16
julho

“Diogo Moraes e Augusto Maia” – declara Júnior Gomes sobre a sua preferência em relação a chapa de oposição para 2020

O vereador Júnior Gomes (PSB) foi entrevistado na tarde desta terça-feira (16) durante o programa Marcondes Moreno, na Rádio Santa Cruz FM, onde ele foi questionado sobre os bastidores do grupo de oposição para as eleições 2020.

Em sua participação, o vereador declarou que o fortalecimento do grupo de oposição teve início a partir das eleições de 2018, e falou sobre a força política do ex-deputado federal José Augusto Maia dentro do grupo.

“Tudo iniciou em 2018, quando as oposições saíram fortes nas urnas, Edson Vieira achava que tinha um total de votação e não teve, e as oposições juntas tiveram cerca de 6 a 7 mil votos a mais do que o grupo do prefeito, e o recado foi dado pela população (…) E não invente ninguém do nosso grupo de ser candidato sem o apoio de José Augusto não, pois um cara sem estrutura e sozinho conseguiu quase 8 mil votos para Tallys (Maia), isso mostra a sua força política, ninguém menospreze a força dele não por que não vai pra frente” – completou.

Sobre a chapa do grupo de oposição para 2020, Júnior Gomes fez uma avaliação de cada pré-candidato, o ex-vereador Fernando Aragão, o vereador Helinho Aragão, o ex-deputado José Augusto Maia, e defendeu que a chapa seja composta pelo deputado estadual Diogo Moraes e o vereador Augusto Maia.

“O principal candidato tem que ter como característica a capacidade de juntar e integrar todos em torno de um nome, e nesse sentido não vejo isso em Fernando e nem em Zé Augusto, vejo Helinho (Aragão) um cara bem intencionado, mas além das capacidades, tem que ser alguém que tenha obras, ações e prestigio no governo do estado. Juntando tudo isto, o meu candidato que eu defendo é Diogo Moraes, é ele que reúne todas as características para a gente vencer a eleição. O que realmente defendo, e é uma opinião minha, é que a chapa seja essa ‘Diogo Moraes e Augusto Maia’ na vice” – completou.

16
julho

Afrânio Marques confirma pré-candidatura a prefeito em Santa Cruz

O ex-vereador em Santa Cruz do Capibaribe professor Afrânio Marques (PDT) é mais um pré-candidato a prefeito do município para as eleições de 2020. A informação foi confirmada por ele ao Blog, na manhã desta terça-feira (16). De acordo com ele, liderança do Partido Democrático Trabalhista (PDT) estaria propondo o desafio.

Afrânio Marques foi eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012, fazendo oposição a Toinho do Pará e compondo governo com Edson Vieira, respectivamente. Ele presidiu o legislativo municipal entre 2015 e 2016.  Em 2016 não conseguiu ser reeleito para o cargo na Casa Dr. José Vieira de Araújo.

Nos bastidores políticos, se especula que Afrânio estaria engajado no projeto do empresário Allan Carneiro, que também já afirmou ser pré-candidato a prefeito.

Outros nomes 

Em oposição ao governo do prefeito Edson Vieira (PSDB), já se postulam como pré-candidatos o ex-vice Dimas Dantas (PP), o ex-vereador Fernando Aragão, o vereador Helinho Aragão e o ex-deputado José Augusto Maia. O deputado estadual Diogo Moraes também não descarta a possibilidade.

Por parte do grupo de Situação, requerem a vaga de candidato, o atual vice-prefeito Dida de Nan, o Secretário de Educação, Joselito Pedro e o Secretário de Saúde Dr. Nanau.

 

 

16
julho

Pernambuco cria programa de alfabetização e deve investir R$ 540 milhões anualmente

Nessa segunda (15) foi instituído em Pernambuco o Programa Criança Alfabetizada, com o objetivo de oferecer incentivos às escolas municipais para melhorar a avaliação de desempenho nas turmas de alfabetização.

Para o governo, 330 mil estudantes dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental devem ser beneficiados, com a medida que terá parceria com os 184 municípios buscando garantir a alfabetização de crianças até os 7 anos de idade.

Além do programa de alfabetização, Paulo Câmara sancionou uma lei que aumenta de 3% para 18% da cota de recursos do ICMS para a educação nos municípios. Esse percentual corresponde a R$ 540 milhões por ano, que serão distribuídos a partir de 2021.

15
julho

Santa Cruz – Palestra sobre Reforma da Previdência acontecerá no Teatro Municipal


Está agendada para a próxima quinta-feira (18), às 14h no Teatro Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, palestra sobre os ‘impactos da reforma da previdência’. O projeto tramita na Câmara Federal.

O evento está sendo organizado pelo Santa Cruz Prev, e tem como público-alvo, os servidores públicos do município. A palestra será dada por Osório Chalegre, Mestre em Gestão Pública, com entrada gratuita.

A reforma da Previdência está avançando no Congresso Nacional. Na semana passada, o texto-base encaminhado pelo governo federal foi aprovado em primeira votação pelos deputados. O projeto, que muda regras para aposentadorias, ainda precisa de segunda votação na Casa e depois outras duas votações no Senado.

Relembre como votou cada deputado federal pernambucano, na Câmara.

14
julho

Júnior Gomes responde através de nota declarações de Dr. Nanau e Jessyca Cavalcanti

“Não queiram transferir responsabilidades para este vereador ou para a Câmara pela falta de competência de uma gestão ineficiente e ineficaz” – diz Júnior Gomes

Na tarde deste domingo (14) o vereador Júnior Gomes se posicionou através de nota sobre as declarações do secretário de saúde de Santa Cruz do Capibaribe, Dr. Nanau e a vereadora Jessyca Cavalcanti.

Dr. Nanau afirmou durante o programa A Hora do Povo, que os serviços da pasta poderão ser paralisados a partir desta segunda-feira (15), caso a Câmara de Vereadores não aprove um projeto de suplementação orçamentária apresentado pelo poder executivo.

Nos últimos dias, a vereadora governista Jéssyca Cavalcanti vem acusando o vereador Júnior Gomes de tentar “travar” o governo, entre outros pontos.

Em nota, o vereador Júnior Gomes respondeu sobre o assunto, confira:

Com relação a matéria publicada pelo Blog do Ney Lima relativa às afirmações do Secretário de Saúde Dr. Nanau e da líder do Governo  vereadora Jéssica Cavalcante sobre minha atuação à frente da Comissão de Finanças e Orçamento venho esclarecer que não condizem com a verdade,  senão vejamos: A saúde de Santa Cruz do Capibaribe já está PARADA há muito tempo,  muito antes desse Projeto de Suplementação ser protocolado na Câmara de Vereadores.  São os PSFs do Santa Filomena e do Acauã sem funcionar há mais de 6 meses, PSFs sem medicamentos e com material de trabalho básico insuficiente, Raio X novo comprado desde o ano passado e até agora sem funcionar, muriçocas tomando conta das residências, ambulâncias em número insuficientes e precárias, servidores da saúde sem a mínima condição de trabalho, UPA com alas Pediátrica e Adulto juntas, prejudicando as crianças que lá são atendidas, entre tantas outras deficiências. 

Fiz o meu trabalho na Comissão de Finanças e Orçamento dentro de todos os prazos e regras estabelecidas pelo nosso Regimento Interno. Não estou atrapalhando e nem travando nada, muito pelo contrário, estou junto aos Servidores da Saúde (Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias e dos Técnicos de Enfermagem) que lutam há muito tempo por condições mínimas de trabalho e por uma valorização salarial justa pela importância das atividades que exercem.

NÃO irei me submeter às chantagens de um Secretário Mentiroso e Incompetente que nunca teve condição de estar exercendo a função de Secretário de Saúde de Santa Cruz do Capibaribe. CONTINUAREI exercendo meu mandato defendendo os interesses do povo e mostrando o quanto essa gestão tem prejudicado a nossa cidade.

Por fim, não queiram TRANSFERIR RESPONSABILIDADES para este Vereador ou para a Câmara pela falta de competência de uma gestão ineficiente e ineficaz, que apesar de arrecadar muito dinheiro, gasta demais em questões secundárias, sendo incapaz de oferecer à população serviços públicos de qualidade.

,

Vereador Júnior Gomes

14
julho

Serviços da saúde podem parar em Santa Cruz caso a Câmara de Vereadores não aprove suplementação orçamentária, alerta secretário

Vereador Júnior Gomes vem sendo acusado de atuar para “travar” o governo

 

 

 

O secretário de saúde de Santa Cruz do Capibaribe, Dr. Nanau, alertou durante o programa político A Hora do Povo, neste sábado (14), que os serviços da pasta poderão ser paralisados a partir desta segunda-feira (15), caso a Câmara de Vereadores não aprove um projeto de suplementação orçamentária apresentado pelo poder executivo desde o dia 12 de junho, que deveria tramitar em regime de urgência.

O secretário afirma que aponta que existem recursos disponíveis no governo para suprir gastos com a compra de insumos e medicamentos, peças e oficinas para o concerto de ambulâncias, entre outras despesas que seriam essenciais para o funcionamento de toda a rede municipal de saúde, mas os recursos precisam ser realocados de outras áreas. A suplementação só pode ser feita pela Prefeitura com autorização da Câmara. O projeto passou por duas comissões e será analisado pelo Plenário na próxima segunda-feira (15).

Nanau alertou que poderá ingressar na justiça, caso o projeto sofra pedido de vistas ou venha a ser reprovado pelos vereadores, considerando “o risco de percas de vidas”, segundo o secretário.

Vereadora Jéssyca pedirá na justiça destituição de Júnior Gomes de comissão da Câmara

 

Foto: ASCOM CÂMARA

 

Em meio a conturbada tramitação do projeto de suplementação, a vereadora governista Jéssyca Cavalcanti vem acusando o vereador Júnior Gomes de tentar “travar” o governo.

O motivo seria movimentos como os que houveram na última quinta-feira (11), quando servidores da saúde foram convidados para participar da reunião da comissão de finanças e orçamento, presidida por Júnior.

A participação dos servidores estava relacionada a assuntos que não estavam na pauta, o que fez com que o secretário Dr. Nanau e a vereadora Jéssyca se retiraram da reunião.

Outro ponto exemplificado pela vereadora foi que Júnior Gomes conduziu uma reunião da mesma comissão na sexta-feira (12) sem a sua convocação por escrito, o que segundo Jéssyca, estaria previsto no regimento da Câmara.

O Blog tentou contato com o vereador Júnior Gomes para comentar o assunto na manhã deste domingo (14), mas não conseguiu.

14
julho

Curiosidade: Prefeito de Colatina não sabia que Allan é pré-candidato a prefeito em Santa Cruz

 

 

Ficou estranho perceber que o prefeito de Coltina (ES), Sérgio Meneguelli (sem partido), não sabia que o seu “anfitrião” em Santa Cruz do Capibaribe, o empresário Allan Carneiro, é pré-candidato a prefeito na cidade. A descoberta ocorreu por meio de comentários dos debatedores do Programa Rádio Debate, durante o intervalo de sua participação na Rádio Polo FM, nesta quinta-feira (11). Sérgio demostrou surpresa com a informação. O pré-candidato Allan comentou nos bastidores que não estava acompanhando o prefeito Sérgio em Santa Cruz pelo fato de ser pré-candidato.

Após o intervalo, já no ar, Sérgio comentou a revelação que ficou sabendo pelos participantes do programa e disse que não pediria votos para Alan em Santa Cruz porque não o conhece e nem vota na cidade, mas completou: “Que bom, um cara com 32 anos bem-sucedido querendo entrar. Porque cada pessoa de bem que entra na política é menos um pilantra”.

12
julho

Editorial – Divisão Taboquinha poderá potencializar uma candidatura de Diogo Moraes a prefeito

 

 

 

“O nome de consenso do grupo”. Esse pode ser o mote principal para justificar uma candidatura a prefeito de Diogo Moraes (PSB) em Santa Cruz do Capibaribe na próxima eleição, algo que até então só tem sido especulado nos bastidores políticos.

O deputado estadual Diogo Moraes tem sustentado que não tem pretensão para a disputa. No entanto, seu discurso tem se tornado mais ameno com o passar dos meses, vez por outra sinalizando estar à disposição do grupo.

Jovem, mas com ampla experiência em campanhas políticas, Diogo detém a maior musculatura para o pleito de 2020. Reúne uma bagagem de conquistas, alçadas pelo Governo do Estado, mas terá que responder igualmente pelos déficits nos serviços estaduais, que não são poucos.

Fernando Aragão

A oposição em Santa Cruz do Capibaribe saiu forte e unificada das urnas de 2016. O nome de Fernando Aragão (PTB), derrotado naquela eleição por uma margem estreita, foi prontamente alçado para 2020, mas perdeu força e apoios importantes dentro do grupo. Sua defesa entre os políticos de mandato foi resumida a um ou dois vereadores, apesar de ainda obter um importante apego popular.

Helinho Aragão

Fragilizado desde que foi surrupiado pelos próprios pares no processo de escolha da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, Helinho Aragão (PTB) chegou a ensaiar uma saída do grupo Taboquinha, mas decidiu ficar, mantendo-se no páreo para a composição majoritária, mas o cenário que ficou torna inimaginável uma aglutinação política entono do nome de Helinho.

José Augusto Maia

O ex-prefeito e ex-deputado federal José Augusto Maia (AVANTE) é o “mandante de campo” no grupo Taboquinha. A história mostra que uma campanha eleitoral municipal, no âmbito do seu grupo, sem o seu envolvimento é fadada ao fracasso. Essa realidade parece ainda não ter mudado.

Zé está lançando seu nome para uma candidatura a prefeito, mas a hipótese é vista com dúvidas e inúmeras ressalvas até pelos seus próprios apoiadores, como aconteceu nos momentos que anteviram os processos recentes processos eleitorais. E falando em processos, sua situação legal é contestável.

O cenário

Fernando Aragão agrega um conceito de credibilidade importante para o atual momento.

Helinho Aragão detém o aspecto novo.

José Augusto Maia aglutina votos de forma incontestável.

Mas, em meio ao litígio, o recado que foi dado em afirmações ainda em 2018 poderá prevalecer em 2020, sendo Diogo Moraes o nome de consenso.

Esse é o jogo que está sendo jogado!

 

Por Ney Lima

11
julho

Dr. Nanau e Jessyca Cavalcanti decidem se retirar durante reunião que tratava de projeto de suplementação

Eles alegaram desvio do foco nas discussões

,

Na manhã desta quinta-feira (11) aconteceu na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, a reunião da Comissão de Finanças e Orçamento para discussão do pedido de abertura de crédito suplementar pelo Poder Executivo em regime de urgência, através do Projeto de Lei 010/2019.

A Comissão que é presidida pelo vereador Júnior Gomes (PSB) recebeu o secretário de Saúde do município, Dr. Nanau, representantes dos agentes de endemias, agentes de saúde e técnicos de enfermagens. Participaram também vários vereadores e o contador do município, Ivaldeci Hipólito.

De acordo com o Projeto de Lei, o pedido de suplementação na área da saúde é equivalente a R$ 7 milhões e 885 mil.

Próximo ao final da reunião, houve um desentendimento que resultou nas saídas do secretário de saúde, Dr. Nanau e a vereadora Jessyca Cavalcanti, alegando que tudo foi discutido, menos a suplementação. Ele revelou que caso o projeto não seja aprovado, a saúde do município ficará prejudicada já a partir desta semana

“Fui a Câmara para debater o projeto da suplementação, mas o presidente Júnior Gomes mais uma vez quis fazer da Casa um circo de picadeiro, então fiz minha parte respondi tudo sobre a Secretaria, agora questão administrativa resolverei na Secretaria, quero alertar a todos santa-cruzense que a partir dessa semana se não for aprovado esse projeto de suplementação, vai faltar medicação, vai parar o SAMU, ambulâncias, enfim vai parar a saúde do nosso município” – alertou.

Em nota, o vereador Júnior Gomes afirmou que as saídas de Dr. Nanau e Jessyca Cavalcanti da reunião, teriam sido uma forma desrespeitosa.

“O secretário de Saúde, Nanau Marques, a vereadora e secretária da Comissão, Jessyca Cavalcanti mais uma vez abandonaram a reunião de forma desrespeitosa, não ouvindo as demandas dos servidores”.

O presidente da comissão, Júnior Gomes afirmou que o parecer ao projeto da suplementação será apresentado e votado pelos membros da comissão na manhã desta sexta-feira (12) às 10h. Após a votação, o pedido de suplementação seguirá para apreciação em Plenário por todos os parlamentares.

Jessyca Cavalcanti revelou que o projeto de suplementação estaria na Câmara para ser votado desde o último dia 13 de junho.

Confira o momento da saída:

11
julho

“Prefeito é empregado do povo e tem que se sentir igual” – afirma Sérgio Meneguelli, prefeito de Colatina (ES)

Fotos: Igor Araújo.

O programa Rádio Debate desta quinta-feira (11) recebeu a presença do prefeito da cidade de Colatina (ES), Sérgio Meneguelli (sem partido), que ficou conhecido nacionalmente por algumas peculiaridades como andar de bicicleta, além de “colocar a mão na massa” auxiliando ações de pintura e jardinagem na cidade.

Ele comentou um pouco sobre a sua cidade, Colatina, que está situado a 110 km da Capital Vitória (ES). Os bastidores durante as eleições de 2016, quando resultou em seu triunfo também foi tema da entrevista.

Sérgio Meneguelli respondeu questões sobre obras, cortes de verbas para o Carnaval de Colatina, combate a corrupção, mutirão para economizar recursos, além de citar os motivos de sempre ir diariamente de bicicleta para a Prefeitura.

“Temos que deixar de ser ‘almofadinha’, pois o prefeito é empregado do povo e tem que se sentir igual. Eu ir para como gari e pegar a vassoura dele, eu estarei valorizando ele, e eu não tenho carro oficial, tenho umas cinco bicicletas que têm uma função de gabinete ambulante, pois tem gente que tem medo de ir procurar o prefeito por que acha que o gabinete é coisa de rico e de gente importante” – disse.

Ele revelou que é contra a ponto facultativo, sobre a não utilização do dinheiro da prefeitura para bancar viagens próprias, e ressaltou os motivos por estar abaixo com funcionários do que a Lei de Responsabilidade Fiscal determina.

“O que vale é a qualidade e não a quantidade, temos que entender que o município é a continuação da nossa casa” – afirmou.

Ouça o programa na íntegra:

11
julho

“Toritama conseguiu um feito extraordinário” – diz Edilson Tavares sobre aprovação de empréstimo

Fotos: Elivaldo Araújo.

Na tarde desta quinta-feira (11), o prefeito de Toritama Edilson Tavares (PMDB) concedeu entrevista no programa Rádio Debate, e falou sobre a aprovação do pedido de empréstimo para a requalificação da Feira do Jeans, compras de máquinas e veículos que deverão substituir uma frota locada, além de investimentos em outras áreas.

Edilson Tavares revelou que a aprovação do Projeto teria sido algo importante principalmente para a modernização e reestruturação da Feira do Jeans, citando a atual situação do espaço e ressaltando que os comerciantes estariam sendo prejudicados da forma que está.

“Toritama conseguiu um feito extraordinário que foi a aprovação desse financiamento para realizarmos a tão sonhada requalificação da nossa feira, que precisa urgentemente para que possamos dar segurança e qualidade no atendimento para os nossos compradores, pois o que temos hoje é lama, esgoto e o que precisamos é de um espaço decentes a exemplo do Moda Center” – disse.

O gestor foi questionado sobre as declarações do vereador Birino do São João (PSDB), que durante o Rádio Debate da quarta (10) justificou que por várias vezes o prefeito teria afirmado que já havia dinheiro em caixa para fazer a obra e contestou a falta de transparência do Poder Público.

“O vereador não se enganou, ele mentiu, pois diversas vezes eu afirmei nós não tínhamos o recurso total e eu mesmo afirmei que só tinha R$ 4 milhões e meio, e que a gestão não teria os recursos para fazê-la de imediato. Ele (Birino) falta com a verdade por que a transparência foi dada exaustivamente na Câmara, pois enviamos controladoria, procuradoria, contabilidade, o jurídico e técnicos que ficaram a disposição nas comissões para explicar detalhe por detalhe, mas tentaram macular dizendo que iríamos endividar o município” – completou.

Durante a entrevista, Edilson Tavares revelou que a obra de requalificação da Feira do Jeans custará em torno de R$ 20 milhões. Lembrando que dos R$ 10 milhões que foram aprovados na Câmara, 7 serão investidos na Feira do Jeans e R$ 3 milhões em compra de máquinas e veículos.

11
julho

Reforma da previdência – Fernando Filho e Teobaldo votam ‘sim’ João Campos e Marília Arraes desaprovam

Confira como votou cada deputado federal pernambucano  

Fernando Filho, João Campos, Marília Arraes e Ricardo Teobaldo.

Os deputados federais mais bem votados nas ultimas eleições, em Santa Cruz do Capibaribe, João Campos (PSB) e Fernando Filho (DEM), se posicionaram diferentes em votação do texto-base da reforma da Previdência, aprovado no primeiro turno pela Câmara na noite dessa quarta-feira (10).

Enquanto o filho do ex-governador do estado, Eduardo Campos, é contrário ao projeto apresentado, o filho do senador Fernando Bezerra Coelho entende que é benéfico para o país.

Bem votado no município e região nos últimos pleitos, Ricardo Teobaldo (Podemos) também votou favorável. Já Marília Arraes (PT) entende que o projeto prejudica os mais necessitados.

A PEC foi aprovada com 379 votos a favor e 131 votos contrários. Confira o posicionamento dos pernambucanos na Câmara Federal.

A favor

André de Paula (PSD/PE)
André Ferreira (PSC/PE)
Augusto Coutinho (Solidariedade/PE)
Daniel Coelho (Cidadania/PE)
Felipe Carreras (PSB/PE)
Fernando Coelho Filho (DEM/PE)
Fernando Rodolfo (PL/PE)
Luciano Bivar (PSL/PE)
Ossesio Silva (PRB/PE)
Pastor Eurico (Patriota/PE)
Raul Henry (MDB/PE)
Ricardo Teobaldo (Podemos/PE)
Sebastião Oliveira (PL/PE)
Silvio Costa Filho (PRB/PE)

Contra

Carlos Veras (PT/PE)
Danilo Cabral (PSB/PE)
Eduardo da Fonte (PP/PE)
Fernando Monteiro (PP/PE)
Gonzaga Patriota (PSB/PE)
João H. Campos (PSB/PE)
Marília Arraes (PT/PE)
Renildo Calheiros (PCdoB/PE)
Tadeu Alencar (PSB/PE)
Túlio Gadelha (PDT/PE)
Wolney Queiroz (PDT/PE) 

10
julho

Vereador Birino argumenta que votação contrária ao Projeto de empréstimo é devido à falta de transparência do dinheiro público

O vereador Birino do São João (PSDB) concedeu entrevista na tarde desta quarta-feira (10) no programa Rádio Debate, e falou sobre a sua decisão contrária durante a votação do Projeto que autoriza o município contrair um empréstimo de R$ 10 milhões.

O pedido foi enviado pelo Executivo Municipal e que tal valor pretende fazer a requalificação e modernização da Feira do Jeans, além da compra de máquinas e veículos que deverão substituir uma frota locada, além de investimentos em outras áreas.

A votação do Projeto que foi realizada na manhã desta quarta-feira (10) teve a abstenção de Mava (PROS) e ausência do vereador Fofão (PSC), mas mesmo assim, a matéria foi aprovada por 8 votos favoráveis e dois contrários, Eduardo da Saúde (PSD) e Birino do São João.

Birino justificou que a sua decisão em votar contra foi devido à falta de transparência do dinheiro público que estaria sendo arrecadado nas feiras e impostos no município, e que não haveria necessidade de solicitar o empréstimo.

“Por tantas vezes o prefeito Edilson (Tavares) afirmava que tinha milhões e milhões para fazer essa obra e dizia que já tinha dinheiro em caixa, e por que foi preciso pegar esse empréstimo de R$ 10 milhões? Eu fui contra até por que cadê a arrecadação do município com a feira e os recursos próprios como o IPTU?, ninguém vê e ninguém sabe onde foi aplicado” – argumentou o vereador.

Audiências Públicas negadas

Ele revelou que audiências públicas foram solicitadas por alguns vereadores, para que o projeto fosse melhor explicado, porém ele ressaltou que a maioria dos vereadores não acatou as solicitações.

“Os vereadores não aceitaram por que é tudo carta marcada, por causa de troca de favores por terem familiares e amigos lá dentro da prefeitura” – frisou.

Projeto com erro de digitação para o município de Lajedo

Durante a entrevista, um fato curioso citado pelo vereador Birino do São João é que o Projeto de Lei estaria com erro de digitação. Ele revelou que a mensagem proferida e assinada pelo prefeito Edilson Tavares (PMDB) estaria sendo enviada ao município de Lajedo.

“O mais interessante do projeto é que na mensagem, perto da assinatura dele está escrito ‘de interesse social no município de Lajedo’, para você ver que o projeto é tão falho que até a mensagem que ele fez, foi para o município de Lajedo e não para Toritama” – citou.

09
julho

“Não posso lançar o candidato e dizer que sou favorável” – afirma Marlos da Cohab sobre escolha de pré-candidatura Taboquinha

Fotos: Luciano Ferrarri.

Na tarde desta terça-feira (09) o programa Rádio Debate, veiculado diariamente pela Rádio Polo FM, recebeu a participação do vereador Marlos da Cohab (Podemos). Ele falou sobre a CPI do Calçadão Miguel Arraes de Alencar, candidatura Taboquinha, Governo Edson Vieira (PSDB), além de algumas polêmicas envolvendo a Ponte Velha, familiar na Câmara e gastos com publicidade.

Durante o programa Marlos da Cohab foi questionado sobre o andamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Calçadão, que tem como objetivo investigar a construção do Calçadão Miguel Arraes de Alencar. Ele alegou que Prefeitura continua atrasando o andamento dos trabalhos.

“Cobramos uma explicação daquela obra e não foi respondida, usamos através da CPI para que tivesse a resposta para poder fazer a fiscalização, mas desde o começo, a Prefeitura segurou as documentações, passou muito tempo e o prazo estourou, mas mesmo assim quando mandaram chegou faltando, a gente teve que usar o jurídico e pedir através da justiça, e agora tem que esperar os prazos que a justiça coloca” – explicou.

Segundo o vereador, em reunião nesta segunda-feira (08) foi decidido que haverá uma prorrogação de prazo da CPI por mais 60 dias.

Durante a sua participação, Marlos foi questionado sobre a sua posição em relação ao nome de Fernando Aragão como pré-candidato a prefeito do grupo, já que até o momento, os vereadores Joab Gomes e Carlinhos da Cohab têm assegurado apoio direto.

Sobre a questão da decisão de um nome para apoio, ele afirmou que prefere esperar e ressaltou que não indicará nenhum, mas também não vai se opor.

“Eu quero esperar para que a gente possa ter um candidato que seja por unanimidade do grupo, sendo Fernando nós estaremos juntos, mas se for Helinho (Aragão) ou Diogo (Moraes) também estaremos. A gente tem que entender que tem que ter a união do grupo, eu não posso lançar o candidato e dizer que sou favorável a fulano ou sicrano, o que eu digo é que irei apoiar o candidato do grupo” – completou.

Ainda de acordo com Marlos da Cohab, o candidato sairá após conversas através das principais lideranças do grupo, citando Fernando Aragão, Zé Augusto e Diogo Moraes.

Marlos da Cohab afirmou que a não vinda de recurso do Governo do Estado para o município de Santa Cruz do Capibaribe, seria devido à falta de prestação de contas e transparência da administração do prefeito Edson Vieira.

O vereador foi interrogado sobre a situação da Ponte Velha, e acredita que seja obrigação do Estado e município, porém revelou não tem certeza. Ele falou também sobre gastos da Casa de Lei com publicidade.

“O que a gente mais reclamava no ano passado era inclusive dessa questão de publicidade na Casa, tínhamos reuniões que nem eram transmitidas e ás vezes de péssimas qualidades e agora tudo melhorou, e se está investido com os trabalhos do Legislativo, acredito que é normal” – frisou.

Por fim, ele falou sobre a pré-candidatura da terceira via por Santa Cruz do Capibaribe, para as eleições do próximo ano.

“Não é preciso colocar um grupo de empresário para administrar Santa Cruz, mas sim que o que precisamos é que se coloque um prefeito que respeite o dinheiro de nossa cidade e invista em obras” – finalizou.

Ouça o programa na íntegra:

 

09
julho

Em primeira votação – Câmara aprova empréstimo para requalificação da Feira do Jeans de Toritama

R$ 10 milhões devem ser investidos também na substituição de veículos locados pela compra de novos

Foi aprovado nesta terça-feira (09) na Câmara de Vereadores de Toritama em primeira votação, o Projeto enviado pelo Executivo Municipal solicitando a aquisição de um empréstimo junto à Caixa Econômica Federal no valor de 10 milhões de reais com carência de dois anos.

De acordo com a matéria, desse montante R$ 7 milhões serão investidos nas obras de requalificação e modernização da Feira do Jeans, e o restante servirá para as compras de máquinas, veículos e equipamentos permanentes. A proposta cita que o município deve economizar quase R$ 200 mil mensais com a locação destes equipamentos.

A proposta que precisava de dois terços, foi aprovada em primeira votação pelo placar de 8 votos à 3, e segue para segunda votação nesta quarta-feira (10).

A bancada de oposição fechou questão e votou contra a proposta, enquanto os governistas foram todos favorável com exceção do vereador Mava (PROS) que se absteve.

Votaram a favor:

Derivaldo (PR)
Dioclecio (PTN)
Doutor do São João (MDB)
Edijan (MDB)
Ferreirinha (MDB)
Loló (PSB)
Morica (PSL)
Rossana Ferreira (PSD)

Votaram contra:

Birino do São João (PSDB)
Eduardo da Saúde (PSD)
Fofão (PSC)

Abstenção:

Mava (PROS)

;

Com informações de Evandro Lins, correspondente do blog em Toritama.

08
julho

Toritama – Prefeitura proíbe criação de grupo de Whatsapp entre professores e pais de alunos

Foto: Evandro Balla.

Uma medida tomada pela prefeitura municipal de Toritama tem causado polêmica, sobretudo na comunidade escolar. Em ofício assinado no ultimo dia 4 de julho, endereçada aos gestores escolares, fica terminantemente proibida a criação de grupos em redes sociais, com a participação de pais com demais integrantes da equipe gestora.

A administração municipal alega quatro pontos principais como argumentação para proibição: “Perda de feedback; Barreira pessoal-profissional comprometida; Perda de relações e complicações no controle de informações”. 

“Quando a comunicação pai-professor se desenrola via aplicativos que não são direcionados especificamente para esse tipo de interação, a escola começa a perder informações preciosas que poderiam muito bem, ser utilizados para o aprimoramento da instituição”, diz trecho do ofício.

“A instituição começa a não ter ciência o que está acontecendo em seu interior, já que os pais estão em comunicação quase que exclusiva com os professores”, aponta o documento em outra parte.

Confira a seguir o ofício na íntegra.

Welson Costa, secretário executivo de educação em Toritama, falou ao programa Rádio Debate, nesta segunda-feira (08) sobre o caso.

“Está proibido grupos de Whatsapp com os pais/mães/responsáveis e professores. Em momento algum, proíbe entre funcionários da escola”, falou, argumentando que a proibição com os pais se deve pela necessidade de ter os mesmo ‘perto da escola, indo a escola, acompanhando seus filhos’.

O secretário afirmou ainda que tem sido procurado por integrantes da gestão, por supostos “ruídos na comunicação”, e enfatiza o ‘distanciamento’ dos pais com a vida escolar dos filhos.

Confira a entrevista:

05
julho

Fogo amigo? – Bastidores esquentam em Brejo com vistas a 2020

Dr. Edson, Hilário Paulo e Frailan Mota. Foto: Blog Estação Notícias.

Uma postagem em rede social aumentou as especulações sobre uma possível candidatura em Brejo da Madre de Deus do assessor especial, Frailan Mota, tendo como principal apoiador o Secretário de Saúde e ex-prefeito Dr. Edson.

Em sua conta no Twitter, Frailan postou que “Gerir algo público não é o mesmo que ir à padaria e pedir uma quantidade de pães sortidos”.

Algumas pessoas dão como certa o afastamento breve entre o secretário e o prefeito Hilário Paulo, que pretende disputar a reeleição.

Entramos em contato, na manhã desta sexta-feira (05) com Frailan, que respondeu que “houve, por parte de algumas pessoas, uma interpretação falha” sobre o que escreveu na rede social.

Sobre 2020, afirmou: “Faço parte de um grupo. Estou disponível. Mas, a prioridade é Hilário”, completando que há muito ‘burburinho’ em torno das conversas sobre as próximas eleições.

Tentamos contato também com o prefeito, mas o telefone estava fora de área.

O contato foi feito com o Secretário, Dr. Edson que respondeu estar em uma programação em Brasília, pedindo para ligar 1h depois. Após o tempo estipulado, as ligações não foram mais atendidas.

04
julho

Taquaritinga do Norte – Geovane cogita deixar liderança de governo na Câmara

Atual líder do governo na Câmara de Vereadores em Taquaritinga do Norte, o vereador Geovane Cézar, não descarta a possibilidade de deixar o posto.

Em contato com o Blog, na tarde desta quinta-feira (04), o vereador não falou motivos, mas disse discordar de algumas posições do governo municipal, avaliando a possibilidade de saída da liderança.

Na tarde desta quinta-feira, está programada Sessão Ordinária na Casa Miguel Lucas de Araújo, onde o tema poderá estar em pauta em meios aos discursos.

04
julho

Licitação – Governo do Estado responde sobre ‘Ponte Velha’ em Santa Cruz

O Blog do Ney Lima entrou em contato com o Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE) nessa quarta-feira (03), em busca de respostas sobre a interdição da “ponte velha”, que liga a Avenida Prefeito Teófanes Ferraz Torres Filho à Avenida João Francisco Aragão, e que tem prejudicado a população de Santa Cruz do Capibaribe, desde 15 de junho. Veja AQUI.

Com a complicação no trânsito, comerciantes têm reclamado da baixa nas vendas e atribui às dificuldades para chegar ao centro.

O Blog questionou o Departamento sobre a responsabilidade do estado, planejamentos e prazo para resolução.

 

Em resposta, o DER-PE enviou nota, em que fala de “fase de licitação para elaboração do projeto”, sem citar prazos. Confira:

“O DER informa que está em fase de licitação para elaboração do projeto de restauração da Ponte Velha, no centro-leste Santa Cruz do Capibaribe. Em seguida, será lançado o edital de licitação para a contratação de empresa responsável pela execução dos serviços”.

Notícias Anteriores