Dos onze vereadores apenas cinco comparecerem à Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte, nessa terça-feira (01). Por falta de quórum o vereador Professor Jurandi Tavares não conseguiu tomar posse no cargo de presidente.

Chamou atenção, principalmente, as ausências dos vereadores Hélio de Novo e Claudinho de Tontom, primeiro e segundo secretários eleitos, respectivamente. Em participação no Programa Cidade Notícia, da Rádio Polo, desta quarta-feira (02), Jurandi afirmou que os dois justificaram com uma ‘viagem previamente agendada’.

Além do presidente, estiveram presentes apenas Rogéria, Eraldo de Pedra Preta, Borges e Dé Cumaru (vice-presidente).

Um novo evento ficou agendado para essa quinta-feira (03) às 14h.

O primeiro dia de 2019 foi marcado por um homicídio no município de Vertentes. O caso aconteceu nas primeiras horas da terça-feira (01), na Rua Manoel Benice de Azevedo, no Centro.

Lucimarque Alves da Silva (conhecido ‘Marquinhos’, 28 anos) foi assassinado a tiros. A polícia encontrou três perfurações no corpo dele.

Testemunhas relataram que dois homens, ainda não identificados, praticaram o crime. Eles estavam em uma moto.

Ainda não há informações precisas sobre a motivação.

 

Os boletos para o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) já podem ser impressos no site do Detran-PE. Em 2019, o governo do estado determinou uma redução média de 3,18%, em relação ao ano passado.

Contribuintes que desejarem pagar em cota única, em fevereiro, têm um desconto de 7% no valor. Os proprietários que optarem por parcelar em até três vezes pagam o primeiro boleto em fevereiro, quitando o imposto nos meses subsequentes.

Cada contribuinte deve escolher se quer receber o documento em casa ou buscá-lo em uma das unidades do Detran. Para receber em casa, pelos correios, é necessário o pagamento da taxa de aproximadamente R$ 18.

Este ano, o IPVA mais barato em Pernambuco é de uma moto, no valor de R$ 72. Já o mais caro é o de um Lamborghini, que sai por R$ 153,848,84.

As datas de vencimento variam de acordo com a placa de cada veículo. Confira tabela a baixo:

Fotos: Bruna Costa.

Sessão Solene realizada na tarde dessa terça-feira (1) na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe marcou a oficialização da nova Mesa Diretora que comandará os trabalhos no biênio 2019-2020.

Ao lado de familiares, entre eles o pai José Augusto, Augusto Maia (PODEMOS) foi empossado para o cargo de maior responsabilidade no poder legislativo local.

“Temos uma responsabilidade muito grande junto com os 17 companheiros. Somos uma Casa muito atuante, mas precisamos fazer com que a população se aproxime da Câmara. Trazer o povo para perto e levar a Câmara até o povo para que todos participem das importantes discussões para o futuro de Santa Cruz do Capibaribe”, disse o presidente recém-empossado.

A mesa será composta ainda por Ronaldo Pacas (PR), vice-presidente, Junior Gomes e Carlinhos da Cohab, 1º e 2º secretário, respectivamente. A escolha ocorreu no último dia 4 de dezembro.

“Acredito que com essa nova composição, com todos, o trabalho será mais transparente e a população vai entender o que foi feito até então, e o que será feito daqui para frente. Esse é o nosso propósito” afirmou Ronaldo Pacas.

O 1º secretário, Junior Gomes, falou em ter uma ‘Câmara independente’.

“Era mais do que a hora de termos um Poder Legislativo independente. Temos muito trabalho, muita investigação e muita fiscalização para fazer sobre o governo municipal, mas vamos fazer tudo isso com muita responsabilidade”, declarou Junior.

Já o 2º secretário, Carlinhos da Coab, falou em ‘um novo tempo’ na Casa.

“Quero desejar boa sorte ao presidente Augusto e a nossa Mesa Diretora. Há muitos anos a Casa se omitia em muitas coisas e agora começamos um novo tempo onde quem vai mandar é o povo”, disse Carlinhos.

A Sessão Solene também contou com a presença dos vereadores Ernesto Maia (PT), Marlos Melo (PODEMOS), Deomedes Brito (PT) e Joab do Oscarzão (PSD).

Com informações da Assessoria.

Local é usado para guardar veículos apreendidos pela polícia

Nas primeiras horas desta terça-feira (01), aconteceu um incêndio no galpão onde estão guardados veículos apreendidos pela polícia, em Santa Cruz do Capibaribe. O galpão fica localizado às margens da PE-160, nas proximidades do bairro Oscarzão.

A Polícia Civil informou que o Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas.

Ainda não se sabe o que provocou o fogo. A polícia não descarta ação criminosa e informou que o local corre risco de desabamento.

Não foi relatado quantos veículos foram atingidos. Ninguém ficou ferido.

 

Confira os fatos que foram notícias em 31 de dezembro, nos últimos anos

Há 2 anos, menor era executado e outro ficava ferido, em Vertentes

Em 31 de dezembro de 2016, o município de Vertentes registrava um crime de morte e uma tentativa de homicídio. O caso aconteceu na Rua Osvaldo Figueira Leite, Centro da cidade. A vítima morta tinha 16 anos, a outra apenas 13.

Relembre AQUI.

 

Há 2 anos, jovem sofria facada em Taquaritinga e morria na UPA

Em 31 de dezembro de 2016, um crime de morte foi registrado a poucas horas do final de 2016. A vítima foi a jovem Maria Vanessa da Silva. O caso foi registrado em Pão de Açúcar.

Relembre AQUI.

 

 

Há 3 anos, empresário era brutalmente assassinado em Taquaritinga

Em 31 de dezembro de 2015, o empresário Paulo Clemente Silva (51 anos, conhecido por “Paulo Legal”), foi morto no interior de sua residência, em Pão de Açúcar. Ele foi encontrado no seu quarto.  

Relembre AQUI.

Confira os fatos que foram notícias em 30 de dezembro, nos últimos anos

 

Há 2 anos, caseiro era encontrado morto na zona rural de Santa Cruz

Em 30 de dezembro de 2016, um corpo de um homem foi encontrado sem vida em um sítio, a 5 quilômetros da entrada da Vila do Pará, zona rural de Santa Cruz. A vítima foi Valdeci Antônio da Silva.

Veja AQUI.

 

.

Há 3 anos, adolescente era assassinado no Centro de Toritama

Em 30 de dezembro de 2015, um adolescente de 16 anos foi assassinado com vários tiros, próximo a uma lavanderia na Travessa Lindinés, Centro de Toritama. O jovem Alysson era natural de Surubim.

Veja AQUI.

.

Há 3 anos, ex-segurança de prefeito era executado em Taquaritinga

Em 30 de dezembro de 2015, um homicídio era registrado em Taquaritinga do Norte. O funcionário público conhecido por “Carioca”, foi assa vítima na Rua João Malaquias, bairro Brasília.

Relembre AQUI.

 

.

Há 4 anos José Augusto era apontado como o 4° melhor deputado de Pernambuco, em levantamento da Veja

Em 30 de dezembro de 2014, a Revista Veja divulgava o resultado de um levantamento que apontava o ranking dos parlamentares em todo o Brasil. José Augusto Maia aparecia na quarta colocação entre os mais atuantes. Eduardo da Fonte era o último da lista.

 Relembre AQUI.

 

Confira os fatos que foram notícias em 29 de dezembro, nos últimos anos

 

Há 2 anos, santa-cruzense morre afogada em Tamandaré

Em 29 de dezembro de 2016, falecia Macilma da Silva Lima, mais conhecida por “Tilma” (36 anos), vítima de afogamento em Tamandaré. Ela residia no bairro Santa Tereza em Santa Cruz e passava o feriado prolongado de fim de ano, com familiares no litoral.

Relembre AQUI.

 

Há 3 anos, Central de Feiras era inaugurada em Santa Cruz do Capibaribe

Em 29 de dezembro de 2015, com a presença do governado Paulo Câmara (PSB), o prefeito Edson Vieira inaugurava a Central de Abastecimento (CEASCC), em santa Cruz. A obra foi financiada por R$ 1 milhão, disponibilizada através do FEM. O local reune as feiras de fruta, açougue público e mercado de farinha.

Relembre AQUI.

 

Há 3 anos, Paulo Câmara inaugurava, oficialmente, batalhão do BEPI em Toritama 

Em 29 de dezembro de 2015, o governador Paulo Câmara (PSB) visitava Toritama para inaugurar o Batalhão do BEPI, no município. Era a primeira visita Câmara ao município visitava a cidade, após as eleições de 2014. Na oportunidades vários deputados se fizeram presentes.

Relembre AQUI.

 

Há 3 anos, TV Asa Branca lançava sinal digital em Santa Cruz

Em 29 de dezembro de 2015, a TV Asa Branca (afiliada Rede Globo) lançava, oficialmente, a transmissão da programação com sinal digital em Santa Cruz do Capibaribe. A solenidade aconteceu na prefeitura com vários secretários e diretores. O canal é conferido em 18.1.

Relembre AQUI.

 

Há 6 anos, Toinho do Pará se despedia da prefeitura sem a presença dos principais membros de seu grupo político

Em 29 de dezembro de 2012, o ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Toinho do Pará, realizava solenidade em comemoração ao aniversário da cidade em que marcou também a despedida do político de suas funções. Vereadores e o ex-prefeito José Augusto Maia não compareceram. Ao seu lado, apenas alguns secretários e diretores.

Relembre AQUI.

 

Completando 50% da segunda gestão municipal em Santa Cruz do Capibaribe, o prefeito Edson Vieira (PSDB) foi sabatinado na tarde desta sexta-feira (28) no Programa Rádio Debate da Rádio Polo, falando sobre obras, dificuldades administrativas e questões políticas partidárias.

Sobre obras, o prefeito fez uma retrospectiva dos seus seis anos à frente da prefeitura, relembrando conquista ao longo desse tempo, citando o Calçadão Miguel Arraes de Alencar, Central de Abastecimento, Centro de Educação Infantil, quadras poliesportivas, PSF’s, 250 ruas pavimentadas, entre outras coisas.

Em específico deste ano, ele deu maior destaque à entrega da Escola Maria do Socorro Aragão Florêncio que será entregue neste sábado (29), aniversário da cidade, no Loteamento Polis Pacas.

Para os próximos anos na área educacional, ele ainda frisou que assinou hoje ordem de licitação para construção de Creche e Escola no bairro Malhada do Meio. A partir de agora, empresas poderão se habilitar para concorrência.

“Apesar das falhas é a gestão que mais fez por Santa Cruz do Capibaribe”, disse o prefeito acrescentando, sem especificar, que ‘algumas medidas serão tomadas para ajustar problemas em 2019.

No campo político, fez críticas a ex-aliados, principalmente ao ex-secretário de governo, Luciano Bezerra e vereadores, assegura que houve quebra de acordo por parte de Zé Augusto para eleição na Câmara de Vereadores e não descarta aliança com Allan Carneiro, ex-síndico do Moda Center e com empresário apoiadores no município do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Reconhecendo dificuldades financeiras, assume atrasos salariais e repasse patronal ao Santa Cruz Prev, porém, sustenta que ‘nunca deixou de honrar com os compromissos’.

Ao falar do estado de Pernambuco, classifica como ‘quebrado’. Já sobre Santa Cruz, diz que está ‘difícil, como várias outras prefeituras’, mas refutando o termo que usa para a gestão Paulo Câmara (PSB).

Natal polêmico – Após o cancelamento da Festa de Poço Fundo, em alusão ao Natal, o prefeito assegura que poderia ter recorrido da liminar, no entanto teria ‘entendido o momento difícil financeiramente e soube recuar’. A justiça determinou que nenhum gasto com festa fosse realizado até o pagamento do 13º salário do servidor público.

Entre os três – Questionado sobre gastos no São João da Moda, o gestor justificou que, ao lado do Moda Center, o evento é ‘uma grande marca da cidade’, ficando, em sua avaliação, entre as três maiores festas do estado. O tucano ressaltou o aporte financeiro de aproximadamente R$ 1 milhão da iniciativa privada, que possibilitou este ano engrandecimento do evento, além da movimentação no comércio local, durante o período.

Brincadeira na Câmara – Edson Vieira fez pesadas críticas à oposição na Câmara de Vereadores. Para ele, o grupo está ‘brincando’, ao citar o fim do remanejamento de 15% e mudanças no orçamento 2019. Os vereadores redirecionaram verbas de eventos e do Coniape para outras áreas. Para Edson, isso pode, inclusive, dificultar na realização de festas de bairros, comunidades e até mesmo do São João nos próximos anos.

Um por vez – Questionado sobre aprovados no concurso público, Edson garante que os aprovados estão sendo chamados de forma ‘gradativa’, e lembra que tem, por lei, prazo de dois anos (prorrogáveis por mais dois) para a chamada completa.

Ingratos? – O prefeito sofreu baixas durante esse ano na Câmara de Vereadores. Entre os ex-parceiros, estão Ronaldo Pacas, Toinho do Pará, Junior Gomes e Joab do Oscarzão. A maior mágoa, no entanto, parece ser de um político que no momento não tem mandato: Luciano Bezerra. Conhecido como ‘homem forte’ no início do primeiro mandato, o advogado é autor de uma ação que pode resultar em pedido de impeachment na Câmara. “Qual o mal que fiz a ele? Era da minha casa”, fala.

Tem conversa – Diferentemente dos nomes citados anteriormente, o ex-síndico do Moda Center, Allan Carneiro, parece ter um espaço guardado para uma conversa com o prefeito. “Vamos conversar. Quem sabe, não há um apoio aí”, fala o prefeito, afirmando em seguida que também não teme, caso o empresário entre numa disputa política contra sua administração. “É salutar”, diz.

Fotos: Janielson Santos. 

A futura eleição municipal

O sucesso eleitoral de Bolsonaro tem incentivado candidaturas aliadas ao futuro presidente na vindoura eleição municipal. As articulações políticas e a formação da conjuntura começam a ser construídas em 2019. A lógica exige que as alianças sejam formadas de acordo com a conjuntura em que os eleitores estarão inseridos em 2020.

Jair Bolsonaro poderá ser um grande eleitor no próximo pleito municipal. Embora, isto não signifique que candidatos apoiados pelo futuro presidente serão eleitos. O que existe aparentemente de concreto, neste instante, é que Bolsonaro influenciará a formação de um bloco de candidatos a prefeitos que irão se confrontar com partidos que militam na esquerda, como o PT, PSB, PCdoB e PDT.

A influência do governo Bolsonaro atingirá grandes e médias cidades.  Podendo, claro, influenciar eleitores de municípios com baixa densidade populacional. Entretanto, preciso fazer uma alerta: A possível influência positiva de Bolsonaro na vindoura eleição só ocorrerá se o seu governo conquistar popularidade. Esta poderá estar nos campos moral e econômico. É possível que a agenda moral de Bolsonaro mantenha razoável popularidade para ele, independente do desempenho da economia. Mas a agenda moral traz rejeição. Assim como um desempenho econômico pífio.

Bolsonaro será eleitor estratégico na futura eleição municipal. Mas a força do seu apoio é uma incógnita. Candidatos opositores ao governo Bolsonaro poderão ter bom desempenho, principalmente se a popularidade do presidente da República estiver em baixa.

A crise econômica esteve presente na eleição de 2016. Ela possibilitou a origem de eleitores tolerantes com incumbentes. Estes votantes perdoaram prefeitos candidatos à reeleição, pois “acreditaram” que os prefeitos não fizeram mais ou não cumpriram as promessas em razão da crise. Em 2020, a crise econômica estará ou não presente. A existência dela tem o poder de criar eleitores tolerantes. Mas isto não é uma certeza. Sentimentos de mudança, a depender da conjuntura municipal, e não da nacional, também devem ser considerados.

Prefeitos bem avaliados tendem a ser reeleitos. Mas como conquistar popularidade diante da escassez? Este é o grande desafio dos atuais prefeitos. Independente de Bolsonaro ou da crise econômica, prefeitos precisam convencer eleitores que merecem continuar. A eleição municipal começou. Feliz 2019!

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

 

Esta sexta-feira (28) será o último dia útil do ano para atendimento ao público nas agências bancárias, com expediente normal para a realização de todas as operações. Na segunda-feira (31) os bancos não abrem, voltando ao normal para atendimento no dia 2 de janeiro de 2019.

A população poderá utilizar os canais alternativos, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes para fazer transações financeiras.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informa que os carnês e contas de consumo (água, energia, telefone), vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia útil seguinte.

Confira os fatos que foram notícias em 28 de dezembro, nos últimos anos

Há 1 ano, Instituto Opinião mostrava Edilson Tavares com quase 80% de aprovação , em Toritama

Em 28 de dezembro de 2018, o Instituto de pesquisa ‘Opinião’, divulgou levantamento com grande aprovação do prefeito de Toritama, Edilson Tavares. Na oportunidade, ele apresentou 79,7% de aprovação popular.

Relembre AQUI. 

 

Há 2 anos, Fernando Aragão se despedia da Câmara de Vereadores

Em 28 de dezembro de 2016, o ex-vereador se despedia da Casa José Vieira de Araújo, após seu quinto mandato. Em entrevista à rádio Polo FM, ele garantiu que saia ‘de cabeça erguida’ e com o sentimento de ‘dever cumprido’. Foram 20 anos no legislativo local.

Confira AQUI.

 

Há 2 ano, Igreja São Cristóvão era arrombada em Santa Cruz

Em 28 de dezembro de 2016, elementos arrombavam a Igreja de São Cristóvão em Santa Cruz.  Na ação, foram utilizadas barras de ferro para entrar na igreja, com isso a porta ficou parcialmente destruída, porém os criminosos não conseguiram roubar nada.

Confira AQUI.

 

Há 3 anos, quadrilha acusada de assaltar feirantes no Polo era presa em Surubim

Em 28 de dezembro de 2015, policiais civis do Malhas da Lei da delegacia de Surubim e Vertente do Lério, prenderam uma quadrilha formada por quatro homens acusados de assaltar comerciantes em rodovias. Eles foram encaminhados ao Presídio de Limoeiro.

Confira AQUI.

 

Há 3 anos santa-cruzense morria ao tentar assaltar policial no sertão

Em 28 de dezembro de 2015, um jovem santa-cruzense foi morto e o seu comparsa foi detido durante uma tentativa de assalto na Estrada da Banana, imediações do Bairro Antônio Cassimiro em Petrolina. Eles foram surpreendidos, durante ação, por um policial militar.

Confira AQUI.

 

 

Há 5 anos, mulher era assassinada por ex-companheiro no bairro Santo Agostinho

Em 28 de dezembro de 2013, Josefa Ivanilda da Conceição de 65 anos era assassinada pelo ex-companheiro no bairro Santo Agostinho, em Santa Cruz do Capibaribe. O acusado acusado Manoel José de Lima de 72 anos, cometeu o crime com golpes de faca peixeira. Ele foi pego pouco tempo depois.

Confira AQUI.

Foto: Anne Sales/Arquivo pessoal

Um homem suspeito de matar um vereador da Paraíba, foi preso na manhã desta quita-feira (27), no bairro Novo Coqueiral, em Toritama. O crime aconteceu em setembro deste ano.

José Edvaldo Barbosa, o “docha” (idade não informada) é suspeito de assassinar a tiros, o vereador Adelmo Teobaldo Farias, de Camalú. Segundo a polícia, o suspeito cometeu o crime junto com outra pessoa, que está foragida.

Ainda de acordo com a polícia, Edvaldo já foi preso e cumpriu pena por tráfico de drogas. Ele negou o envolvimento no homicídio do vereador. A Polícia Civil continua em busca do outro suspeito de cometer o crime.

O caso

O vereador Adelmo Teobaldo Farias (foto acima), de Camalaú, no Cariri paraibano, foi morto a tiros no dia 8 de setembro deste ano. Dois homens teriam atirado na vítima.

Adelmo estava voltava para casa, em uma moto, quando dois homens em outra moto se aproximaram e atiraram várias vezes. Pelo menos três tiros atingiram a cabeça do vereador, que não resistiu e morreu ainda no local.

Adelmo Farias tinha 60 anos e estava no terceiro mandato como vereador da cidade. Ocupava o cargo de 2º secretário da mesa diretora da Câmara Municipal de Camalaú.

Quando Hilário Paulo (PSD) assumiu a prefeitura de Brejo da Madre de Deus, no início de 2017, afirmou que estaria ‘aprendendo a ser prefeito’. Terminando o ano de 2018, em seu segundo ano de gestão, o prefeito enfatiza dificuldades financeiras do município, ressalta conquistas e assegura que ‘segue aprendendo’, no cargo. Ele foi sabatinado na tarde desta quinta-feira (27) no programa Rádio Debate da Rádio Polo FM.

Hilário destacou a queda de receita para o município nos últimos anos, sobretudo comparando 2016 e 2017, quando a diferença girou em torno de R$ 12 milhões, segundo ele.

“Na Câmara tinha um orçamento que poderia fazer um planejamento e ficar totalmente tranquilo no fim do ano. No meio do ano, já pagava metade do décimo”, fala ao comparar o trabalho, quando presidente da Câmara e agora prefeito.

Na questão política, falou do vice-prefeito, Josevaldo Lopes, atualmente rompido politicamente com o gestor. Mesmo com intuito de disputar reeleição, falou ainda que, ‘caso pesquisas mostrem que o seu nome não é o preferido do grupo, em 2020, abrirá a vaga para outro nome’.

“Não tenho medo de encarar desafios. Hoje tenho um horizonte em superar essa crise e trabalhar com menos dificuldades”, falou em tom esperançoso, para os dois próximos anos.

Com 50% do mandato concluído, avalia que a maior conquista tenha sido reformas e manutenções em 40 escolas distribuídas em diversas comunidades. Além disso, afirma que é o ‘prefeito que mais tem trabalhado pelo distrito de São Domingos’, ressaltando plano de asfaltamento e pavimentação.

Folha estourada – Atualmente, a prefeitura de Brejo compromete 75% da receita em despesa com pessoal. O prefeito justifica, porém, que 52% do valor é direcionado a efetivos que não atendem todas as áreas, sendo preciso contratar os demais. A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) pede que o gasto com funcionários seja de até 54%.

Ele considera que houve ‘convocação a mais de funcionários em concurso, além da queda de repasses no município’, que agravou a situação.

“Se chegar a 54% (da receita com pessoal), vai fechar hospital, policlínica, todas as escolas, demitir garis e parar com programas de assistência social”, afirma.

O prefeito garante, no entanto, que a folha será reduzida ‘onde for possível’, em 2019.

Falta equilíbrio – Para o prefeito, algumas leis e estatutos no município precisam de atualizações a exemplo do Plano de Cargos e Carreiras (PCC), Estatuto do Servidor e a Previdência Própria. De acordo com ele, todos foram criados em ‘realidade diferente’ da que o município se encontra.

“Se não for visto, o próximo prefeito passará por mais dificuldades. Mesmo com toda boa vontade, o município ficará em situação insustentável, um caos”, fala.

Verba – Para tentar sanar problemas, Hilário afirmou que, entre as ações, será mais rígido na cobrança de impostos, a exemplo do IPTU. Segundo um levantamento da gestão, apenas 15% está em dia com o tributo.

“Tem devedores que devem mais de R$ 3 milhões. Vamos reduzir tudo que for possível (folha), mas cobrar quem deve”, falou.

Futuro – Mesmo com as dificuldades, o gestor admite que tende a disputar a reeleição, por ter sido ‘provocado’. Segundo ele, alguns o provocaram no início do mandato ao dizer que a ‘cadeira de prefeito, estava sendo guardada para o retorno de Dr. Edson’. Contudo, Hilário também assegura que não será empecilho para nenhum aliado, caso seu nome não seja o melhor avaliado, no fim do mandato.

Rompimento – Ao falar sobre o vice-prefeito, Josevaldo Lopes, Hilário disse ver como ‘o lado democrático da política’, mas também deixa sua reclamação. Josevaldo rompeu e, atualmente, faz críticas pesadas à gestão.

“Ele tem um sonho em ser prefeito de Brejo. Muitas vezes tem pessoas que não sabem esperar o tempo e tentam antecipar os fatos”, falou.

Fotos: Inácio Júnior. 

Notícias Anteriores