Uma menina de 10 anos foi atingida com um tiro na perna, após um assalto a um mercadinho no bairro Cidade Jardim, em Caruaru. A criança estava numa calçada nas proximidades de onde aconteceu o crime.

De acordo com testemunhas, dois assaltantes entraram no estabelecimento, renderam as pessoas e pegaram o dinheiro do caixa. na fuga ainda atiraram, atingindo a menina.

A vítima foi socorrida por familiares para o Hospital Regional do Agreste (HRA) e não corre risco de morte.

05
dezembro

 

 

 

A Unopar Santa Cruz realizou, de 26 a 30 de novembro, a Semana do Formando. No evento, realizado em forma de feira, foram apresentados aos graduandos, que estão prestes a realizar a sua colação de grau, uma série de serviços promovidos por empresas parceiras.

Entre eles estavam: maquiagem, cabelo, roupas, anéis de formatura entre outros; todos com condições especiais para quem é aluno Unopar e precisa estar impecável nessa importante etapa da conclusão de sua graduação.

Confira no vídeo!

Informações da Assessoria

05
dezembro

 

 

Em entrevista concedida ao Blog, o vereador Helinho Aragão (PTB) deu seu balanço sobre as eleições da nova Mesa Diretora da Câmara, em Santa Cruz.

Nos bastidores, ele era um dos cotados a assumir a presidência da Câmara em uma eventual aliança de sua bancada com a dos vereadores que apoiam o prefeito Edson Vieira (PSDB), mas viu essa possibilidade não se concretizar após as várias articulações.

“Tivemos conversas tanto com a bancada de Diogo como com a bancada de Situação e sabíamos que apenas três não fariam a presidência. Foi aí que as conversas se estenderam, até as duas da manhã, com as duas bancadas e decidimos que meu nome estaria colocado a presidência. Chegando hoje, o dia da eleição, eu estava tranquilo e conversava com as possibilidades que iriam surgir e esse fato que aconteceu (a reviravolta), já sabia que estava na cara que isso ia acontecer” – disse.

Helinho citou que as conversas entre José Augusto Maia e Diogo Moraes foram cruciais para essa nova composição da Mesa, que colocou Augusto Maia na presidência e outros três vereadores de Oposição, ligados a Diogo.

“O que se tinha antes não era essa forma que foi colocada. Meu nome não foi aceito e quero dizer que aqueles que estavam na torcida, digo que não sou uma pedra no caminho de ninguém. Augusto é um nome promissor e essa pedra no caminho eu não queria ser, dessa unidade de Zé com Diogo” – frisou.

.

Possibilidade de rompimento com Zé Augusto

O vereador foi questionado sobre a possibilidade de rompimento com José Augusto Maia, ação declarada pelo vereador Capilé. Sobre isso, ele não confirmou essa possibilidade, mas se mostrou insatisfeito diante dos fatos.

“Na forma com que Zé Augusto faz política, isso poderia surgir, poderia acontecer, mas estou tranquilo.  Que ele seja feliz, que Augusto seja feliz, que todos sejam felizes; ele, o deputado Diogo, a bancada, os 11 vereadores… Quanto a Capilé, vou conversar com ele, esfriar a cabeça e que possamos voltar a fazer a oposição que sempre fazemos. Somos oposição ao Governo Municipal” – disse, completando que continuaria no grupo que o elegeu.

Para você e para seus clientes. Vem ser Sport Company!

O GRANDE VITORIOSO

COMO SEMPRE… – Se a eleição para mesa diretora da Câmara fosse uma matemática exata, na galeria dos presidentes haveria uma grande alteração e o futuro quadro do biênio 2019-2020 teria Helinho Aragão, por exemplo. Mas, como sempre, a mesma é um caixinha de surpresas e o resultado, mais uma vez, foi o inesperado.

O RESULTADO: O que parecia impossível ocorreu e a mesa diretora foi composta por Augusto Maia presidente e três integrantes da bancada de Diogo completando a chapa. Foram eles: Ronaldo Pacas como vice-presidente; Júnior Gomes – primeiro secretário e Carlinhos da Cohab como segundo secretário.

ÉRAMOS TRÊS: Com o intuito de conquistar a presidência da câmara para Augusto, José Augusto Maia precisou rifar Helinho e Capilé da mesa diretora, perdendo, em troca, a influência que exercia sobre os dois vereadores, reduzindo, assim, a denominada “bancada de Zé” a um membro.

20 ANOS: Há 20 anos ocorria o rompimento entre Edson Vieira e Zé Augusto, após uma suposta “traição” em 1998, pois a época o candidato a deputado estadual, Edson Vieira, esperava um apoio de Zé Augusto Maia e não teve. Na comemoração desses 20 anos, Edson mais uma vez esperou um acordo de Zé Augusto em vão, pois como muitos sabem, a presidência da Câmara seria conquistada pela bancada de Zé com os votos da bancada de Edson.

O VITORIOSO: Resumindo, o grande vitorioso do dia de ontem foi o grupo liderado por o deputado estadual Diogo Moraes (PSB). O mesmo conseguiu, através de uma estratégia idealizada pelo vereador Ernesto Maia (PT), derrotar o prefeito Edson Vieira e isolar José Augusto Maia, reduzindo sua bancada de influência.

ANOS DIFÍCEIS – O grande derrotado foi o prefeito Edson Vieira, que nos bastidores tentou se unir com um eterno inimigo e acabou levando mais uma rasteira. Ele terá uma forte oposição nos próximos anos e poderá ver CPIs contra o seu governo serem colocadas em prática e em um futuro próximo.

O MIMO: Zé Augusto recebeu um mimo e o gesto que esperava por parte do grupo de Diogo, viu seu filho se transformar presidente, mas terá que refletir muito a que custo isso ocorreu.

DESTINO: Os olhos estarão voltados nesse momento para Helinho e Capilé, pois poucos sabem o posicionamento que os mesmos tomarão. O rompimento com Zé é nítido, ambos disseram que ficarão na oposição ao governo municipal, mas em que oposição ambos ficará? Irão aderir ao grupo de Diogo ou enfileirar grupos de oposições que surgem na cidade?

.

As informações e opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

05
dezembro

 

 

05
dezembro

 

 

 

A Secretaria de Educação do Estado (SEE) inicia nesta terça (04) e sexta-feira (07) o processo seletivo para o Programa Ganhe o Mundo (PGM). São ofertadas 1.020 vaga, sendo mil para o PGM Tradicional e 20 para a modalidade Musical. As inscrições devem ser feitas  entre os dias 4 de dezembro e 3 de janeiro (Tradicional) e 7 de dezembro a 20 de janeiro (Musical) através do SITE DA SEE. Para acessar o formulário de inscrição, bem como o edital com todas as informações sobre o processo, clique AQUI.

Para participar da seleção, os estudantes precisam ter no mínimo 14 anos de idade até o dia primeiro de julho de 2019 e, no máximo, 17 anos até o dia 31 de janeiro de 2019. Eles também devem estar matriculados e cursando o 1º ano do ensino médio das escolas públicas estaduais em 2018, bem como inscritos nos cursos de línguas do Programa.

Na edição tradicional, o edital dispõe de mil vagas, sendo 700 para a língua inglesa, 295 para a espanhola e cinco para a alemã. Os estudantes convocados irão cursar um semestre letivo em escola de nível médio nos seguintes países: Argentina, Chile, Espanha, Colômbia, Canadá, Estados Unidos, Nova Zelândia, Austrália e Alemanha. O link para inscrição já está disponível, no site da Secretaria de Educação do Estado.

Por sua vez, a edição musical oferece dez vagas destinadas para intercâmbio na Espanha e dez no Canadá. Os estudantes selecionados irão vivenciar um semestre letivo do ensino médio na modalidade High School e receberão treinamento prático no instrumento musical ou canto para o qual foi selecionado. Em ambas as edições, os embarques estão previstos para acontecer em julho de 2019. O link para inscrição estará disponível a partir da sexta-feira (07), no site da Secretaria de Educação do Estado.

PROGRAMA GANHE O MUNDO – O PGM Foi criado em 2011 com o propósito de aumentar a proficiência das línguas inglesa e espanhola nos jovens estudantes da Rede. Mais de sete mil estudantes já fizeram o intercâmbio através da ação, que oferta, atualmente, as modalidades Tradicional, Musical e Esportivo nos seguintes países: Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia, Austrália, Chile, Espanha, Argentina, Uruguai, Alemanha e Colômbia.

 

 


Em entrevista concedida ao Blog, o ex-deputado e ex-prefeito José Augusto Maia (Avante) fez seu balanço das eleições para a Mesa Diretora da Câmara, em Santa Cruz.

Satisfeito com o resultado, ele negou que a junção que acontecera não seria necessariamente ao deputado estadual Diogo Moraes, mas sim uma união das oposições frente ao prefeito Edson Vieira (PSDB).

Questionado se tal resultado poderia sinalizar uma composição para as próximas eleições em 2020, ele disse:

“Resolvemos o problema da presidência, mas as pré-candidaturas de prefeito ainda temos dois anos a discutir. Quem vota, tem direito de ser votado, mas tem aqueles que tem o nome mais aquecido e pode compor mais, porém, não defini nomes” – disse.

.

Rompimento alegado por Capilé

José Augusto  também foi questionado sobre as fortes declarações de Capilé, que declarou ter rompido politicamente com o mesmo de agora em diante.

“Gosto muito dele e sei que ele gosta de mim. Em muitos momentos, quando chegávamos dizendo ‘Capilé, pode ser você?’, ele dizia que podia e eu apoiava. Se poderia ser Helinho, pode. Chegamos a discutir com a bancada e eu colocava o nome de Augusto, mas aceitava o nome de Helinho. Quanto a tristeza de Capilé, sei que ele optava pelo nome de Helinho, mas ele comigo sempre disse: Ou eu, Augusto ou Helinho. Ele vai pensar direitinho e vai ver que deu um dos três” – frisou.

 

 

 

Em entrevista concedida ao Blog, o deputado estadual Diogo Moraes deu seu balanço sobre as eleições para mesa diretora da Câmara, em Santa Cruz.

Visivelmente satisfeito com o resultado, destacou que a nova mesa diretora terá papel relevante para que as ações possam chegar mais rápidas ao município.

Diogo também foi questionado sobre como ele via as abstenções por parte dos seis vereadores da bancada do prefeito Edson Vieira (PSDB) no ato da votação da única chapa registrada.

“Abstenção para mim é covardia e sempre foi. Você tem que dizer sim ou não. Porque se abster?! Abstenção é um ato de covardia. Você está sendo covarde ao negar o voto. Respeito o comportamento da bancada de situação, mas isso representa uma covardia” – pontuou.

 

 

O também forrozeiro Dida de Nan será uma das atrações.

No dia 22 dezembro deste ano a partir das 19h, acontecerá no “Doidos Bar”, Sítio Açudinho, zona rural de Brejo da Madre de Deus, a comemoração do sétimo aniversário do Programa Sala de Reboco, transmitido pela Rádio Polo FM.

O evento de aniversário que será dedicado ao programa contará com diversos artistas da região, dentre eles, Dida de Nan e Banda, Rubiênio Catanha, Decentes do Forró, Mistura Perfeita, Forró Sideral, entre outras atrações.

Os ingressos e mesas estarão à venda apenas no local da festa ou através do telefone (81) 9.9585-1284.

O programa Sala de Reboco tem apresentação de Jobson Barros e é transmitido todos os sábados pela manhã, levando aos ouvintes o melhor do forró pé de serra e com apresentações ao vivo nos estúdios da emissora.

 

 

Foto: Thonny Hill.

Em entrevista concedida ao Blog, o vereador Capilé (Podemos) também falou sobre a eleição da nova mesa diretora da Câmara, em Santa Cruz.

Visivelmente chateado, o político não poupou críticas ao ex-deputado federal José Augusto Maia (Avante), atribuindo a ele as mudanças que levaram a composição de sua bancada com a do deputado estadual Diogo Moraes.

“Meu rompimento com ele é definitivo, não tem mais volta. Na política, temos que ter postura, temos que ter lado e a partir do momento que a gente vê a forma que ele expôs o filho dele, não vou aceitar.  Não tenho mais Zé Augusto como político de Santa Cruz”.

Questionado se esse rompimento o aproximaria da bancada de Edson Vieira, ele disse:

“Da mesma forma que tenho Edson como adversário político, hoje tenho José Augusto Maia” – pontuou.

.

Sem bancada?

Durante a entrevista, o político declarou que vai continuar se mantendo como oposição, tanto aos governos Estadual como no municipal. Questionado se isso não poderia ser ‘perigoso politicamente’, ele voltou a fazer críticas a José Augusto Maia.

“Não é perigoso, pois fui eleito dessa forma, sendo sincero e tendo palavra com meu eleitorado, do começo ao fim. Se daqui há dois anos vamos pleitear uma reeleição, isso é outra história, mas a minha conversa agora com José Augusto se resume a: bom dia, boa tarde e boa noite” – concluiu.

 

 

Em entrevista concedida ao Blog, o ex-vereador Fernando Aragão fez seu balanço sobre mais uma eleição de Mesa Diretora na Câmara.

Voltando a citar que essa questão ‘se decide nos últimos minutos’, citou que as articulações no fim acabaram beneficiando seu grupo e colocando a frente quatro membros de oposição a frente do prefeito Edson Vieira.

Fernando também foi questionado sobre o clima de pressão nos bastidores, que resultaram na retirada de Ernesto Maia da chapa e fechando a composição que fora eleita.

“Augusto passou por um momento que talvez nem esperasse, fez uma amizade muito forte com Capilé e com Helinho, só que na hora do ‘vamos ver’, os vereadores acharam por bem colocar o nome de Augusto, que aceitou de fato não trazer ninguém do outro lado e fazer composição com a maioria, que eram os oito de Diogo” – disse.

Para Fernando, mesmo com ‘percas e ganhos’, o grupo taboquinha estaria à frente da Câmara e pontuou:

“Vamos começar a trabalhar para ver as coisas erradas que tem dentro dessa prefeitura” – concluiu.

 

 

Em entrevista concedida ao Blog, a vereadora e líder de governo na Câmara, Jessyca Cavalcanti, fez seu balanço após a derrota de sua bancada nas eleições para a nova Mesa Diretora.

Insatisfeita, ela relembrou o acordo que, segundo ela, já existia com a bancada de José Augusto Maia para que o vereador Helinho Aragão (PTB) fosse eleito a presidência do Legislativo.

“Já faz mais de um mês que temos dialogado com nossos vereadores e muitas foram as ofertas que eles receberam, das mais amplas formas que se pode imaginar, mas eles foram homens. Confiei neles e eles honraram o mandato que eles tem. Capilé teve um ato de hombridade, porque Helinho e Capilé foram traídos. Existia um acordo entre os três e isso foi quebrado” – disse.

.

Posição do prefeito e ausência do mesmo na sessão

De acordo com Jessyca, o prefeito estaria tranquilo mesmo com o cenário ainda mais desfavorável no Legislativo. Questionada sobre a ausência dele na eleição poderia ter sido algo decisivo, ela disse:

“Não acredito nisso. O prefeito sempre deixou o direcionamento para que pudéssemos dialogar e ele sempre esteve presente, acompanhando e fazendo as intervenções necessárias. Agora se você tem firmeza, bate o martelo, dá sua palavra e depois muda… Isso mostra que o problema não está conosco” – pontuou.

 

 

Na tarde desta terça-feira (04) foram realizadas as eleições que definiram os nomes da nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, em Santa Cruz.

A eleição foi marcada por momentos momentos tensos, que aliaram muita articulação política, conversas e também muita pressão exercida sobre as três bancadas.

Após quase uma hora de discussões e reviravoltas, ficou definido que a nova Mesa Diretora seria integralmente de vereadores de Oposição ao governo de Edson Vieira, contendo os nomes de Augusto Maia (presidente), Ronaldo Pacas (vice-presidente), Júnior Gomes (primeiro secretário) e Carlinhos da Cohab (segundo secretário).

A eleição acabou acontecendo em chapa única e, de acordo com Governistas, já havia o acordo de uma composição da bancada de José Augusto Maia com a do prefeito Edson Vieira (PSDB), que colocaria Helinho Aragão a presidência, porém o acordo acabou não se cumprindo.

Dentre as lideranças que estiveram presentes nas articulações, estavam nomes como o vice-prefeito Dida de Nan (PSB), o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), o ex-vereador Fernando Aragão (PTB), o ex-deputado federal José Augusto Maia, seu filho Tallys Maia (Avante) e o secretário municipal de Saúde, Dr. Nanau. Confira imagens:

;

Pressionado:

O vereador Augusto Maia foi um dos parlamentares mais pressionados durante os bastidores, tanto que após uma das reuniões, a portas fechadas, desta vez com seu pai José Augusto Maia, não conseguiu conter o choro.

Visivelmente abalado, Augusto mal conseguia esconder a preocupação diante do clima de pressão nas salas e corredores. Informações de bastidores apontaram que, na reunião com o pai, Augusto expressou o desejo dele de manter o nome de Helinho a presidência, mesmo confirmando a composição com a bancada de vereadores que apoiam Diogo Moraes (PSB).

José Augusto Maia teria retrucado, inclusive citando que o filho não deveria “se torar” perante o que estava sendo posto e que ele era o seu representante naquela câmara.

 

Outro também dos insatisfeitos com os rumos das articulações era o vereador Capilé, que chegou a sair de uma das reuniões bastante irritado. Na tribuna, ele  anunciou seu rompimento com o ex-deputado José Augusto Maia, chegando a se retirar do plenário e regressando minutos depois.

Outro que também não se mostrou satisfeito foi Helinho Aragão.

 

Vitoriosos

Um dos que não conseguiam esconder a alegria com o resultado era o deputado estadual Diogo Mores. Por várias vezes, ele chegou a declarar que a festa da vitória estaria garantida, independente dos nomes que fossem indicados a mesa diretora.

.

Prefeito Edson Vieira não compareceu

Uma ausência registrada na eleição foi a do prefeito Edson Vieira (PSDB). Informações de bastidores apontam que, mesmo não estando presente, participou ativamente das rodas de articulações, tendo como interlocutores nomes como o de Jessyca, Nanau e Zé Minhoca.

 

 

Fotos: Fernando Lagosta e Jabson Nunes.

Na tarde desta terça-feira (04) policiais Civis da 21ª DPH, equipe CORE e equipe Malhas da Lei 17ª DESEC, após ações de inteligência e campana, prenderam em flagrante delito, Érica Patrícia da Silva, acusada de uma tentativa de latrocínio ocorrido a semana passada na Avenida 29 de dezembro, e acusada de ter efetuado um disparo de arma fogo na noite desta segunda-feira (03), quando atingiu o capacete de uma vítima e subtraiu uma moto no Bairro Cruz Alta.

Durante a captura que ocorreu no Bairro Oscarzão, próximo a um motel na PE-160, em Santa Cruz do Capibaribe. A acusada Érica Patrícia da Silva (idade não revelada) afirmou onde estaria localizado o revólver utilizado nos crimes. A equipe se dirigiu até uma residência, onde encontrou a arma de fogo, juntamente com cerca de aproximadamente 17 gramas de cocaína. Outros suspeitos também capturados no local.

Os envolvidos foram conduzidos para a delegacia de Santa Cruz do Capibaribe para a realização dos procedimentos, onde Viviane Almeida de Lima, Rafael Alves de Moura, Ítalo Gonçalves Timóteo e José Vinícius Gomes Santos, responderão pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Érica e Rafael também responderão por tentativa de homicídio.

 

 

O evento ocorrerá na Fonte Termal do distrito Fazenda Nova.

Na próxima sexta-feira (07), acontecerá um evento cultural em Fazenda Nova, distrito de Brejo da Madre de Deus. O evento tem o intuito de sensibilizar e despertar a consciência de preservação do patrimônio histórico, cultural e natural do município.

A programação contará com relatos, vivências, humor, criatividade, arte e alegria, além de palestra, exposições de artesanatos e fotografias, performances, recital e visita guiada. A Companhia Teatral Alumiai de Fazenda Nova, apresentará um espetáculo intitulado: “O Alto da Compadecida”, escrita por Ariano Suassuna.

O evento que ocorrerá das 8h às 17h na Fonte Termal do distrito Fazenda Nova, a conhecida “Fonte Viva”, e terá as participações de estudantes, professores e população em geral.

 

 

Foto: Arquivo do Blog.

A banda paraibana de Monteiro, Magníficos, será a atração principal na edição deste ano do ‘Natal de Poço Fundo’, zona rural de Santa Cruz do Capibaribe.

A atração estará no palco do tradicional do evento na localidade, no próximo dia 24 de dezembro. Além de Magníficos, outras atrações locais também deverão fazer parte da programação da festa.

Os detalhes da festa serão divulgados no próximos dias pela Prefeitura Municipal.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?