Fotos: Thonny Hill

Na tarde desta quinta-feira (27) foi realizada mais uma sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Santa Cruz. Dos 17 edis, 12 deles compareceram e fizeram uso da tribuna, onde a maioria dos discursos teve como foco a votação realizada pelos deputados federais quanto ao projeto da Reforma Trabalhista.

Nesse tema, os alvos de críticas mais incisivas foram os deputados que tiveram votos em Santa Cruz, mais especificamente Ricardo Teobaldo (PTN) e Bruno Araújo (PSDB). Outro tema também entrou na pauta de vários discursos que foi o da insegurança, motivado pelo arrastão que aconteceu na última segunda-feira (24), na Escola Estadual Maria Lúcia.

Enquanto a oposição criticava a insegurança nas escolas com o tema, governistas rebatiam ao mostrar que houve uma resposta rápida da polícia na captura do criminoso.

.

Os principais discursos

Dentre as críticas feitas a deputados votados em Santa Cruz, e que foram favoráveis ao projeto da Reforma Trabalhista, podemos destacar Nailson Ramos, Capilé, e Augusto Maia. O discurso de Zé Minhoca também pode ser destacado porque, mesmo não se referindo a reforma trabalhista, fez um desafio aos demais vereadores ao tratar do tema da Reforma da Previdência.

 

Nailson Ramos critica Mendonça Filho e ironiza ao chamar de “bênçãos” deputados favoráveis a Reforma Trabalhista

.

No seu discurso, o governista Nailson Ramos (PMDB) mostrou seu posicionamento contrário aos deputados que votaram na aprovação do projeto da Reforma Trabalhista.

Ao se dirigir ao vereador Carlinhos da Cohab, fez críticas a Mendonça Filho (DEM), ao qual o oposicionista estreitou laços políticos.

“É bom lembrar que a bancada todinha de Pernambuco, Mendonça, Teobaldo, Bruno Araújo… Vamos ver essas “bênçãos” ano que vem aqui em Santa Cruz e aí Carlinhos? Mendonça vai pedir votos em Santa Cruz” – disse.

Questionado pelo blog durante a sessão se as críticas atestariam um rompimento com Bruno Araújo, ele citou que não, mas que o grupo deve sim ter uma conversa sobre o assunto.

.

Augusto Maia afirma “não ter rabo preso” e repudia voto de Ricardo Teobaldo

.

Sendo um dos integrantes do grupo que apoia Ricardo Teobaldo em Santa Cruz, Augusto Maia (PTN) fez críticas aos deputados federais que votaram a favor do projeto da Reforma Trabalhista.

Já sobre o deputado de sua legenda, ele falou sobre as emendas por ele destinadas a Santa Cruz, mas as críticas também foram fortes.

“Venho aqui repudiar sua atitude ao votar na Reforma Trabalhista. Não só ele, mas com todos os outros a exemplo do deputado do prefeito Edson Vieira” e completou: “Não tenho rabo preso com político, mas sim com a população” – disse.

O vereador também mostrou acreditar que Teobaldo possa mudar seu voto com a possível volta do projeto para nova votação na Câmara dos Deputados.

.

Zé Minhoca volta a desafiar demais a assinar documento comprometendo-se a não votar em deputados que apoiarem Reforma da Previdência

.

O presidente da Câmara, em seu discurso, não falou especificamente do tema da reforma trabalhista ou dos deputados que votaram favoráveis ao projeto, mas voltou a fazer um desafio aos demais edis, mas com foco na Reforma da Previdência a prometer não votar em quem apoiar tal projeto.

“Fiz o documento aqui e ninguém assinou ainda, para que eu possa enviar ao Congresso Nacional. Até agora eu fui o único a assinar” – disse.

.

Capilé chama de “deputados safados” os que votaram favoráveis a Reforma Trabalhista

Outro dos vereadores de oposição que integram o grupo dos que apoiam o deputado Ricardo Teobaldo, o vereador Capilé foi o que fez as críticas mais duras aos que votaram favoráveis ao projeto da Reforma Trabalhista. Capilé não amenizou as palavras até mesmo com seu aliado político.

“A pessoa que vota contra um trabalhador não é digna de um voto. Convido a vocês para dar um ‘não’ muito bom a todos esses deputados safados… Essa é a palavra; são safados os que fizeram isso contra o trabalhador santacruzense e contra o povo brasileiro” – pontuou.

Extras da sessão

Os dois lados dos “muitos milhões a mais” – No uso da tribuna, o vereador Carlinhos da Cohab (PTB) fez críticas ao prefeito Edson Vieira que, segundo ele, quase que dobrou os gastos com a folha de pagamentos do funcionalismo entre 2013 e 2016.

Segundo o vereador, Toinho do Pará, quando prefeito, gastava cerca de R$ 30 milhões ao ano para pagamento do funcionalismo e que Edson Vieira, ao longo dos últimos quatro anos, teria elevado esse montante para R$ 47 milhões e que o aumento nas contratações seriam para que o prefeito obtivesse votos nas últimas eleições. Carlinhos foi rebatido por Toinho que, segundo ele, não levou em consideração os aumentos do salário mínimo e o crescimento da demanda no município, que teria crescido com a atual gestão.

Teria desistido de desistir da liderança? – E por falar em Toinho do Pará (PSB), o vereador mostrou que continua a frente da liderança na bancada governista. Ele foi uma das pautas mais repercutidas na imprensa na semana passada, onde supostas provocações feitas por Junior Gomes quanto a sua atuação ao entregar reivindicações ao governador Paulo Câmara (PSB) o teriam deixado furioso e o motivado a abdicar do posto de líder.

Em entrevista ao Blog, Toinho negou que tenha havido atritos com Junior, não negou o questionamento do mesmo quanto a sua liderança e frisou que, se tiver que abdicar do posto, o assunto será decidido após reunião (ainda sem prazo).

A justificativa a ser alegada seria a “falta de tempo” para atender a suas demandas.

Ficou de fora – Um fato cômico que aconteceu envolveu o vereador de oposição Helinho Aragão (PTB). No começo da sessão, foi lido por Ronaldo Pacas a justificativa de sua ausência, mas quase com o término da mesma, já na votação dos requerimentos, ele acabou chegando.

Colegas de bancada pediram a presidência para que o mesmo pudesse acompanhar o restante da sessão em sua cadeira, chegaram até a pedir que o assunto fosse decidido pelo pleno, mas não tiveram sucesso.

.

.

O político ficou na porta por onde entram os vereadores antes das sessões e recebeu negativas três momentos: Um pela liderança de situação e dois por Ronaldo Pacas (quando este estava no posto temporário de presidente) e outro do próprio presidente Zé Minhoca, sob a alegação de que sua ausência já tinha sido registrada. Helinho teve que assistir o resto da sessão em uma das cadeiras do plenário.

.

.

Seria culpa do WhatsApp? – A segunda cena cômica (e questionável) foi protagonizada por oposicionistas. Enquanto Ronaldo Pacas (PR) fazia leitura dos requerimentos para que fossem colocados em discussão e votação, boa parte da bancada, em vários momentos, estava com os olhos focados nos celulares. Fica a pergunta: os temas dos requerimentos eram tão ruins assim?

.

.

Já nos bastidores… – Sem aviso, o ex-deputado José Augusto Maia (PTN) chegou a Câmara no intuito de verificar o que tinham falado os vereadores de Oposição sobre o deputado federal Ricardo Teobaldo. Com o fim da sessão, uma reunião previa aconteceu ainda do lado de fora, com quase todos da bancada e, segundo fontes, a bronca foi direcionada a Capilé e Augusto. A reunião se estendeu depois, em local longe das lentes dos repórteres.

.

.

Foto: Arquivo

Em entrevista concedida ao blog, o vereador de oposição em Santa Cruz do Capibaribe, Capilé (PTN), falou sobre seu posicionamento em relação ao deputado federal Ricardo Teobaldo (PTN).

Ricardo é um dos políticos que são apoiados pelo vereador no município, sendo que este primeiro votou favorável, em Brasília, pela aprovação do polêmico projeto que trata da reforma trabalhista. Sobre a postura de Teobaldo, Capilé disse:

“Eu tenho um pensamento de que devemos sempre escutar a população e hoje, eu tenho certeza que ela não gostou desse posicionamento de Ricardo. Eu mesmo, como vereador, vou solicitar explicações dele porquê, querendo ou não, faço parte do grupo que o apoia em Santa Cruz” – disse.

.

Reunião com o grupo e mais críticas

Ainda de acordo com o vereador, a forma de como Ricardo Teobaldo se posiciona estaria deixando a desejar e que uma reunião deve ser realizada ainda esta semana com lideranças do grupo, entre elas o ex-deputado José Augusto Maia (PTN) e também o ex-vereador Fernando Aragão (PTB).

“Vou conversar com o grupo. Devemos nos reunir logo, acredito que essa semana ainda com Zé Augusto e Fernando e esperamos ter esse contato com Ricardo Teobaldo. Infelizmente, são duas votações que ele votou, que foi a terceirização e essa reforma trabalhista, que ele tem deixado a desejar. Digo a você:  não só as ruas, mas eu como vereador, fiquei insatisfeito com a postura dele e vou cobrar para que ele me deixe, pelo menos, satisfeito, já que para a população… Vai ser difícil” – frisou.

Questionado se o assunto poderia ser levado a tribuna da Câmara já nesta quinta-feira (27), o vereador citou que vai aguardar a reunião, mas voltou a enfatizar sua insatisfação e que sim: pode romper com o grupo de apoiadores do mesmo em 2018. Ouça a entrevista na íntegra:

.

 

 

 

 

.

Aconteceu na noite desta terça-feira (25), a quinta Ação de Busca Ativa, uma iniciativa da Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social de Santa Cruz do Capibaribe, através da Casa de Cidadania e do Projeto Transformar. O movimento aconteceu no centro da cidade e contou com representantes da Secretaria de Saúde e Defesa Social.

O objetivo da ação consiste em localizar pessoas de Santa Cruz do Capibaribe e de outras cidades que estão em situações de rua, conhecer a história de vida de cada indivíduo, e após essa identificação, integrá-los ao Programa Transformar.

“Estamos trabalhando na perspectiva de fazer um mapeamento na cidade para elaboração de um diagnóstico pois alguns usuários de rua não são do município. Infelizmente algumas pessoas chegam aqui por um acaso, atraídas pelo Polo de Confecção. Ao entrarem em contato conosco, elas relatam o desejo reatar os vínculos familiares e votarem a terra natal”, contou Flávio Júnior, coordenador do programa Transformar em Santa Cruz do Capibaribe.

A Psicóloga do Transformar Noemi Cândida, falou sobre a atividade. “Nossa busca visa identificar e localizar pessoas que são ou não do município e que estão em situação de rua e nosso trabalho é fazer com que esse público frequente o Programa Transformar. Para que essa ação aconteça contamos com a participação da rede de saúde, assistência social e Guarda Civil Municipal”, frisou.

“Nosso trabalho é assegurar a integridade do pessoal que está realizando está Ação de Busca Ativa, resguardando a integridade de todos envolvidos”, destacou o inspetor da Guarda Civil Municipal, Ademir.

Em Santa Cruz do Capibaribe, o Programa Transformar funciona na Avenida Cesário Aragão, 212, Centro, em frente ao antigo mercado de farinha, possui 60 pessoas cadastradas, diariamente 20 frequentam o projeto.

O programa desenvolve oficinas de arte e confecção de sabão caseiro. O Transformar oferta atendimentos ao morador de rua e também seus familiares, proporciona cuidados de higiene, alimentação, descanso e atendimento psicossocial. Direciona também encaminhamentos à rede do Sistema Único de Saúde (SUS) e Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e demais políticas setoriais.

Informações da Assessoria

 

 

Foto: Arquivo

Na manhã desta quinta-feira (27) entramos em contato com a equipe de assessoria da prefeitura de Santa Cruz. O assunto é a liberação ou não por parte de funcionários para participação no protesto que está sendo organizado para esta sexta-feira, que é a Paralisação Nacional.

O protesto tem como alvo mostrar a posição contrária as reformas Trabalhista e da Previdência, que estão em pauta no Congresso Nacional. De acordo com a assessoria, o expediente será realizado de forma normal e que apenas os professores iriam parar suas atividades para participar do protesto, que no município terá concentração a partir das 9h, na Avenida Padre Zuzinha (Centro).

De acordo com Luciene Cordeiro, que representa o Sindicato dos Professores Municipais (Sinduprom), entidades como a UJS, UESCC, o Sintepe entre outras associações, já confirmaram participação.

Questionamos também a prefeitura se haveria desconto em folha para funcionários que, por ventura, faltem ao trabalho participar do protesto, mas até o fechamento desta matéria, a resposta não havia sido dada.

 

 

Foto: Arquivo

Em entrevista concedida ao blog, o delegado da 17ª Delegacia Regional, Dr. Júlio Cesar Porto, falou sobre o anúncio do novo delegado da Delegacia de Polícia e Homicídios (DPH) em Santa Cruz.

A delegacia estava sem delegado, graças a saída da delegada Dra. Sérvula Wallesca, transferida para o comando de outra delegacia. De acordo com Porto, o delegado a assumir a pasta de homicídios em Santa Cruz será Dr. Rodrigo Bacelar, que passará a ser o delegado, de forma cumulativa, também da Delegacia de Polícia Civil do município.

A DPH é responsável pela investigação de crimes de morte em Santa Cruz do Capibaribe e também no distrito de São Domingos, de Brejo da Madre de Deus.

.

Delegacia municipal só deve ter delegado titular apenas em setembro

Um fato que chamou a atenção na entrevista é o prazo, segundo Dr. Júlio, que a delegacia municipal possa ter seu delegado titular.

De acordo com ele, o prazo previsto é setembro ou outubro, dependendo do anúncio feito pelo governador Paulo Câmara (PSB).

“Estamos trabalhando na busca de um nome para a Delegacia Municipal de Santa Cruz, porque sabemos da importância dela na área. É só questão de tempo para que possamos providenciar um titular para Santa Cruz. A determinação pelo Governo do Estado é que, em setembro ou outubro, se não acontecer imprevistos, possamos vir a contar com novos policiais: delegados, agentes e escrivães, que já tem a determinação do governador e de nosso chefe de polícia a dar prioridade a esses locais mais vulneráveis” – disse.

 

 

Foto: Arquivo

Nesta quinta-feira (27) foi anunciada a abertura dos concertos musicais de 2017 da Sociedade Musical Novo Século. Os concertos fazem parte dos eventos comemorativos aos 117 anos de fundação da banda santacruzense, que possui 35 componentes e é considerada uma das principais no estado.

De acordo com os músicos Alencar Lopes e Rubinaldo Catanha, que integram também a nova gestão da entidade, o concerto de abertura será realizado nesta sexta-feira (28), no Teatro Municipal.

Segundo o maestro Rubinaldo, o concerto terá duração de 40 minutos e terá um repertório composto por clássicos do Jazz, da MPB, do Blues e também de ritmos nordestinos como o Baião.

Outra boa notícia é que, para este primeiro concerto, a entrada é gratuita. A apresentação terá início, de acordo com ambos, a partir das 20h. Vale destacar que a Sociedade Musical Novo Século também atua em seu trabalho educacional, já que ministra aulas de música e forma diversos profissionais anualmente. É mantida unicamente com doações de sócios voluntários e também recebe uma subvenção da Prefeitura Municipal.

Mesmo com as dificuldades, continua com seu trabalho reconhecido em vários locais por onde passa, em especial em estados do Nordeste.

 

 

Foto: Fernando Lagosta

Na noite de quarta-feira (26) mais um homicídio foi praticado no agreste, desta vez na cidade de Vertentes.

De acordo com informações da polícia, o crime aconteceu no sítio Areia do Junco, onde a vítima foi identificada por Genival de Souza Mendes (47 anos). A vítima estava na localidade quando dois criminosos, que estavam de moto, se aproximaram e efetuaram disparos de arma de fogo.

Genival chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas morreu minutos depois de dar entrada. Segundo peritos da Polícia Civil, foram localizadas oito perfurações no corpo. A motivação para o crime ainda é desconhecida, mas se sabe que Genival tinha passagens pela polícia, já tendo respondido por um crime de homicídio.

O corpo foi conduzido ao IML, na cidade de Caruaru.

 

 

Sessão foi marcada por diversos protestos – Foto: Câmara dos Deputados

Na madrugada desta quinta-feira (27) foi aprovado o texto-base da Reforma Trabalhista, que possui diversos pontos polêmicos na relação entre patrões e colaboradores.

O projeto vinha sendo amplamente debatido nas últimas semanas, inclusive é um dos alvos do protesto da Paralisação Nacional que acontece nesta sexta-feira (28).

Sindicatos, associações de trabalhadores e outros órgãos alegam que a reforma trabalhista tira dos trabalhadores diversos direitos que foram conquistados, em especial nas últimas décadas. Já deputados e empresários que apoiam as mudanças alegam que a aprovação do novo texto dará fôlego a economia, em especial para a realização de mais contratações.

Em Pernambuco, dos 25 deputados federais eleitos, nove deles se posicionaram contrários ao texto-base, um não votou e o restante (16), votaram a favor do projeto, que agora segue para votação no Senado. Uma  surpresa foi o deputado Eduardo da Fonte (PP), que havia se mostrado  favor da terceirização irrestrita do trabalho e se esperava que ele votasse favorável ao projeto, fato que não aconteceu.

Confira os votos de cada um dos deputados de Pernambuco:

 

Votaram pelo SIM ao projeto da Reforma Trabalhista

Adalberto Cavalcanti (PTB)

André de Paula (PSD)

Augusto Coutinho (SD)

Betinho Gomes (PSDB)

Bruno Araújo (PSDB)

Carlos Eduardo Cadoca (PDT)

Daniel Coelho (PSDB)

Fernando Coelho Filho (PSB)

Fernando Monteiro (PP)

Jarbas Vasconcelos (PMDB)

João Fernando Coutinho (PSB)

Jorge Côrte Real (PTB)

Kaio Maniçoba (PMDB)

Marinaldo Rosendo (PSB)

Mendonça Filho (DEM)

Ricardo Teobaldo (PTN)

 

Votaram pelo NÃO ao projeto da Reforma Trabalhista

Danilo Cabral (PSB)

Eduardo da Fonte (PP)

Gonzaga Patriota (PSB)

Luciana Santos (PCdoB)

Pastor Eurico (PHS)

Silvio Costa (PTdoB)

Tadeu Alencar (PSB)

Wolney Queiroz (PDT)

Não votou

Zeca Cavalcanti (PTB)

 

 

.
Informações da Assessoria

 

 

 

 

Grupo com mais atletas inscritos na corrida de rua receberá a bonificação independentemente do resultado da prova.

Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (26) o blog teve acesso a um vídeo que mostra o exato momento em que estudantes da Escola Estadual Maria Lúcia, em Santa Cruz do Capibaribe, foram alvos de um arrastão.

A imagem mostra Wellington Paulo da Silva (de idade não informada) chegando a sala de aula, onde ele aponta a arma e rende estudantes, levando vários pertences.

O criminoso foi capturado na tarde de hoje, com objetos e também dinheiro frutos de outros assaltos. Já os pertences dos estudantes, de acordo com o bandido, foram comercializados e o dinheiro arrecadado, gasto pelo mesmo.

Confira:

.

 

 

 

 

Fotos: Gilson Fernandes

Nesta quarta-feira (26) uma operação conjunta entre policiais das equipes Oficial de Operações, GATI, GT-21, Malhas da Lei e Serviço Reservado conseguiram prender um homem, acusado de ser o assaltante que praticou um arrastão no interior da Escola Estadual Profa. Maria Lúcia.

O crime foi registrado na tarde de segunda-feira (24), em Santa Cruz, onde Wellington Paulo da Silva (de idade não informada) pulou o muro da escola e, munido de uma espingarda artesanal, praticou o assalto em uma das salas que funcionam de forma anexa.

Ele foi preso na rua Quintiliano Bernardo da Cunha, bairro Centro. Com ele, foi apreendido a quantia de R$456, duas trouxas de maconha e uma TV, sendo esta fruto de roubo praticado a um restaurante.

.

Um fato que chamou a atenção é que, de acordo com a polícia, ao ser questionado sobre os produtos roubados na escola, o mesmo afirmou que teria vendido todos os celulares e gasto todo o dinheiro que conseguiu. Ele foi apresentado a delegacia do município, onde vai ficar a disposição da Justiça.

 

 

Sabão caseiro pode ser usado da mesma forma que o industrial, porém é bem mais barato – Imagem ilustrativa

A Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap) está recebendo óleo de cozinha e industrial que não sirva mais para uso. De acordo com a associação, a finalidade é reverter o material para que seja utilizado na produção de sabão em barra, através do projeto “Sabão Caseiro”, que é desenvolvido há 10 anos em Santa Cruz do Capibaribe.

Além de ser uma fonte de renda para os pequenos produtores, a iniciativa também é sustentável e também social, já que tira da natureza o óleo que, quando descartado de forma incorreta, polui milhares de litros de água e também o solo, além de ser distribuído gratuitamente para famílias carentes.

Para participar, basta levar o óleo usado em recipientes de plástico ou garrafas pet e deixar no escritório da Ascap, localizado na Avenida 29 de dezembro – 233, 1º andar (em cima da loja Motorac).

Com a iniciativa, a associação também demonstra sua preocupação com o meio ambiente. Outras empresas e a prefeitura também apoiam a ideia, com pontos de coleta. Participe.

.

 

 

.

Esta quarta-feira (26) está sendo marcada pela violência na cidade de Caruaru, onde até as 15h, seis pessoas já haviam sido assassinadas, entre elas um policial militar durante um assalto.

De acordo com as informações, o primeiro crime aconteceu em uma estrada de terra que dá acesso ao Sítio Maniçoba, na zona rural, quando o policial militar José Ailton (48 anos), seguia de moto com a mulher e dois bandidos se aproximaram. Percebendo que o policial estava armado, efetuaram o disparo e, em seguida, levaram a sua arma.

Os demais homicídios aconteceram em outros pontos da cidade, como os bairros Vassoural, João Mota e também a PE-95. As demais vítimas, a maioria com passagens pela polícia, tinham entre 20 e 30 anos.

Além disso, outras três tentativas de homicídios também foram registradas, fatos que enfatizam o caos da segurança pública em cidades do agreste. De acordo com profissionais da imprensa local, esse número de assassinatos já é o maior registrado em um único dia durante a história do município (descontando-se as chacinas).

A cidade já contabiliza 95 homicídios em 2017.

 

 

Críticas de Priscila Krause ao Governo do Estado e repercussão negativa com gastos em diárias por vereadores de Taquaritinga são os destaques

Nesta quarta-feira (26) dois assuntos da política na região e no estado foram pautas no programa Rádio Debate, da Polo FM. O primeiro deles foram as críticas da deputada estadual Priscila Krause (DEM) ao Portal da Transparência do Governo do Estado.

Em entrevista concedida ao programa Estúdio 1, também na Polo, a deputada afirmou que o governo do estado estaria omitindo informações quanto aos seus gastos, com dinheiro público, a população.

O segundo tema está relacionado a Taquaritinga do Norte, onde uma matéria publicada na imprensa local dá conta de que os vereadores já fizeram uso de quase R$ 20 mil em diárias, valor considerado alto para três meses de mandato. Na lista divulgada, aparecem valores que vão de 200 reais até 800, direcionados a parlamentares e servidores da casa legislativa.

Ouça o programa na íntegra e fique por dentro dos assuntos e bastidores da política!

.

 

 

Página 1 de 434123...1020...Última »

Notícias Anteriores