07
Fevereiro

São Domingos – Família realiza rifa beneficente para Keila Martins

A família de Keila Martins Patrícia (29 anos), diagnosticada com Melanoma Maligno (câncer de pele agressivo) realiza, em São Domingos (Brejo) uma rifa beneficente para aquisição de medicamentos para o seu tratamento.

Mesmo após decisão judicial, que atendeu o pedido para o fornecimento dos medicamentos, por parte do Governo do Estado, o cunhado da paciente, Marcelo Soares, informou que existe um trâmite no processo possibilitando que o medicamento chegue, apenas, após o período carnavalesco.

“Foram 48h para o Estado ser notificado, depois mais de 10 dias para o levantamento e depois mais 3 dias para compra”, disse Marcelo, a partir de informações do advogado da família.

Com campanha nas redes sociais, os amigos conseguiram a compra do medicamento por um mês, mas a demora nos trâmites judiciais exige um novo ato.

A rifa, no valor de R$ 5,00, será sorteada no dia 11 de março, valendo um aparelho celular Iphone 6S Plus. Mais informações (81) 9-9309-0498 (Marcelo); (81) 9-9396-3068 (Genildo); (81) 99655-1761 (Kleiton).

31
Janeiro

Programa ‘Mãe Amiga’ entrega enxovais e álbuns para gestantes de Santa Cruz do Capibaribe 

Com a realização de acompanhamentos médicos, psicológicos e nutricionais, a Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social de Santa Cruz do Capibaribe, através do Centro de Referência de Assistência Social Dores Marques (Cras) do bairro Bela Vista, realizou na manhã desta terça-feira (30) a entrega de enxovais e álbuns fotográficos para as gestantes acompanhadas pelo órgão.

O grupo ‘Mãe Amiga’, nome criado para o programa, ainda contou com um café da manhã dedicada as frequentadoras do projeto. Desde a sua criação, em 2013, o programa já realizou a entrega de mais de 450 kits, e esse ano, contou com a oferta de books fotográficos que registraram esse momento único na vida de cada gestante.

Ao participar do encontro, o prefeito Edson Vieira, destacou os cuidados que a Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social tem com as gestantes do município. “Esse programa é uma parte do processo de humanização dos serviços públicos ofertados na cidade, o acompanhamento com profissionais dedicados que tratam com muito amor e carinho as integrantes, acompanhamento desde a descoberta da gravidez até depois do nascimento das crianças”, disse Vieira.

Alessandra Vieira, secretária de Governo e Desenvolvimento Social, completou a fala do prefeito e fez um breve resumo das ações que são disponibilizados às gestantes que buscam assistência no Cras. “Cada vez que realizamos essa ação, observamos que o grupo cresce, porque as futuras mães têm o interesse em aprender como ter cuidado com o bebê e com a alimentação deles. Só tenho que ressaltar o prefeito que tem dado o incentivo para que possamos desempenhar essa ação, e agradecer também a equipe técnica que exerce suas funções com carinho”, afirmou.

Após o Carnaval, está previsto uma nova sessão de fotos com as gestantes que ainda não participaram. No dia do ensaio, as mães ainda recebem cuidados especiais e conta com um dia de lazer e beleza que envolve maquiagem, corte de cabelo e manicure.

Santa Cruz do Capibaribe possui três Cras, Bela Vista, Santo Agostinho e na Praça do CEU. As gestantes fazem seu pré-natal nas Unidades Básicas de Saúde da Capital da Moda e têm seus filhos no Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão.

.

Informações da assessoria.

29
Janeiro

Saúde – Atrasos de repasses para Santa Cruz ultrapassa R$ 2 milhões, diz secretário

Aproximadamente R$ 2,5 milhões. Essa é a dívida de repasses do governo do estado de Pernambuco com Santa Cruz do Capibaribe, no que diz respeito à saúde pública. O número foi dado pelo secretário municipal, Breno Feitosa, em entrevista ao ‘Programa Estúdio 1’, da Polo FM, na manhã desta segunda-feira (29).

Ele explicou que a verba diz respeito a contrapartidas estaduais que serviriam para compra de medicamentos para Postos de Saúde da Família (PSF’s), Farmácia Básica e Samu. Este ultimo, sendo o que contém o maior volume da dívida.

De acordo com Breno, os atrasos acontecem desde 2015, algo que se repetiria em vários municípios.

Ele ainda ressaltou que a UPA de Santa Cruz, segue, desde a sua abertura, sem contribuição financeira do Estado ou União.

Febre Amarela

Durante a entrevista, Breno buscou tranquilizar a população da região, em relação à Febre Amarela. Ele assegurou que, não apenas o Agreste, mas todo o estado de Pernambuco, está fora área de risco e há décadas não registra um caso da doença.

Mesmo com a grande movimentação de pessoas, em virtude do comercio local, ele esclareceu que a febre não é transmitida entre pessoas e que a Secretaria faz um monitoramento.

“A Secretaria faz seu monitoramento e, nesse momento, não há necessidade de uma vacinação. Não há registro do vírus circulando em Pernambuco, por que não há registro de casos há 90 anos”, disse.

06
Janeiro

Popular afirma que houve negligência, após morte de idoso em Hospital de Santa Cruz

Foto: Arquivo.

A redação do Blog do Ney Lima foi procurada, na ultima sexta-feira (05), por uma popular identificada por Maria de Fátima Sales da Silva que fez uma denúncia após a morte de um idoso, no Hospital Municipal Raimundo Francelino Aragão. A vítima foi Rui Glicério Aragão (80 anos).

De acordo com a denunciante, que era cuidadora do idoso, houve negligência médica e falta de humanização no atendimento prestado. O idoso deu entrada na unidade, segundo ela, com quadro de pneumonia e diabetes e faleceu na quinta-feira (04).

Entre os supostos problemas, Maria de Fátima cita ‘falta de oxigênio, a não solicitação de uma transferência para outra unidade com mais recursos, além do não funcionamento do desfibrilador, durante tentativas de reanimação’.

Após confirmado o óbito, ela afirma ainda que uma das enfermeiras teria dito a seguinte frase para o porteiro, “Olhe, tem um ‘pacote’ aqui para você enrolar. Venha aqui que tem um ‘pacote’”. A frase teria sido dita em frente a uma das filhas do idoso.

Sem resposta

Entramos em contato, durante a tarde dessa sexta-feira, com a assessoria de comunicação da prefeitura municipal de Santa Cruz do Capibaribe. Até o momento, nenhuma resposta foi dada.

O senhor Rui Glicério foi sepultado na manhã da sexta-feira (05), no cemitério São Judas Tadeu.

Confira a entrevista completa, concedida ao repórter Fernando Lagosta.

21
dezembro

Em Santa Cruz – Primeira edição do projeto “Dezembro Vermelho” é realizado na Câmara

Testagens de sangue foram realizadas, além de outras atividades – Fotos: Thonny Hill

Na manhã desta quinta-feira (21) foi realizado, na Câmara de Vereadores, a primeira edição do projeto “Dezembro Vermelho”. De autoria do vereador Ernesto Maia (PT), o projeto tem como focos a prevenção e a conscientização sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s), que ainda possuem números preocupantes no município.

Foram realizadas diversas atividades de forma gratuita, entre elas a realização de testes rápidos para detecção de doenças como a sífilis e a Aids, realização de encaminhamento a profissionais em casos positivos, aferição de pressão, café da manhã e a realização de palestras com o psicólogo Sérgio Hildo e com o ex-conselheiro tutelar Laércio Glicério.

 

Nas palestras, foram trazidos ao público o histórico das doenças no país, quando e a motivação para que as DST’s fossem tratadas de forma mais ampla, a importância e os métodos para prevenção e tratamento, respostas as dúvidas do público e os números diagnosticados em Santa Cruz, de 2009 a 2017. Ernesto falou sobre a importância da iniciativa:

“Esse é mais um projeto que a Câmara tem colocado, ao qual o Outubro Rosa e o Novembro Azul, mas o Dezembro Vermelho foca na conscientização e prevenção das DST’s. Nós que fazemos parte do Legislativo, vimos que essas ações tem o respaldo da população e isso é muito importante e percebemos que essa questão não vem tendo o mesmo cuidado nessa geração de pessoas. O que tentamos visar é mudar esse quadro, orientar essa população a se cuidar e a se prevenir destas doenças” – disse.

Ainda de acordo com o vereador, a próxima edição do projeto deve ser realizada em 01 de dezembro, data em que se se comemora o Dia Internacional de Prevenção e Combate a Aids e outras DST’s.

04
dezembro

Oscarzão recebe Prefeitura nos Bairros em Santa Cruz do Capibaribe

;
A Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe realizou neste fim de semana na Escola Maria Lucina Gonçalves, mais uma edição do ‘Prefeitura nos Bairros’, programa que leva serviços essenciais de saúde, cidadania e condição de vida aos moradores.
 ;
Na edição foram realizados serviços de odontologia, testes de HIV e Sífilis, vacinação, aferição da pressão arterial cadastros do Bolsa Família, testes de glicemia e agendamentos para a retirada de documentos como RG e cartão do SUS. Cerca de 300 moradores passaram pelo local e destacaram a importância de o projeto atender aos bairros do município.
.
 .
“O segredo dessas ações é o planejamento, um desejo de carinho e amor com essa população. São diversos serviços oferecidos gratuitamente e a prefeitura chega mais perto da comunidade. Aproveito a oportunidade para anunciar que vamos realizar a reforma da quadra que irá receber também a cobertura. Tudo isso é feito com planejamento e responsabilidade de um gestor que tem olhado para o futuro desta cidade”, disse Edson Vieira.
.
 ,
A secretária de Desenvolvimento Social, Alessandra Vieira, frisou os trabalhos e testemunhou a aceitação da população, que sempre tem repercutido bem o programa. “Desde 2013 quando iniciamos essas ações, fizemos com o que a população pudesse perceber a presença da prefeitura e a preocupação com a qualidade de vida. Nós sempre afirmamos que a população quando não vem a prefeitura, nós iremos até eles”.
.
 .
Maria Luzinete da Conceição, dona de casa, elogiou a ida do programa para o bairro em que reside e destacou que é uma forma dos serviços chegar à população. “É muito bom que essas ações cheguem até o nosso bairro, os serviços que são ofertados aqui nos dão uma noção de cuidado com a saúde, sem contar no atendimento das pessoas que ficam a cargo disso”.
,
Informações da assessoria.

20
novembro

Combate as arboviroses é intensificado em Santa Cruz do Capibaribe 

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, através do Departamento de Vigilância Sanitária e da Secretaria de Saúde promove em novembro e dezembro de 2017, diversas ações para reforçar e aprimorar estratégias de combate às arboviroses em todos os bairros da cidade.

Com o objetivo de sensibilizar e manter em alerta a população contra o mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika, a Secretaria de Saúde reunirá atividades que vão da limpeza de terrenos e coletas de lixo até a aplicação de larvicidas, tratamento focal, fumacê e visitas de casa em casa. Todas essas serão realizadas juntamente com a participação efetiva dos agentes de saúde e de endemias.

Nesse sentido, a Secretaria de Saúde trabalha lado a lado com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e a de Governo e Desenvolvimento Social no intuito de intensificar as ações em combate ao mosquito limpando os rios e os focos mais abertos da cidade, e na realização de palestras nas Unidades Básicas de Saúde. Porém, é importante frisar que, de acordo com o Ministério da Saúde, 80% dos focos são encontrados dentro das residências, demonstrando que o papel mais importante nessa ação é o da sociedade.

A Secretaria de Educação vai fazer um trabalho pedagógico a partir da participação ativa dos alunos do sexto e sétimo ano que, treinados pelo projeto “Todos contra o Aedes Aegypti” e, juntamente com os agentes de endemias, irão de casa em casa conscientizar a população sobre as arboviroses com suas produções prévias de panfletos e murais explicativos.

Essas abordagens acontecerão entres os dias 20 e 24 de novembro e serão realizadas nos bairros: Santa Tereza, pela Escola Sevy Ferreira Barros; Centro, pela Escola Municipal Professora Ivone Gonçalves de Araújo; e Rio Verde, pela Escola Municipal Professor Antônio Gomes.

Calendário das atividades nas casas e respectivos bairros:

08, 09, 10 e 13 de novembro – São Miguel, Nova Morada, Cohab e Bela Vista

14,16 de novembro – Nova Santa Cruz

17, 20 de novembro – Santa Tereza, Cruz Alta e Rio Verde

21, 22, 23 e 24 de novembro – Centro, São Cristóvão e Bairro Novo

27, 28 de novembro – Dona Lica e Dona Dom

19, 30 de novembro e 01 de dezembro – Neco Aragão, Armando Aleixo, Nossa Senhora da Conceição, Jaçanã e Acauã

04 e 05 de dezembro – Santo Agostinho e Pedra Branca

06, 07 e 08 de dezembro – São Jorge, Palestina e Malaquias

.

Informações da assessoria.

16
novembro

Secretários de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social e Urbano se reúnem com a Compesa em Santa Cruz

Com o intuito de garantir que os serviços essenciais não sejam prejudicados devido à escassez de água em Santa Cruz do Capibaribe, secretários municipais estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (16) com os responsáveis pelo serviço de abastecimento de água da Compesa.

No encontro, participaram a secretária de Governo e Desenvolvimento Social Alessandra Vieira, o secretário de Saúde, Breno Feitoza, o secretário de Educação, Joselito Pedro, e o secretário de Desenvolvimento Urbano, Gilson Julião, e o chefe do gabinete do prefeito, Gilberto Silva. O gerente regional da Compesa, Bruno Adelino e o coordenador regional, Filipe Pinto, esclareceram alguns pontos sobre a atuação do órgão.

Na reunião ficou decidido que na próxima semana, todas as repartições públicas irão ter o calendário de abastecimento ajustados, evitando que alguns locais possam ser prejudicados com a falta de água.

O secretário de Saúde, Breno Feitoza, comentou sobre a preocupação para que as unidades de saúde não enfrentem qualquer tipo de problema relacionado ao tema, assim como os demais secretários presentes.

“Estamos aqui na Compesa, discutindo um problema que é de interesse de todos, principalmente nós que lidamos diariamente com os serviços de saúde pública. Não podemos deixar que a falta de água prejudique os nossos atendimentos. Essa reunião nos deu a garantia de que os serviços serão executados sem qualquer dano”, pontuou. 

A Compesa afirmou que irá buscar formas para que o abastecimento de água possa ser mantido regularmente nas repartições.

;

Informações da assessoria.

12
novembro

Secretaria de Saúde e Projeto ‘Amigo do Peito’ realizam ações do Outubro Rosa em Santa Cruz

Na manhã deste sábado (11) a campanha em alusão ao ‘Outubro Rosa’ continuou a percorrer os bairros de Santa Cruz do Capibaribe. A avenida 29 de Dezembro foi o local da realização dos exames de mamografia e ultrassonografia neste final de semana.

Foram disponibilizadas pela Secretaria de Saúde mais de 320 exames de mamografia direcionada a mulheres com idade de 50 a 59 anos de idade. Os exames são realizados em uma Unidade Móvel de Mamografia Digital, que faz parte do Projeto Amigo do Peito, onde contém equipamentos modernos que permitem a precisão e rapidez nos procedimentos.

O prefeito Edson Vieira, o vice-prefeito Dida de Nan e o secretário de Saúde, Breno Feitoza, estiveram visitando o local que recebeu a Unidade Móvel, e presenciaram os atendimentos da população. “Muito feliz pela ação que vem sendo desempenhada aqui, vamos ampliar até neste doingo através de uma interferência da gestão e da ajuda do CONIAPE. Todos nós sabemos da dificuldade que as mulheres enfrentam para conseguir esses exames pelo SUS”, disse o prefeito.

O secretário de Saúde, Breno Feitoza, também comentou e revelou que no próximo ano, o projeto Amigo do Peito, será de forma mais constante no município. “Estamos finalizando o ciclo de eventos do Outubro Rosa, onde focamos nas palestras, nas orientações em escolas e realizando a triagem de paciente com o perfil para o exame. A Secretaria de Saúde já trabalha com o objetivo de tornar esse momento mais constante, através de uma parceria com um cronograma fixo para atender a todos os bairros para o próximo ano”, elencou.

Ao todo, estão sendo ofertadas 320 mamografias e 80 ultrassonografias que estão sendo realizadas desde o dia 8, estendendo-se para os dias 9, 10 e 11. Neste domingo (12) o veículo permanece no local, mas só para atendimentos que já foram agendados no sábado (11).

08
novembro

Em Santa Cruz – Câmara de Vereadores será local de iniciativa sobre prevenção e conscientização sobre o diabetes

Aferição de pressão será uma das atividades que serão ofertadas – Foto: Arquivo

Em 17 de novembro (uma sexta-feira) será realizado, na Câmara de Vereadores de Santa Cruz, a quinta edição do projeto “Dia do Azul – Dia Municipal de Combate ao Diabetes”.

O projeto tem como foco a prevenção da doença, que é silenciosa e atinge milhares de pessoas no país. Sem políticas de prevenção, conscientização, o diabetes pode desencadear o surgimento de outras diversas doenças, que juntas podem até mesmo causar a morte.

De acordo com as informações, no dia do evento serão realizados testes de glicemia, aferição de pressão, vacinação e emissão e cartão do SUS (Sistema Único de Saúde), além de palestras com profissionais da área da saúde (nutricionista, cardiologista, biomédica, psicóloga e também de um educador físico).

O vereador Ronaldo Pacas, autor do projeto, falou sobre a importância da iniciativa:

“Sabemos que o diabetes é uma doença silenciosa, perigosa, porém é preciso destacar que ela é de fácil convivência, desde que se descubra a tempo. Do contrário, sérios problemas podem acontecer com a saúde da pessoa que insiste em não querer saber que tem diabetes. Esse projeto é de suma importância, pois nos viabiliza de prestar esse serviço à população” – disse.

O projeto “Dia do Azul – Dia Municipal de Combate ao Diabetes” acontece a partir das 8h, sendo aberto a participação popular.

29
outubro

Secretaria de Saúde realizará 320 exames da campanha ‘Outubro Rosa’ em Santa Cruz do Capibaribe

 

Visando a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama, bem como dando continuidade as ações da campanha ‘Outubro Rosa’, a Secretaria de Saúde de Santa Cruz do Capibaribe conseguiu, através de convênio da Prefeitura Municipal com o Projeto ‘Amigo do Peito’, a realização de mamografias e ultrassonografias gratuitas.

Ao todo, serão ofertadas 320 mamografias e 80 ultrassonografias que serão realizadas nos dias 8, 9, 10 e 11 de novembro, em uma Unidade Móvel de Mamografia Digital que faz parte das ações do Projeto Amigo do Peito. O veículo conta com equipamentos modernos que permitem a precisão e rapidez nos procedimentos.

Para realizar mamografias, mulheres acima de 50 anos devem procurar um dos locais da campanha, já as ultrassonografias serão realizadas mediante indicação, após feito os procedimentos nos Postos de Saúde do município.

No dia 8, a Unidade Móvel estará iniciando a campanha na Policlínica Walter Aragão, onde serão realizadas 80 mamografias e 80 ultrassonografias a partir das 9h. Dia 9, o veículo se deslocará até o PSF do bairro Santo Agostinho no mesmo horário. No dia 10, o PSF do bairro Cohab será contemplado. Já no dia 11, as ações ocorrerão em frente à Igreja de São Cristovão, na Avenida 29 de Dezembro.

O secretário de Saúde, Breno Feitoza, comentou a união do poder executivo municipal com o Projeto Amigos do Peito, e ressaltou a importância da participação popular.

“Essas ações fazem parte da campanha do Outubro Rosa, onde estão sendo feitas palestras, exames e encaminhamentos e tirando as dúvidas da população. E como continuidade da campanha, estamos realizando os exames também em novembro. Tudo isso sendo executado pela Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe e o Projeto Amigos do Peito”, comemorou.

Documentação – Os interessados devem procurar os serviços de mamografias e ultrassonografias com a solicitação do exame, CPF e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), em qualquer uma das datas prevista na campanha.

 

Informações da assessoria

16
outubro

Projeto “Todos Contra o Aedes Aegypti” chega a Santa Cruz do Capibaribe com apoio das secretarias de Saúde e Educação

Com o objetivo de qualificar os professores a partir da conscientização e melhor formação dos alunos do ensino fundamental das escolas públicas em relação ao combate permanente ao Aedes aegypti, foi realizada palestra para debater sobre o Projeto “Todos Contra o Aedes Aegypti”.

A ação desenvolvida pela esfera federal, através da Caixa Econômica e do Ministério Público, com realização da Ensinart, juntamente com a parceria de diversas cidades dos estados de Pernambuco e Alagoas, e de suas secretarias de Saúde e Educação, reuniu 20 professores das diversas áreas educacionais partindo da premissa que a melhor forma de conscientização é a partir da educação da sociedade pelas crianças, com uma proposta inovadora que une o livro tradicional a recursos tecnológicos.

De acordo com o diretor da Ensinart e fundador do projeto, Carlos Aquiles, a melhor forma de combater o mosquito é através da educação, trabalhando o tema como instrumento transversal curricular. “Nós temos que educar e conscientizar a sociedade. Ações de limpeza são necessárias, mas é preciso fazer mais para que o quadro não volte a se agravar. A melhor maneira de fazê-lo é através da educação das crianças de sexto e sétimo ano, que irão transferir o conhecimento para os seus pais e os seus vizinhos e, com isso, formar uma sociedade mais consciente”, reafirma Carlos.

O diferencial do projeto é a inserção de novas tecnologias para enriquecer o processo do ensino que transforma a sala de aula em um ambiente estimulante e integrador, com atividades, jogos, recursos tecnológicos e vídeos, aliado com o uso de tablets e smartphones.

É importante citar também a parceria da Secretaria de Educação com a Secretaria de Saúde unindo forças para educar a sociedade em não somente combater o mosquito, mas de conhecer como se dá o seu surgimento e quais doenças ele transmite.

Para Joselito Pedro, secretário de Educação, a iniciativa é positiva para o município e a sua pasta tem um papel fundamental nessas ações. “A Educação sempre estará disponível para ações como essa que trazem benfeitorias para a nossa sociedade e os professores têm um papel como multiplicadores de informações”, pontua Joselito.

O projeto vai além da formação de professores e crianças, é voltado também para aplicação na prática, na identificação de focos e alertas no intuito de colaborar para a eliminação do mosquito e redução dos índices das doenças transmitidas por ele.

;

Informações da assessoria.

13
outubro

De Santa Cruz – Empresária lança projeto de prevenção ao câncer de mama no Agreste

Vera Carvalho faz tratamento de câncer de mama e já perdeu irmã para a doença Foto: Wilker Medeiros/Especial para o NE10 Interior

A empresária Vera Carvalho, 59 anos, descobriu que tinha câncer de mama há três anos, cerca três anos após perder uma irmã para a doença. A dona da Iska Viva, sediada em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, passou por 16 sessões de radioterapia. Periodicamente, precisa tomar aplicação de um medicamento, além da quimioterapia oral, com duração de cinco anos.

No próximo ano, Vera continuará dando prosseguimento ao tratamento, fazendo a mastectomia total. Ela acredita que o melhor remédio para o câncer é a prevenção. “Não se preocupe com cabelo e peito, o importante é a vida. Seio é só estética, tem que ter ‘peito’ para enfrentar a doença”, afirma. Mesmo durante o tratamento, a empresária diz que nunca temeu a morte. “Eu curto a vida, a morte eu tenho por certo”.

Devido à conscientização sobre a saúde, ao histórico familiar e à própria experiência, a empresária teve a ideia de criar um projeto para a realização de exames preventivos de forma gratuita para a população. Cerca de 40 funcionárias de sua fábrica serão contempladas, além de mulheres de comunidades.

Vera Carvalho negociou exames de mamografia, que serão realizados de forma gratuita com um mamógrafo móvel para mulheres da Comunidade Santo Agostinho e no Sítio Barreiras, em Santa Cruz, durante a campanha Outubro Rosa. As mulheres do público-alvo deverão ser selecionadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

.

Câncer de mama

O câncer de mama é considerado o mais comum entre as mulheres, depois do câncer de pele melanoma. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), este câncer é causado pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Segundo o Inca, a estimativa para o biênio 2016-2017 é de 57.960 novos casos da doença no Brasil.

A idade é um dos fatores de risco mais importantes para a doença; cerca de quatro em cada cinco casos ocorre após os 50 anos. Outros fatores de risco são obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica e exposição frequente a radiações ionizantes (raio-x). Além disso, a doença pode surgir devido a fatores genéticos e hereditários.

.

Fonte: NE 10

04
outubro

Serviço de fisioterapia para crianças com microcefalia é realizado no AME Infantil

O AME Infantil agora conta com um novo serviço para as crianças de Santa Cruz do Capibaribe. A fisioterapia, recém disponibilizada pela Prefeitura Municipal, é voltada para o atendimento de todas que precisarem, principalmente para aquelas que possuem microcefalia.

No intuito de mostrar o serviço e cuidados para as mães dessas crianças, ocorreu uma reunião para explicar a fisioterapia e seus benefícios para ajudar no desenvolvimento delas.

De acordo com o fisioterapeuta Dr. Daniel Joakson, o objetivo da reunião foi de ter o primeiro contato com as mães e conhecer suas histórias e experiências e, com isso explicar como se dará a fisioterapia para cada uma, como vai proceder os tratamentos, o que precisa, e como ela vai se desenvolver para buscar a melhoria e qualidade de vida.

Após recentemente perder a vaga na cidade de Caruaru para o serviço de fisioterapia para a sua filha Luiza Beatriz, Angelica Pereira viu agora uma nova oportunidade para Luiza se desenvolver e ter os serviços necessários sem precisar se locomover para outras cidades da região.

Luiza possui apenas dois anos e precisa de médicos especializados para seu progresso. Com tudo isso, a mãe se vê positiva e ainda ressalta: “Os cuidados dela são como os de qualquer criança, só que dobrado. Tem que dar mais carinho e mais amor para que ela possa ver isso como um estímulo e desenvolver”.

Assessoria. 

15
setembro

Em Santa Cruz – Mesa redonda aborda suicídio e traz palestras com psicólogos e psicanalistas     

Fotos: Thonny Hill

Na manhã desta sexta-feira (15) foi realizada, na Câmara de Vereadores de Santa Cruz, uma mesa redonda que discutiu o tema do suicídio. O evento faz parte das iniciativas promovidas pelo chamado “Setembro Amarelo”, mês dedicado a intensificação de políticas que previnam o suicídio, em especial na faixa etária de maior incidência, que está dos 15 aos 29 anos.

Na mesa redonda, estiveram presentes psicólogas, professores, psicanalista, secretários de governo, do vice-prefeito e vereadores, onde o público formado por estudantes de escolas públicas pode ouvir orientações e também relatos sobre como diagnosticar sinais de depressão e também de tendência ao suicídio. As palestras foram proferidas pela psicóloga Dra. Janaína Souza e pelo psicanalista Dr. Geraldo Cordeiro, com apoio e falas também de outras profissionais.

 

 

A iniciativa faz parte de um projeto promovido pela vereadora Jessyca Cavalcanti (PTC) através do projeto “Papo cabeça”, que trará, mensalmente, mesas redondas posteriores com as temáticas “Gravidez na Adolescência” e “O preconceito contra a juventude negra e a população carcerária”.

Em entrevista concedida ao blog, a vereadora falou sobre a importância da discussão da temática do suicídio em Santa Cruz.

“Percebemos que os índices de suicídio são maiores entre as pessoas de 15 a 29 anos e temos que trazer a luz essa discussão. Setembro é o mês estabelecido para conscientização e prevenção e no nosso país, 32 pessoas tiram sua própria vida por dia e em Santa cruz temos muitos casos. Trazer essa discussão é necessária” – pontuou.

Nas palestras foram tratados temas como a automutilação, a falta de atenção maior por parte dos pais, os sinais da depressão e também as doenças de ordem mental. Em Santa Cruz, existem órgãos como o Centro de Apoio Psicossocial (Caps) e também o Cras, que promove encaminhamento a profissionais de saúde de modo a tratar esses males.

28
agosto

Secretaria de Saúde de Pernambuco abre inscrições para seleção de profissionais

Foto: Divulgação.

Estão abertas as inscrições gratuitas para uma seleção simplificada para a contratação de 45 profissionais para a Secretaria de Saúde de Pernambuco. O cadastramento vai até 13 de setembro e deve ser feito de forma presencial ou pelos Correios. Os salários vão de R$ 1.500 a R$ 3.720.

Os trabalhadores vão atuar nas unidades do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) do Recife e de Caruaru, no Agreste. Também há vagas para hospitais do Grande Recife e centros regionais de atendimento.

A seleção pública terá validade de dois anos, prorrogável por igual período. Do total de vagas, 5% estão reservadas para pessoas com deficiência.

Há oportunidades para quatro apoiadores institucionais, sendo um sanitarista e três apoiadores para atuar no sistema de informação em saúde. No SVO de Caruaru, também serão lotados quatro apoiadores, sendo um enfermeiro sanitarista e três auxiliares de necrópsia.

Para o SVO do Recife, há chamce de empregos para nove profissionais, sendo um apoiador sanitarista, um enfermeiro, um enfermeiro sanitarista, uma vaga de codificador de causa básica e cinco auxiliares de necrópsia. Vinte e oito vagas serão para Vigilância Epidemiológica Hospitalar para as cinco grandes emergências no Grande Recife e hospitais regionais.

A seleção será realizada em duas etapas sucessivas, avaliação curricular e avaliação técnica por meio de prova objetiva, com exceção da função de auxiliar de necropsia, onde os candidatos realizarão além das duas etapas descritas, a avaliação prática. A divulgação do resultado preliminar da avaliação curricular será no dia 29 de setembro.

Página 1 de 4123...Última »

Notícias Anteriores