Relatório aponta que o reservatório apresenta fissuras nos vertedouros laterais

Rompimentos de barragens no Brasil, tal como aconteceu com a de Brumadinho ontem, em Minas Gerais, têm sido tragédias anunciadas. O último Relatório sobre Segurança de Barragens, divulgado no fim de novembro do ano passado pela Agência Nacional de Águas (ANA), listava pelo menos 45 barragens com grande risco de rompimento, quase o dobro do número registrado no ano anterior. Em Pernambuco, Jucazinho, em Surubim, é a única no documento em situação de alerta de risco. 

O problema é que Jucazinho é o maior reservatório para abastecimento humano do Agreste, com capacidade para armazenar mais de 327 milhões de metros cúbicos de água, e o terceiro do estado. Segundo o corpo técnico do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), num cenário de rompimento de Jucazinho, o estrago poderia se propagar até o Recife com o reservatório cheio, mas o volume atual é de apenas 3,2% de sua capacidade diminuindo o risco de tragédia.

De acordo com o relatório, entre os problemas estruturais importantes identificados em Jucazinho, que impactam na segurança do reservatório, foram observadas fissuras nos vertedouros laterais e nas ombreiras e a bacia de dissipação não é capaz de sustentar a vazão de água do rio. Ou seja, em períodos de chuvas intensas, há grande possibilidade de rompimento da barragem. O relatório também identificou que o Dnocs não tem Plano de Ação de Emergência para o caso de uma possível tragédia e que a situação de risco da barragem já é conhecida pela diretoria-geral do Dnocs desde 2004, inclusive com a demonstração de dados de engenheiros da própria autarquia. Outros órgãos também estão cientes da situação de Jucazinho como a Compesa, a Secretaria estadual de Recursos Hídricos e a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), responsável pela fiscalização.

A situação, não apenas de Jucazinho como de outras barragens em situação de risco, chegou a ser debatida, no fim do ano passado, em audiência pública pelo Senado Federal. A ideia era buscar uma alternativa para colocar em prática a Política Pública Nacional de Segurança de Barragens, já que, segundo o mesmo documento, apenas 24% do orçamento do país disponível para segurança das barragens foram usados e apenas 3% das estruturas são vistoriadas por ano. Ou seja, na maioria dos casos, baixo nível de conservação, insuficiência do vertedor e falta de documentos que comprovem a estabilidade da barragem estão entre os principais responsáveis por tragédias.

O Relatório de Segurança de Barragens também obriga que os donos dos equipamentos e os órgãos fiscalizadores tenham um plano de ação emergencial para casos de acidentes e incidentes.

“Os órgãos brasileiros não têm a cultura da manutenção e conservação das estruturas de engenharia. E o melhor remédio para evitar tragédias é a prevenção, inspeções rotineiras que detectem falhas para impedir o progresso delas e a correção a tempo hábil. A avaliação em conjunto das barragens com riscos altos mostra que 222 barragens (ou 30%) são de entidades públicas, das quais 71 delas pertencem ao Dnocs, 25 à Secretaria estadual de Infraestrutura da Paraíba, 21 à Compesa, 21 à Secretaria estadual de Meio Ambiente do Rio Grande do Norte e 15 ao Incra. As ações de acompanhamento, fiscalização e recuperação devem ser priorizadas junto a esse grupo”, disse a coordenadora de Regulação de Serviços Públicos e da Segurança de Barragens da Agência Nacional de Águas (ANA), Fernanda Laus.

Sobre Jucazinho, o Dnocs informou que parte das obras de recuperação já foram implementadas, “mas ainda não finalizadas”, por isso ela ainda consta na lista das que mais preocupam. No entanto, o corpo técnico da autarquia afirmou que apenas 8% da obra avançou até agora. A recuperação de Jucazinho prevê um investimento de R$ 28 milhões.

“É importante destacar, antes de tudo, que todas as inspeções previstas na Lei de Segurança de Barragens são realizadas sistematicamente pelo Dnocs nas 327 barragens sob responsabilidade do órgão. Para os 23 barramentos inseridos no Projeto de Integração do São Francisco de execução física, por exemplo, são aproximadamente R$ 267 milhões de recursos federais assegurados para a recuperação e modernização dessas estruturas. Já por meio do Programa de Reabilitação de Barragens (PROSB), mais R$ 60 milhões da União também foram disponibilizados para intervenções em outros barramentos”, disse em nota a comunicação do Dnocs.

Questionado, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) disse estar “analisando o tema, que envolve diversos setores Institucionais, como Meio Ambiente, Patrimônio Público e Cidadania. Além disso, algumas barragens contidas no Relatório da ANA são federais, sendo atribuídas ao Ministério Público Federal (MPF)”.

Este é o segundo documento produzido pela agência desde o acidente com a barragem de Fundão, administrada pela Samarco, no município de Mariana, Minas Gerais. O objetivo era o de priorizar as barragens que mais apresentavam comprometimento de sua segurança, tanto para ações de fiscalização como para investimentos em manutenção e recuperação.

O que diz Danilo Cabral sobre o assunto?

O deputado federal Danilo Cabral (PSB), que tem reduto eleitoral em Surubim, entre outras cidades, disse que está acompanhando os problemas de Jucazinho. Ele lembrou que o ex-presidente Michel Temer (MDB) esteve no município do Agreste em 2016, prometendo soluções, e não levou adiante.

“O governo federal vem postergando a solução ….Em 2016, Temer esteve lá pra dar OS de recuperação. Mas a obra não avançou…” destacou.

Danilo Cabral também afirmou:

“Quase três anos após o desastre de Mariana, não aprendemos a lição. Hoje testemunhamos mais uma tragédia em Minas Gerais. Desde o rompimento da barragem do Fundão, nada foi feito para evitar novos acidentes, apesar das inúmeras denúncias feitas aos órgãos competentes sobre os riscos existentes no complexo minerador. Não houve mais rigor na fiscalização e nem nas regras para o funcionamento das barragens, presenciamos, sim, a pressão para maior flexibilização das concessões para a construção de novas barragens e a sinalização do desmonte do licenciamento ambiental pelo novo governo. O que é uma completa irresponsabilidade”, frisou o deputado, por meio de nota.

 

Do Diário de Pernambuco

 

Na tarde deste sábado (26) um afogamento foi registrado no açude da manhosa na Capital da Moda.

 

A vítima foi identificada por Ricardo Antonio do Nascimento e segundo o primo dele, o mesmo, residente no bairro Pedra Branca, estava tomando banho com outras pessoas e possivelmente ingeriu bebida alcoólica quando mergulhou e não retornou mais.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para tentar localizar o corpo. Os mergulhadores chegaram no local para iniciar as buscas pelo corpo do Ricardo Antonio. Aguarde mais informações em breve.

 

*Fotos: Jabson Nunes

 

 

Na tarde desta sexta-feira (25), o policiamento recebeu um denúncia que um casal estaria vendendo armas de fogo e munições no bairro Santo Agostinho, em Santa Cruz.

Chegando na residência, o policiamento avistou de imediato um revólver calibre 32 sobre um armário. A Erivânia Crenilda da Silva (20 anos) foi detida, já o segundo suspeito, não foi localizado.

Diante dos fatos, o material apreendido e a Erivânia Crenilda foram levados para DP local.

 

Foto: Jabson Nunes

 

Na noite desta sexta-feira (25), um incêndio atingiu um ponto de venda no Calçadão Miguel Arraes de Alencar, na Capital da Moda.

Segundo informações de testemunhas repassadas para nossa equipe de reportagem, as chamas atingiram um dos boxes, no setor verde, do estabelecimento comercial. A motivação do incêndio ainda é desconhecida. O Corpo de Bombeiros Militar está no local e tenta controlar as chamas.

Uma das preocupações dos bombeiros é que as chamas atinjam a estrutura. Informações de populares apontam que o ponto atingido pelas chamas é um local de comercialização de cama, mesa e banho, sendo o proprietário da cidade de Boqueirão no estado da Paraíba.

 

Durante a manhã desta segunda-feira (21), policias civis deram cumprimento a um mandado de prisão em desfavor do Célio Tavares, conhecido por “Davi” e da Andresa Neves Feitosa, ambos acusados como mandantes de um homicídio no dia 26/11/2018. Na ocasião, um homem identificado por Antônio Marcos da Silva (41) foi assassinato enquanto conduzia uma motocicleta cinza. Relembre o caso

Foram realizados os procedimentos de praxe e os indivíduos foram conduzidos ao Presídio de Santa Cruz do Capibaribe.

 

Um acidente foi registrado na manhã desta segunda-feira (21) na rodovia PE-160. Na ocasião, o motorista colidiu em um poste no canteiro central da conhecida AV. Prefeito Braz de Lira na Capital da Moda.

O motorista, Joaquim Tenório de Lima (53 anos), estava dirigindo um carro Volkswagem Parati de cor marrom, placa MNR-2047 no momento em que, segundo informações de populares, foi fechado por um caminhão caçamba, perdendo o controle do carro e colidindo no poste no canteiro central.

O motorista do caminhão permaneceu no local e negou qualquer envolvimento ou manobra errada na situação.

Uma outra pessoa de nome não informado ficou com algumas escoriações e foi socorrido por populares para UPA 24H. Já o condutor, teve pequenas escoriaçõres. Após o acidente, uma equipe de agentes de trânsito estiveram no local organizando o fluxo de veículos.

Na manhã desta quarta-feira (16) nossa redação recebeu imagens de uma briga envolvendo toyoteiros as margens da BR 104, no perímetro urbano de Toritama.

De acordo com informações de populares que passavam pelo local, a briga teria iniciado após uma discussão entre dois motoristas que disputavam a preferência de um passageiro.

No vídeo, os dois toyoteiros se agridem com socos e ponta pés, até que caem agarrados em meio a rodovia, correndo o risco de provocarem um acidente. A briga só acaba quando outros toyoteiros intervém na situação e acabam separando os dois.

 

Com informações de Evandro Lins, correspondente do blog em Toritama

Na noite deste domingo (13), quando em rondas, o policiamento avistou um casal em uma motocicleta no bairro Silva de Cima na cidade de Taquaritinga do Norte.

Ao consultar o celular da garupa Eliane Esterlina de Oliveira (26 anos), o efetivo visualizou uma mensagem onde a Juciara Tavares da Silva (26 anos) perguntava se Eliane iria levar as drogas. Segundo a PM, ao ser indagada, Eliane afirmou que teria pego com uma mulher e iria entregar a Jaciara no mesmo dia.

A polícia apreendeu R$ 421,00 em espécie, 10 gramas de maconha e 10 gramas de crack. As partes foram conduzidas para DP de Santa Cruz do Capibaribe. A Eliane foi atuada em flagrante e a Jaciara foi liberada.

 

Fotos: Jabson Nunes

Uma colisão entre um caminhão e uma motocicleta deixou uma vítima fatal na tarde deste domingo (13). O fato aconteceu na BR-104, no trevo que dá acesso à cidade de Taquaritinga do Norte.

A Polícia Rodoviária Federal informou que denúncias apontam que teria sido um caminhão que havia colidido na motocicleta Honda Fan preta. O homem morto foi identificado por SEverino Bezerra da Silva (44 anos). O condutor do caminhão não foi localizado.

Um fato que chamou atenção é que há uma outra motocicleta no local, porém, não compareceu ninguém em nenhuma unidade hospitalar da região, segundo a PRF.

 

Fotos: Jabson Nunes

Os cinco menores foram apreendidos pela Polícia Militar

No final da tarde deste domingo (13), a Polícia Militar recebeu informações de que haviam alguns indivíduos dentro do Depósito da Polícia Civil localizado as margens da PE-160 no bairro Oscarzão, em Santa Cruz do Capibaribe.

No depósito ficam os veículos apreendidos pela polícia de Santa Cruz do Capibaribe e demais delegacias da região. Chegando no local, o efetivo da Rocam constatou a veracidade da informação. Os adolescentes tentaram fugir, mas não conseguiram.

Com os cinco menores, a PM encontrou três baterias de motocicleta, duas facas, um alicate, um cano de escape de uma motocicleta e algumas chaves. Os menores foram conduzidos para DP local e ficou a disposição do delegado plantonista.

 

Vítima era ex-presidiário e acusado de assassinato

Foi encontrado na manhã deste domingo (13) um corpo na rua Valdenice Araújo, conhecida como “Rua da Gaia”, no bairro Santo Agostinho em Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com informações de testemunhas, um popular se deparou com o corpo do homem caído. O número de elementos que praticaram o crime ainda é desconhecido. Israel Pereira do Nascimento (33 anos) conhecido por “Goiaba”, foi assassinado com um disparo de grosso calibre, possivelmente, calibre 12.

Israel Pereira havia sido preso por força de mandato por ter assassinado o Paulo José Pereira (34 anos) a pedradas no dia 11 de agosto do ano de 2018. Relembre o caso aqui.

Vale ressaltar que a vítima já havia cumprido pena por roubo antes de praticar o crime, além de ter sido investigado em outro homicídio. A Polícia Civil realizou o levantamento cadavérico e o corpo foi conduzido para o IML na cidade de Caruaru.

Nossa equipe esteve no local e entrevistou o perito criminal Ricardo Sousa, confira na íntegra:

 

Fotos: Jabson Nunes

 

Neste sábado (12), a Polícia Militar foi solicitada pela central para fazer a captura de dois detentos que haviam violado a tornozeleira eletrônica, no bairro Canaã na Capital da Moda.

Chegando na residência, os detentos não foram encontrados. Familiares informaram que eles teriam ido ao médico. O policiamento fez buscas e por volta das 15h da tarde localizaram os detentos, no bairro Santa Tereza, dentro de um veículo Fiat Strada de cor branca, placa PGC-9841 da cidade de Campina Grande.

Os detentos eram da mesma família, sendo pai e filho; ambos estavam com a tornozeleira coberta de papel alumínio. No interior do veículo foi encontrado várias roupas em bolsas de viagem. Ao indagar o Elpidio Dias do Nascimento (55 anos) e o José Dias do Nascimento (32 anos) sobre qual seria a procedência do veículo, eles afirmaram que era emprestado de um colega.

Vale ressaltar que tanto o pai como o filho, já foram presos com uma grande quantidade de substâncias semelhantes a explosivos usados em assaltos a banco e tráfico de droga. Elpidio Dias e José Dais estavam na qualidade de fugitivos de unidades penais do estado de Pernambuco. Os detentos foram conduzidos ao presídio local.

 

 

Nesta sexta-feira (11), o policiamento recebeu informações que um casal estaria com entorpecente a caminho do Cemitério Velho, no bairro Rio Verde, para ali comercializar a droga.

Os efetivos fizeram campanas no local e visualizaram o casal. Na abordagem, foi encontrado 04 porções de cocaína com o Idanilson Gomes da Silva (20 anos). O efetivo indagou o Idanilson Gomes, se havia mais algum entorpecente, o mesmo afirmou que havia mais cinco porções em sua residência e falou ao policial que comercializava o entorpecente.

Vale ressaltar que a jovem que acompanhava o indivíduo, era menor. Ambos foram conduzidos a delegacia juntamente com os objetos apreendidos.

 

Fotos: Jabson Nunes

 

Na noite desta sexta-feira (11), o policiamento recebeu informações de um efetivo da Rocam de que um indivíduo estaria armado tentando tirar a vida de um inimigo no bairro Bela Vista, em Santa Cruz do Capibaribe.

Chegando no local, o policiamento avistou o menor de 17 anos com um revólver calibre 32. Ao ser indagado, o menor afirmou que estaria armado para se defender de um inimigo conhecido por “Bidú”. O policiamento seguiu até a residência do “Bidú”; a mãe dele, informou que o menor havia ido em sua residência a procura do “Bidú”, contudo, ele não se encontrava.

Durante a ocorrência, os policiais receberam denúncias anônimas de que o menor traficava drogas e possivelmente teria entorpecentes em sua casa. O menor se recusou a dizer onde morava, porém, seus familiares levou o efetivo até a residência. O menor morava só no imóvel; nele foram encontrados 08 porções de maconha pensando cerca de 55 gramas.

No aparelho celular do menor, o policiamento encontrou várias mensagens sendo recebidas em que possíveis usuários encomendavam drogas ao menor. A PM ainda informou que denúncias apontavam que o menor teria praticado assaltos no mesmo dia e teria levado a bolsa de uma mulher contendo um aparelho celular e documentos. O menor foi levado a DP local para a adoção da medidas cabíveis.

 

 

 

 

Ediene Araújo cursa o segundo período de História na Unopar Santa Cruz

A escritora Ediene Araújo lançou na noite desta quinta-feira (10), pela editora Multifoco, o seu livro “Inevitável da vida.” O lançamento aconteceu na faculdade Unopar. Na ocasião estiveram presentes as diretoras acadêmica e administrativa da instituição, Emanuella Aleixo e Mirelly Tavares, além de parentes e amigos da autora.

No lançamento, o público pôde conhecer um pouco mais da escritora que aos 18 anos lança sua primeira obra, fazer perguntas e falar mais sobre o livro. Ao término da cerimônia, Ediene Araújo esteve autografando os exemplares.

“Inevitável da Vida” é uma obra de romance a qual pode ser também tida como ficção adolescente e infanto-juvenil. O livro conta a história de uma garota brasileira chamada Bianca que é a protagonista do livro, que termina seus estudos no Brasil e vai à Amsterdam cursar música e assim ela vai, aos 16 anos, viver o seu primeiro amor.

A história não conta só com a parte do romance, mas trata também de lições como a de nunca desistir dos seus sonhos e nos ensina que existem obstáculos na vida e que temos de enfrentá-los, mesmo que algumas pessoas queiram nos fazer acreditar que somos incapazes. Contudo, se você lutar e fizer o que realmente ama, seja a música, como no caso da protagonista, será verdadeiramente feliz.

“O legado que quero deixar para as pessoas, principalmente os jovens, é despertar nelas o interesse pela leitura e escrita” – pontuou a autora.

Ediene Araújo da Silva começou a tomar gosto pela escrita aos 14 anos. Hoje, aos 18, ela cursa o segundo período de Licenciatura em História na Unopar Santa Cruz e informa que já está escrevendo mais duas obras.

 

O livro pode ser adquirido pela internet através do link:
https://editoramultifoco.com.br/loja/?s=Inevitável+da+vida

 

 

 

Uma tentativa de homicídio aconteceu na zona rural da cidade de Brejo da Madre de Deus, no distrito de São Domingos, Sítio Barrinha.

Segundo informações de populares, Daniel Severino da Silva (21 anos), estava em um curral na estrada que dá acesso ao Sítio Bandeira, no momento em que quatro elementos chegaram a pé e efetuaram vários disparos de arma de fogo. A Polícia Militar esteve no local juntamente com a Guarda Civil Municipal.

Daniel foi atingido por pelo menos uma bala na nuca que ficou alojada na bochecha. O jovem foi socorrido por populares para Policlínica de São Domingos; medicado e transferido para o Hospital da Restauração.

O SAMU foi acionado e chegando no local, recebeu a informação de que a vítima já havia sido socorrida.

 

Foto: Jabson Nunes

 

Notícias Anteriores


 





 

error: Copiando nosso texto?