12
setembro

Santa Cruz – Sessão na Câmara é adiada para terça-feira

A assessoria de comunicação da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe informou, na manhã desta quinta-feira (12), que a Sessão Ordinária que estava programada para a tarde de hoje, foi adiada.

De acordo com a assessoria, o fato se deve à realização de casamentos coletivos na noite desta quinta. Organizadores do evento solicitaram o plenário da Casa Dr. José Vieira de Araújo com urgência, de acordo com a Câmara.

A reunião dos vereadores foi reagendada para a próxima terça-feira (17).

11
setembro

“Minha conduta como homem e pai de família falam por mim”, diz prefeito Edson Vieira, após denúncias do MPPE

Na tarde desta quarta-feira (11) o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), falou, pela primeira, sobre as ações recentes que sofreu por parte do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). As ações foram ajuizadas pelo promotor de justiça Jefson Romaniuc.

A primeira diz respeito ao suposto uso de água da Compesa de forma irregular. Baseado principalmente em denúncias de um motorista de carro pipa, o MPPE afirma que o prefeito e familiares dele, teriam se beneficiado com água que deveria ser colocada em prédios públicos. (Relembre)

O segundo caso, divulgado nessa terça-feira (10) pelo Blog, faz referência à extrapolação de gastos com pessoal. O órgão afirma que, por vários quadrimestres, o município ficou acima do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal e que o prefeito não teria tomado medidas para mudar o cenário. (Veja aqui)

Edson Vieira assegura que o excesso de gastos na folha de pessoal, se deu em virtude da maior oferta de serviços para o município. Ele cita também a crise e falta de repasses do estado, como justificativas. Ainda segundo Edson, a administração tem tomado medidas e diminuído, em 2019, esses gastos.

“Terei a chance de provar”, afirma.

Já sobre a denúncia envolvendo a água da Compesa, o prefeito nega qualquer tipo de favorecimento, e questiona; “Sinceramente, será que preciso estar passando por isso?”

“Meu passado, minha vida fala por si. Minha conduta como homem e pai de família falam por mim”, disse, acrescentando que fica chateado, mas que também provará sua inocência.

A entrevista foi concedida ao programa Rádio Debate (Rádio Polo).

Saúde – Durante sua participação, o tucano também aproveitou para reforçar que tem cobrado o governo do estado, por mais vacinas contra sarampo.

Confira a edição desta quarta-feira na íntegra.

 

10
setembro

Exclusivo – MPPE apresenta nova ação contra Edson Vieira por improbidade administrativa

É o segundo processo em menos de uma semana

O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), terá que responder a um processo por atos de improbidade administrativa. Nesta terça-feira (10), o promotor de justiça Jefson Romaniuc, ajuizou uma ação onde acusa o prefeito de ter “dolosamente” excedido os gastos com a folha de pagamento.

A ação tem como base um relatório do Tribunal de Contas de Pernambuco que apresentou um relatório em que a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, em sucessivos quadrimestres, extrapolou os limites de gastos com pessoal além do que prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal.

O relatório coleciona dados apuados entre os anos de 2013 e 2019. O promotor sustenta que o prefeito “não adotou nenhuma medida administrativa para eliminar o excesso de gastos com pessoal”.

O prefeito Edson Vieira ainda não foi comunicado oficialmente sobre a ação. O juiz irá analisar o conteúdo do processo.

10
setembro

MPPE recomenda que Prefeitura de Santa Cruz realize ampla campanha de divulgação sobre vacinação contra o sarampo

Na tarde desta terça-feira (10), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou à Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe no prazo de cinco dias úteis, uma ampla divulgação das campanhas de vacinação contra o sarampo a serem realizadas no município.

Segundo o MPPE, a veiculação tem como objetivo convocar a população para a vacinação nas unidades de saúde local, bem como para mobilizar o público e conscientizar sobre a importância da imunização contra o sarampo.

O MPPE reforça que a divulgação seja realizada alternativamente pelos meios de comunicação impressos, televisivos, radiofônicos, digitais, redes sociais, bem como por meio de cartazes e folders em órgãos públicos municipais com capacidade de atingir públicos-alvo da vacinação, especialmente em órgãos com grande fluxo de atendimento ao público.

Ainda de acordo com a recomendação, seja realizado urgentemente reforço das equipes responsáveis pela vacinação nos postos/salas de vacinação, além da ampliação nos horários para que um maior atendimento à população.

Já em um prazo máximo de 30 dias úteis, o MPPE recomenda que a Prefeitura realize busca ativa nas regiões de difícil acesso do município, para que o público-alvo seja conscientizado da necessidade de imunização contra o sarampo.

E que notifique oficialmente as creches, berçários, centros de educação e escolas do município, principalmente as de ensino infantil, para que seja verificado se os alunos matriculados em tais estabelecimentos estão com a caderneta de vacinação regular.

Além das medidas urgentes, o MPPE recomenda ainda que a gestão municipal cumpra, anualmente, as metas de coberturas vacinais de imunização contra o sarampo traçadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, entre outras.

O MPPE recomenda ainda que o prefeito Edson Vieira (PSDB) e o secretário de saúde, Dr. Nanau, devem informar ao representante do Ministério Público, no prazo de até 20 dias, sobre o acatamento ou não das recomendações.

“Além da execução das campanhas de vacinação, são necessárias outras medidas para intensificar a orientação à população de Santa Cruz sobre os riscos do sarampo, a fim de captar crianças ainda não vacinadas ou que não obtiveram resposta imunológica satisfatória à vacinação, minimizando o risco de adoecimento dessas crianças” – disse o promotor Lúcio Carlos Malta Cabral.

Confira a recomendação completa clicando AQUI

Vale destacar que semanalmente o município de Santa Cruz do Capibaribe recebe cerca de 40 mil compradores vindo de várias partes do Brasil, para realizar compras no município, o que poderia gerar um alto risco para vendedores e clientes, além da população em geral.

Nesta segunda-feira (09), em boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde do Estado (SES-PE) mostra que subiu para 14 o número de casos confirmados de sarampo em Pernambuco. Ao todo já são 457 casos suspeitos da doença. Do total, 86 já foram descartados, 357 estão em investigação e 14 foram confirmados.

O levantamento inclui todas as ocorrências levadas ao Estado até a última sexta-feira (6). Dos casos confirmados, 3 são moradores do Recife, 3 de Caruaru, 1 de Frei Miguelinho, 1 de Santa Cruz do Capibaribe, 1 de Vertentes e 5 de Taquaritinga do Norte, incluindo uma morte, a de um bebê de 7 meses.

09
setembro

Vice-governador de Mato Grosso visita o Moda Center

O Moda Center Santa Cruz desperta o interesse e a curiosidade de autoridades e entidades que buscam compreender o modelo econômico que gera, juntamente com as demais cidades do Polo de Confecções, milhares de empregos.

Também motivado por esse interesse, esteve no parque o empresário do segmento agrícola, e vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta (PDT). Em companhia de sua esposa, a empresária Viviane Kawamoto, eles foram recepcionados pelo síndico José Gomes Filho, pelo gerente geral do parque, George Pinto; o presidente da Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (ASCAP), Josivan de Oliveira; e pelo Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Isac Aragão.

Os anfitriões apresentaram as diversas características do modelo de produção local, a força do município frente ao Polo de Confecções, os números da geração de empregos diretos e indiretos e a importância do Calçadão Miguel Arraes de Alencar, empreendimento que, junto ao Moda Center, abrigam mais de 15 mil pontos comerciais (entre boxes e lojas).

Quero parabenizar a diretoria, as lideranças e a esse povo que está conduzindo esse empreendimento, que possui muita organização e um grande espaço. Vi essa pérola no meio do agreste, que permite que milhares de pessoas consigam viver e trabalhar. Estou encantado com tudo isso; um belo modelo a ser seguido”, disse Otaviano.

“Estou impressionada com o tamanho do Moda Center, com o trabalho que é feito. Aqui é um exemplo que deve ser levado para o país, para nosso estado. Quero parabenizar o povo pernambucano”, concluiu Viviane.

Informações da assessoria.

07
setembro

Oito novos projetos são aprovados na Câmara de Santa Cruz

Em mais uma Sessão Plenária, ocorrida na ultima quinta-feira (05), na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, os parlamentares discutiram matérias importantes para o município.

De autoria do vereador Marlos da Cohab (PODE) o Projeto de Lei 070/2019 autoriza a criação do 2º Conselho Tutelar em Santa Cruz do Capibaribe.

“A cidade cresceu muito e precisamos descentralizar as atividades do Conselho Tutelar e garantir a aproximação da instituição com as comunidades mais afastadas da área central do município”, afirma Marlos.

O PL 038/2019 Criou o Prêmio Marielle Franco, de autoria do vereador e líder da oposição, Ernesto Maia (PT).

“Essa iniciativa visa apoiar as iniciativas de promoção dos Direitos Humanos e da Cidadania frente à crescente onda de violência e intolerância que acontece no país através de crimes praticados contra a mulher, negros e negras, quilombolas, LGBTs e minorias sociais”, justifica o projeto.

Também foram aprovados:

PL 084/2019 – Cria a campanha permanente de conscientização e enfrentamento ao assédio e violência sexual. Autor: Ernesto Maia.

PL 086/2019 – Institui o Programa de Efetivação de Medidas Socioeducativas em meio aberto. Autor: Ernesto Maia.

PL 120/2019 – Denomina nome de Rua Antônio José de Melo Neto (Doutor Neto). Autor: Zezin Buxin (PSDB).

PL 121/2019 – Denomina nome de Rua Margarida Ana da Silva. Autor: Carlinhos da Cohab (PTB).

PL 125/2019 – Denomina o nome de Rua Maria Margarida de Queiroz Costa. Autor: Capilé da Palestina (PODE)

PL 142/2019 – Altera o parágrafo 4°, contante no Art. 2° da Lei Municipal 1.529/2005 e adiciona o parágrafo 5º ao mesmo artigo. Medalha Padre Zuzinha passa a ser concedida no dia 5 de outubro, ou 29 de setembro em ano eleitoral. Autor: Augusto Maia (PODE).

PR 009/2019 – Concede a Medalha Padre Zuzinha a senhora Maria de Fátima Gomes Freitas. Autora: Jéssyca Cavalcanti (PTC).

VOTO DE APLAUSOS

Na mesma sessão foi entregue Voto de Aplausos aprovados pela Câmara aos 70 novos guardas civis municipais aprovados em concurso público e habilitados através do curso de formação para Guarda Municipal. A medida foi proposta pela vereadora Jéssyca Cavalcanti.

06
setembro

Exclusivo: Ministério Público denuncia prefeito de Santa Cruz por abastecer a própria casa e de familiares com água destinada aos prédios públicos

“Edson Vieira utilizou-se de bem com destinação pública para fins particulares, enriquecendo-se, consequentemente, às custas da sociedade Santa-Cruzense” conclui promotor após dois anos de investigação

 

 

EXCLUSIVO

O Ministério Público de Pernambuco, através do promotor Jefson Romaniuc, apresentou uma nova denúncia contra o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB). A ação aponta para o cometimento de atos de improbidade administrativa e é resultado de uma investigação que durou dois anos e revelou o suposto uso indevido de carros pipas para abastecer a residência do prefeito, familiares e amigos, segundo o MPPE.

O assunto veio à tona em novembro de 2016 quando o vereador Ernesto Maia (PT) apresentou, na tribuna na Câmara, fotos que evidenciariam os abastecimentos. Em dezembro do mesmo ano o Blog do Ney Lima publicou com exclusividade uma entrevista com Orlando Pedro, motorista do caminhão pipa que detalhou que o servidor público Teotónio Sobrinho indicava residências particulares para serem abastecidas, entre elas a do próprio prefeito Edson Vieira, dos pais dele e dos secretários Francisquinho e Roberto Soares. Já as investigações do Ministério Público tiveram início em agosto de 2017.

O que apurou o MPPE?

 

 

O Ministério Público ouviu o motorista do caminhão que detalhou no depoimento “com riquezas de detalhes” como se dava o fornecimento ilegal na residência do prefeito. Segundo o motorista, “o abastecimento de água na casa do Prefeito foi realizado por ele aproximadamente pelo período de três anos. Além disso, especificou que referido abastecimento ocorria tanto na casa do gestor como na de seu pai e amigos. Informou ainda que esses abastecimentos ocorriam cerca de uma vez por semana, havendo períodos em que o era realizado duas vezes por semana”, conforme trecho da denúncia.

 

Já os depoimentos apresentados pelo proprietário do caminhão, que é irmão do motorista e pelo servidor público José Teotônio Sobrinho, que também foi ouvido, indicaram que após os caminhões abastecerem nos prédios públicos eles ficavam liberados para se dirigirem à casa dos clientes interessados. O Ministério Público encontrou contradição desses depoimentos considerando que os abastecimentos que foram filmados na casa do prefeito ocorreram nas primeiras horas do dia.

 

“Ora, se o abastecimento inicialmente realizado pelos pipeiros era com água fornecida pela COMPESA e para abastecimento em órgãos públicos, o flagra realizado na filmagem leva à conclusão lógica de que aquela água que abastecia a propriedade privada do gestor era, em verdade, destinada para prédios públicos! ”, diz o MPPE.

 

Relatórios da Compesa apontam que residência do prefeito chegou a ser abastecida até três vezes no mesmo mês. Conta não passava de R$ 43,00.

 

Durante as investigações o Ministério Público ouviu o gerente de Compesa que afirmou que a casa do prefeito Edson Vieira tinha direito a receber água de um caminhão pipa por mês, com 10 mil litros. Mas os relatórios enviados pelo órgão revelam que os abastecimentos na casa do prefeito ocorriam com intervalos irregulares, muitas vezes por meses sem abastecimento. No entanto, no mês de dezembro de 2017, após as denúncias se tornarem públicas, a residência foi abastecida três vezes.

 

“Impressiona, também, a rapidez no atendimento pela Compesa, que muitas vezes forneceu o caminhão-pipa no mesmo dia da sua solicitação pelo gestor. Será que todo consumidor de água neste Município de Santa Cruz do Capibaribe tem sua solicitação tão prontamente atendidas? É abastecido de forma tão célere quanto o réu?

 

Por fim, percebe-se uma dissonância entre o consumo atestado pela própria Companhia Pernambucana de Saneamento, através do fornecimento de carros pipa e as faturas das contas de água do ano de 2016 do atual Prefeito, também colacionadas aos autos por esse órgão. ” Diz o promotor na denúncia.

MPPE pede a suspensão dos direitos políticos e devolução de recursos

 

Na ação apresentada nesta sexta-feira (06), o Ministério Público pede que o prefeito Edson Vieira seja condenado por atos de improbidade administrativa com a perca dos direitos políticos e ressarcimentos aos cofres públicos.

O prefeito Edson Vieira ainda não foi oficializado sobre a ação. Em dezembro de 2016, após reportagem publicada neste blog o prefeito enviou nota considerando que o motorista do caminhão pipa trazia “informações mentirosas”.

RELEMBRE

Confira a entrevista na íntegra veiculada pelo Blog do Ney Lima em 01 de dezembro de 2016:

 

 

 

NOTA ENVIADA PELO PREFEITO EDSON VIEIRA À ÉPOCA

 

“Venho através desta nota informar acerca deste fato que me causa muita estranheza. Um senhor que traz informações mentirosas, querendo colocar meu nome em polêmicas. Este senhor deixou de prestar serviços para a prefeitura municipal desde fevereiro deste ano, e essa questão deixa muitas dúvidas no ar. Um assunto que foi posto pelo denuncismo sem provas da oposição e já foi completamente esclarecido na última semana, e voltou à tona logo após o anúncio pelo Poder Judiciário da condenação à prisão de José Augusto Maia.

É no mínimo também muita coincidência que este depoimento, sem base alguma, saia logo após a divulgação de um plano de ação de enfrentamento da criminalidade que foi muito bem recebido pela população.

Outro ponto que merece ser destacado é que todo abastecimento da minha residência foi feito dentro da legalidade, ao contrário daqueles que me denunciam que não tem moral nem credibilidade alguma para fazer denúncias, agem com essa politicagem de baixo nível, de forma irresponsável e leviana.

Por isso, desafio a quem quer que seja a comprovar que agi de forma não condizente com a legalidade. O povo conhece minha trajetória e conhece a minha família, que vem sofrendo ataques constantes da oposição. Enquanto isso, a população reconhece de longe o perfil daqueles que tentam me atingir. Eles que são capazes de difamar, injuriar e caluniar qualquer cidadão sem provas, mas desde já informo que também estarei tomando providências judiciais, pois a mentira se combate com a verdade.”

 

Edson Vieira – Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe

 

06
setembro

Paulo Câmara: ‘o padrasto malvado de Santa Cruz’, pontua Jéssyca Cavalcanti

Aliados do governador rebatem, lembrando Calçadão Miguel Arraes, Central de Feiras, duplicação de rodovia e esgotamento sanitário 


Atraso de seis meses para completar quadro de professores na rede estadual em Santa Cruz, péssimas condições em trecho da PE-160, entre o Moda Center e o município de Jataúba, precariedade no abastecimento de água, suposta falta de intérprete de libras na Escola Padre Zuzinha, atrasos nos repasses de recursos para saúde municipal, entre outras coisas. Essas pontuações foram realizadas pela vereadora Jéssyca Cavalcanti (PTC) para classificar o governador Paulo Câmara, como o ‘padrasto malvado’ da cidade.

As críticas da líder de governo aconteceram durante reunião na tarde desta quinta-feira (05), na Câmara. Durante sessão, Jéssyca apresentou dois requerimentos com votos de repúdio ao gestor estadual (pelos atrasos em repasses para saúde, que segundo ela chega a R$ 5 milhões e por falta de intérpretes de libras em escola na cidade), ambos reprovados pela maioria.

‘Não é bem assim…’

Vereadores aliados ao governo do estado, rebateram. Lembrando obras estruturais que aconteceram nos últimos anos e algumas que estão em andamento. Joab Gomes (PSD) foi um deles, e afirmou que Paulo Câmara foi o governador que mais investiu no município em toda história.

Júnior Gomes (PSB) lembrou obras do esgotamento sanitário que está em andamento, no município com valor de investimento em R$ 100 milhões. Além disso, falou nos milhões investidos no Calçadão Miguel Arraes de Alencar, obras da Central de Feiras e Mercados e duplicação da rodovia PE-160, bem como investimentos na Adutora do Alto Capibaribe.

05
setembro

Governistas destacam retorno das cirurgias eletivas em Santa Cruz

Ao usar a tribuna da Câmara na tarde desta quinta-feira (05), o vereador Irmão Val (SD) fez questão de enaltecer os trabalhos cirúrgicos no Hospital Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, anunciado pelo prefeito Edson Vieira (PSDB), esta semana.

Após meses, a administração municipal informou sobre a retomada dos procedimentos cirúrgicos de vesícula, hérnias, histerectomia, cistos de ovário, laqueadura, fimose e hemorroidas.

Durante sua fala, Val foi interrogado pelo vereador Júnior Gomes (PSB), sobre uma suposta demora para esse retorno de atividades.

“Por que estava parado há tanto tempo? Por que desde o início da gestão não tivemos essas cirurgias atendendo à população? Faltou recursos, planejamento ou competência?”, questionou o oposicionista.

Em resposta, o Irmão Val usou trecho bíblico, dizendo que ‘Há um tempo determinado para todos os fins’.

Precisa mais

Nailson Ramos também aproveitou parte do seu discurso na tribuna para comentar sobre o assunto. Ele afirmou que as cirurgias, pelo município, já tiveram início nesta quinta (05). Segundo ele, serão 20 procedimentos por mês.

O parlamentar também criticou o governo do estado. De acordo com Nailson, atualmente, apenas uma cirurgia eletiva é disponibilizada para o município, via estado.

05
setembro

Projeto de 2º Conselho Tutelar é aprovado em Santa Cruz

Na tarde desta quinta-feira (05), vereadores de Santa Cruz do Capibaribe aprovaram, em definitivo, o Projeto de Lei que autoriza a criação do 2º Conselho Tutelar no município. O PL 070/2019 é de autoria do vereador Marlos Melo e seguirá para sanção ou veto do prefeito Edson Vieira (PSDB).

O Conselho Tutelar é um órgão municipal responsável por zelar pelos direitos da criança e do adolescente. Atualmente, Santa Cruz do Capibaribe conta com cinco titulares no órgão.

Votação – Este ano, a eleição para o Conselho Tutelar será unificada no Brasil. A votação acontece em 6 de outubro. O município de Santa Cruz conta com 29 candidatos.

 

Destaque – Durante seu discurso na tribuna, o vereador Joab Gomes (PSD) fez questão de enfatizar a importância de cada cidadão comparecer ao local de votação. Ele afirmou que a função é marginalizada por àqueles que desconhecem as verdadeiras funções da instituição.

04
setembro

Eleições 2020 – Cleiton Barboza realiza coletiva nesta quarta-feira

Empresário foi candidato a prefeito em 2012, a vice em 2016 e a deputado estadual em 2018

Candidato a vice-prefeito em 2016, em chapa com Fernando Aragão, o empresário Cleiton Barboza informará, de forma oficial, quais os caminhos políticos para o próximo pleito eleitoral em Santa Cruz do Capibaribe. O evento acontece na noite desta quarta-feira (04).

Nos bastidores é dado como provável seu apoio ao projeto do colega de chapa de 2016. Recentemente, Fernando Aragão recebeu a confirmação de apoio do vereador Helinho Aragão. Os vereadores Joab Gomes e Carlinhos da Cohab também dão sustentação ao pré-candidato. Os demais parlamenteares oposicionista no município, evitam ser enfáticos no tema.

A coletiva de imprensa agendada por Cleiton Barboza acontecerá em um estabelecimento comercial na Avenida 29 de Dezembro.

Retrospecto 

Em 2012, Cleiton foi candidato a prefeito pelo PV, obtenho quase 1.000 votos. Em 2016, ao lado de Fernando Aragão, perdeu para a dupla Edson Vieira/Dida de Nan (22.879 votos X 21.965 votos). Já em 2018, o empresário concorreu para deputado estadual, tendo o apoio de Eduardo da Fonte e Dimas Dantas e conseguiu 1.728 votos.

03
setembro

Comissão de Ética e Decoro Parlamentar é definida na Câmara de Santa Cruz

Toinho do Pará (PSB) presidirá a comissão que é responsável por garantir a ordem e o respeito entre parlamentares.

Nessa terça-feira (03), os membros indicados pelas bancadas de vereadores para compor a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar definiram a organização do equipamento através da escolha dos membros titulares e suplentes. Entre as competências da comissão, está a de ser responsável por garantir a ordem e o respeito, além do bom funcionamento e imagem da Casa de Lei.

Toinho do Pará é o presidente da comissão, Deomedes Brito (PT) está na função de ouvidor e Zezin Buxin (PSDB), o secretário. Helinho Aragão (PTB), Irmão Val (SDD) e Nailson Ramos (MDB) são 1º, 2º e 3º suplente, respectivamente.

“Que nossos embates sejam em torno da política do bem, e não embates pessoais. É preciso que a paz reine nessa Casa, o regimento e a lei orgânica sejam respeitados e principalmente o povo seja respeitado e o trabalho siga em torno do benefício à população” declarou Toinho do Pará, presidente da comissão.

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar deverá observar os princípios fundamentais para o exercício da atividade parlamentar que constam no Artigo 5º da Resolução 004/2003, democracia, moralidade, legalidade, representatividade, compromisso social, respeito à vontade da maioria, isonomia, transparência, boa-fé e eficiência.

,

Informações da assessoria.

03
setembro

Vereadora Jessyca ingressa na justiça para retirar conteúdo sobre distribuição de Boxs da CPI do Calçadão

A parlamentar argumenta que a distribuição já foi objeto de outra CPI e que o assunto foge da pauta do atual inquérito

A CPI do Calçadão é alvo de uma nova ação judicial, desta vez de autoria da vereadora governista Jessyca Cavalcanti. A parlamentar pede a suspensão de todos os atos que estejam em desacordo com o objeto da CPI, que deveria servir para apurar possíveis atos de má administração e aplicação de recursos na construção.

O entendimento da vereadora Jéssyca é que a distribuição dos boxs e lojas já foi objeto de uma outra CPI, que concluiu que “não havia nada que maculasse o procedimento adotado pelo Governo Municipal”, segundo a parlamentar.

“A presidência passou a se afastar totalmente do objeto da CPI do Calçadão, importando apenas em tentar criar fatos políticos a fim de se beneficiar ao pleito que se avizinha”, argumenta a vereadora na ação.

O juiz ainda não decidiu se concederá ou não a liminar suspendendo parte dos atos da CPI.

A relação contendo os dados de beneficiados com a concessão de boxs, lojas e lanchonetes no Calçadão de Feiras já foi pedido pela CPI através de decisão judicial. Na última quinta-feira (29) uma ação de busca e apreensão recolheu documentos na Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe. Vereadores oposicionistas argumentam que até mesmo com a determinação judicial os dados foram entregues incompletos. Afirmam ainda que a Comissão Parlamentar implantada em 2016 para investigar as concessões nunca teve o seu relatório final divulgado.

03
setembro

Prefeito de Taquaritinga se reúne com Paulo Câmara nesta tarde para discutir efeitos de foco de sarampo ocorrido no Festival Cultural

10 mil vacinas foram liberadas pelo Governo do Estado para o Município já na manhã desta terça-feira

 

 

 

 

 

O prefeito de Taquaritinga do Norte, Ivanildo Lero, está indo neste momento (15h54m) ao encontro do Governador Paulo Câmara, no Recife. A reunião de emergência ocorre para discutir os efeitos do possível foco de sarampo ocorrido durante o Festival Cultural, que foi realizado entre os dias 11 e 14 de julho.

A reunião será acompanhada pelo secretário de saúde do estado, André Longo e pela secretária de saúde do município, Poliana Santos. O vereador Geovane também faz parte da comitiva.

Em contato com o editor deste Blog, Lero afirmou que solicitou a reunião de emergência com o governador para discutir a crise. De acordo com o prefeito, o Município solicitou 28 mil vacinas contra o sarampo. O Governo do Estado anunciou hoje pela manhã a liberação de 10 mil, segundo o prefeito.

O município de Taquaritinga que soma cinco dos 13 casos já confirmados; criança de 7 meses foi primeira morte pela doença confirmada no estado. Existem dois outros casos em cidade vizinhas — Frei Miguelinho e Santa Cruz do Capibaribe — que também podem ter relação com o evento. A “cadeia de casualidades” está sendo acompanhada pela Secretaria de Saúdo do Estado.

03
setembro

Sindicância é prorrogada em Toritama

Procedimento foi aberto para apurar supostas irregularidades no uso de dados de servidores na cedência de medicamentos do SUS

Foto: Arquivo.

A sindicância aberta no município de Toritama no último dia 8 de agosto, com a finalidade de investigar possíveis irregularidades e uso indevido de dados de servidores públicos, foi prorrogada. As denúncias apontam que dados de professores foram usados para cedência de medicamentos do SUS, que eles afirmam, nunca solicitaram.

As informações da prorrogação foram repassadas ao Blog do Ney Lima pelo presidente da comissão de sindicância, Emerson Luiz da Silva Petrimperni.

Inicialmente, a sindicância foi estipulada para ser concluída em 20 dias. No entanto, segundo o presidente, alguns imprevistos nas ouvidas, e por se tratar de algo mais delicado, percebido ao longo dos procedimentos, foi necessário o pedido de prorrogação por mais 20 dias.

O caso foi publicado em primeira mão pelo Blog do Ney Lima, no início de agosto. Trabalhadores verificaram as informações sobre os medicamentos no App ‘MeuDigiSus’, ferramenta digital do Ministério da Saúde que disponibiliza aos usuários informações pessoais e clínicas contidas em cerca de 12 sistemas entre eles: o Cadastro Nacional de Usuário do SUS (CADSUS). (VER AQUI)

De acordo com Emerson Petrimperni, a servidora que supostamente se beneficiou com os atos, já foi identificada. Ele repassou que ela ainda não foi ouvida. O advogado dela teria alegado que a servidora está sob atestado médico.

Petrimperni ainda afirmou que 12 pessoas foram ouvidas. Todas teriam confirmado, segundo ele, que tiveram seus dados usados de forma indevida.

Ainda segundo o presidente, novas pessoas serão ouvidas esta semana, entre ele o delegado de Toritama que já recebeu denúncias na delegacia de diversas vítimas. O delegado deverá repassar o que for possível sobre os procedimentos.

02
setembro

MPPE determina através de TAC, melhorias na UPA de Santa Cruz do Capibaribe

A Promotoria de Justiça de Santa Cruz do Capibaribe, representada pelo promotor Dr. Lúcio Carlos Malta Cabral, e o secretário de saúde do município, Inácio Marques Vieira (Dr. Nanau), firmaram um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) objetivando a realização de melhorias na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h).

No mês de agosto deste ano, o promotor de justiça acompanhado do secretário e do vereador Marllos Melo, realizaram uma visita à UPA 24h, onde inspecionaram todos os cômodos do estabelecimento, verificando a ‘presença de diversas irregularidades’, segundo o Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Segundo o órgão, a Unidade de Pronto Atendimento precisa de alguns cuidados, como a necessidade de realização da reforma estrutural da unidade de saúde, para proporcionar conforto, segurança e higiene aos pacientes.

“A Constituição Federal prevê que a Saúde é um direito de todos, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação” – disse o promotor.

Entre as solicitações e reformas firmadas no TAC estão as seguintes:

Sala Vermelha: Falta de tampas nos lixeiros, que não possuem pedal; manutenção do ar-condicionado (ambiente precisa ser devidamente refrigerado), ferrugem nos armários e infiltração nas paredes;

Sala Amarela: Kit pia (sabão líquido, torneira e papel toalha); infiltração e extintor;

Observação Pediátrica: Kit pia; cadeira quebrada expondo a risco os pacientes e manutenção das macas;

Sala Imobilização: Kit pia e cadeira quebrada expondo a risco os pacientes;

Central de Material Esterilizado: Kit pia e identificação na Porta;

Medicação Infantil: Mobília de madeira antiga.

Além dos itens acima citados, o MPPE também recomenda aquisição de pulseiras com cores distintas e diferenciadas por risco clínico; pintura externa; conserto de infiltrações; aquisição das placas de saídas de emergência e correta colocação dos extintores de incêndio.

A Prefeitura tem até 10 de janeiro de 2020 para sanar todas as deficiências encontradas na visita. Se dentro do prazo estipulado não houver o devido cumprimento do compromisso de pelo menos 90% dos itens da cláusula primeira, tal descumprimento importará no pagamento único de multa no valor de R$ 6 mil, recaída sobre o patrimônio do próprio secretário de saúde.

02
setembro

CPI – Ex-secretário municipal e ex-diretor do Calçadão Miguel Arraes devem prestar depoimentos nesta segunda-feira

Dona de boxe também foi intimada para esta noite

A semana começa movimentada nos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Calçadão Miguel Arraes de Alencar, que tramita na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. A CPI investiga como foram investidos os valores destinados pelo governo estadual para construção do empreendimento.

O ex-Secretário de Estratégia Urbana e Gestão, Luciano Bezerra e o ex-diretor do Calçadão, Sérgio Colino, foram intimados pelo presidente da CPI, vereador Marlos Melo, para depor nesta segunda -feira (02). Além deles, a popular Maiara Higino, que consta na lista de beneficiados das concessões de espaço, também deverá ser ouvida.

Os depoimentos estão marcados para ter início às 19h. Até o momento, a CPI ouviu apenas Anderson de Souza Silva, o popular ‘Anderson do Calçadão’ que fez a denúncia iniciando as investigações.

Desvio de foco – Na última quinta-feira (29), a líder de governo na Câmara, Jéssyca Cavalcanti, afirmou que oposicionistas estão ‘desviando totalmente o foco do objeto da CPI’. Para ela, a comissão foi protocolada para investigar o uso de verba na construção do empreendimento. Os integrantes da oposição estão empenhados em saber, entre outras coisas, quem são os proprietários de boxes e lojas e se alguém ganhou espaço de forma indevida.

De acordo com Jéssyca, a suposta ‘mudança de foco’ teria sido algo pensado e serviria como ‘cortina de fumaça’. De forma enigmática na tribuna, ela afirmou ainda que os vereadores ‘Marlos Melo e Carlinhos da Coahb saberiam os propósitos’ dessa mudança.

Obra – O Calçadão foi construído por aproximadamente 14 milhões de reais. A verba foi destinada pelo governo do estado e administrada pela prefeitura, que também ficou responsável por uma contrapartida em mão de obra.

Em 2018, parte do teto do Setor Azul cedeu em duas oportunidades, aumentando a desconfiança de irregularidade dos oposicionistas no município e do governo estadual.

A CPI tem a seguinte formação: Marlos Mello (Presidente); Carlinhos da Cohab (Relator); Jéssyca Cavalcanti (Secretária) e Ernesto Maia (Suplente).

Notícias Anteriores