo com o Ministério da Saúde, 80% dos focos são encontrados dentro das residências, demonstrando que o papel mais importante nessa ação é o da sociedade.

A Secretaria de Educação vai fazer um trabalho pedagógico a partir da participação ativa dos alunos do sexto e sétimo ano que, treinados pelo projeto “Todos contra o Aedes Aegypti” e, juntamente com os agentes de endemias, irão de casa em casa conscientizar a população sobre as arboviroses com suas produções prévias de panfletos e murais explicativos.

Essas abordagens acontecerão entres os dias 20 e 24 de novembro e serão realizadas nos bairros: Santa Tereza, pela Escola Sevy Ferreira Barros; Centro, pela Escola Municipal Professora Ivone Gonçalves de Araújo; e Rio Verde, pela Escola Municipal Professor Antônio Gomes.

Calendário das atividades nas casas e respectivos bairros:

08, 09, 10 e 13 de novembro – São Miguel, Nova Morada, Cohab e Bela Vista

14,16 de novembro – Nova Santa Cruz

17, 20 de novembro – Santa Tereza, Cruz Alta e Rio Verde

21, 22, 23 e 24 de novembro – Centro, São Cristóvão e Bairro Novo

27, 28 de novembro – Dona Lica e Dona Dom

19, 30 de novembro e 01 de dezembro – Neco Aragão, Armando Aleixo, Nossa Senhora da Conceição, Jaçanã e Acauã

04 e 05 de dezembro – Santo Agostinho e Pedra Branca

06, 07 e 08 de dezembro – São Jorge, Palestina e Malaquias

.

Informações da assessoria.

16
novembro

Secretários de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social e Urbano se reúnem com a Compesa em Santa Cruz

Com o intuito de garantir que os serviços essenciais não sejam prejudicados devido à escassez de água em Santa Cruz do Capibaribe, secretários municipais estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (16) com os responsáveis pelo serviço de abastecimento de água da Compesa.

No encontro, participaram a secretária de Governo e Desenvolvimento Social Alessandra Vieira, o secretário de Saúde, Breno Feitoza, o secretário de Educação, Joselito Pedro, e o secretário de Desenvolvimento Urbano, Gilson Julião, e o chefe do gabinete do prefeito, Gilberto Silva. O gerente regional da Compesa, Bruno Adelino e o coordenador regional, Filipe Pinto, esclareceram alguns pontos sobre a atuação do órgão.

Na reunião ficou decidido que na próxima semana, todas as repartições públicas irão ter o calendário de abastecimento ajustados, evitando que alguns locais possam ser prejudicados com a falta de água.

O secretário de Saúde, Breno Feitoza, comentou sobre a preocupação para que as unidades de saúde não enfrentem qualquer tipo de problema relacionado ao tema, assim como os demais secretários presentes.

“Estamos aqui na Compesa, discutindo um problema que é de interesse de todos, principalmente nós que lidamos diariamente com os serviços de saúde pública. Não podemos deixar que a falta de água prejudique os nossos atendimentos. Essa reunião nos deu a garantia de que os serviços serão executados sem qualquer dano”, pontuou. 

A Compesa afirmou que irá buscar formas para que o abastecimento de água possa ser mantido regularmente nas repartições.

;

Informações da assessoria.

12
novembro

Secretaria de Saúde e Projeto ‘Amigo do Peito’ realizam ações do Outubro Rosa em Santa Cruz

Na manhã deste sábado (11) a campanha em alusão ao ‘Outubro Rosa’ continuou a percorrer os bairros de Santa Cruz do Capibaribe. A avenida 29 de Dezembro foi o local da realização dos exames de mamografia e ultrassonografia neste final de semana.

Foram disponibilizadas pela Secretaria de Saúde mais de 320 exames de mamografia direcionada a mulheres com idade de 50 a 59 anos de idade. Os exames são realizados em uma Unidade Móvel de Mamografia Digital, que faz parte do Projeto Amigo do Peito, onde contém equipamentos modernos que permitem a precisão e rapidez nos procedimentos.

O prefeito Edson Vieira, o vice-prefeito Dida de Nan e o secretário de Saúde, Breno Feitoza, estiveram visitando o local que recebeu a Unidade Móvel, e presenciaram os atendimentos da população. “Muito feliz pela ação que vem sendo desempenhada aqui, vamos ampliar até neste doingo através de uma interferência da gestão e da ajuda do CONIAPE. Todos nós sabemos da dificuldade que as mulheres enfrentam para conseguir esses exames pelo SUS”, disse o prefeito.

O secretário de Saúde, Breno Feitoza, também comentou e revelou que no próximo ano, o projeto Amigo do Peito, será de forma mais constante no município. “Estamos finalizando o ciclo de eventos do Outubro Rosa, onde focamos nas palestras, nas orientações em escolas e realizando a triagem de paciente com o perfil para o exame. A Secretaria de Saúde já trabalha com o objetivo de tornar esse momento mais constante, através de uma parceria com um cronograma fixo para atender a todos os bairros para o próximo ano”, elencou.

Ao todo, estão sendo ofertadas 320 mamografias e 80 ultrassonografias que estão sendo realizadas desde o dia 8, estendendo-se para os dias 9, 10 e 11. Neste domingo (12) o veículo permanece no local, mas só para atendimentos que já foram agendados no sábado (11).

08
novembro

Em Santa Cruz – Câmara de Vereadores será local de iniciativa sobre prevenção e conscientização sobre o diabetes

Aferição de pressão será uma das atividades que serão ofertadas – Foto: Arquivo

Em 17 de novembro (uma sexta-feira) será realizado, na Câmara de Vereadores de Santa Cruz, a quinta edição do projeto “Dia do Azul – Dia Municipal de Combate ao Diabetes”.

O projeto tem como foco a prevenção da doença, que é silenciosa e atinge milhares de pessoas no país. Sem políticas de prevenção, conscientização, o diabetes pode desencadear o surgimento de outras diversas doenças, que juntas podem até mesmo causar a morte.

De acordo com as informações, no dia do evento serão realizados testes de glicemia, aferição de pressão, vacinação e emissão e cartão do SUS (Sistema Único de Saúde), além de palestras com profissionais da área da saúde (nutricionista, cardiologista, biomédica, psicóloga e também de um educador físico).

O vereador Ronaldo Pacas, autor do projeto, falou sobre a importância da iniciativa:

“Sabemos que o diabetes é uma doença silenciosa, perigosa, porém é preciso destacar que ela é de fácil convivência, desde que se descubra a tempo. Do contrário, sérios problemas podem acontecer com a saúde da pessoa que insiste em não querer saber que tem diabetes. Esse projeto é de suma importância, pois nos viabiliza de prestar esse serviço à população” – disse.

O projeto “Dia do Azul – Dia Municipal de Combate ao Diabetes” acontece a partir das 8h, sendo aberto a participação popular.

29
outubro

Secretaria de Saúde realizará 320 exames da campanha ‘Outubro Rosa’ em Santa Cruz do Capibaribe

 

Visando a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama, bem como dando continuidade as ações da campanha ‘Outubro Rosa’, a Secretaria de Saúde de Santa Cruz do Capibaribe conseguiu, através de convênio da Prefeitura Municipal com o Projeto ‘Amigo do Peito’, a realização de mamografias e ultrassonografias gratuitas.

Ao todo, serão ofertadas 320 mamografias e 80 ultrassonografias que serão realizadas nos dias 8, 9, 10 e 11 de novembro, em uma Unidade Móvel de Mamografia Digital que faz parte das ações do Projeto Amigo do Peito. O veículo conta com equipamentos modernos que permitem a precisão e rapidez nos procedimentos.

Para realizar mamografias, mulheres acima de 50 anos devem procurar um dos locais da campanha, já as ultrassonografias serão realizadas mediante indicação, após feito os procedimentos nos Postos de Saúde do município.

No dia 8, a Unidade Móvel estará iniciando a campanha na Policlínica Walter Aragão, onde serão realizadas 80 mamografias e 80 ultrassonografias a partir das 9h. Dia 9, o veículo se deslocará até o PSF do bairro Santo Agostinho no mesmo horário. No dia 10, o PSF do bairro Cohab será contemplado. Já no dia 11, as ações ocorrerão em frente à Igreja de São Cristovão, na Avenida 29 de Dezembro.

O secretário de Saúde, Breno Feitoza, comentou a união do poder executivo municipal com o Projeto Amigos do Peito, e ressaltou a importância da participação popular.

“Essas ações fazem parte da campanha do Outubro Rosa, onde estão sendo feitas palestras, exames e encaminhamentos e tirando as dúvidas da população. E como continuidade da campanha, estamos realizando os exames também em novembro. Tudo isso sendo executado pela Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe e o Projeto Amigos do Peito”, comemorou.

Documentação – Os interessados devem procurar os serviços de mamografias e ultrassonografias com a solicitação do exame, CPF e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), em qualquer uma das datas prevista na campanha.

 

Informações da assessoria

16
outubro

Projeto “Todos Contra o Aedes Aegypti” chega a Santa Cruz do Capibaribe com apoio das secretarias de Saúde e Educação

Com o objetivo de qualificar os professores a partir da conscientização e melhor formação dos alunos do ensino fundamental das escolas públicas em relação ao combate permanente ao Aedes aegypti, foi realizada palestra para debater sobre o Projeto “Todos Contra o Aedes Aegypti”.

A ação desenvolvida pela esfera federal, através da Caixa Econômica e do Ministério Público, com realização da Ensinart, juntamente com a parceria de diversas cidades dos estados de Pernambuco e Alagoas, e de suas secretarias de Saúde e Educação, reuniu 20 professores das diversas áreas educacionais partindo da premissa que a melhor forma de conscientização é a partir da educação da sociedade pelas crianças, com uma proposta inovadora que une o livro tradicional a recursos tecnológicos.

De acordo com o diretor da Ensinart e fundador do projeto, Carlos Aquiles, a melhor forma de combater o mosquito é através da educação, trabalhando o tema como instrumento transversal curricular. “Nós temos que educar e conscientizar a sociedade. Ações de limpeza são necessárias, mas é preciso fazer mais para que o quadro não volte a se agravar. A melhor maneira de fazê-lo é através da educação das crianças de sexto e sétimo ano, que irão transferir o conhecimento para os seus pais e os seus vizinhos e, com isso, formar uma sociedade mais consciente”, reafirma Carlos.

O diferencial do projeto é a inserção de novas tecnologias para enriquecer o processo do ensino que transforma a sala de aula em um ambiente estimulante e integrador, com atividades, jogos, recursos tecnológicos e vídeos, aliado com o uso de tablets e smartphones.

É importante citar também a parceria da Secretaria de Educação com a Secretaria de Saúde unindo forças para educar a sociedade em não somente combater o mosquito, mas de conhecer como se dá o seu surgimento e quais doenças ele transmite.

Para Joselito Pedro, secretário de Educação, a iniciativa é positiva para o município e a sua pasta tem um papel fundamental nessas ações. “A Educação sempre estará disponível para ações como essa que trazem benfeitorias para a nossa sociedade e os professores têm um papel como multiplicadores de informações”, pontua Joselito.

O projeto vai além da formação de professores e crianças, é voltado também para aplicação na prática, na identificação de focos e alertas no intuito de colaborar para a eliminação do mosquito e redução dos índices das doenças transmitidas por ele.

;

Informações da assessoria.

13
outubro

De Santa Cruz – Empresária lança projeto de prevenção ao câncer de mama no Agreste

Vera Carvalho faz tratamento de câncer de mama e já perdeu irmã para a doença Foto: Wilker Medeiros/Especial para o NE10 Interior

A empresária Vera Carvalho, 59 anos, descobriu que tinha câncer de mama há três anos, cerca três anos após perder uma irmã para a doença. A dona da Iska Viva, sediada em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, passou por 16 sessões de radioterapia. Periodicamente, precisa tomar aplicação de um medicamento, além da quimioterapia oral, com duração de cinco anos.

No próximo ano, Vera continuará dando prosseguimento ao tratamento, fazendo a mastectomia total. Ela acredita que o melhor remédio para o câncer é a prevenção. “Não se preocupe com cabelo e peito, o importante é a vida. Seio é só estética, tem que ter ‘peito’ para enfrentar a doença”, afirma. Mesmo durante o tratamento, a empresária diz que nunca temeu a morte. “Eu curto a vida, a morte eu tenho por certo”.

Devido à conscientização sobre a saúde, ao histórico familiar e à própria experiência, a empresária teve a ideia de criar um projeto para a realização de exames preventivos de forma gratuita para a população. Cerca de 40 funcionárias de sua fábrica serão contempladas, além de mulheres de comunidades.

Vera Carvalho negociou exames de mamografia, que serão realizados de forma gratuita com um mamógrafo móvel para mulheres da Comunidade Santo Agostinho e no Sítio Barreiras, em Santa Cruz, durante a campanha Outubro Rosa. As mulheres do público-alvo deverão ser selecionadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

.

Câncer de mama

O câncer de mama é considerado o mais comum entre as mulheres, depois do câncer de pele melanoma. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), este câncer é causado pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Segundo o Inca, a estimativa para o biênio 2016-2017 é de 57.960 novos casos da doença no Brasil.

A idade é um dos fatores de risco mais importantes para a doença; cerca de quatro em cada cinco casos ocorre após os 50 anos. Outros fatores de risco são obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica e exposição frequente a radiações ionizantes (raio-x). Além disso, a doença pode surgir devido a fatores genéticos e hereditários.

.

Fonte: NE 10

04
outubro

Serviço de fisioterapia para crianças com microcefalia é realizado no AME Infantil

O AME Infantil agora conta com um novo serviço para as crianças de Santa Cruz do Capibaribe. A fisioterapia, recém disponibilizada pela Prefeitura Municipal, é voltada para o atendimento de todas que precisarem, principalmente para aquelas que possuem microcefalia.

No intuito de mostrar o serviço e cuidados para as mães dessas crianças, ocorreu uma reunião para explicar a fisioterapia e seus benefícios para ajudar no desenvolvimento delas.

De acordo com o fisioterapeuta Dr. Daniel Joakson, o objetivo da reunião foi de ter o primeiro contato com as mães e conhecer suas histórias e experiências e, com isso explicar como se dará a fisioterapia para cada uma, como vai proceder os tratamentos, o que precisa, e como ela vai se desenvolver para buscar a melhoria e qualidade de vida.

Após recentemente perder a vaga na cidade de Caruaru para o serviço de fisioterapia para a sua filha Luiza Beatriz, Angelica Pereira viu agora uma nova oportunidade para Luiza se desenvolver e ter os serviços necessários sem precisar se locomover para outras cidades da região.

Luiza possui apenas dois anos e precisa de médicos especializados para seu progresso. Com tudo isso, a mãe se vê positiva e ainda ressalta: “Os cuidados dela são como os de qualquer criança, só que dobrado. Tem que dar mais carinho e mais amor para que ela possa ver isso como um estímulo e desenvolver”.

Assessoria. 

15
setembro

Em Santa Cruz – Mesa redonda aborda suicídio e traz palestras com psicólogos e psicanalistas     

Fotos: Thonny Hill

Na manhã desta sexta-feira (15) foi realizada, na Câmara de Vereadores de Santa Cruz, uma mesa redonda que discutiu o tema do suicídio. O evento faz parte das iniciativas promovidas pelo chamado “Setembro Amarelo”, mês dedicado a intensificação de políticas que previnam o suicídio, em especial na faixa etária de maior incidência, que está dos 15 aos 29 anos.

Na mesa redonda, estiveram presentes psicólogas, professores, psicanalista, secretários de governo, do vice-prefeito e vereadores, onde o público formado por estudantes de escolas públicas pode ouvir orientações e também relatos sobre como diagnosticar sinais de depressão e também de tendência ao suicídio. As palestras foram proferidas pela psicóloga Dra. Janaína Souza e pelo psicanalista Dr. Geraldo Cordeiro, com apoio e falas também de outras profissionais.

 

 

A iniciativa faz parte de um projeto promovido pela vereadora Jessyca Cavalcanti (PTC) através do projeto “Papo cabeça”, que trará, mensalmente, mesas redondas posteriores com as temáticas “Gravidez na Adolescência” e “O preconceito contra a juventude negra e a população carcerária”.

Em entrevista concedida ao blog, a vereadora falou sobre a importância da discussão da temática do suicídio em Santa Cruz.

“Percebemos que os índices de suicídio são maiores entre as pessoas de 15 a 29 anos e temos que trazer a luz essa discussão. Setembro é o mês estabelecido para conscientização e prevenção e no nosso país, 32 pessoas tiram sua própria vida por dia e em Santa cruz temos muitos casos. Trazer essa discussão é necessária” – pontuou.

Nas palestras foram tratados temas como a automutilação, a falta de atenção maior por parte dos pais, os sinais da depressão e também as doenças de ordem mental. Em Santa Cruz, existem órgãos como o Centro de Apoio Psicossocial (Caps) e também o Cras, que promove encaminhamento a profissionais de saúde de modo a tratar esses males.

28
agosto

Secretaria de Saúde de Pernambuco abre inscrições para seleção de profissionais

Foto: Divulgação.

Estão abertas as inscrições gratuitas para uma seleção simplificada para a contratação de 45 profissionais para a Secretaria de Saúde de Pernambuco. O cadastramento vai até 13 de setembro e deve ser feito de forma presencial ou pelos Correios. Os salários vão de R$ 1.500 a R$ 3.720.

Os trabalhadores vão atuar nas unidades do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) do Recife e de Caruaru, no Agreste. Também há vagas para hospitais do Grande Recife e centros regionais de atendimento.

A seleção pública terá validade de dois anos, prorrogável por igual período. Do total de vagas, 5% estão reservadas para pessoas com deficiência.

Há oportunidades para quatro apoiadores institucionais, sendo um sanitarista e três apoiadores para atuar no sistema de informação em saúde. No SVO de Caruaru, também serão lotados quatro apoiadores, sendo um enfermeiro sanitarista e três auxiliares de necrópsia.

Para o SVO do Recife, há chamce de empregos para nove profissionais, sendo um apoiador sanitarista, um enfermeiro, um enfermeiro sanitarista, uma vaga de codificador de causa básica e cinco auxiliares de necrópsia. Vinte e oito vagas serão para Vigilância Epidemiológica Hospitalar para as cinco grandes emergências no Grande Recife e hospitais regionais.

A seleção será realizada em duas etapas sucessivas, avaliação curricular e avaliação técnica por meio de prova objetiva, com exceção da função de auxiliar de necropsia, onde os candidatos realizarão além das duas etapas descritas, a avaliação prática. A divulgação do resultado preliminar da avaliação curricular será no dia 29 de setembro.

27
julho

Preocupante – Santa Cruz, Caruaru, Brejo e Surubim estão com risco de novo surto de zika, chikungunya e dengue, revela SES-PE

 

Novos dados alarmantes foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), associados as cidades que possuem riscos Moderado e Alto de ter um surto de casos de dengue, zika e chikungunya.

Os dados fazem parte do 4º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), que monitora a quantidade de imóveis com a presença de larvas do mosquito Aedes aegypti.

De acordo com os números, 153 dos 185 municípios pernambucanos estão dentro dessas classificações de risco, sendo que 85 estão em risco de surto e 68 em situação de alerta.

Dentre os municípios da região do Polo de Confecções que estão com risco de surto estão: Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus, Surubim e Caruaru.

Já outras cidades como Taquaritinga do Norte, Toritama, Jataúba e Vertentes estão em situação de alerta, como mostra o relatório. Vale destacar que a maioria das cidades que perfazem o Polo de Confecções tiveram surto dessas doenças, especialmente no ano de 2015, lotando hospitais e outras unidades de saúde, inclusive com grande aumento de mortes, em especial as pessoas mais idosas.

Cidades com risco de surto de arboviroses – Fonte: SDS-PE

Outro ponto preocupante é que tanto a Zika como a Chikungunya estão associadas a casos de microcefalia em bebês. Ainda de acordo com a SES, até 15 de julho foram notificados 10.044 casos de dengue (redução de 90,8%), 2.966 de chikungunya (redução de 94,9%) e 429 de zika (redução de 96%), mas apesar das reduções, as mesmas vêm aumentando gradualmente desde o período chuvoso.

Pernambuco também contabiliza 64 mortes por suspeitas de alguma dessas arboviroses (doenças transmitidas por mosquitos), sendo apenas uma confirmada por dengue e nove descartadas.

Outro dado é que boa parte dos focos do mosquito se encontram dentro dos domicílios, o que coloca a população também como agente para acabar com os mesmos.

 

Surto fez com que atendimentos sobrecarregassem o Hospital Municipal em novembro de 2015

21
julho

Em Santa Cruz – Veículos são entregues para a área da saúde e ordem de serviço para novo laboratório é assinada

Fotos: Thonny Hill.

Na noite desta sexta-feira (21) a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe e a Câmara de vereadores, realizaram a entrega de três veículos 0 km (duas ambulâncias e uma picape) para a área da saúde. Na oportunidade, o prefeito Edson Vieira (PSDB) aproveitou para a assinar a ordem de serviço para a construção do novo Laboratório Municipal.

De acordo com a assessoria da Prefeitura, as ambulâncias foram adquiridas pelo valor de R$ 148.735,00, com recursos da Prefeitura e Câmara de vereadores, já o veículo Fiat Picape foi conquistado através de uma emenda parlamentar do ex-deputado federal e atual ministro da educação, Mendonça Filho. A emenda foi destinada á Atenção Básica no valor de R$ 116 mil.

O secretário de saúde do município, Breno Feitosa falou sobre a parceria da prefeitura e Câmara de vereadores, que culminou na entrega dos veículos.

“Existe uma parceria com a Câmara e, o presidente Zé Minhoca vem se colocando a disposição para juntos superarmos os desafios, e você presidente faz parte dessa conquista, pois se não fosse a sua dedicação ao lado do prefeito, nós não estaríamos aqui entregando essas duas ambulâncias, que serão entregues á nossa população” – frisou.

Ainda de acordo com o secretario, o veículo Picape será destinado à equipe da vigilância de saúde para intensificar as ações de combate às endemias, entre elas, Dengue, Zica e Chicungunya.

O presidente da Câmara, Zé Minhoca, aproveitou a sua fala para citar o comprometimento de sua bancada para buscar melhorias para o município em parceria com o poder público.

“Apesar das fofocas e dos maus políticos que só querem ver a miséria, a nossa bancada tem responsabilidade e somos comprometidos para que Edson (Vieira) continue com esse trabalho extraordinário e, pode contar com todos os dez vereadores” – pontuou.

No discurso do prefeito Edson Vieira, o mesmo enfatizou a participação da bancada de situação da Câmara de vereadores e citou em diversos momentos de sua fala, a importância dos vereadores.

“Se não fosse esses dez vereadores que deram respaldo para o presidente fazer isso, nós jamais estaríamos aqui, e ele (Zé Minhoca) é um democrata e escutou á todos. E isso é muito importante, para que soubemos pegar os recursos públicos e transferir para o melhoramento da saúde pública de Santa Cruz” – destacou.

No final da solenidade, aconteceu a assinatura da ordem de serviço para a construção de um Laboratório Municipal, que deverá funcionar 24h por dia. O espaço irá realizar exames de bioquímica e hematologia para pacientes internos do Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão e toda a rede de saúde, com coletas agendadas e realizadas no próprio laboratório.

O Laboratório Municipal será no valor de R$ 106.045,31 e será custeada com recursos da Prefeitura e Câmara. As obras deverão ter início a partir da próxima semana.

05
julho

Espaço do leitor

Em fevereiro de 2015 o CONIAPE (Consórcio Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras) Organizou um concurso por um pedido da prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe para vagas de agentes de Endemias e de Saúde. A última etapa deste concurso foi concluída em Maio de 2016.
No início deste ano o Secretário de Saúde foi a principal radio da cidade dizer que até o fim do primeiro semestre (que passou) os agentes de endemias seriam chamados.
(AQUI)

As palavras não guardam relação com os atos…

“A Secretaria Municipal de Saúde informa que se encontra dentro do prazo legal para convocação dos concursados (até 2018), e por causa da necessidade de continuidade dos trabalhos, os servidores temporários foram recontratados no setor de agente de endemias, pois a cessão dos serviços poderia acarretar na elevação dos índices de infestação. Atualmente, são 36 profissionais de endemias atuando em toda cidade. Desde já, reiteramos que a prefeitura obedece o tempo legal e vai incorporar os novos servidores dentro do prazo estipulado pela lei”.

Ao lermos a nota, vinculada no blog do Ney Lima, percebemos claramente que há uma intenção de ligar a tomada de posse dos agentes CONCURSADOS à uma suposta “elevação dos índices de infestação”. Além deste joguete para com a opinião pública, a Secretaria assume que recontratou os Agentes em detrimento dos CONCURSADOS.

Sim, está no prazo legal, mas recontratar esquecendo os concursados? O Secretario percebe que faz uma malabarismo discursivo para dizer que reconduziu agentes em cargos que foram conquistados pelos concursados?

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 51, DE 14 DE FEVEREIRO DE 2006

Art. 1º O art. 198 da Constituição Federal passa a vigorar acrescido dos seguintes §§ 4º, 5º e 6º:
.
4º os gestores locais do sistema único de saúde poderão admitir agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias por meio de PROCESSO SELETIVO PÚBLICO, de acordo com a natureza e complexidade de suas atribuições e requisitos específicos para sua atuação.
.

Em quase 5 anos de Governo o prefeito Edson Vieira fez um único concurso, e mesmo assim não chama os concursados.

Quando os Agentes serão chamados?

.

Allison Oliveira (Estudante e aprovado no concurso) 

04
julho

Hospital Municipal de Santa Cruz do Capibaribe realiza cirurgias cesarianas 

O Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão, em Santa Cruz do Capibaribe, reiniciou na última sexta-feira (30), cirurgias eletivas de cesariana para gestantes do município. Com a iniciativa, as mulheres santa-cruzenses podem ganhar bebê com total comodidade na Capital da Moda.

Os procedimentos são realizados às sextas-feiras, são seis cirurgias previamente agendadas por semana. A equipe é formada por um cirurgião obstetra, anestesista, neonatologista e corpo de enfermeiros. De 2013 até o momento, o Hospital Municipal já realizou mais de 1140 operações.

“Esse é um trabalho realizado em conjunto com todas unidades básicas de saúde e central de marcação do município. As gestantes fazem o acompanhamento e quando é diagnosticado a necessidade do processo cirúrgico, passam pelo ambulatório com cirurgião e por uma série de exame detalhados que vão confirma ou não a necessidade da cesariana”, confirmou o secretário de saúde, Breno Feitoza.

A dona de casa Maria Jeane, que passou pelo procedimento, falou do atendimento no HMRFA. “O atendimento no Hospital Municipal foi exemplar, gostei muito, os médicos e enfermeiros nos tratam com carinho e respeito, algo valioso para gestantes. Isso é muito importante, porque estamos vivenciando um momento único, a chegada de um filho em nossa vida”, destacou.

Cláudia Freitas, diretora da Atenção Especializada, destacou a realização de procedimentos no município. “Sabemos da importância da realização do parto normal, mas aquelas mulheres que têm indicação de cesariana serão atendidas em Santa Cruz do Capibaribe e não mais encaminhadas para outras cidades, terão seus bebês aqui, uma conquista para a população e rede de saúde do município”, frisou a diretora.

Além de cirurgias eletivas, o Hospital Municipal oferece berçários, setor de observação, recepção, farmácia, salas de curativos e medicações, ambulatórios, bloco cirúrgico e quarto de descanso para os médicos de plantão. A unidade hospitalar também realiza os partos normais humanizados, as urgências obstétricas e os internamentos de pediatria e clínica médica que são encaminhados da UPA, servindo como hospital de retaguarda. O atendimento é totalmente informatizado para recepcionar bem à população.

.

Com informações da assessoria.

04
julho

Prefeitura recontrata Agentes de Endemias e esclarece que convocará concursados ‘no prazo estipulado pela lei’

Durante a semana, a redação do Blog do Ney foi procurada por concursados para os cargos de Agente Comunitário de Saúde (ACS) e Agente Comunitário de Endemias (ACE) de Santa Cruz do Capibaribe, que aguardam a convocação por parte da Secretaria Municipal de Saúde.

O certame foi organizado pelo Consórcio Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (CONIAPE), no dia 14 de fevereiro de 2016, e teve resultado divulgado em maio do mesmo ano.

Ao todo, 60 vagas foram preenchidas, sendo 35 para ACE e as outras 25 para ACS. O salário estimado é de R$ 1.040,00 para uma jornada de 40 horas semanais.

A prefeitura tem um prazo legal de 2 anos para fazer o chamado dos classificados, a partir do resultado. No entanto, sob cobranças em janeiro deste ano, o secretário Breno Feitoza, disse que poderia fazer a convocação até o fim do primeiro semestre, o que aumentou a expectativa por parte dos concursados (VEJA AQUI) 

A promessa de antecipar a chamada, porém, não aconteceu e, possivelmente, não acontecerá no segundo semestre de 2017.

Em nota oficial, enviada a nossa redação, a Prefeitura reafirma que ‘se encontra dentro do prazo legal para convocação’ e ‘vai incorporar os novos servidores dentro do prazo estipulado pela lei’.

A nota ainda informa que, atualmente, o município conta com 36 profissionais de Endemias contratados, que tiveram seus contratos renovados. Na nota, não é dito em relação aos Agentes de Saúde.

Confira:

Nota 

“A Secretaria Municipal de Saúde informa que se encontra dentro do prazo legal para convocação dos concursados (até 2018), e por causa da necessidade de continuidade dos trabalhos, os servidores temporários foram recontratados no setor de agente de endemias, pois a cessão dos serviços poderia acarretar na elevação dos índices de infestação.

Atualmente, são 36 profissionais de endemias atuando em toda cidade. Desde já, reiteramos que a prefeitura obedece o tempo legal e vai incorporar os novos servidores dentro do prazo estipulado pela lei”.

26
maio

Oposição aponta endereço supostamente de fachada em empresa contratada pela Prefeitura

Empresa afirma que apenas mudou de endereço e ainda não comunicou a JUCEPE

Secretário de saúde sustenta que contrato foi regular

 

Vereadores da bancada de oposição em Santa Cruz do Capibaribe estão denunciando a prefeitura da cidade por ter realizado contrato e feito pagamentos a uma empresa que supostamente estaria registrada em um endereço de fachada. Além disso, os vereadores argumentam que projetos de arquitetura contratados por valores superiores a R$ 219 mil, entre 2016 e 2017, poderiam ser disponibilizados gratuitamente pelo Ministério da Saúde.

O objetivo dos contratos seria a encomenda de projetos para construção de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e Unidades Básicas de Saúde (UBS).

As denúncias foram feitas inicialmente pelo vereador Marlos da Cohab (PTN) na tribuna da Câmara, na tarde desta quinta-feira (25), onde a contratação do projeto foi questionada.

Nesta sexta-feira (26), Marlos ,Ernesto Maia (PT) e Carlinhos da Cohab (PTB) seguiram para a cidade de Panelas – PE, onde procuraram na Av. Presidente Vargas, 09, endereço cadastrado no CNPJ da empresa, e  teriam descoberto que no local existe uma residência e que os moradores não sabem da existência no negócio no local. O suposto flagrante foi registrado em um vídeo.

Ao Blog do Ney Lima, o vereador Carlinhos da Cohab afirmou que na próxima segunda-feira (29) o grupo estará ingressando com pedido de investigação no Ministério Público de Pernambuco.

Empresa afirma que apenas mudou de endereço e ainda não comunicou a JUCEPE

Após a divulgação do vídeo feito pelos vereadores, o Blog do Ney Lima entrou em contato com a empresa Silva e Lima Engenharia Ltda – ME, que teve o funcionamento questionado pelos parlamentares.

Por telefone, o engenheiro Emerson José da Silva, sócio da empresa, afirmou que o endereço de funcionamento do estabelecimento mudou para a cidade de Caruaru há pouco tempo e que a alteração ainda não foi feita pelo contador na Junta Comercial de Pernambuco.

O Blog enviou outros questionamentos por e-mail, o empresário afirmou que estará respondendo nos próximos dias.

Secretário de saúde diz que contrato foi regular

O Blog do Ney Lima ouviu também o secretário de Saúde de Santa Cruz do Capibaribe, Breno Feitosa, que sustentou a regularidade do contrato firmado com a empresa Silva e Lima Engenharia Ltda – ME.

Sobre o argumento de que o Ministério da Saúde disponibilizaria os projetos de engenharia para construção das unidades gratuitamente, Breno disse que os projetos gratuitos são padrões e podem causar uma despensa maior durante a construção.

Breno procurou justificar que a prefeitura opta por encomendar os projetos de engenharia para que a construção seja adequada à área e a realidade do município e disse que os valores pagos pelos projetos tem origem federal, fazendo parte dos mesmos recursos que contemplam a obra.

Sobre o endereço de funcionamento da empresa, o secretário disse que a Prefeitura de Santa Cruz tem posse de toda a documentação regular da empresa contratada, incluindo o alvará de funcionamento.

 

Confira o vídeo divulgado pela Oposição:

 

26
maio

Fique atento! – Campanha de vacinação de cães e gatos se encerra amanhã em Santa Cruz

Imagem meramente ilustrativa

O próximo sábado (27) é o último dia para vacinação contra a raiva em cães e gatos de Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com informações fornecidas pela prefeitura, a campanha para o perímetro urbano do município será realizada no Posto de Saúde do bairro Santo Agostinho), na Escola José Ronaldo Aragão (Dona Lica), na Policlínica (antigo Materno Infantil – Dona Dom), na Escola Donatila da Costa (COHAB), no Centro de Convivência dos Idosos (bairro Bela Vista), Escola Malaquias Cardoso (Malaquias), AABB (Bairro Novo), Posto de Saúde (Rio Verde) e nas quadras poliesportivas do Cruz Alta.

A vacinação começa a partir das 8 e se segue até as 17h. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a meta de vacinação para este ano é atingir percentuais maiores que 80% de imunização contra a raiva. Em 2016, foram vacinados 6.390 animais vacinados, perfazendo 84% no seu balanço final, cerca de 14% acima da meta preconizada pelo Ministério da Saúde.

O objetivo da campanha deste ano é a ampliação na cobertura de imunização.

23
maio

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe inicia campanha Maio Amarelo de segurança no trânsito

Com o tema: “Minha escolha faz a diferença”, foi iniciada na tarde deste domingo (21), a campanha Maio Amarelo em Santa Cruz do Capibaribe. A programação começou com uma missa campal, em frente à Igreja de São Cristóvão em favor das vítimas de acidente de trânsito. A celebração contou com participação do prefeito Edson Vieira e da secretária de governo e desenvolvimento social Alessandra Vieira Governo, Breno Feitoza (Saúde) e Fábio Aragão (Mobilidade Urbana).

Após a missa, a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), realizou encenação de um acidente na Avenida 29 de Dezembro, onde um veículo colide com uma motocicleta e uma criança vai a óbito. Essa ação visa alertar as pessoas para conscientização e os cuidados que se deve ter no trânsito.

O prefeito Edson Vieira falou da importância da campanha. “O Maio Amarelo desse ano traz para o motorista a responsabilidade de saber que suas atitudes fazem a diferença. Não atender o celular ao dirigir, usar cinto de segurança, respeitar faixa de pedestre e os limites de velocidade são alguns cuidados que podemos tornar o trânsito seguro”, disse o prefeito.

“Mais de 70% de todas as ocorrências do SAMU, são provenientes de acidentes de trânsito, na sua grande maioria envolvendo motos. Santa Cruz do Capibaribe possui uma grande frota de motocicletas, isso traz uma grande preocupação pois um paciente vítima de acidente de trânsito traz um custo muito grande, tira ele do mercado de trabalho durante um bom período, sofre toda família e o tratamento por muitas vezes é bastante caro”, contou o secretário de saúde, Breno Feitoza.

Fábio Aragão, secretário executivo de mobilidade urbana destacou o objetivo da campanha. “Nosso foco é reduzir os números de acidentes no município. Estamos trabalhando através da educação, conscientizando condutores e pessoas envolvidas no trânsito. Vamos atuar nas escolas com palestras, tudo para um trânsito cada vez melhor e menos violento”, destacou o secretário.

Nesta segunda-feira (22), a campanha continuou com mobilização do Serviço de Fortalecimento de Vínculos, alertando motoristas, motociclistas e pedestres sobre cuidados no trânsito. A campanha Maio Amarelo vai prosseguir durante esta semana com palestras nas escolas públicas do município, ministradas pelas equipes de trânsito e SAMU. Esta campanha conta com apoio das secretarias de Educação, Saúde, Desenvolvimento Urbano, Governo e Desenvolvimento Social.

.

Informações da assessoria.

Página 1 de 3123

Notícias Anteriores