26
Maio

Oposição em pé de guerra!

Políticos batem boca em programa de rádio em Santa Cruz do Capibaribe

 

 

O grupo Taboquinha está em pé de guerra em Santa Cruz do Capibaribe. Nas últimas semanas o programa Oposição em Ação, veiculado pela Rádio Polo, já vinha sendo palco de troca de farpas em meio às variadas tendências do grupo, mas neste sábado (26), por pouco os insultos não evoluíram para pancadaria.

Tudo começou quando o ex-deputado José Augusto Maia (Avante) disparava críticas sobre a aplicação das emendas do deputado estadual Diogo Moraes (PSB), posteriormente o vereador Deomedes Brito, que recentemente declarou apoio a pré-campanha de Diogo disse que José Augusto deveria se preocupar com seus votos e acusou o ex-deputado de ter propagado derrota na eleição de 2016, quando o candidato a prefeito foi Fernando Aragão.

Na reação José Augusto gritou que Deomedes o respeitasse e não inventasse mentiras e disparou: “Seja homem, rapaz!”

Parte dos microfones foi fechada pelo vereador Ernesto Maia que estava no painel de controle da rádio, mas foi possível ouvir José Augusto Maia dizer que Diogo teria oferecido dinheiro, e completou: “Você foi o cara que eu mais ajudei em Santa Cruz e agora tá com esse coloio aí!”.

O programa foi encerrado e a troca de farpas continuou nos bastidores.

Imbróglio político

O grupo oposicionista em Santa Cruz do Capibaribe passa por uma ampla divisão de interesses. A pré-candidatura de José Augusto Maia é vista como inviável. O deputado federal Ricardo Teobaldo (PODEMOS) enfrenta desgastes e não é consensual no grupo. O vereador Ernesto Maia (PT) anunciou uma pré-candidatura a deputado federal que não é levada a sério por não ter qualquer conjuntura política favorável. O cenário tornou-se ainda mais embaraçoso quando os vereadores Deomedes Brito e Marlos da Cohab anunciaram apoio ao projeto de reeleição a deputado estadual de Diogo Moraes, que até então era adversário de todo o grupo.

Confira imagens capturadas da live do programa. A transmissão foi interrompida durante a confusão.

 

 

25
Maio

Exclusivo – Joab afirma que vai revelar os reais motivos de sua renúncia de cargo de secretário no Governo Edson

 

 

O vereador Joab do Oscarzão pretende revelar o que, segundo ele, seriam “os reais motivos” que o fizeram deixar o cargo de secretário de habitação no governo do prefeito Edson Vieira (PSDB).

Em contato com o editor deste Blog, o vereador explicou que em seu recente pronunciamento na Câmara de Vereadores, após a retomada do mandato parlamentar, optou por não detalhar o que de fato, teria motivado o desligamento da pasta.

Na ocasião do discurso Joab alegou que o motivo da entrega do cargo seria a falta de estrutura básica de trabalho na secretaria e demonstrou descontentamento com a forma como o prefeito Edson Vieira teria tratado membros do seu partido, o PSD.

Joab confirmou que os reais motivos serão revelados no programa Rádio Debate, nesta segunda-feira (28), onde confirmou participação.

Nos bastidores são fortes os rumores que este seria mais um rompimento de vereadores com o prefeito Edson Vieira.

 

25
Maio

Confira o que foi pauta no Rádio Debate desta sexta-feira (25)

Tentativa de acordo entre Governo Federal e protestantes foi o destaque

Na manhã desta sexta-feira (25) foi realizada mais uma edição do programa Rádio Debate.

Em pauta, a tentativa de acordo entre o Governo Federal e os caminhoneiros, quanto aos protestos que acontecem em rodovias em todo o país.

Ouça o programa na íntegra!

24
Maio

Governador altera agenda para os próximos dias

Nesta quinta-feira (24) o blog obteve informações de que a agenda do Governador Paulo Câmara (PSB, foto) foi alterada.

Esta semana, o vereador Ronaldo Pacas (PR) informou que o mesmo visitaria o município nesta sexta-feira (25). A mudança teria acontecido em virtude ao cenário de protestos ao qual passam as rodovias do estado.

A visita estaria relacionada a assinaturas de ordens de serviço para a tubulação do Loteamento Malhada do Meio e também para a Adutora do Alto Capibaribe e deve acontecer em uma próxima data.

24
Maio

PE-160 volta a ser fechada pelos protestos

Nesta quinta-feira (24) a PE-160, mais precisamente no trecho que compreende o distrito de Pão de Açúcar (de Taquaritinga) voltou a ser interditada.

O fato continua relacionado aos protestos de proprietários de caminhões, ônibus e vans em virtude das sucessivas altas dos combustíveis.

Não há previsão sobre que horas a rodovia deve estar liberada.

 

23
Maio

Resumório – A coluna do Professor Tenório

OPOSIÇÃO EM BRASÍLIA – Integrantes do programa Oposição em Ação, juntamente com Zé Augusto foram para Brasília. Mais assustador do que uma forte turbulência seria uma lavagem de roupa suja em pleno voo, daquelas que eles fizeram no programa.

PASSEIO – A marcha dos prefeitos em Brasília deu mais gente do que o Moda Center em feira de alta temporada. Prefeitos, vereadores, suplente, pré-candidatos, maridos, maridas, familiares e assessores no atacado marcaram presença na Capital. Uns foram a negócios e outros claramente a passeio. Passagem de avião e o custo de vida em Brasília é muito alto, mas como diz alguém que não lembro quem: “dividido para cem mil habitantes, dá quase nada para cada um”.

AQUECIMENTO DA ECONOMIA – A peregrinação dos prefeitos e comitivas em Brasília pode até não render frutos para seus respectivos municípios, mas certamente vai aquecer a economia. Com os preços praticados na Capital Federal, vai ter vereador renovando consignado para arcar com as despesas não cobertas pelas diárias.

PROTESTOS – Os protestos dos caminhoneiros seguem a todo vapor. Na nossa região além de gasolina nos postos está faltando pneu velho para queimar na estrada. Integrantes dos movimentos sociais que foram chamados de vagabundos por caminhoneiros estão de alma lavadas. Cada um sabe onde o calo aperta, meu amigo. 

VÃO FICAR – O protesto dos caminhoneiros deixou o aeroporto do Distrito Federal sem combustível. Será a maior marcha dos prefeitos da história, porque ou ficam em Brasília ou vão marchar até seus estados. Segundo os gaiatos de plantão, só pelo fato de deixar os políticos lá em Brasília, o protesto já cumpriu um grande serviço para o país.

METADE DA VIDA – Existem três tarefas que consomem metade de sua vida. Isso graças ao aumento da expectativa de vida no Brasil que passa dos setenta e cinco anos. Se você precisar resolver algo na agência da Caixa ou Banco do Brasil de Santa Cruz, precisar pagar a sua conta da Celpe e abastecer o carro, saiba que estará perdendo metade de sua vida.

A SECRETARIA VAI PRO BREJO – Com Alê o Dr. fica, com Waldemar o Dr. some. Informações “extrafuxicais” dão conta que depois de oficializar o apoio a pré-candidata a deputada estadual Alessandra Vieira, o prefeito do Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo, até que fim terá coragem de enfrentar o ex-prefeito do Brejo e atual secretário de saúde, Dr. Edson. Estou “sabreno” que já tem até nome para substituir o Dr. na secretaria. Mas não acreditem nessas histórias, são conversas de malas. A verdadeira história será contada por Hilário numa coletiva qualquer dia desses.

O BRASIL QUE NÓS TEMOS – Perguntado a uma adolescente a opinião dela sobre o atual cenário político e as consequências desse protesto dos caminhoneiros, ela disse que não parou para pensar nisso, pois ainda está superando o fim da última novela das nove e o cancelamento da série Lúcifer pela Fox.​

TIRA DILMA – Pessoas empurrando motos, filas quilométricas nos poucos postos que ainda restam gasolina. Cenas de filme do fim do mundo. Mais do que nunca a ciclovia da PE 160 fará falta. Agora só nos resta tirar onda de quem gritava: Tira a Dilma!

AUTOSSUFICIÊNCIA – Se existisse tecnologia capaz de desenvolver um veículo movido à mentira, a roubo e gaiatice, nós seríamos verdadeiramente um país autossuficiente na produção de combustível. E de quebra, com potencial de exportação para todo o planeta.

ENQUETE MENTAL – O que está mais difícil de encontrar, gasolina nos postos ou paneleiros nas ruas?

DIRETO DA REDE – “Brasileiro está abastecendo o carro com uísque Blue Label para economizar.”

“Não me queiram mal. Apenas pensem nisso, enquanto lhes digo que fica o dito para ser rido.”

.

As opiniões e informações aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

23
Maio

Confira os assuntos do Rádio Debate desta quarta-feira (23)

Confirmação de apoio de Hilário Paulo a Alessandra Vieira e Paulo Câmara, protestos e discussão de emancipações foram destaques

Na manhã desta quarta-feira (23) foi ao ar mais uma edição do programa Rádio Debate. Em pauta, a confirmação de que o prefeito de Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo (PSD), de que ele vai apoiar as pré-candidaturas de Alessandra Vieira (PSDB) e também de Paulo Câmara (PSB).

As confirmações vão na contramão do ex-prefeito e atual secretário de saúde do município, Dr. Edson Sousa, principal liderança do grupo governista. A divergência de posições é especulada como uma das peças de um rompimento político de ambos.

Outros assuntos também foram tratados, a exemplo dos protestos em todo o país contra os aumentos de combustíveis e também a vota das discussões sobre emancipações de distritos no país.

Ouça o programa na íntegra!

23
Maio

Postos em Santa Cruz começam a enfrentar escassez de combustíveis

Nesta quarta-feira (23) o blog obteve confirmação de que postos já começam a apresentar escassez de combustíveis.

A escassez acontece frente ao cenário de protestos que ocorrem nas rodovias em vários pontos do estado e também do país, onde proprietários de caminhões, vans e ônibus mostram suas insatisfações frente aos consecutivos aumentos nos preços dos combustíveis.

Até o momento, pelo menos quatro deles estão com seus estoques quase no fim e um já não possui mais gasolina, o que tem provocado várias filas de consumidores em busca de abastecer seus veículos.

 

Posto de gasolina em São Domingos, que também enfrenta longas filas

23
Maio

Prefeito de Brejo confirma apoio a Alessandra Vieira e Paulo Câmara e responde especulações de rompimento

Em entrevista concedida no programa Rádio Debate, o prefeito de Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo (PSD) falou sobre sua definição de mais nomes para apoiar na corrida eleitoral.

Até poucas horas antes, o único nome que ele tinha confirmado seu apoio era do então pré-candidato a reeleição, deputado federal Bruno Araújo (PSDB), mas agora ele também confirmou que irá apoiar Alessandra Vieira (PSDB) para deputada estadual e também o projeto de reeleição do Governador Paulo Câmara (PSB).

“Exatamente. Estamos finalizando todos os nomes de nossos candidatos. Estou em Brasília com nossos vereadores e temos algumas reuniões a finalizar. Na próxima semana, vamos convocar uma coletiva para apresentarmos todos os nomes que serão nossos candidatos” – disse o prefeito.

.

Divergência com Dr. Edson e possibilidade de rompimento político

O prefeito também foi questionado sobre a divergência de alinhamento em relação a principal liderança do grupo: o ex-prefeito e atual secretário de saúde, Dr. Edson Sousa.

O ex-prefeito já se posicionou que apoiará Waldemar Borges para deputado estadual. Sobre a possibilidade levantada de rompimento com o ex-prefeito e convite para que ele integre apoio aos seus candidatos, ele disse:

“Até essa coletiva, vamos trabalhar para que possamos ter o maior número de adesões aos nossos candidatos. Por enquanto, isso não está simbolizando nada (de rompimento) até termos isso de uma forma oficial. Eu aprendi a fazer política tentando somar. Como tenho muito tempo e não muita pressa assim, posso trabalhar o máximo possível de adesões. No momento da coletiva, vamos mostrar como será nossa campanha” – frisou.

Questionado se com essa divergência de posicionamento e mesmo ele não aceitando esse convite de deixar de apoiar Waldemar Borges, Dr. Edson continuaria a frente da Secretaria de Saúde, ele citou que o assunto só vai ser dito na coletiva, que ainda não tem uma data fixada.

“Iremos fazer uma reunião com nosso grupo para definir essa data” – pontuou.

.

Marcha dos Prefeitos

Hilário também falou de sua ida a Brasília, onde participa da XXI Marcha dos prefeitos. De acordo com ele, a ida já serviu para liberar recursos para asfaltamento de ruas em São Domingos. Quanto as emancipações, ele citou que está atento a essas questões.

 

 

22
Maio

Confira o que foi pauta no Rádio Debate desta terça-feira (22)

Protestos de caminhoneiros sobre aumentos nos combustíveis e racha no grupo governista em Brejo são os destaques

Na manhã desta terça-feira (22) foi veiculada mais uma edição do programa Rádio Debate. Em pauta, os principais assuntos da política estadual e nacional.

No âmbito nacional, foi destacado os protestos de caminhoneiros em quase uma dezena de estados brasileiros em relação aos consecutivos aumentos nos combustíveis.

Com o aumento do valor nas refinarias, há também os quase 60% de impostos pagos, pela população, no valor por cada litro de combustível, pontos que foram abordados nos protestos.

O outro assunto foi a política em Brejo, onde o grupo governista se encontra rachado em meio a escolha de quem apoiar para deputado estadual. O prefeito Hilário (PSD) ainda não divulgou nomes, porém Dr. Edson, seu antecessor na prefeitura e que ocupa uma secretaria no atual governo, já decidiu por apoio a Waldemar Borges (PSB).

Há também uma possibilidade em Brejo do vice-prefeito Josevaldo de Mandaçaia (PRB) dada a indefinição no governo municipal. Confira na íntegra:

 

22
Maio

Prefeito fala sobre recursos para continuação de obra pública paralisada há mais de um ano

Centro de Apoio Psicossocial – Alcool e Drogas (Caps-AD) no Maria Vieira II – Obras paralisadas há mais de um ano.

Na manhã desta terça-feira (22) o prefeito Edson Vieira (PSDB) participou do programa Rádio Debate, da Polo FM. O político participa da XXI Marcha dos Prefeitos em Brasília, onde o objetivo, segundo organizadores, é pressionar o Governo Federal a liberar mais recursos da União aos municípios.

Durante a entrevista, o prefeito falou sobre a liberação, segundo ele, de recursos do Governo Federal para continuação de obras no município. Uma delas é o Centro de Apoio Psicossocial – Alcool e Drogas (Caps-AD), que tiveram suas obras iniciadas no loteamento Maria Vieira II, porém estão paralisadas, segundo moradores, há mais de um ano.

“Quero anunciar que ontem tivemos uma boa notícia: a liberação de recursos para construção do CAPS-AD. Tínhamos recebido apenas uma parcela de R$ 150 mil e agora já conseguimos essa segunda parcela de R$ 400 mil, graças a assessoria do deputado Bruno Araújo (PSDB) e também a segunda parcela de duas UBSs das quatro que estão fazendo. Já conseguimos mais duas parcelas, sendo uma de 300 mil e outra de 200 e poucos mil para mais duas que estão sendo construídas. Com isso, a gente avança para que possamos dar celeridade no término dessas UBSs e desse Caps. Espero levar ainda mais boas notícias para Santa Cruz” – disse.

Para relembrar:

Orçado em pouco mais de R$ 700 mil com recursos federais e municipais, o Caps-AD tinha como objetivo a promoção de políticas públicas e atividades voltadas a recuperação de pessoas em situação de dependência química.

As obras tiveram início em julho de 2016, mas até o momento, nem o muro que deveria cercar o terreno foi concluído. A paralisação das obras já foi abordada em outras matérias pelo blog (clique AQUI e reveja).

22
Maio

“Não há razão para criar mais despesas públicas” – critica Tadeu Alencar contra projeto de novos municípios

Nesta segunda-feira (21), o deputado Tadeu Alencar, líder do PSB na Câmara a partir de junho, criticou o Projeto de Lei Complementar (PLP) 137/2015, que regulamenta a criação de novos municípios e está para ser votado na Casa esta semana.

De acordo com o parlamentar, a formação de novas unidades federativas não se reverterá em benefício à população e terá impacto na divisão de recursos do Fundo de Participação dos Municípios.

“Os recursos, que já são poucos, ficarão ainda menores com mais municípios para entrar na divisão. Nesse momento, não há razão para criar mais despesas públicas com novos municípios. Sou crítico à medida num momento de crise e da necessidade de austeridade como a que vivemos agora”.

O projeto prevê alguns critérios para criação de novos municípios. Entre eles está a necessidade de a população do novo município e do que foi desmembrado ser de, pelo menos, 12 mil habitantes no Nordeste, além de critérios econômicos de sustentabilidade.

O texto é igual ao do PLP 397/14, aprovado pela Câmara em junho de 2014 e vetado pela então presidente Dilma Rousseff porque “causaria desequilíbrio de recursos dentro do estado e acarretaria dificuldades financeiras não gerenciáveis para os municípios já existentes”. Hoje, o Brasil tem 5.570 municípios.

O deputado avalia que o momento é de defender mudanças no Pacto Federativo, com a destinação de mais recursos de arrecadação nas mãos da União para as prefeituras, e não abrir o debate sobre a criação de novos municípios.

21
Maio

As curtinhas do Romenyck Stiffen

A Garra do Zé!

A GARRA – O ex-deputado Federal José Augusto Maia (Avante) mostrou, nos últimos dias, sua garra e disposição em uma de suas principais bandeiras: as emancipações.

LIDERANÇA – Zé mostrou seu poder de liderança e prestígio em Brasília e, mais uma vez, sua luta em favor dos projetos pelas emancipações foi reconhecida pelos lideres a favor das emancipações.

TRAZER PRA CAMPANHA – Falta Zé trazer e demonstrar essa garra e disposição em sua pré-campanha de deputado estadual, aquecendo, assim, a mesma.

SEMANA DE TRABALHOS – O prefeito Edson Vieira (PSDB) teve uma semana proveitosa de trabalho, pois as pavimentações asfálticas nas principais ruas do centro da cidade deram uma nova cara à localidade.

COROOU – A semana de trabalho foi coroada pela entrega da revitalização da Avenida Padre Zuzinha. A mesma agradou a população, principalmente a da localidade. A rua saiu do esquecimento para uma movimentação impressionante, perceptível no último final de semana.

ALTOS E BAIXOS – Como a maré do prefeito é sempre de altos e baixos, o mesmo também recebeu a notícia de que uma auditoria especial será realizada pelo Tribunal de Contas do Estado em relação à denúncia feita pelo vereador Carlinhos da Cohab (PTB) sobre a licitação da água mineral.

PAROU – O deputado Diogo Moraes (PSB) criou uma estratégia nas últimas semanas de anunciar nomes que aderiram ao seu projeto de reeleição. Contudo, a última semana passou em branco e a atual inicia sem expectativas de novos nomes.

PERIGOSA – A estratégia do deputado é perigosa, pois o crescimento de adesões toda semana pode, também, dar impressão de cansaço e estancamento de sangria por parte de Edson e Zé, caso demore os anúncios de novos nomes.

.

As opiniões e informações aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

21
Maio

Suplente denuncia quebra de decoro parlamentar na Câmara de vereadores de Toritama

Jeziel Antônio da Silva apresentou a denúncia na justiça

O primeiro suplente da câmara de vereadores do município de Toritama, Jeziel Antônio da Silva (MDB), apresentou uma denúncia na justiça, alegando uma quebra de decoro parlamentar que envolve dois membros do poder legislativo.

A denúncia partiu, após um bate-boca na tribuna do plenário, onde o vereador, José Carlos da Silva (Fofão) PSC, acusa o vereador, Edijan Enildo da Silva (MDB) de corrupção. No áudio gravado no dia da reunião, Fofão afirma ter provas de que Edijan é corrupto e teria enviado duas pessoas até sua residência para tratar de uma possível compra de voto. O fato citado pelo vereador, seria a eleição para a mesa diretora, onde Edijan era um dos candidatos à presidência.

Fofão afirma ter provas sobre a denúncia.

Jeziel ainda disse acreditar que após a repercussão da acusação, ambos teriam feito um acordão para abafar o caso, temendo um processo de perca de mandato. O suplente cobrou também uma postura do vereador Fofão que é pré-candidato a deputado estadual para dar esclarecimentos sobre as acusações feitas por ele. Assim como, o acusado, Edijan Enildo.

Edijan Enildo da Silva é acusado de corrupção

Um inquérito civil foi instaurado na delegacia de Toritama para apurar a denúncia. A delegada, Erica Feitosa, já ouviu os vereadores envolvidos e deve encaminhar o caso a promotoria pública nos próximos dias.

Confira o bate-boca iniciado na Câmara de Toritama:

/

Com informações de Evandro Lins, correspondente do Blog em Toritama

18
Maio

MPPE recomenda que Santa Cruz não realize gastos com festas, em caso de atrasos na folha de pagamento dos servidores

Como prevenção de atraso na folha de pagamento dos servidores, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), que não realize festas e não promova qualquer tipo de festividades no município que impliquem a contratação de bandas ou artistas, iluminação, montagem de palco, entre outros gastos públicos.

Pela recomendação, qualquer processo licitatório existente deverá ser cancelado ou rescindido, inclusive os de dispensa ou inexigibilidade, bem como quaisquer contratações, caso Santa Cruz do Capibaribe esteja em mora no tocante ao adimplemento das remunerações, assim como em relação aos repasses previdenciários a cargo da municipalidade.

O prefeito também foi orientado a abster-se de autorizar a realização de despesas com presentes, festas, confraternizações e situações similares, sob pena de incidir em desvio de finalidade de recursos público; de realizar transferências de recursos públicos para associações, clubes e para outras entidades de classes congêneres; além de zelar para que não ocorra a utilização de outros instrumentos, como a doação, subvenção, adiantamentos e até diárias na forma de burlar a expressa vedação de realização de despesas com confraternização, festas, presentes e outras situações similares.

Deverá ser apresentado à promotoria do município, em um prazo de cinco dias úteis, calendário de pagamento dos servidores municipais ativos e inativos, efetivos ou contratados, com informações detalhadas acerca de eventual inadimplência. No mesmo prazo, para fins de controle, o prefeito deve remeter informações pormenorizadas acerca de todos os gastos que serão efetuados pelo município com festejos juninos, dentre o São João da Moda, bem como da correspondente fonte de custeio, inclusive no que tange às despesas com bandas, shows, iluminação, palco.

O promotor de Justiça responsável pela recomendação, Carlos Eugênio Lopes, requisitou que o prefeito informe mediante ofício, em cinco dias úteis, as providências adotadas no intuito de dar cumprimento ao recomendado no prazo previsto e evitar a adoção das providências extrajudiciais e judiciais cabíveis.

18
Maio

Exclusivo: TCE abre auditoria especial para investigar denúncia de superfaturamento na compra de água mineral pela Prefeitura de Santa Cruz

 

 

 

A recente denúncia de suposto superfaturamento na compra de água mineral envolvendo o governo do prefeito Edson Vieira (PSDB) em Santa Cruz do Capibaribe será alvo de uma auditoria especial no Tribunal de Contas do Estado.

Informações confirmadas pelo Blog do Ney Lima, apontam que na tarde desta quinta-feira (17) a conselheira Teresa Duere negou um pedido de medida cautelar, pleiteada pelo vereador Carlinhos da Cohab, por entender que os contratos com a empresa fornecedora já estão em execução.

No entanto, entendendo a haver possibilidade de dano ao erário público, Duere determinou a instauração imediata de uma auditoria especial para “análise aprofundada dos fatos”.

Entenda:

 

Em março deste ano, vereadores de oposição alegaram ‘preço acima do praticado no mercado’ em água comprada pela prefeitura fornecida em escolas do município. O contrato exposto na denúncia foi celebrado com a empresa ‘Água Mineral e Gelo da Ilha LTDA-ME’.

 

De acordo com os denunciantes, no contrato 006/2017 consta o valor de R$ 6,20 para cada garrafão de 20 litros. Ainda segundo ele, para o ano de 2018, existe um acordo fixando o valor em R$ 6,80.

 

O líder da bancada, Carlinhos da Cohab (PTB) afirma que esteve na sede da empresa, em Santa Cruz, onde encontrou os mesmos garrafões de água, sendo vendidos ao preço de R$ 4,50 (5 unidades, com entrega em domicílio). Quando vendidos acima de 5 unidades, sem entrega, esse valor cairia para R$ 3,50.

 

O que diz o governo?

 

 

A prefeitura contesta a denúncia, afirmando que os “Os valores contratados estão dentro dos parâmetros de mercado”.

 

 Confira a nota na íntegra:

 

“A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe vem a público esclarecer sobre a questão da licitação do fornecimento de água mineral (botijão de 20 litros). O certame aconteceu no dia 24/01, e como todos processos licitatórios, buscou contratar o menor preço entre os participantes. Na data mencionada, apenas a empresa Água Mineral e Gelo da Ilha Ltda participou e venceu o certame. Os valores contratados estão dentro dos parâmetros de mercado levando em consideração os impostos, custeio com combustível e manutenção dos veículos distribuidores do produto que se deslocam, conforme a demanda, para as secretarias municipais, além das unidades escolares localizadas na zona rural do município (Poço Fundo, Pará, Cacimba de Baixo)”.

18
Maio

As curtinhas do Romenyck Stiffen

MENTIRA!

 

O relacionamento: Essa não é a primeira curtinha que tratamos sobre o relacionamento entre o prefeito Hilário Paulo (PSD) e a grande parcela da categoria dos professores do município.

Congelamento: As ações do prefeito podem congelar o salário da categoria, quem vem sendo desvalorizado e perdendo o poder de compra nos últimos três anos, período em que não houve um reajuste real, pois o ultimo aumento ocorreu em julho de 2017, perdendo os seis meses iniciais do referido ano.

As percas: Apesar de o prefeito dizer que a categoria recebe acima do piso salarial, os professores já perderam, desde 2016, aproximadamente 20% de reajuste salarial encima dos seus respectivos vencimento.

Os não reajustes: Em 2016, o MEC determinou um reajuste de 11,36 que a prefeitura de Brejo não concedeu, em 2017 o reajuste seria 7,64, que só foi pago em julho e sem retroativo e em 2018 o reajuste é de 6,81 que o prefeito Hilário Paulo não quer pagar.

Orgulho: Em um passado não tão distante, os professores de Brejo tinham orgulho de dizer que os prefeitos eram parceiros nas discussões salarias, apesar de problemas em outros pontos, pois o aumento era feito de forma automática sem a necessidade de negociações, alavancando o município como um dos melhores salários do País, o que vem perdendo nos últimos anos, principalmente na gestão Hilário Paulo.

A Situação: Justificar que o município não tem recursos para conceder o reajuste é até plausível, pois é perceptível que o prefeito perdeu o controle da gestão, pois estamos há quase um ano e meio e a cidade nem de longe é um canteiro de obras, promessas de campanhas nem de longe vem sendo cumpridas (é só pegar o panfleto de campanha, onde discutiremos em outras curtinhas), a previdência do município poucos sabem a realidade, O TCE já afirmou em recente ranking que o município é insuficiente na transparência, onde caíram 101 posições em 2017.

Mentira: O prefeito poderia até pegar as justificativas acima para justificar o não reajuste (mesmo não convencendo), contundo, Hilário não poderia usar de uma mentira e falar em um programa de rádio que “nenhum professor efetivo do município, recebia menos de 3 mil reais”, não demorou muito para o mesmo ser desmentido nas redes sociais com contracheques onde os valores eram inferiores a 2 mil reais.

10 mil?: O prefeito também afirmou que havia professores recebendo 10 mil reais, a categoria desmentiu o prefeito provando que há vários professores recebendo abaixo de 2 mil, agora desafio o prefeito a expor os professores que tenham apenas um vínculo no município e recebam esse valor e se os mesmos estão em sala de aula.

Mas…: O que acho estranho é o prefeito falar de salário alto, recebendo bem acima dos 10 mil, seu Vice Prefeito e secretários recebendo bem acima dos três mil, que de formar mentirosa disse que todos os professores efetivos do município recebiam.

Conselho: Venho aconselhar o prefeito que utilize o mesmo programa de rádio amanhã e de forma digna reconheça e se desculpem com a categoria pela mentira dita em relação aos salários.

/

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

17
Maio

Novo desabamento de teto do Calçadão esquenta discursos em sessão da Câmara

Nesta quinta-feira (17) foi realizada a 15ª sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Santa Cruz.A sessão foi marcada portes discursos, que tiveram como tema, em sua grande maioria, o novo desabamento do teto do Calçadão Miguel Arraes de Alencar.

Os discursos giraram entre aqueles que pediam a instalação de uma CPI para apurar supostas irregularidades na construção do gigante comercial e também aos que faziam defesa mesmo com a atual situação de parte do empreendimento.

Dos 17 vereadores, 15 deles estiveram presentes e fizeram uso da tribuna. Entre eles, estava o vereador Joab do Oscarzão, que deixou o posto de Secretário de Habitação no governo Vieira.

A sessão também foi marcada pela presença de populares que, alegando serem comerciante do Calçadão, foram cobrar dos vereadores mais fiscalização e também o pedido de CPI sobre supostas irregularidades.

.

Carlinhos da Cohab solicita contratação de engenheiro pela Câmara para analisar problemas no Calçadão

“Solicitamos que se tenha um engenheiro pago pela câmara para vermos lá essas questões e que se dê um laudo. Não se tem respostas do prefeito e do governador. Foi o quê? Uma casadinha dos dois? Quanto tempo faz que esse pedido de CPI foi protocolado aqui. Quando caiu a primeira vez, se foi solicitado uma CPI e se colocaram isso por baixo dos panos aqui nessa Casa, mas agora, dessa vez, espero que se coloque esse pedido e se indique os membros”.

.

“Não tive a estrutura mínima na minha secretaria” – diz Joab do Oscarzão

“Não houve briga com ninguém. Não comentei com o prefeito e peguei todos de surpresa. Foi uma decisão pensada. Todo o sonho de quem luta por moradia é estar secretário (de governo), mas não fiquei por falta de estrutura básica. Não tive a estrutura mínima na minha secretaria. Até onde saí, que foi ontem que eu entreguei o cargo, não tinha impressora, internet… Gosto de trabalhar, mas não dessa forma” – frisou.

Joab aproveitou também para fazer críticas ao prefeito Edson Vieira, ao falar de nomes de sua legenda que foram demitidos ou alvos de críticas por apoiarem Diogo Moraes.

“Quando alguém fala uma coisa que me desagrada, fico triste. Não gostei do que o prefeito Edson Vieira disse em programa de rádio com os meus colegas do PSD. Não vou admitir ninguém estar com palavras pejorativas quanto aos meus companheiros. Nós nos reunimos, somos como uma família”.

.

“Houve equívocos e erros” – diz Jessyca Cavalcanti sobre engenheiros que analisaram Calçadão

“Teve que ter um equívoco nesse laudo por ter se desabado novamente. Houve equívocos e erros. A prefeitura notificou a empresa para que ela esclarecesse. Vocês viram o prefeito lá no local. Ninguém seria irresponsável e esse é o momento, de se contratar também um engenheiro para que essa casa acompanhe e nos possa dar esse direcionamento. Precisamos esclarecer esses fatos e, todas essas historias que se tem de superfaturamento, até agora não se tem comunicado oficial do Governo do Estado e estamos em fase se conclusão de prestação de contas”.

.

Marlos da Cohab volta a cobrar CPI e diz que Calçadão “está condenado”

“Já pedi uma CPI para que possamos fiscalizar e passar para todos o que aconteceu. A estrutura está danificada e quero estar errado: mas o calçadão está condenado por irresponsabilidade do prefeito e da empresa que fez a construção. Presidente, ao invés de ficar proibindo esses comerciantes de falar, tenha a coragem e peça a indicação dos membros para essa CPI. Não podemos virar as costas para esses comerciantes, que estão sendo prejudicados. SE acontece ruma tragédia ali, se terá a repercussão nacional e teremos prejuízos. O dinheiro veio, R$ 15 milhões… É pouco tempo de se fazer uma obra e ela desabar”.

.

“Aquilo ali vai ter que ser refeito de novo. A situação é essa” – diz Ernesto Maia sobre Calçadão

“Todo mundo já sabe que aquilo ali vai ter que ser refeito de novo. A situação é essa. Lá é cobrado 12 reais por semana de cada banca, 30 reais de cada loja. São aproximadamente 4 mil boxes e 110 lojas. Ela arrecada quase 200 mil por semana e desde que foi inaugurado, já se arrecadou R$ 8.600.000,00. Qual foi a benfeitoria que a prefeitura fez? Será que os banheiros são iguais ao do Moda Center? Se resolveu a questão daquele canal, quando se tem uma fedentina daquelas… O povo quer solução e o povo que isso. Que o senhor, presidente, deixasse de ser bonzinho com o prefeito e se colocasse uma CPI para se apurar os culpados desse desvio”.

.

Junior Gomes cobra CPI e envio de mais documentos sobre construção do Calçadão

“Não recebemos nem o plano conclusivo e nem o plano de trabalho, mas recebemos esse do convênio. Antes tarde, do que nunca. O valor total desse investimento soma R$ 14.136.069,19. Desses 14 milhões, apenas R$ 837.920,00 foram investidos pela prefeitura e os demais foram de investimento direto do Governo do Estado. Muita gente se pergunta: De quem é a responsabilidade ou os culpados? Toda essa situação nem deveria estar existindo, mas sim um empreendimento, um equipamento que servisse aos confeccionistas que ali convivem. Por um bom tempo, ele serviu dessa forma, mas o que hoje se vê… Muitos relatos de gente que está sem ter do que viver por não ter renda nenhuma, mas não tem mais. Isso precisa ser averiguado”.

.

Irmão Val diz que oposição faz politicagem sobre problemas no Calçadão

“Em 19 de setembro de 2014 estava um grupo batendo palma para políticos que estavam inaugurando aquela obra. Outros grupos estavam reunidos, preocupados, dizendo que aquilo não ia crescer. A nossa preocupação é a vida e nenhum gestor estaria satisfeito e rindo de um momento como esse. É importante que as questões de picuinha política sejam deixadas de lado e vamos resolver isso. Não adianta chegarem aqui dizendo que teve superfaturamento. É muito bom se jogar isso para o povo, mas quando se jogaram quando se haviam outras coisas? Estamos aqui para tentar solucionar e vamos fazer. Vamos com uma comitiva e todos os engenheiros ouvir e tentar ter uma solução para esse problema”.

.

“A coisa é muito mais embaixo do que se imagina” – diz Ronaldo Pacas sobre problemas no Calçadão

“Desde a primeira queda (do teto), uma equipe de engenheiros do Governo do Estado já teve aqui e deu o seu relato. A coisa é muito mais embaixo do que se imagina. Está muito diferente do projeto original e não sei de quem a culpa foi, mas há uma evasão de mais de três milhões. A coisa é mais surpreendente daquilo que se pensa, pode ter certeza. Você vai ver o furo que era naquele alicerce. Em locais que era para ter mais de 80 centímetros, se tem apenas 27…”.

.

Capilé rebate Jessyca e diz que engenheiros do Calçadão são os mesmos que assinaram obras na gestão que apresentaram problemas

“A vereadora diz que a prefeitura tem três engenheiros, mas são eles que estão atestando as obras em escolas que estão caindo, de problemas das UBSs sem alicerce, no Calçadão que caiu o teto e agora é o alicerce que está afundando. Quando se estava todo mundo junto, não se tinha denúncia. Vemos Junior Gomes hoje cobrando, mas na época em que eram aliados… Hoje, quando romperam, vem cobrar e dizer de questão de moralidade. O erro se continua até hoje. Espero que o senhor, presidente, se coloque essa CPI e que ela não seja usada como instrumento político”.

17
Maio

Dança das cadeiras – Joab do Oscarzão retorna ao legislativo em Santa Cruz

Nesta quinta-feira (17) retornou ao Legislativo o vereador governista Joab do Oscarzão (PSD).

O vereador estava ocupando o posto de Secretário de Habitação, secretaria criada de forma extraordinária pelo governo Edson Vieira (PSDB).

Joab renunciou ao cargo e em seu lugar, de forma interina, assumiu o ex-secretário de Saúde, Breno Feitosa, que estava integrado a pasta executiva.

Com a volta de Joab a Câmara, Caetano Motos retorna a condição de suplência.

17
Maio

Grupo de comerciantes do Calçadão vão a Câmara mostrar insatisfação e também cobrar CPI

Atualização às 18h

Na tarde desta quinta-feira (17) um grupo de pessoas, alegando serem comerciantes que atuam no Calçadão Miguel Arraes, se fizeram presentes a sessão da Câmara.

O objetivo, segundo eles, é expor problemas existentes no espaço comercial, em especial da parte cujo telhado desabou, mais uma vez, em um dos setores.

Segundo o grupo, a ideia era usar da tribuna para promover, além da cobrança de uma ação maior da Casa quanto a fiscalização do espaço e também endossar o pedido público de CPI para apurar supostas irregularidades no empreendimento. Os populares também cobraram uma prestação mais adequada de serviços de manutenção e limpeza do local.

Um dos representantes chegou a requerer o uso da tribuna, mas teve o espaço vetado pelo presidente da Câmara, Zé Minhoca, citando que o tema não constava da pauta de discussão de projetos de lei e requerimentos na Casa.

Durante a sessão, vários deles chegaram a vaiar discursos de vereadores que faziam defesa a gestão municipal sobre o problema. No final da sessão, uma comissão formada com 12 membros se reuniu com os vereadores para discutir a pauta de reivindicações e os problemas no gigante comercial.

17
Maio

Prefeito de Brejo entende que condenação pelo TCE foi menor que a dos demais ex-prefeitos

Em entrevista concedida no programa Rádio Debate, o prefeito de Brejo da Madre de deus, Hilário Paulo (SD), falou sobre uma decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A decisão foi proferida pela Segunda Câmara do Tribunal de Contas, que julgou como irregulares as contas de gestão do município de Brejo da Madre de Deus, relativas a 2013, com imputação de um débito total de R$ 482.248,48 aos gestores responsáveis.

Um aspecto negativo atribuído ao prefeito, apontado pela auditoria do TCE, é que além da imputação de débito, repercutiu na aplicação de multa, no valor de R$ 7.981,50.

Em 2013, chefiaram o executivo municipal José Edson de Souza (01/01 a 23/04), Hilário Paulo da Silva (25/4 a 31/07), e Roberto Asfora (01/08 a 31/12). A condenação foi divulgada pelo TCE na última quarta-feira (16).

.

“Minha condenação foi uma condenação menor” – diz prefeito

De acordo com o entendimento do prefeito, o teor da condenação a ele atribuída pelo TCE seria menor em relação aos outros dois ex-prefeitos, sendo atribuída a ele, segundo suas palavras, uma multa de R$ 7981,50. Ele citou que vai recorrer e que, de acordo com o entendimento dele, o valor solicitado pelo TCE para devolução seria o menor.

“No julgamento do Pleno, vamos tirar essa condenação que foi imputada a mim. Acreditamos em nossa defesa e vamos ter nossas contas aprovadas, como já foram aprovadas as contas de 2013 na Câmara” – disse.

.

Resposta de auditoria prometida, falta de documentos na prefeitura e suposto sumiço de bens públicos

Hilário foi questionado sobre o resultado de uma auditoria que teve a promessa de ser aberta em seu mandato. De acordo com ele, existe uma auditoria aberta no setor da Previdência e que documentos, que teriam sido levados pelo gestor anterior estariam sendo aguardados.

Novamente questionado sobre uma resposta quanto a esses números apurados, ele citou que fará essa divulgação posteriormente, mas não especificou data. Recentemente, o Sindicato dos Professores já alertou que há uma dívida previdenciária em aberto, mas precisamente no Regime de Previdência Própria.

Já quanto a recomendação pelo TCE para abertura de processo administrativo para apurar o suposto sumiço de bens públicos, citou que isso vais mais além, atribuindo o caso ao ex-prefeito Roberto Asfora.

“Temos a informação que não foram só bens, mas vários documentos. Teve um gestor que, ao terminar sua gestão, levou vários documentos. Quando saí da prefeitura, a gente fez o processo de tombamento de todos os bens encontrados e não encontramos essa relação junto a toda essa documentação de quando fizemos a transição. Tivemos que entrar na justiça para que ele fizesse essa devolução” – disse.

17
Maio

Confira o que foi pauta no Rádio Debate nesta quinta-feira (17)

Repercussão após saída de Joab da Secretaria de Habitação e julgamento do TCE que atinge prefeito e ex-prefeitos de Brejo são os destaques

Na manhã desta quinta-feira (17) foi realizada mais uma edição do programa Rádio Debate. Em pauta, dois assuntos: 1) A repercussão após a confirmação da saída de Joab do Oscarzão do posto de Secretário de Habitação e 2) O julgamento por parte do TCE da irregularidade das contas 2013 na Prefeitura de Brejo.

Neste último ponto, o Tribunal de Contas coloca existência de um débito de quase meio milhão, ao prefeito Hilário Paulo e aos ex-prefeitos Dr. Edson Souza e Roberto Asfora.  Para falar da nova polêmica, participaram, Roberto Asfora e Hilário Paulo.

Confira o programa na íntegra!

17
Maio

Hilário Paulo vai a Brasília acompanhar movimento das emancipações e busca de melhorias para educação do Brejo 

O Prefeito do Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo, esteve no decorrer dessa semana em Brasília – DF, acompanhando de perto as articulações do projeto emancipação de Distritos (no nosso caso, o Distrito de São Domingos) e em busca de recursos e oportunidades para o município do Brejo da Madre de Deus, onde junto com o vereador Silvano, e com secretários e equipe, também estiveram visitando o MEC, onde foi recebido pelo Secretário do Ministro, o Sr. Leonardo. O prefeito Hilário, teve notícias positivas e conquistas garantidas para o desenvolvimento da educação no município.

Na pauta, o prefeito Hilário Paulo, também esteve lutando para conseguir mais uma escola para o Distrito de São Domingos e uma creche para Fazenda Nova.  Nessa oportunidade, ele conseguiu mobiliários no valor de mais de 270 mil para a melhoria das escolas no município, onde a gestão tem um grande compromisso com a educação do município, fazendo com que os alunos tenham nas suas escolas, uma referência positiva no seu processo educacional.

Continuando suas articulações em  Brasília, no FNDE, o Prefeito esteve em busca do destravamento burocrático das creches no Distrito de São Domingos e na Sede do município, e já tem garantido mais 02 novos ônibus, que será entregue o mais breve a população brejense, onde irá melhorar o transporte escolar no município.

É assim que se caminha em busca de novos horizontes, que se transformarão em ações direcionadas para uma melhor qualidade de vida de nossa gente, do nosso povo brejense.

;

Informações da assessoria.

Página 1 de 261123...1020...Última »

Notícias Anteriores