Ações para o público LGBT marcaram o mês de abril em Santa Cruz do Capibaribe

 

 

Durante o mês de abril, o público LGBT de Santa Cruz do Capibaribe teve a oportunidade de participar do primeiro Seminário da Diversidade do município.  Em quatro encontros o Seminário abordou temas como saúde, religião, família, mercado de trabalho, educação, direitos e deveres.

 

Para o palestrante Rildo Veras, Assessor Especial para a Diversidade Sexual do governo do estado, o Seminário foi inovador: “não é uma temática fácil, pois encontra ainda algumas resistências, mas foi muito positivo e trabalhou a cidadania dessa população de forma ampla, incluindo pessoas que historicamente ficaram à margem da sociedade”.

 

Dentro das ações realizadas neste mês, também aconteceu o Concurso de Talentos Diversidade em Cena, na última sexta-feira (25), no Teatro Municipal. Diversas apresentações artísticas e culturais fizeram parte do evento, o vencedor e classificado para a etapa estadual foi o santa-cruzense Luiz Carlos, interpretando Ney Matogrosso.

 

O secretário executivo de articulação política, Gilson Julião comemora o resultado dos eventos: “o público LGBT e as famílias lotaram o Teatro Municipal para prestigiar as apresentações, também houve uma grande participação no seminário e isso deixa a gestão municipal muito satisfeita e motivada a desenvolver outras atividades para o segmento”, finaliza.

 

Informações da Assessoria.

 

Pernambuco 14 chega a Petrolina e reúne mais de mil pessoas

.

.

Após o sucesso do primeiro encontro, realizado no sábado (26), na Região Metropolitana do Recife, em Igarassu, mais de mil representantes da sociedade civil organizada, de entidades de classe, além de lideranças políticas de todo o Sertão do São Francisco estiveram reunidos neste domingo (27), em Petrolina, para participar da segunda plenária do Projeto Pernambuco 14.

.

Durante mais de sete horas, fizeram parte de debates temáticos sobre os problemas, os desafios e as soluções para Pernambuco nos próximos anos, a exemplo do que ocorreu em Igarassu, com a participação de mais de 600 pessoas.

.

O Projeto Pernambuco 14 será realizado em todas as regiões do Estado com o objetivo de ouvir as pessoas e levantar os anseios da população, suas expectativas e suas ideias. Tudo isso servirá de base para a formação do programa de governo de Armando Monteiro e João Paulo, pré-candidatos a governador e a senador pelo PTB, PT, PSC, PRB e PROS.

.

Em todas as discussões, que foram divididas por temas, em salas específicas, ficou a constatação de que Pernambuco avançou nos últimos anos, mas precisa ir além nos próximos anos. E foi isso o que defendeu Armando Monteiro: “Pernambuco precisa agora olhar para frente, precisa agora pensar nos desafios que temos para o futuro”, defendeu, ressaltando que “esse encontro de hoje se destina exatamente a recolher a contribuição, as sugestões, a opinião, o aconselhamento de muitos que vieram até aqui para ajudar na formulação de um programa e de uma proposta que nós queremos oferecer aos pernambucanos”.

;

Na opinião de João Paulo, só se constrói avanços com participação popular: “A grande obra é cuidar das pessoas. Porque um governo tem que cuidar bem da saúde, da educação, dos transporte público. E isso só é possível se estivermos sintonizados com a população, ouvindo as pessoas, os seus anseios e as suas expectativas”.

;

Para o senador Humberto Costa, o importante é buscar soluções para os problemas do Estado com quem realmente os enfrenta diariamente, que é a população de cada região. “Estamos aqui hoje, juntos, para apresentar essa nossa proposta, que é o Pernambuco 14, projeto que implantamos para ouvir o povo do nosso Estado e as propostas de quem sabe realmente quais são as melhores soluções porque vivencia os seus problemas”, defendeu.

;

Armando, João Paulo e Humberto estiveram no Pernambuco 14 acompanhados de deputados federais, estaduais, vereadores, lideranças comunitárias, além dos prefeitos de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), e de Afrânio, Lúcia Mariano (PSB).

 

Informações da Assessoria.

Zona rural é destaque com duelos decisivos das quartas-de-finais

 

Foto: Elivaldo Araújo.

Aconteceram neste final de semana, as partidas de ida das quartas-de-finais do Campeonato Municipal dos Sítios.

 

Os duelos do sábado (26) aconteceram no período da tarde na Vila de Poço Fundo. Na ocasião, a equipe anfitriã, o Grêmio venceu o São Paulo de Cacimba de Baixo por 2 a 1. Na sequência, aconteceu o clássico local, onde o São Matheus goleou a equipe do Fluminense de Láu pelo placar de 5 a 0.

 

Enquanto isso no domingo (27), dois jogos que fecharam a rodada ocorreram no Sítio Magana. A primeira partida foi o clássico e emoções não faltaram no confronto, em que a única equipe invicta do torneio o Rivel venceu pelo placar de 3 a 1 a equipe da Magana de Joáis.

 

A partida que finalizou a rodada foi o clássico envolvendo as equipes da Vila do Pará, entre Barra da Cruz e Juventude que passaram o duelo em branco, acabando em 0 a 0.

 

As partidas de volta serão realizadas no próximo final de semana, na Vila do Pará e na Magana.

O “Gigante” cresce a passos largos

 

 

O Calçadão Miguel Arraes de Alencar é uma das mais importantes instalações públicas da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, as obras bem adiantadas animam os confeccionistas que esperam nos próximos meses já comercializarem na ampla estrutura oferecida. O canteiro de obras recebeu nesta sexta-feira (25) a vistoria do deputado estadual Diogo Moraes (PSB).

 

O socialista que representa o Governo do Estado na região saiu satisfeito com andamento dos trabalhos. “Essa é uma importante obra que dará mais dignidade ao povo que lá comercializa. Trabalhei junto ao Governo do Estado para que a construção do Calçadão de Confecções Miguel Arraes de Alencar fosse uma realidade”. Pontuou.

 

 

A obra é fruto de uma parceria do Governo com a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe com investimento de R$ 13,3 milhões, e irá trazer mais trabalho e renda em benefício de mais de quatro mil famílias de Santa Cruz e será entregue nos próximos meses.

 

Informações da Assessoria.

Feira da cidadania oferecerá serviços gratuitos à população

.

 

Nesta segunda-feira (28) acontecerá a Feira da Cidadania, como parte da programação da Semana de Direitos Humanos, que está sendo vivenciada em Santa Cruz do Capibaribe.

 

A Feira oferecerá serviços gratuitos à população nas áreas de saúde e assistência social, como:

 

  • exames básicos;
  • emissão de carteira do SUS;
  • orientação de profissionais do NASF (educador físico, fisioterapeuta, psicólogo e fonoaudiólogo);
  • emissão de documentos;
  • balcão de informação do PROCON;
  • balcão de direitos;
  • orientação dos programas sociais CRAS, CREAS, Bolsa Família e Coordenadoria da Mulher;
  • projeto Sabão Caseiro da paróquia do Senhor Bom Jesus e São Miguel.

 

A Feira da Cidadania acontece na Praça dos Estudantes, das 8 horas ao meio dia e é promovida pela Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco e Secretarias Municipais de Saúde e de Cidadania e Inclusão Social.

 

Informações da Assessoria.

Armando e João Paulo cobram mais políticas públicas para a Mata Sul

 

A necessidade de reestruturação econômica da Zona da Mata Sul de Pernambuco e a ausência de políticas públicas que ajudem a superar os problemas sociais da região pontuaram os discursos do pré-candidato ao governo do Estado, senador Armando Monteiro (PTB), e do pré-candidato ao Senado, deputado federal João Paulo (PT) durante agenda realizada nesta sexta-feira (25) em Jaqueira, Maraial e Rio Formoso. Armando recebeu o título de cidadania dos três municípios e João Paulo foi agraciado com o título de novo cidadão de Maraial.

 

Para Armando Monteiro, o debate sobre o futuro de Pernambuco deve colocar no centro da discussão a reestruturação econômica da Mata Sul. “O que temos hoje é um quadro dramático de desemprego, e a desesperança de muitos jovens que não veem a perspectiva e oportunidade de ficarem na sua própria terra”, afirmou, lembrando que apesar de sua importância para alguns municípios da região, a expansão do território de Suape não aprofundou o desenvolvimento em todo o interior da Zona da Mata.

 

O senador destacou a necessidade de diversificar a base econômica da região com a inclusão de novas atividades produtivas a exemplo da piscicultura, da floricultura, do turismo rural e do cultivo de eucalipto para a implantação de um polo de produção de celulose. “Para isto é preciso ter uma ação firme de planejamento. Com o compromisso de que se possa ter um olhar sobre a questão da infraestrutura da região”. Armando destacou a posição estratégica de Palmares no mapa logístico do Estado e disse que o município pode ser o centro de um polo de desenvolvimento.

 

Após ouvir os depoimentos de lideranças de Maraial de que não houve a construção das habitações prometidas ao município após as enchentes de 2010 na Mata Sul, o deputado federal Joao Paulo lembrou que os recursos do Governo Federal chegaram, mas não foram utilizados. “A maior dificuldade para resolver este problema era não ter dinheiro para fazer (as habitações). Agora, os recursos do Governo Federal chegaram e a população continuou sofrendo. Faltou empenho, compromisso com a população”, disse.

 

Em maio do ano passado, o jornal Folha de São Paulo noticiou o assunto informando que o Governo de Pernambuco recebeu, em caráter emergencial, R$ 50 milhões do Ministério da Integração Nacional para obras de terraplanagem e outros R$ 151 milhões da Caixa Econômica Federal para construção e doação de 3.600 unidades aos municípios atingidos pelas cheias. “O caso mais grave ocorre em Maraial, onde o projeto de socorro não saiu do papel. Vacas pastam no terreno onde deveriam estar 264 casas”, noticiou o jornal na edição do dia 12 de maio de 2013. Hoje, a situação continua a mesma, relatam os moradores.

 

Em Rio Formoso, o deputado federal Eduardo da Fonte (PP) acompanhou Armando e João Paulo, em ato onde também recebeu o título de cidadão do município. Também prestigiaram as solenidades prefeitos e ex-prefeitos da região, vereadores, os deputados estaduais Silvio Costa Filho (PTB), e Jose Maurício (PP), o ex-deputado estadual José Humberto Cavalcanti (PTB) e o ex-ministro Armando Monteiro Filho.

 

Informações da Assessoria.

Adventistas comemoram de forma antecipada o dia municipal dos desbravadores 

Fotos: Fernando Lagosta.

Os Desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia, comemoraram neste domingo (27), de forma antecipada “O dia municipal dos desbravadores”, que foi um projeto de Lei de Autoria do Vereador Fernando Aragão.

 

Durante o dia, foi realizada uma caminhada saindo do Moda Center Santa Cruz, passando pelas principais Ruas e Avenidas do município e encerrou na Praça dos Estudantes,

 

Ao todo, cerca de 200 jovens participaram do evento que contou com a participação do Pastor Iranildo Ribeiro e a Diretora Fabíola Feitosa.

 

As curtinhas do Romenyck Stiffen

 

Mantendo: Mesmo com crises políticas em grupos que dão sustentação ao projeto de reeleição do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) em cidades da região, o deputado vem conseguindo manter o apoio dos mesmos.

 

Rompimento (I): Mesmo com o rompimento em Taquaritinga do prefeito Evilásio Araújo (PSB) com o vice Lero (PDT), o deputado Diogo Moraes (PSB) manteve o apoio de ambos. Contudo, é fato que chegará o momento que Evilásio e Lero solicitarão de Diogo Moraes o apoio isolado para si, a pergunta é com quem Moraes estará?

 

Rompimento (II): O grupo de oposição de Jataúba rompeu com a “Frente Popular por Pernambuco”, mas mantém o apoio ao deputado Diogo Moraes. O interessante, é que o líder do grupo, Mamão, afirmou que Moraes não teve, podemos dizer, “força” para intervir pelos mesmos, no Governo do Estado, frente à adesão e benefícios ao prefeito Antônio de Roque.

 

Sem força: Agora imaginemos a situação de Mamão caso Paulo Câmara (PSB) vença as eleições, se com o apoio do deputado Diogo Moraes, que é tido como da cozinha de Eduardo Campos (PSB), não teve força para intervir por Mamão no governo do Estado, imagine depois que o grupo de oposição em Jataúba rompeu com a “Frente Popular”.

 

Comemorando: Duas notas de assessoria do Deputado Diogo Moraes (PSB) chamaram atenção durante a semana, elas demonstram comemoração do deputado em manter o apoio de lideranças da região a sua candidatura, mesmo essas lideranças tendo rompido recentemente com a frente popular, a exemplo dos grupos liderados por Mamão e Lero.

 

Articulação (I): Vem faltando articulação do principal representante do Governo do Estado na região, o deputado Diogo Moraes (PSB), em manter apoios importantes para Frente Popular.

 

Articulação (II): Essa falta de articulação também vem sendo sentida por aliados no projeto Alessandra Vieira, pois nomes que dão sustentação ao projeto Diogo Moraes (PSB) na região não quiseram aderir ao nome da primeira Dama de Santa Cruz, a exemplo de Mamão e do Prefeito Evilásio Araújo (PSB).

 

Articulação (III): O interessante é que essa falta de articulação foi sentida pelo então deputado federal José Augusto Maia (PROS) em 2010. Na época, Maia era aliado de Moraes e trouxe outro deputado estadual para cidade alegando que Diogo não tinha cumprido com o acordo de viabilizar apoios na região para sua candidatura a federal.

 

Adesões: O interessante é que as principais adesões na região para Frente Popular não passaram pela articulação do Deputado Diogo Moraes (PSB), a exemplo do grupo do Prefeito Antônio de Roque em Jataúba e do ex-prefeito Jânio Arruda (PSDB) em Taquaritinga do Norte.

 

Tranquilo: Mesmo passando por essa turbulência na região, observamos que o projeto de reeleição do Deputado Diogo Moraes (PSB) ainda é a mais sólida de todos os postulantes da cidade, sejam os que se colocam para Estadual ou Federal.

 

As informações aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador e não refletem, necessariamente, a opinião deste veículo de comunicação.

É pra rir ou pra chorar?

 

Foto: Antônio Valdevino.

Vereador de Caruaru afirma na tribuna da Câmara: “Foi dormir, quando acordou, estava morto”

 

Um fato engraçado ocorreu durante a sessão da Câmara de Vereadores da cidade de Caruaru na semana passada.

 

O Vereador Heleno do Inocop virou motivo de risos. Em seu discurso na tribuna, usou uma expressão que arrancou gargalhadas dos colegas vereadores.

 

Confira o vídeo da  TV Criativa:

 

 

“O que estão fazendo em Pernambuco é a velha política”, afirma Armando Monteiro, em Gravatá

 

.

Com muito bom humor e ironia, o senador Armando Monteiro (PTB) alertou que o governo do Estado vem sendo utilizado para beneficiar a candidatura governista, com oferta de recursos públicos para que alguns prefeitos do PTB mudem de lado: “Criaram o FEM 1 e o FEM 2. E agora estão querendo criar o VEM, que é uma forma de trazer a qualquer custo e de premiar os infiéis”, afirmou, durante entrevista coletiva em Gravatá, explicando que, ao contrário do fundo de apoio a todos os municípios do Estado, denominado FEM, agora estão oferecendo recursos adicionais a apenas algumas cidades, para que seus prefeitos passem a apoiar o outro candidato.
,
Na opinião de Armando, assumir novas posições políticas ou mudar de posição é comum na política e pode sempre ocorrer. Mas o problema é a possibilidade de uso da máquina do Estado em favor de interesses eleitorais de alguns. Para o senador, se o governo do Estado tem recursos para ajudar os municípios, deveria ajudar a todos, principalmente os mais pobres.
;
“Se tem dinheiro no Estado para, de última hora, oferecer um apoio extraordinário a um município determinado, apenas porque é do PTB, e estão querendo puxar pro lado deles, por que não estender essa atenção aos outros municípios, que precisam também e, com transparência, dizer quais são os critérios? Por que estão oferecendo na última hora dinheiro a um determinado município e não aos outros?”, indagou, cobrando do governo “uma postura republicana, de transparência, sobretudo quando envolvem recursos públicos”.

;

Acompanhado do deputado federal e presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco, Jorge Côrte Real (PTB), e do deputado federal João Paulo Lima e Silva (PT), o senador Armando Monteiro esteve neste sábado (26) em Gravatá para prestigiar a realização da Ação Global, mutirão para prestar serviços públicos à população do Agreste. Antes, no entanto, Armando concedeu entrevista coletiva à imprensa local para apresentar os expressivos investimentos, de mais de R$ 50 milhões, destinados pelo governo federal ao município, seja em repasses diretos, seja por meio de emendas parlamentares ou de empréstimos subsidiados.

;

Parte desses recursos, no entanto, não chegou a ser aplicada por incapacidade da prefeitura de Gravatá, que passou todo o ano de 2013 inadimplente junto à Previdência Social.

;

Informações da Assessoria.

Notícias Anteriores