Representantes estaduais da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) estão presentes na manhã desta quarta-feira (27), na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. Está sendo debatido, em audiência pública, a situação da energia no município.

Debatem o assunto Jucelino Amaral (gerente de operações), Ana Carolina (gestora interina da unidade em Santa Cruz) e Rafael Quintiliano (engenheiro Celpe).

Eles foram convocados para prestarem esclarecimentos sobre os constantes apagões na cidade, nas ultimas semanas. Além disso, eles devem explicar os investimentos da empresa, na região.

O espaço é aberto para questionamentos de vereadores e populares, de uma forma geral.

Prefeito de Brejo Hilário Paulo e senador Humberto Costa. Fotos: Assessoria.

O prefeito do Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo (SD), esteve nessa terça-feira (26) na Câmara dos deputados e no Senado Federal.

Em Brasília, o prefeito se reuniu, entre outros, com o deputado federal Renildo Calheiros (PCdoB). De acordo com a assessoria do gestor, o parlamentar se comprometeu em destinar emendas para a cidade. Não foi relatado maiores detalhes.

Já no Senado, Hilário foi recebido por Humberto Costa (PT). A assessoria informou que o prefeito recebeu a notícia da liberação de emenda para a criação do banco de ‘sementes crioulas’, em benefício da população rural.

Bancos de sementes são espaços de organização e gestão, onde famílias agricultoras guardam e estocam suas sementes, garantindo o acesso a todos integrantes.  Eles têm como objetivo garantir autonomia e segurança no plantio.

“Muito em breve estaremos liberando a distribuição dessas sementes para nossos agricultores. Estou confiante que as parcerias aqui na Capital, irão render bons frutos”, disse Hilário.

Fotos: Janielson Santos.

Momento de discussão mais ‘quente’ na manhã dessa terça-feira (26) em sessão ordinária na Câmara de Santa Cruz do Capibaribe, envolveu dois vereadores do campo de oposição: Carlinhos da Cohab e Capilé.

Carlinhos solicitou, em requerimento, a criação de uma nova Comissão Temporária Especial, com o objetivo de discutir a regularização e a criação de novos Bairros na cidade.

No entanto, uma comissão com a mesma intenção já foi criada nessa legislatura, tendo como autor e presidente, Zé Minhoca (PSDB). Pelo regimento interno da Câmara, isso inviabiliza que outro vereador solicite a criação da mesma. Além disso, o tucano já protocolou um requerimento, antes do oposicionista.

O vereador Capilé contestou Carlinhos justamente com o argumento regimental, apontando ainda que o requerimento de Carlinhos tinha apenas a assinatura dele e não de 1/3 dos parlamenteares, como exige o regimento.

Após palavras ríspidas, entre os dois, o presidente Augusto Maia precisou intervir e pedir respeito aos colegas.

Preguiça

Sobre a Comissão anterior, Carlinhos considerou como um trabalho ‘preguiçoso’. Comissões temporárias têm 90 dias de duração, podendo ser prorrogadas. No entanto, o vereador Zé Minhoca não pediu mais tempo, para que os trabalhos fossem finalizados.

Não faltou empenho

Integrante da Comissão anterior, Irmão Val também rebateu Carlinhos e garantiu que não faltou dedicação. “Não houve preguiçoso, incompetente, nem irresponsável”, disse e acrescentou que houve convocação dos Correios, Compesa e Celpe, entre outras entidades, durante os trabalhos.

Atividade

A assessoria do vereador Zé Minhoca garante que a primeira Comissão avançou bastante na organização do mapa da cidade e disse que dará continuidade com a criação do novo grupo de trabalho. Zé Minhoca faltou à sessão desta terça.

Sem interrupção 

O vereador Joab Gomes sugeriu que a Comissão tenha o perfil permanente, entendendo que o problema na formação de bairros é histórico e que novas demandas surgem constantemente, com a criação de loteamentos e crescimento do município.

Foto: Jabson Nunes.

O efetivo da Rocam apresentou na delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, dois adolescentes de 16 anos, após um assalto. O registro aconteceu na noite dessa terça (26).

De acordo com informações da polícia, eles praticaram roubos no bairro São Cristóvão. As apreensões aconteceram, pouco tempo depois, nas proximidades da Rodoviária, no centro da cidade.

Além de um celular, havia sido roubado uma mochila com outros pertences da vítima. Eles ainda tentaram se desfazer do material.

A vítima relatou que, durante a ação delituosa, os adolescentes fizeram menção de estarem armados. Nenhuma arma foi encontrada pela polícia.

Ainda segundo a Rocam, outros dois envolvidos no caso conseguiram fuga.

 

 

Chegou o grande DIA! Acontece nesta quarta-feira (27), o Carnaval Instituto Dom Pedro I (IDPI) folia 2019.

O evento será no Cellebre recepções, com entrada franca. Tudo têm início a partir das 15 h.

Ministério pede que professores filmem alunos cantando o Hino Nacional e leiam carta com slogan de Bolsonaro

A líder de governo no município de Santa Cruz do Capibaribe, Jéssyca Cavalcanti (PTC), solicitou que o secretário de educação, Joselito Pedro, ‘desconsidere’ a solicitação do Ministério da Educação (MEC), enviada ontem às escolas de todo o país.

“Fere diretamente a constituição”, disse Jéssyca na manhã desta terça-feira (26), em sessão ordinária.

O MEC pediu que escolas, públicas e privadas, filmem os alunos cantando o Hino Nacional e que leiam para eles uma carta, que contém o slogan da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL).

“Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de você, alunos, que constituem a nova geração”, diz trecho da carta e repete o lema da campanha de Bolsonaro: “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”.

A carta assinada pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, gerou polêmica e chegou às escolas por e-mail. O ministro pede que a mensagem seja lida no primeiro dia de aula para todas as crianças.

A vereadora chegou a ser parabenizada por oposicionistas.

 

Foto: Janielson Santos.

O vereador Marlos Mello solicitou, em requerimento votado e aprovado nesta terça-feira (26), que a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe apresente valores e locais em que foram investidos, os repasses realizados pela Câmara de Vereadores nos de 2017 e 2018. O período solicitado, compreende o tempo de presidência do vereador Zé Minhoca (PSDB).

Para os vereadores de oposição, o tucano deixou de usar a verba na Câmara, com a intenção de repassar para prefeitura, ao término o ano. Valores que não são investidos no poder legislativo, retornam, por lei, ao executivo.

O presidente Augusto Maia já chegou a dizer que isso serviu para ‘cobrir rombo’ da prefeitura e usou como argumento para informar que investirá mais nos trabalhos legislativos.

“Que venha para essa Casa, a informação de quanto foi a devolução. Saber onde foi usado e o quanto a população foi beneficiada com os recursos dessa casa”, falou Marlos.

Durante sessão ordinária nessa terça-feira (26), o vereador Capilé disse que foi procurado por trabalhadores que estão na construção de casas populares, em Santa Cruz do Capibaribe. As obras foram paralisadas na última sexta-feira (22), após falta de pagamento salarial.

O vereador acredita que está havendo perseguição com funcionários, após reclamação pública.

“O que a empresa está fazendo é lamentável. Além de não pagar em dia, tá massacrando em relação à alimentação”, disse, acrescentando que em um dos dias da semana, a refeição só foi providenciada às 3h da tarde.

As residências ficam no loteamento Cruzeiro (entre o bairro Palestina e o Sítio Maracajá) e fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida.

Na última sexta, dia da paralisação, nossa equipe entrou em contato com o secretário municipal de Habitação e Obras de Santa Cruz, Flávio Dunda. Ele afirmou que a responsabilidade da obra é do governo federal diretamente com a empresa contratada.

Segundo Flávio Dunda, a Superintendência da Caixa não liberou os repasses referente ao mês de janeiro e uma parte de dezembro, para nenhuma cidade do Brasil.

No mesmo dia da paralisação, também tentamos contato com a empresa J3 Construtora, mas não conseguimos.

Fotos: Janielson Santos.

Com aproximadamente três horas de duração, vereadores de Santa Cruz do Capibaribe realizaram a 4ª Sessão Ordinária do período, na Casa Dr. José Vieira de Araújo, nessa terça-feira (26).

Sem uso da tribuna, os parlamentares analisaram, discutiram e votaram 11 Projetos de Lei (PL). Nenhum dos projetos em pauta esteve em segunda votação, que é o ultimo passo antes do envio para sanção do prefeito Edson Vieira (PSDB).

Além disso, houve a apresentação e discussão de 31 requerimentos diversos, por parte dos parlamentares, solicitando benefícios de órgãos e secretários municipais e estaduais.

Os vereadores Pipoca (PSDB) e Zé Minhoca (PSDB) faltaram à reunião, alegando compromissos previamente agendados.

Em pauta

Entre os projetos aprovados, em primeira votação, está o de número 043/2019, de autoria de Júnior Gomes (PSB). O PL dispõe sobre ‘o tombamento por interesse histórico e cultural da sede da Sociedade Esportiva Ypiranga Futebol Clube’. O ato impede que o clube seja destruído ou descaracterizado.

Outro projeto aprovado, também em primeira votação, institui o mês ‘Outubro Diet’, dedicado a ações de prevenção, combate e controle da obesidade. O PL 156/2018 é de autoria da vereadora Jéssyca Cavalcanti (PTC).

Os dois projetos devem retornar à pauta na próxima sessão para segunda votação.

Mais cargos – Polêmico, o PL 021/2019, que cria nove novos cargos na Casa, não entrou na pauta nesta terça, permanecendo no prazo após o pedido de vista do vereador Zé Minhoca (PSDB). Governistas criticam a medida, afirmando ser desnecessário e que servirá para ‘cabide de emprego’ de aliados do presidente, Augusto Maia.

A próxima sessão ordinária acontecerá em 12 de março.

 

 

 

Na manhã desta sexta-feira (25), a polícia apresentou na delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, Amaro Martins de Figueiredo por furtar um cavalo.

O caso foi registrado na Travessa São Joaquim no bairro Palestina. O animal também foi levado à DP para ser entregue ao proprietário.

De acordo com a polícia, o detido já foi apreendido por roubo, em outra ocasião. Não foi relatado, quando teria acontecido os outros crimes.

O homem ficou à disposição do delegado de plantão.

 

Nesse domingo (24), chegou ao fim a ‘10ª Edição do Taquaritinga Moto Fest’, evento consolidado no calendário turístico da Dália da Serra.

A praça Otto Sailer ficou lotada de Motociclistas, turistas e apaixonado por duas rodas, que curtiram os shows de ‘Novo Som Mix’ e Landau cantor do lata velha do caldeirão do Hulk. O evento teve início na última quinta-feira (21).

Rildomir, presidente do ‘Taquara Moto Clube’ agradeceu aos colabores, amigos e ao poder público municipal, pelo apoio para realização da festa.

No próximo mês de outubro, apaixonados pelas motos realizam novo encontro no distrito de Pão de Açúcar.

Imagem ilustrativa.

A diretoria da Escola Estadual José Francelino Aragão, em Santa Cruz do Capibaribe, informa que a unidade está com vagas abertas para os primeiros anos do ensino médio. A instituição voltou, em 2019, a ofertar vagas para este nível de ensino.

Gabriela César, gestora escolar, alerta para a documentação exigida: cópias do RG, CPF do aluno e responsável, além de cópias da certidão de nascimento, comprovante de residência, duas fogos 3×4 e histórico da escola anterior ou declaração.

A matrícula pode ser realizada das 7h às 17h30. A Escola José Francelino Aragão fica localizada na Av. 29 de Dezembro.

Após dias internado em São Paulo, o deputado estadual Diogo Moraes (PSB) regressa aos trabalhos parlamentares na Assembleia Legislativa de  Pernambuco (Alepe), nesta segunda-feira (25). O santa-cruzense assume a liderança do Partido Socialista Brasileiro (PSB), sigla ao qual faz parte, também, o governador Paulo Câmara.

O parlamentar esteve internado na capital paulista, após passar por um processo depressivo, que se agravou no ultimo mês. Em 31 de janeiro, o ex-deputado Oseas Moraes, pai de Diogo, confirmou o caso e revelou que o deputado passou, inclusive, pela UTI.

Diogo Moraes não assumiu o cargo junto com outros parlamentares, justamente em virtude do problema que enfrentou. Ele só tomou posse em 12 de fevereiro.

Nos ultimo quatro anos, Diogo esteva à frente da 1ª Secretaria da Alepe. Entre suas funções, foi responsável por administrar os recursos da Casa.

O socialista está no seu terceiro mandato como deputado estadual, algo inédito para um político de Santa Cruz do Capibaribe. Ele conquistou 50. 188 votos, ano passado. Em Santa Cruz, alcançou 10.006 votos.

Notícias Anteriores