De quanto tempo eles precisam?

Alguns vereadores parecem não conhecer sua função e representatividade

 

Quando as urnas foram abertas e o resultado divulgado na noite de 2 de outubro de 2016, diversos questionamentos rapidamente foram realizados, quanto à qualidade técnica e política da composição eleita para Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe.

Mesmo com uma série de equívocos, deslizes e falhas, a Casa Dr. José Vieira de Araújo é reconhecida como destaque e referência para outras Câmaras do agreste pernambucano (Um sujeito mais crítico dirá que isso se deve também em virtude da carência, em vários aspectos, dessas outras casas).

Outubro de 16 era momento de prudência. Aguardar o desempenho dos novos parlamentares, bem como observar a eficiência, ou não, dos veteranos reeleitos.

Pouco mais de 2 anos depois, algumas confirmações, umas boas surpresas e uma certeza: a qualidade caiu.

Esta semana a Câmara de Santa Cruz finalizou o debate em torno do orçamento previsto de forma prioritária, para o próximo ano no município. A ‘Câmara’ é colocada aqui de forma institucional, pois uma minoria de fato contribuiu de forma direta na formatação desse documento que deve guiar as receitas e despesas do município em 2019.

As audiências foram públicas, mas com participação mínima da população. (Não tenho certeza se com um horário diferente o público seria maior, mas considero que durante o expediente de trabalho do cidadão comum, isso se torna quase impossível para muitos).

Na Câmara, por parte de quem poderia e deveria estar, mais constrangedor do que o aparente despreparo de alguns secretários, quando confrontados com dados do documento enviado pelo poder executivo (em tese, algo que deveria ser ajustado com os próprios secretários antes do envio à Câmara) foi a ausência dos vereadores.

Dois anos se passaram após o resultado em 2 de outubro de 2016 e alguns vereadores parecem não saber, não reconhecer ou não dar importância para sua função e representatividade para o município.

Participar da discussão do orçamento (em quatro audiências) não representa o ‘todo’ do trabalho parlamentar. Aliás, tá longe disso. No entanto, me parece razoável essa presença, no mínimo, em debates de temas que vão interferir, diretamente, na vida dos cidadãos.

Não preciso me prolongar para que os vereadores entendam que são peças fundamentais no debate, que são figuras centrais nas discussões sobre os investimentos e, em última instancia, são pessoas pagas para isso.

(Em tempo: Dos 17, os vereadores Jéssyca Cavalcanti, Deomedes Brito, Júnior Gomes e Ernesto Maia, participaram de forma direta todos os dias).

 

As opiniões e informações aqui expressas são de responsabilidade do autor

Imagens: Janielson Santos.

Mal terminou o pleito eleitoral de 2018, políticos já se organizam para próxima eleição. Alguns, já bem conhecidos das urnas, outros nem tanto. Em Toritama, a professora  Irenilda Tavares, ligada ao grupo do PSC local, já expôs de forma clara sua intenção.

Em participação no Programa Rádio Debate, na tarde desta quinta-feira (15), ela falou pela primeira vez do seu intuito em disputar a prefeitura. Ela esteve acompanhada de Nelson Caetano, apoiador de primeira hora do vereador Fofão (PSC), na capital do jeans.

“Estou me disponibilizando para isso”, diz Irenilda, acrescentando que está ‘se inteirando’ em outras áreas, além da educação (ela é professora concursada há 20 anos). Para ela, a cidade ‘clama’ por uma nova guinada na economia. Questionada, afirmou que já conversa com alguns vereadores sobre seu projeto.

O grupo esteve junto com o projeto Edilson Tavares (MDB), na eleição de 2016. Eles alegam perseguição do gestor. Além disso, garantem que o prefeito repete vícios de administrações anteriores.

“A pratica da velha política que ele batia tanto, com uso da máquina, usando da influência”, critica Nelson Caetano sobre os supostos procedimentos do prefeito com candidatos aliados na ultima eleição.

As principais críticas de Irenilda dizem respeito à educação.

“Há construção de três escolas, mas fechamento de três também”, fala a professora, acrescentando que os prédios são públicos e foram abandonados, na zona rural.

Acompanhe a entrevista e o programa completo de hoje.

 

Imagem ilustrativa.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nessa quarta-feira (14) os gabaritos oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Além disso, os cadernos de questões aplicados nos últimos dias 4 e 11 foram disponibilizados.

Mesmo com o gabarito, os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada questão. O candidato só saberá a sua nota nas provas objetivas após a divulgação do resultado final, em 18 de janeiro.

A nota do exame poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Na manhã desta quinta-feira (15) o secretário executivo de agricultura, Lenildo Araújo, participou do Programa Cidade Notícia (Rádio Polo) e falou sobre as dificuldades em relação ao matadouro público do município.

Na ultima terça (13), o Ministério Publico entrou com ação em que pede a interdição do local, pelas más condições de funcionamento e pelo descarte inapropriado dos animais abatidos.

Para Lenildo, o problema é de toda região (com pequenas exceções no Nordeste). No entanto, esclarece que não há nenhum perigo de contaminação com a carne no local.

A vereadora e líder do governo, Jéssyca Cavalcanti, também esteve no programa e chamou Carlinhos da Cohab de ‘irresponsável’, pela forma com que ele está colocando o assunto em pauta.

O vereador oposicionista esteve no mesmo programa, na quarta-feira (14), falando sobre o assunto, depois de pedido do MP.

Confira cada participação.

 

Dados apresentados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) apontam que o estado de Pernambuco contabiliza o equivalente a 703 mil pessoas sem emprego.

A taxa em Pernambuco, no terceiro trimestre (julho, agosto e setembro) de 2018, chegou a 16,7%. O número é maior que a média nacional (11,9%).

No segundo trimestre, Pernambuco apresentou uma taxa de desocupação em 16,9%, o equivalente a 710 mil pessoas.

Foto: Janielson Santos.

Presidência da Câmara, relação com o grupo de situação, trabalhos legislativos, entre outras coisas, estiverem em pauta na tarde dessa quarta-feira (14) no programa Rádio Debate, com o vereador Ronaldo Pacas.

Integrante do grupo formado por Diogo Moraes (PSB), ele confirmou que é candidato à presidência na próxima eleição, em que os vereadores decidirão a mesa diretora do biênio 2019-2020.

Sem citar nomes, disse que outros três colegas sinalizam apoio.

Ronaldo ainda afirmou que ‘não recusa voto de nenhum vereador’, mas não aceitará apoio em que haja qualquer tipo de imposição.

Volta no tempo

Questionado, o vereador afirmou que ‘depois de tudo que aconteceu, se a eleição (2016) fosse hoje, votaria em Fernando Aragão contra Edson Vieira.

Mesmo com desavenças políticas, Ronaldo disse que ainda aceita alguma conversa com Edson Vieira, mas ‘fechou portas’ para Zé Augusto. “Com Zé de maneira alguma”, disse.

Confira o programa na íntegra:

 

 

De acordo com informações de organizadores, aproximadamente 10 mil pessoas participaram da edição do ‘Santa Cruz em Santidade 2018’. Católicos de toda região estiveram presentes no município entre 6 e 10 deste mês.

Apenas na quinta-feira (08), cerca de 4 mil pessoas prestigiaram a cantora Eliana Ribeiro, uma das principais atrações.

Entre os presentes desta edição, também estiveram os Padre Gabriel Vila Verde de Cruz das Almas (BA) e Rodrigo Natal, além dos cantores Juninho Cassimiro e Dalvimar Galo (ex- Anjos de Resgate).

 

Trabalhadores da coleta do lixo, em Santa Cruz do Capibaribe, realizaram paralisação na manhã desta quarta-feira (14), após atraso em pagamentos de salários. De acordo com eles, não haverá retorno ao trabalho, antes do pagamento por parte da empresa Vialim Engenharia Ambiental (terceirizada no município).

Em participação no Programa Cidade Notícia, um dos motoristas relatou que o depósito acontece apenas no dia 11 de cada mês, já extrapolando o limite permitido por lei, que é até o quinto dia útil do mês subsequente. Ele acrescentou que benefícios também estão em atraso.

“Tudo vai juntando e vamos perdendo a vontade de trabalhar”, falou, acrescentando que só voltarão ao normal quando os pagamentos forem devidamente realizados.

Entramos em contato com a prefeitura e com a empresa contratada para o serviço. Até o momento, nenhum resposta foi repassada.

Outros problemas 

Na semana passada, populares de várias partes da cidade denunciaram que o lixo não estava seno recolhido nos ias acertados. Na oportunidade, a empresa informou que um dos caminhões havia quebrado, mas que estaria ajustando até a sexta-feira (09).

A Unopar Santa Cruz traz para o município e toda a região, mais uma nova opção em curso de graduação, nas modalidades semipresencial e 100% online.

Trata-se do curso de Licenciatura em Filosofia, ideal para quem busca engrandecer seu currículo e abrir a mente para novas possibilidades no campo educacional. Conheça um pouco do que aborda o curso:

Licenciatura em Filosofia – Com duração de quatro anos, o curso tem como principal objetivo a formação de professores para os ensinos Fundamental e Médio, proporcionando conhecimentos necessários não só para seu conteúdo, mas sua relação de forma interdisciplinar. Cabe ao filósofo ensinar e estimular o hábito do ‘questionar’ aos seus alunos, buscando neles formas de aprofundarem os seus conhecimentos e os valores que os orientam sobre o pensar e o agir humano. Além de atuar em escolas, o profissional em Filosofia também pode trabalhar em áreas como crítico de arte ou de literatura, produzir e editar textos reflexivos e atuar em empresas e instituições que desejem refletir sobre aspectos éticos.

Quer saber mais? Procure nosso polo Unopar e fique ainda mais por dentro de tudo, conhecendo também outras opções em cursos disponíveis.

O polo Unopar Santa Cruz está localizado a Rua Pedro Teodoro Aragão – 39, bairro Nova Santa Cruz, com telefone (81) 3731-3822.

 

 

Imagem ilustrativa.

Em outubro deste ano, Pernambuco registrou quase 7 mil roubos (6.968).  De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS-PE), o número representa 22,3% menos que o registrado ano passado no mesmo período, quando foram contabilizados quase 9 mil casos. (8.970).

Segundo o governo, outubro de 2018 é o 14º mês seguido com diminuição no número de roubos no estado. Todas as regiões tiveram quedas. No Agreste, a redução registrada foi de 36,08%.

Oportunidade!

Polarização: Tanto antes, quanto após as eleições de 2018, abordamos de forma histórica em nossas curtinhas, a polarização, desde década de 1950, entre os dois principais grupos políticos de nossa cidade.

Tentativas: Não foi por falta de tentativas que outros grupos não conseguiram crescer em nossa cidade, mas sim por falta de persistência. Desde a década de 1980, alguns grupos políticos alternativos surgiram, contudo, após a primeira tentativa sempre se fundiram com um dos grandes grupos.

O sucesso: O que surgiu como uma oportunidade, em 1982, do voto vinculado ao candidato ao governo do estado Marco Freire (PMDB), se tornou uma surpresa nas urnas e a chapa da ‘terceira via’ em Santa Cruz, composta por Pedro Filho prefeito e Marluce Aragão (vice) obteve mais votos que a frente na vitória dos Bocas Pretas contra os cabecinhas na época, fazendo total diferença nas eleições.

Outros exemplos: Sem projetos consistentes ou incompreensíveis para forte paixão política da cidade, outros nomes se colocaram como alternativas a famosa polarização do município, a exemplo de Fernando Aragão em 2000 e Claiton Barbosa em 2012, ambos não chegaram a interferir nos resultados das eleições igual a terceira via de 1982, contudo, deixaram seu recardo.

Mas…: Tanto Fernando, quanto Cleiton, assim como o projeto de 1982, não intensificaram o projeto alternativo para as eleições posteriores, fazendo com que os projetos alternativos da cidade caíssem em descrenças.

Desastres: Um exemplo dessa descrença se deu com os projetos alternativos, sem consistências, das eleições municipais de 2016, que se tornaram verdadeiros desastres no período eleitoral e nos resultados das urnas.

Oportunidade (I): Para 2020, no mínimo dois projetos políticos começaram a se organizar. Podemos destacar o grupo do PSL que tem a liderança do empresário Robson Ferreira que saíram confiantes das eleições de 2018.

Oportunidade (II): Já o outro grupo tem a frente o ex-vereador Luciano Bezerra, que tenta assegurar em suas mãos o partido NOVO, assim como busca arregimentar nomes de credibilidade no meio empresarial, a exemplo do ex-síndico do Moda Center, Alan Carneiro.

Desafios: Os grupos políticos alternativos que começam a surgir tem alguns desafios: Como se consolidar para os próximos dois anos? Como impedir possíveis ingerências dos partidos? Quais projetos serão executados para população e a clareza dos mesmos?

As opiniões e informações aqui expressas são de responsabilidade de seu autor

 

Se posicionando como pré-candidato a prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, o ex-vereador Luciano Bezerra pretende ‘quebrar com a polarização política’ dos dois grupos tradicionais no município.

Em entrevista ao programa Rádio Debate nessa terça-feira (13), Luciano afirmou que já existe conversas com empresários, entre eles o ex-síndico do Moda Center, Allan Carneiro, para fortalecer o projeto.

“Defendo que Santa Cruz o Capibaribe viva uma experiência administrativa de uma força política alternativa, livre dos vícios de alas tradicionais”, falou.

Ele anunciou que filiados ao Partido Novo do município, realizam evento no próximo dia 5 de dezembro, para apresentar seus objetivos.

Com vários elogios, o ex-vereador afirmou que já fez o convite, de forma pessoal, ao empresário Allan Carneiro para que ele também participe. Luciano citou ainda outros empresário, como Valmir (Ribeiro), Bruno (Bezerra) e Robson Ferreira (um dos coordenadores da campanha de Bolsonaro, em Santa Cruz).

Histórico

2008 – Luciano foi coordenador de campanha do atual prefeito Edson Vieira.

2012 – Ele foi eleito vereador e assumiu uma secretaria da gestão em 2013.

2016 – Não foi reeleito para a Câmara de Vereadores e, pouco tempo depois, rompeu laços políticos com o prefeito reeleito Edson Vieira.

2018 – Candidato a vice-governador na chapa com Júlio Lóssio (Rede).

Um menino de 2 anos morreu afogado nessa terça-feira (13) no município de Santa Cruz do Capibaribe. O caso aconteceu na piscina da residencia da família no Loteamento Maria Vieira.

Testemunhas relataram que a mãe do garoto identificado por João Pedro Arruda Alves, entrou em desespero ao ver a criança na água.

Familiares estavam na casa e não perceberam o menino em direção à água.

O menino ainda foi levado para UPA local, no entanto, de acordo com profissionais da unidade médica, já estava sem vida.

 

Conhecidos como “canibais de Garanhuns”, Jorge Negromonte, Isabel Cristina Pires e Bruna Oliveira da Silva vão enfrentar um segundo júri popular, no próximo dia 23 de novembro, no Recife. Desta vez, eles serão julgados pela morte de duas das suas três supostas vítimas: Alexandra Falcão da Silva, 20 anos, e Giselly Helena da Silva, 31 anos.

Os crimes aconteceram entre fevereiro e março de 2012. Elas foram contratadas para serem babás de uma criança que estava com o trio desde que eles assassinaram, esquartejaram e comeram partes do corpo de Jéssica Camila da Silva Pereira, de 17 anos, mãe da menina e primeira vítima.

Pela violência cometida contra Jéssica, Jorge foi condenado a 23 anos de reclusão e Isabel e Bruna, a 20 anos, cada uma, em uma decisão do júri popular no ano de 2014.

De acordo com as investigações, o trio assassinava as mulheres como parte de um ritual de purificação.

Os corpos eram esquartejados e partes, como coxas, pernas, braços, nádegas e fígados eram consumidos. Além disso, eles confeccionavam coxinhas e empadas, que eram vendidas em diversos locais de Garanhuns.

Folha de PE 

Imagem: Arquivo.

Uma brincadeira de criança, por pouco não terminou em tragédia no final da noite desta segunda-feira (12) no município de Toritama.

De acordo com informações do nosso correspondente, Evandro Lins, uma menina de 9 anos, deu entrada no hospital Nossa Senhora de Fátima com um ferimento provocado por um disparo de espingarda de chumbo.

A criança, moradora do bairro Independente, estava saindo do banheiro quando foi atingida pelo disparo acidental realizado por outra criança de 10 anos, que é primo da vítima e brincava com a arma no momento do acidente.

O disparo atingiu a região do ombro esquerdo, na altura da clavícula, onde o chumbo ficou alojado. Após os procedimentos médicos, a criança foi transferida para o Hospital Otávio de Freitas na região metropolitana do Recife.

Segundo informações da equipe médica, a criança está consciente e passa bem.

Com informações de Evandro Lins, correspondente do blog em Toritama

Página 1 de 119123...1020...Última »

Notícias Anteriores